1. Spirit Fanfics >
  2. O Herdeiro do Caos >
  3. Traição?

História O Herdeiro do Caos - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii. Mais um capítulo para vocês ♡♡

Capítulo 9 - Traição?


Fanfic / Fanfiction O Herdeiro do Caos - Capítulo 9 - Traição?

             As lutas continuaram normalmente, com a diferença que os espectadores a todo momento pediam por outra luta de Percy Jackson, eles amaram a postura do semideus na Arena.

                  " Luta número 271: Princesa das duas lâminas contra Arqueiro Escalarte. " Diz o comentarista. Mina começa a suar frio, mas não fala ou pensa nem por um segundo em desistir da luta, todo aquele esforço era para que todos se tornassem fortes e poderosos, todos tinham seus deveres à cumprir na guerra que se aproximava. 

              " Você se sairá bem! " Diz Akin com um sorriso iluminado. Todos os outros semideuses desejaram boa sorte à ela, com exceção de Percy que se mantém resoluto ao lado de seu irmão Taison. *Percy está certo! Ninguém mais deve sofrer nas mãos dos deuses! Pensa Mina entrando na Arena. No lado oposto uma figura com um manto escarlate à observa atentamente. 

                  " Que comece a luta!!" Diz o comentarista sem rodeios. No mesmo instante dezenas de flechas vem em direção a Herdeira, a mesma desvia de todas com movimentos graciosos. Ela analisa seu oponente para identificar alguma brecha.*Droga! Se me aproximar demais serei acertada por uma de suas flechas!! Mas não conseguirei nem arranha-lo nessa distância! Terei que tentar abrir uma brecha, isso é arriscado porém é o único jeito! Pensa Mina se posicionando no centro da Arena.

               *Mas o que ela está fazendo? Se ela ficar assim poderá ser um alvo fácil! Isso só pode ser uma armadilha... pensa o Arqueiro Escalarte pegando uma de suas flechas especiais por precaução. 

                 Mina respira fundo e guarda as suas espadas. Todos na Arena começam a vaiar pensando que a mesma desistirá, mas para surpresa de todos, Mina pega um leque o balança e um cheiro inebriante se forma, todos os presentes começam a ter os  seus  quatros  sentindos sendo anulados é como se todos derrepente tivessem ficado surdos, mudos, cegos e lesados de qualquer sensação de toque, o único sentido que permanece é o olfato. 

        O cheiro varia de acordo com os gostos pessoais da vítima. Mina guarda seu leque e pega suas espadas, avança e com dois golpes certeiros e mortais atinge o Arqueiro Escalarte, o mesmo caí no chão, ele não sente isso, não fala, não escuta à única coisa que se mantém é o cheiro de hortelã do chá preferido de sua mãe. 

             Mina nota as flechas especiais do outro e se afasta à tempo de se salvar da explosão que é agravada por conta de possíveis flechas inflamáveis no arsenal do Arqueiro Escalarte. 

              " Mas o quê ?! Alguém pode me explicar o que aconteceu aqui ?!" Questiona o comentarista quando enfim têm os seus sentindos de volta.

                A máscara de Mina era especial por isso , ela não foi afetada pela sua própria técnica. A Herdeira saí da Arena com exclamações de terror e surpresa com houve à todos por causa de um simples movimento de leque. 

          " A assassina perfeita. Nem mesmo a vítima sente algo quando você se faz presente com aquela técnica. " Diz Jéssica recebendo a amiga com um abraço. 

                 " Eu não gosto muito disso. Mas era ele ou eu..." Diz Mina um pouco constrangida.

                " Você fez o que devia ser feito. " Diz Percy oferecendo a mão para Mina, a mesma a aceita e aperta firmemente a mão do amigo.

             " Bom, pelo que eu ouvi é a sua vez Kaila!! Animação !! Tenho certeza que você irá arrasar." Diz Jéssica tentando animar a garota, a mesma concorda com um gesto de cabeça, se despede de seus amigos e anda à passos firmes até o seu lugar de combate. 

              " Mais uma luta !! Os competidores são à Arqueira K contra o ciclope de um olho só !!" Diz o comentarista. 

                 " Arqueira K? Quem escolheu esse nome?!" Questiona Mina. Kami tosse disfarçadamente e Jéssica o fuzila com um olhar assassino. 

             " Ah? Qual é? Não é pior do que ciclope de um olho só !!" Diz Kami em defesa.

