1. Spirit Fanfics >
  2. O Híbrido (Imagine - Kim Taehyung) >
  3. O3

História O Híbrido (Imagine - Kim Taehyung) - Capítulo 3


Escrita por: e Jeon_X4ropee


Notas do Autor


perdão a demora gente 😔👌🏼💕
esperamos que gostem
boa leitura!!!!
me desculpem pelos erros KKK

Capítulo 3 - O3


Fanfic / Fanfiction O Híbrido (Imagine - Kim Taehyung) - Capítulo 3 - O3


  ✿✼:*゚:.。..。.:*・゚゚・*。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆

✿✼:*゚:.。..。.:*・゚゚・*。・:*:・゚★,。・:*:・゚☆



Taehyung On (Continuação):

 

Acordei por volta das 04:30 e fui ao banheiro, quando olhei para o espelho, me deparei que eu estava em minha forma adulta, e que trajava apenas uma camisa que ficava bem curta em mim e minha cueca boxer:

– Merda.. se a S/n ver o Taehyung assim, ela não vai mais querer ficar com ele - Sussurro e fecho meus olhos com força me concentrando logo virando uma criança de novo.

Faço minhas necessidades e logo saio do banheiro, dando de cara com a S/n que trajava um pijama bem curto e quase transparente:

S/n: – Tae? O que faz acordado? - Ela diz baixinho.

– O Tae só veio no banheiro - Sorrio tímido falando baixinho.

S/n: – Volta a dormir, tá cedo ainda - Ela faz carinho em meu cabelo.

– Volta com o Tae, mommy - Pego em sua mão.

S/n: – Não posso Tae... Tenho que me arrumar para ir trabalhar - Fico cabisbaixo - Hoje a tia Aline vai ficar em casa o dia todo, vocês vão brincar muito, e a noite eu não irei para a faculdade, vou te encher de carinhos - Ela beija minha testa.

– Ah, que bom - Dou um sorriso - Vou voltar para a cama então - Abraço a mesma e volto para o quarto, me deitando na cama novamente.

Não sei o que estava acontecendo, não conseguia voltar a dormir; estava pensando nos meninos, será que eles estão bem? Será que alguém já os adotou? São tantas perguntas...

Sou tirado de meus pensamentos com S/n entrando no quarto apenas de toalha. Fecho meus olhos rapidamente fingindo estar dormindo abrindo-os às vezes para ver o que a mesma estava fazendo, e ela estava se trocando para o trabalho; estava toda de branco e com seus cabelos soltos, os quais não eram muito longos. Vejo a mesma se aproximar de mim e novamente fecho meus olhos, sentindo os lábios da garota encostarem em minha bochecha. Escuto o barulho da porta sendo trancada e tento dormir novamente, sem sucesso, então decido ir assistir anime na sala, fico horas assistindo, até que adormeço.

Taehyung Off.


Aline On:


Acordo por volta das 09:30, estava de folga, então iria passar o dia todo com o Tetéco, sim, esse agora será o apelido dele, tão fofo!

Vou ao banheiro para escovar meus dentes e logo depois desço para a cozinha, e me deparo com o Tetéco dormindo no sofá feito um anjinho. Faço meu café e preparo alguma coisa aleatória para comermos.

– Tetéco, acorde! - Falo enquanto balanço o mesmo devagar - Venha tomar café - Acaricio seu cabelo.

Tae: – O Tae já vai, tia - Ele diz sonolento e se senta no sofá - E o Tae não gosta de café - Ele coça seus olhinhos.

– Vamos lá, vou fazer um leitinho com canela pra você - Ele me segue até a cozinha e se senta na cadeira enquanto eu faço o leite e sirvo para o garoto - Espero que você goste - Dou um sorriso e me sirvo mais café.

Tae: – Isso é tão bom - Ele diz bebendo o leite devagar para não se queimar.

– Que bom que você gostou... Hoje vamos nos divertir muito - Olho para o garoto que sorria.

Tae: – Para onde vamos, tia? - O mesmo termina de beber o leite e me encara.

– Primeiro vamos ao cinema, depois eu vou te levar em uma pracinha aqui perto para você brincar com as outras crianças - Ele me olha preocupado - Vai ser divertido Tae, prometo - Pego em sua mãozinha o vendo ficar mais aliviado.

Tae: – Podemos ir agora? - Ele sorri.

– Temos que nos arrumar primeiro - Rio da pressa do garoto - Vish... Você está sem roupa né? - Ele concorda - Você... Consegue tomar banho sozinho?

Tae: – Consigo sim tia... Por quê? - Me encara.

– Porque a tia vai precisar sair para comprar umas roupinhas pra você, se não, não vamos poder sair.

Tae: – Pode ir tia, Taehyung promete se comportar - Sorri.

– Ok então Tae, eu volto já - Sorrio de volta para ele e pego as chaves de meu carro.

Adentro no mesmo e saio com ele da garagem indo em direção à loja mais próxima de casa. Chegando na loja, escolho várias peças de roupas para Taehyung, até um pijama que tinha um desenho desenho de urso, aproveito também e lhe compro um par de tênis, já que os dele estavam gastos. Pego pela compra e volto em meu carro, dirigindo até em casa.

