1. Spirit Fanfics >
  2. O Guia do Ramo de Entretenimento (TaeGi) >
  3. Prólogo

História O Guia do Ramo de Entretenimento (TaeGi) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei, meus Anjos! Espero que tenham sentido saudades de mim como eu de vocês! De coração, que saudades! 🤧❤️ Desculpe a demora, mas cá estou eu outra vez com uma adaptação para vocês! 🥂👌🏻 Enfim, nas notas eu esclareço mais coisas, okay? Até lá! 💞

📌 Boa Leitura, Anjinhos! 🌸☕

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction O Guia do Ramo de Entretenimento (TaeGi) - Capítulo 1 - Prólogo


" Você me parece familiar... " 


_Boate Sóbrio_ 

A noite estava um pouco fria, era por volta das 03:30 da manhã, o vento trazia consigo essa baixa sensação térmica. Quase não haviam nuvens no céu escuro, este que estava repleto de pontinhos cintilantes que iluminavam, junto à majestosa lua, toda a imensidão daquela cidade. 

Era uma cena linda, mas ao contrário daquele simples e tão encantador cenário, o jovem ator estava ali, sentado numa banqueta do balcão de bebidas com uma latinha de cerveja em mãos, tentando ingerir mais uma vez outra das muitas objeções de sua empresa. Não era para ele estar nessa situação, não era o que sonhava, mas já estava acostumado a tal ritmo de trabalho e não poderia deixar as coisas mais piores do que já estavam. Deveria, mesmo que não gostasse, seguir tudo que lhe fosse passado, até porque sua vida fora assim desde que ele se entregou ao ramo de entretenimento, que inconsequentemente o entregou também nas mãos de seu chefe como um boneco de ventríloquo. 

Min Yoongi era um jovem ator com 29 anos de idade, próximo aos 30. Sempre fora um garoto diferente dos outros, até porque sua mãe era norte americana, e herdara da mulher seus cabelos castanhos claros, em um tom mel, que tinha ondinhas naturalmente. Seus olhos eram de mesma cor que os fios de cabelo, sendo bem puxadinhos e um narizinho de botom adorável, sua pele era bem branquinha, livre de marcas ou manchas. Era um pouco baixinho em relação a sua idade, mas nada que importasse tanto para ele.

Ou melhor, agora nada mais importava para ele, que não imaginava que seu futuro tomaria esse caminho em que anda, mas agora era tarde de mais para voltar atrás. Deveria acatar tudo que lhe fosse proposto, ou melhor, ordenado pela empresa.

 Bem, era isso que o Min pensava e seguia, mas ao contrário de si, seu agente e amigo era totalmente contra a forma como ele era tratado naquele lugar e neste exato momento tentava a todo custo fazer com que o amigo entendesse que daquela vez a empresa havia passado do limite. 

Outra vez.

— Cirurgia plástica? Yoongi, você está louco? - Jimin perguntou exasperado do outro lado da linha. — Você simplesmente permitiu que a empresa faça o que quiser com você? Você é uma estrela! Sabe que isso é uma viagem sem volta! 

Yoongi suspirou cansado. O pedido de seu chefe realmente não o agradou e ele entendia Jimin perfeitamente, mas o que poderia fazer? Dizer não ao seu chefe, que o ajudou a alavancar - mesmo que pouco - sua carreira? Definitivamente não. 

— Jimin, eu já disse sim para eles. Não há mais volta. - do outro lado, Jimin suspirou frustado. — Boa noite.

Yoongi, eu sou seu agente e ainda não—

Antes que o amigo pudesse concluir sua fala, Yoongi encerrou a ligação. Estava muito cansado e sua cabeça latejava devido ao excessivo consumo de bebida. Mesmo que fosse muito fraco para álcool, essa era uma forma que o Min havia encontrado para esquecer - mesmo que por pouco tempo - todos os seus problemas e esvair um pouco sua mente do seu conturbador cotidiano.

 O mesmo segurou a lata em mão firmemente e levou a boca, mesmo que seu estado estivesse crítico, essa parecia ser a melhor saída. Assim que a lata estava quase alcançando seus lábios, uma mão segurou seu pulso o impedindo de continuar sua ação. 

— Sr. Min? 

Uma voz profunda e baixa soou atrás do homem e seus pelos se arrepiaram levemente, tanto com o hálito do outro alguém em sua nuca quanto pelo toque singelo em seu pulso. Parecia que já ouvira esta voz antes, mas não sabia ao certo. Talvez fosse apenas um efeito do álcool.

Com a cabeça girando e com o corpo meio mole, Yoongi se virou para trás e viu um homem alto parado atrás de si. O lugar era pouco iluminado, dificultando o mais baixo de poder analisar melhor os traços do homem. A única característica que conseguiu distinguir  de imediato fora os cabelos pretos e um pouco ondulados, parecidos com os seus, e o sobretudo de cor vinho escarlate que o cobria até os joelhos. 