               Na arena Kaila analisa seu oponente, um ser grande de baixa inteligência , mas com muita rapidez e força bruta. Uma de suas flechas não atravessaria aquela aramadura que o mesmo vestia. Um elmo colocado de maneira desajeitada proporcionava um ótimo ponto para que se desse um fim rápido aquele embate.

                  Kaila pega três flechas verdes e as atira, o ciclope as pega ainda em curso e as esmaga com papel, ele sorri pensando que frustrou a garota, porém o mesmo sente uma ardência terrível nas mãos onde estão as flechas, ele olha e nota uma mancha negra começar a se forma na palma de sua mão conforme a mesma crescia ,mais o incômodo aumentava, estava chegando em um nível quase insuportável!

           O ciclope desesperado pega sua espada e corta sua mão fora! Ele novamente sorri para Kaila, a mesma apenas o encara com divertimento. Para horror do ciclope a mancha negra continua a avançar! Desde o ponto do pulso! O ciclope fita a garota com ódio arremessa sua própria mão decepada enquanto corre em fúria até a Herdeira, ela desvia facilmente do objeto.

             Kaila se concentra espera o inimigo ficar perto o suficiente e...Uma flecha púrpura vai em linha reta até a brecha do elmo do ciclope. À exatos três metros de distância da Herdeira, ele caí como um saco de batatas na Arena Celestial. A multidão fica em delírio com a cena. 

                   Antes porém que Kaila dê um passo, uma espada gigantesca vai em sua direção ela a segura com apenas três dedos, o ciclope usa toda a sua força mais a espada não se move. A Herdeira puxa a espada de seu oponente e a gira no ar! Segura-a com firmeza e desfere um golpe que decepa a cabeça do ciclope. 

          Kaila deixa a espada cravada no chão e saí da Arena. O seu vestido branco magnífico, seus cabelos cacheados em ondas nas suas costas, sua pele de cor tão linda como qualquer outra e acima de tudo sua postura segura lhe dão uma aparência de uma deusa de guerra. Linda e perigosa. São esses os atributos compatíveis com a Herdeira no momento. 



                " Finalmente chegou a minha vez!! Acabarei com isso rápido!!" Diz Jéssica. Percy a segura pela mão. Ela para e encara o semideus. 

                " Não precisa me agradecer! Fiz o que devia ser feito, né?" Diz Jéssica ao outro. Percy a encara com um semblante agradecido. Ela de alguma forma havia desfeito o feitiço de Taison, que agora dormia um sono tranquilo. 

           Jéssica vai até a o centro da Arena, sua oponente é uma garota alta, com cabelos loiros e olhos cinzas tempestuosos. A Herdeira congita que sua adversária possa ser uma filha de Atena, mas isso no momento não importa, e sim o confronto. 

           " Que a luta entre essas duas se ini-" Diz o comentarista mas é interrompido por um barulho alto. Todos olham abismados as saídas serem fechadas! Uma voz invade o alto-falante do comentarista: " Todos estão presos por prática de apostas ilegais!!" 

           " Mas o que está acontecendo?!" Questiona Jéssica em voz baixa. 

              Os Herdeiros saem dos bastidores. Percy paraliza quando vê Anabethe do outro lado da Arena lhe fitando de maneira igualmente surpresa. 

               " Perseu Jackson, filho de Poseidon, está detido acusado de participar de tais práticas que são totalmente inescrupulosas de acordo com o artigo dos direitos dos mortais e das criaturas mitológicas!" Diz quem está agora no alto-falante.

                 " Mas eu... Droga! Mais uma vez os deuses querem se safar as minha custas!! Dessa vez não!!" Diz Percy provocando um terremoto, Kaila com sua nova força sobre-humana pega Taison e segue Percy e os outros Herdeiros para uma saída que o semideus abriu, os presentes na Arena notam a comoção dos jovens e seguem a deixa. 

              " Percy!! O que está fazendo?!" Questiona Anabethe fitando incrédula o outro abrir uma passagem para que todos os facínoras que à tanto tempo o acampamento meio-sangue tenta capturar serem ajudados por Percy. Tinham tido a oportunidade para pega-los em flagrante por meio de uma denuncia anônima já que a Arena Celestial sempre mudava de lugar. 

                " O que deve ser feito." Diz Percy friamente em resposta. 

                " Mas..." Diz Anabethe vendo Percy desaparecer no meio da multidão de espectadores. 

   





Continua...

          

            

                


Notas Finais


Ate o próximo capítulo ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...