– Cheguei, Tetéco - Entro na casa e fecho a porta, indo até o quarto de S/n, vendo Taehyung com os cabelos molhados e sentado na beirada da cama apenas de toalha.

Tae: – Oi tia - Ele sorri.

– Comprei algumas coisas para você - Abro a sacola e tiro uma peça de roupa, dando para o garoto - Termina de se trocar que a tia vai tomar banho, ok?

Tae: – Tá bom - Ele sorri e pega suas roupas, enquanto eu sigo ao banheiro e tomo um banho rápido.

Termino o banho e visto uma roupa confortável, e volto ao quarto da S/n vendo Taehyung todo fofo tentando arrumar seu cabelo:

– Deixa que eu te ajudo - Rio e me aproximo do garoto, pegando a escova de suas mãos e ajeitando seus fios de cor castanha - Prontinho.

Tae: – Obrigada tia... - Sorri corado.

– Imagina pequeno... Vamos? - Ele pega em minha mão e saímos de casa, entrando em meu carro.

Coloco uma música animada, vendo o Tetéco dançar e cantar no banco ao meu lado, e acabo indo no embalo dele. Fomos cantando até chegarmos no shopping, saímos do carro e entramos no local, recebendo vários olhares por conta das orelhinhas de Taehyung:

Tae: – Tia... Por que eles estão olhando? - Ele diz baixinho e pega na minha mão.

– Porque você é muito fofo - Sorrio e acaricio o cabelo dele.

Fomos ao cinema que não estava muito cheio. Taehyung escolheu um filme de terror, compramos pipoca e refrigerante e entramos dentro da sala, sentando em nossos lugares.

– Não sabia que gostava de filmes de terror - Digo baixo.

Tae: – O Tae ama filmes de terror - Ele responde baixinho comendo um pouco de pipoca.


→Duas Horas Depois←



O filme já tinha acabado e já tínhamos saído do shopping, depois de termos comido batata frita e hambúrguer. Estávamos agora em uma praça, estava sentada em um banco e Taehyung estava brincando com as outras crianças no parquinho, pelo jeito elas adoraram as orelhinhas dele. Não aguentando mais o tédio, me sento em um balanço livre, começando a balançar, vendo Taehyung sentar em outro do meu lado:

Tae: – O Tae vai ir mais alto que você tia - Ele mexe suas perninhas fazendo o balanço ir mais alto.

– Não vai não - Rio e faço o mesmo.

Ficamos um tempo ali brincando, fomos em todos os brinquedos, estávamos nos divertindo tanto:

– Tae, você quer algodão doce? - Pergunto a ele que descansava em meu lado no banco.

Tae: – O Tae quer! - Ele sorri e eu me levanto, comprando um algodão doce azul e entregando para ele.

Ele fica encarando o algodão doce por alguns minutos, comendo bem devagar:

– Não gostou do algodão doce, Tetéco? - Lhe faço cafuné.

Tae: – Não é isso tia, é que o Tae queria que o cabelo dele fosse azul - Ele me encara e logo depois volta a comer.

– Gostaria de pintá-lo?

Tae: – Sim, muito - Ele sorri e termina de comer, jogando o palito no lixo.

– Vamos ao cabeleireiro então - Estendo a mão vendo o mesmo pegá-la e se levantar do banco junto comigo.

Entramos no carro e o levei ao cabeleireiro que era meu amigo da escola, Kim Yugyeom:

Yug: – Aline? - Ele me encara quando entro em seu estabelecimento - Quanto tempo!!! - Ele me abraça, sendo retribuído logo em seguida - Quem é esse menininho? - Olha para Taehyung

– Esse aqui é o Taehyung... E ele queria pintar o cabelo - Acaricio seu cabelo.

Yug: – Ele... É um híbrido? - Se abaixa na frente de Taehyung.

Tae: – O Tae é sim tio, mas ele é um híbrido legal - Taehyung sorri.

Yug: – Estou vendo que é - Ele sorri junto com a criança que agora se encontra em seu colo - Que cor você quer pintar esse cabelo? - Bagunça o cabelo do garoto e senta ele em uma cadeira, colocando tipo de um avental para não sujar sua blusa de tinta.

Tae: – De azul! - Ele se encara no espelho.

Yug: – Deixa comigo, senhor Taehyung - Faz pose de militar, tirando risos de Taehyung e eu, esse cara continua o mesmo.

Yugyeom começa a preparar a tinta para passar no cabelo de Tae, enquanto isso, começo a mexer em meu celular, sentada no sofá que havia ali.

Depois de quase 1 hora, eu vejo Taehyung levantar da cadeira e caminhar até mim, ele estava tão lindo:

– Olha só... Ficou bonitão - Vejo ele sorrir - Gostou?

Tae: – Gostei muito, obrigado tia - Me abraça - Obrigado tio - Vai correndo até Yugyeom e o abraça também.

Yug: – Magina Tae, podem voltar sempre que quiserem - Solta uma piscadinha para mim.