Com um pouco de dificuldade pela dor de cabeça e a tontura, Yoongi forçou sua visão e conseguiu analisar os traços alheios. Era um homem com um rosto simétrico, bem desenhado e pelas mãos, o mais baixo percebeu o tom de pele mais caramelado que o outro tinha. Encarou seu rosto novamente e a sensação de que já o vira antes o atingiu outra vez.

— Você me parece familiar... - disse o pálido meio tonto, porém antes que terminasse, uma súbita náusea o atingiu e o mesmo cobriu a boca com a mão vaga e se virou para o lado, conseguindo conter o vômito que estava prestes a escapar.

O outro observou com piedade a situação do ator. Não parecia nada bem, principalmente porque ele parecia ter bebido mais do que devia. Pegou a latinha da mão de Yoongi e a depositou no balcão. Vendo o mais baixo meio tonto, se colocou de frente à ele e o segurou pela cintura, puxando o menor contra si para ficar de pé e o mesmo bateu em seu peito. Seus olhos acompanhavam os do mais baixo a todo instante, mesmo que o outro apenas deixava a cabeça baixa.

— Não se preocupe, nós já nos conhecemos, e eu te vi quando estava passando. - disse o mais alto, segurando a nuca do menor para que sua cabeça não pendesse para os lados, já que sua tontura estava cada vez mais intensa. Tal ato fazia com que o menor repousasse sua testa no maxilar alheio. — Deixe eu te levar para o hospital. 

Yoongi não questionou, sua mente não estava processando tão bem naquele momento, então apenas deixou que o outro o guiasse até seu carro no estacionamento da boate e o ajudasse a entrar e colocar o cinto de segurança. Feito isso, o homem de cabelos negros se posicionou em seu ascento e ligou seu automóvel, dando partida para o hospital.

Com a mão massageando sua têmpora e de olhos fechados se encontrava Yoongi, suando e sentindo a cabeça explodir dentro de seu crânio.

— Eu não devia ter bebido... - se lamentou baixo, porém o outro escutou e apenas deixou um riso pequeno escapar.

Yoongi abriu seus olhos e olhou em sua direção rapidamente, vendo que o mesmo estava com um sorrisinho de lado no rosto. Voltou seu olhar a janela e fechou os olhos novamente, massageando sua têmpora esquerda outra vez. 

~Sem chance, Sóbrio é um clube gay conhecido em um beco sem saída... Como ele estaria só passando...?~

Com esse pensamento em mente, Yoongi arregalou os olhos e logo se alertou. Ele não conhecia esse homem e não poderia confiar nele. E se ele fosse um assassino ou um estrupador que fosse o sequestrar para logo depois cometer seu crime? Definitivamente, Yoongi precisava sair dali.  

Sentindo seus pelos se arrepiaram, agora, em medo, o ator se virou para a porta e apertou o banco com força disfarçadamente, procurando uma ideia para sair dali.

— Já me sinto bem melhor e não preciso ir ao hospital. - disse, sentindo uma gota de suor descer pela lateral de seu rosto. — Pode me deixar em qualquer lugar...

— Certo, eu vou te deixar na minha casa. - disse o moreno sem tirar a atenção do caminho. 

Yoongi congelou no mesmo instante que ouviu tais palavras e levou a mão até o trinco da porta em puro desespero, porém o outro fora mais rápido e trancou as portas, impedindo que o menor saísse. 

O motorista olhou de relance para o outro encolhido no banco e sorriu ladino.

— Tentando fugir? 

Yoongi engoliu em seco e se encolheu ainda mais, quase se fundindo no estofado. O suor desceu ainda mais por seu rosto e seu corpo começou a tremer. Sorriu amarelo e olhou para o outro.

— Bem, a gente nem se conhece, então esquece...

— O Sr. Min é tão esquecido. Será que eu deveria te fazer copiar o conteúdo dos livros da 12° série como castigo? - o olhou rapidamente com um sorriso divertido no rosto e voltou a encarar o asfalto. — Hein? 

Yoongi franziu o cenho confuso e encarou o mais alto. 

— Livros da 12° série? 

— Você foi meu professor à sete anos atrás. Com sua ajuda pude estudar fora. - disse com um tom nostálgico sem desviar a atenção do caminho. 

Como se fosse um raio, uma breve lembrança tomou a mente do ator, que se recordou de um garoto meio magro e cabelos grandes e negros se aproximar de si com um papel em mãos, o chamando de "Sr. Min." Logo ele percebeu que aquele homem era realmente familiar para si, e agora se recordava perfeitamente de quem se tratava.

— Você é... - deu uma pausa e encarou o mais alto. — Kim Taehyung, finga que não me viu hoje.

Taehyung abriu um sorriso quadrado perfeito e olhou para Yoongi.

— Claro, só que você tem que ir pra casa comigo. 

