1. Spirit Fanfics >
  2. O herdeiro de Orochimaru - A nova Geração >
  3. Capitulo 1 - destino e proposito

História O herdeiro de Orochimaru - A nova Geração - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Capitulo 1 - destino e proposito


lá estava eu, em meu quarto deitado em uma cama esperando pelo próximo exame de rotina.

--- oque sera que ele vai me dá hoje ? – digo enquanto olho fixamente paro teto. – sinto medo do que possa ser...

Já perdi as contas de quantas vezes ele me abriu e me fechou mesmo eu estando acordado. Mas por incrível que pareça a dor some e os machucados também, é como se aquele momento nunca tivesse existido, mas eu ainda consigo lembrar de todas as dores...

Oque sera que ele pretende fazer comigo ? isso ainda é um mistério que não consigo resolver. Eu ainda não sei do que ele é capaz e prefiro não saber.

Ao passa alguns minutos começo a ouvi um barulho de passos leves no corredor e logo em seguida um som suave de chaves dá de encontro com a porta.

---Raidem tá na hora – disse um homem alto com cabelos laranja.

Esse homem era o mais gentil de todas as pessoas desse lugar. Sempre se preocupou comigo, sempre vinha ver se eu estava bem depois dos exames e cirurgias. Eu ouvi de um dos presos que uma pessoa assim podem ser considerada como um amigo. E eu acho que é isso oque ele é meu... meu amigo.

---tudo bem – digo levantando rapidamente da cama – eu estou pronto.

E então ele abre a porta e quando olho para o rosto dele vejo o belo sorriso que ele sempre me dá quando me ver.

---é bom ver você de novo – disse ele me dando novamente aquele sorriso.

---eu digo o mesmo pra você – sorriu de volta.

Depois desse nosso reencontro fomos o caminho todo conversando sobre algumas coisas que ele fazia no seu tempo livre.

---ei Jūgo – lhe chamo para que ele preste atenção em mim – oque você faz aqui dentro ?

Ele me olha diferente e com um toque de duvida.

---porque essa pergunta tão de repente ? – disse ele fechando um pouco a cara.

---estou curioso só isso – falo enquanto olho para baixo enquanto caminhamos.

Ele fica em silencio por alguns segundos e então solta um suspiro.

---eu ajudo o Orochimaru em algumas coisas aqui dentro – disse ele como se não tivesse orgulho algum de esta falando isso.

---que tipo de coisas ? – pergunto confuso com sua resposta.

---coisas como você!

Depois dele me dizer isso eu acabo ficando confuso, como assim coisas como eu ? eu sou alguma coisa importante ? eu sirvo pra alguma coisa ? me parece que cada vez mais eu fico com mais duvidas e menos respostas.

Ao chegar na sala em que faço meus exames vejo Orochimaru sentando em uma cadeira lendo algo que parecia ser um pergaminho.

Ele percebe que estou na sala e coloca o pergaminho de lado e se levanta.

---que prazer enorme em revelo novamente – diz ele com aquele voz fria e sem emoção.

Eu somente fico observando-o com medo do que ele pode ou pretende fazer comigo.

---oi...senhor Orochimaru – digo abaixando minha cabeça pra ele como sempre faço.

---que isso – diz ele dando um leve sorriso – não precisa mais fazer isso quando estiver comigo.

Eu levanto minha cabeça e olho em seu rosto confuso.

---como assim não preciso mais fazer isso ? – digo me levantando e voltando a postura normal.

---sente-se eu preciso lhe conta algumas coisas.

Eu fiquei com medo desse frase que ele acabou de dizer, ele nunca foi de conversa ou explicar alguma coisa pra mim. Sempre fez oque dava em sua cabeça.

--- Jūgo já pode se retirar – disse ele olhando para Jūgo enquanto pegava uma cadeira.

---sim Orochimaru.

Jūgo saiu da sala sem ao menos falar tchau pra mim sera que ele só estava com medo do que Orochimaru ia pensa ?

Orochimaru pega uma cadeira pra mim e se senta em uma poltrona e cruza as pernas.

---oque o senhor precisa falar comigo ? – pergunto eu com o coração na boca.

---preciso conta sobre o seu destino e proposito aqui na terra.

Eu fiquei sem reação quando ele falou isso. Tudo oque eu mais queria era ter alguma importância aqui nesse lugar e acho que finalmente vou ter isso.

---você Raidemnão é nada além de um experimento criado por mim – diz ele dando um leve sorriso sádico pra mim.

Meu mundo congelou naquele momento... eu não sabia mais oque devia fazer após ouvi essas palavras...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...