Pago o homem e voltamos para o carro novamente, colocando uma musiquinha. Fomos cantando até passarmos em frente de um orfanato que parece que era conhecido por Taehyung:

Tae: – Tia, tia, você pode parar um pouco? - Ele fala e eu paro.

– O que aconteceu? - Desligo o carro.

Tae: – Foi daqui que o Taehyung veio... - Aponta para o orfanato - Ele pode ir ver os amigos dele? - Faz bico.

– Tem como dizer não à você? - Sorrio e saímos do carro, indo até o portão do local.

Não pude deixar de notar que tinha um garotinho com orelhinhas de coelho sentado em um balanço, ele parecia cabisbaixo... Mas logo sorriu ao ver Taehyung e veio pulando igual um coelhinho:

Kook: – Tae!!!! - Vem até o portão - O Kook estava morrendo de saudades de você... E seu cabelo está incrível! - Sorri mostrando seus dentinhos, tão fofo.

Tae: – Obrigado... E o Tae também estava com saudades, Kook - Sorri também, e eu não pude deixar de sorrir com essa cena tão fofa - Onde está a nonna?

Kook: – O Kook vai chama-la - Ele vai pulando para dentro da casa, voltando logo depois com uma senhora que rapidamente abre o portão.

Yun: – Taehyung! Que saudades! - Eles se abraçam, se soltando logo depois.

Tae: – O Tae também estava com saudades, nonna - Sorri e cai no chão, por causa do coelho que tinha pulado nele.

Kook: – Vamos brincar Tae! O Kook se sente tão sozinho...

Tae: – O Taehyung pode, tia? - Os dois me olham com caras fofas, socorro, eu vou explodir.

– Não sei não... Está ficando tarde, e logo a S/n vai chegar... - Sou interrompida pelo coelho que estava agarrado em uma de minhas pernas.

Kook: – Por favor tia do TaeTae... Você também pode brincar com o Kook e o TaeTae - Sorri.

– Ai meu Deus... Quanta fofura! Podem ir meninos, mas logo temos que ir ok? - Ambos sorriem e vão correndo brincar.

Yun: – Você é a responsável do Taehyung? - A senhora fecha o portão e me acompanha até a sala.

– Não exatamente... Minha amiga é a responsável dele, mas no momento ela está trabalhando, então resolvi passar o dia com ele - Sorri.

Yun: – Você sabe o que aconteceu com o outro dono dele? O senhor Hye... Essa semana ele levou o Jimin, e disse que iria voltar para levar Jungkook também.

– Não sei muito sobre ele... Mas minha amiga achou Taehyung em um beco, todo machucado... Esse homem batia muito nele - Suspiro.

Yun: – Meu Deus... E ainda ele levou Jimin... Espero que ele esteja bem - Escorre uma lágrima em seu rosto.

– Ele vai ficar... Calma senhora - Abraço a mesma, sendo retribuída na mesma hora.

Yun: – Espero, minha filha - Nos soltamos.

Ficamos conversando a respeito das crianças por cerca de 40 minutos. O relógio já marcava 18:15, certeza que S/n já estaria em casa. A senhora nos leva até o portão se despedindo de mim com um abraço:

Yun: – Tchau, querida - Me solta logo depois - Tchau, Taehyung - Ela abraça o garoto em meu lado.

Kook: – Tchau, Tae - Jungkook abraça Taehyung e sorri, logo o soltando - Tchau tia do TaeTae - Ele me surpreende com um abraço, sendo retribuído imediatamente - Traga o TaeTae para brincar com o Kook mais vezes! - Me solta e sorri, mostrando seus dentinhos de coelho.

– Pode deixar, Kook - Dou um selar em sua cabeça.

Pego na mão de Taehyung, e seguimos até o carro, acenando para eles e dirigindo até em casa.

Abro a porta de casa, e Taehyung vai correndo pular em cima da S/n que está assistindo filme deitada no sofá:

Tae: – Mommy!!! Taehyung sentiu saudades - Ele abraça a mesma.

S/n: – Também senti sauda... O que aconteceu com o seu cabelo? - Ela arregala os olhos.

Tae: – A tia Aline deixou o Taehyung pintar de azul - Ele balança suas orelhinhas - Não gostou, mommy?

S/n: – Claro que eu gostei, Tae - Ela sorri - Aline, trás água pra mim pelo amor de Deus, tô morrendo!

Tae: – CORRE TIA, A MOMMY TA MORRENDO!!! - Ele começa a abanar, coitadinho, todo desesperado.

– Ela só está brincando, Tae - Começo a rir - Enfim, eu vou tomar banho.

Subo ao banheiro e tomo um banho rápido, já que não estava suja; coloco meu pijama e fico pensando naquele tal orfanato... Naquele coelhinho fofinho... Será que eu deveria adotá-lo? Ou apenas esquecê-lo? Depois de tanto pensar, acabo adormecendo.

Aline Off. 


Notas Finais


esperamos que gostem!!!❤️
eai, acham que a Aline deve adotar o pequeno Jungkook?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...