Yoongi pensou e logo aceitou, acenando com a cabeça e voltado o olhar para a janela. Ele não via perigo, até porque o outro era seu antigo aluno e confiava nele, que só estava querendo lhe ajudar. Taehyung sorriu e se virou para a frente, satisfeito por ter feito o ator se lembrar de si e aceitar ir consigo até sua residência. Passou a cantorolar uma música baixinho enquanto o Min observava a paisagem se perdendo em lembranças.

Um silêncio se instalou no carro, cada um em seu próprio mundo. Cansado do silêncio ensurdecedor, Taehyung virou seu olhar ao ator rapidamente.

— Eu soube que—

Trim Trim 

O toque do celular de Yoongi o interrompeu, o mesmo o pegou e aceitou a ligação, mas antes que pudesse levar ao ouvido, novamente seu pulso fora agarrado por Taehyung, que apertou a tecla do alto-falante. Se virou assustado e irritado para o lado e o encarou.

— O que você—

— Min Yoongi, eu sou seu novo agente. - a voz soou do aparelho e o ator desviou sua atenção para tal assim que ouviu algo tão absurdo. 

— Você foi contratado pela empresa? Mas o Jimin—

— Meu nome é Park Chanyeol. Jimin foi demitido porque fez uma cena na empresa.

 Yoongi arregalou os olhos surpreso, não podia acreditar naquilo. Jimin não podia ter sido demitido.

~Ele fez isso por minha causa...~

— Agora são 04 da manhã, eu vou te buscar daqui a duas horas e meia na sua casa. O presidente Choi vai te ver, então esteja pronto. - disse por fim.

Yoongi paralisou, era muita pressão em si. Seu amigo acabara de ser demitido e as coisas já estavam a todo vapor novamente. Além de que teria que ver seu chefe outra vez. Isso ele não poderia negar. Respirou fundo e abaixou a cabeça, aproximando o celular da boca para responder seu, então, novo agente.

— Entendi...

No mesmo instante Taehyung freou o carro bruscamente, pegando o aparelho celular da mão do Min sem se importar. O ator se assustou e se virou para o Kim, esticando as mãos e tentando recuperar seu celular novamente.

— Devolve! - disse nervoso ao homem.

Porém este o ignorou e aproximou o celular dos lábios. 

— Ele não vai! - Taehyung disse firme ao outro lado da linha que estranhou tal voz.

Yoongi logo se assustou ainda mais, não poderia causar problemas, já tinha o suficiente para lidar e ter mais para o dar dor de cabeça estava fora de cogitação. Se esticou mais e acabou por quase se debruçar no colo do outro e se colou ao peitoral alheio, mais ainda quando Taehyung passou o braço em suas costas e o trouxe para mais perto de si. Gostas de suor escorreram novamente em seu rosto enquanto encarava aquele rosto magnífico de perto. 

 Quem é você? - perguntou a voz do outro lado do aparelho em tom de confusão. 

— Presidente da Kim Entertainment, Kim Taehyung. - disse calmamente e olhou para baixo, vendo o rosto do outro se abaixar ao encontrar com o seu tão perto e sorriu ladino, sussurrando para o outro: — Ei, Sr. Min, você é bem impaciente. 

O rosto pálido do ator se tornou vermelho, assim como um próprio morango, ao notar o sentindo que o mais alto havia usado tal frase. 

~O quê?!~ 



Notas Finais


Notas Importantes:

📌Perfil estético dos personagens:

⬇️ https://www.instagram.com/p/CLf13DJHBSq/?igshid=lqjm2j4s4i83

📌 Link do mangá original: (muito bom! Recomendo, mas leiam só depois de ler essa adaptação✓ 😌)

⬇️ https://h5.mangatoon.mobi/contents/watch?id=12404&content_id=40410&_language=pt&_app_id=1

📌 Não é definitivo casais secundários, exceto um que eu publiquei no insta (se quiser saber, corre lá no primeiro link 😉). A obra original ainda não está concluída, então estamos sujeitos à pequenas mudanças, talvez seu shipp saia mais tarde✓💌

📌 Não haverá foco em muitos personagens e alguns que aparecerem não serão mostrados ou citados mais de 1/2x (isso incluí alguns membros do BTS, mesmo que seja o grupo dos 'meninos', outros terão mais foco que eles (exceto TaeGi, óbvio 👁️👄👁️)✓

E ah, nosso casal Taegi se desenvolverá um pouco rápido, mas também será como o próprio céu: oras iluminado e cheio de nuvens fofinhas, oras escuro e sem cor e oras extremamente quente✓ 🌸

Vou fazer meu melhor, irei me esforçar bastante por vocês! Por favor, não deixem de comentar suas opiniões e críticas (construtivas), eu adoro ler tudo✓ 🤧💞
Se tiver outros avisos eu vou deixando nas notas finais pra vocês!

Bem vindos de volta, Anjinhos, e até breve! 💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...