1. Spirit Fanfics >
  2. O Homem Certo (Henry - 4) >
  3. Capítulo Único

História O Homem Certo (Henry - 4) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


OLÁ LEITORES!!!

Como ta a quarentena?
Hoje posto minha 60ª história no site, e tinha que ser com eles! Henry Cavill e Jason Momoa!
Espero que gostem!!!

LEIAM AS NOTAS FINAIS

Capítulo 1 - Capítulo Único


O HOMEM CERTO

 

“You gotta squeeze a little, squeeze a little

Tease a little more

Easy operator come a knockin' on my door

Sometime, anytime, sugar me sweet

Little miss innocent sugar me, yeah, yeah

Give a little more”

Deff Leppard – Pour Some Sugar On Me

 

A pegada forte e rústica de Jason Momoa é um misto de sensações novas para Henry Cavill. Costumado a ser o machão da história, ele sente pela primeira vez ter encontrado alguém a sua altura. O simples fato de sentir a barba do homem enquanto eles se beijam o deixa com mais desejo de seguir em frente com aquela foda, que ele já saber sem sombra de dúvidas que será a melhor de sua vida.

No maior estilo homem das cavernas, Jason ergue Henry, mesmo com todo o peso de seus músculos, caminha até o quarto e o joga na cama, que se quebra com o impacto mas eles não se importam. Seus lábios voltam a se encontrar, em um beijo um tanto brusco enquanto as mãos de Henry fazem de tudo para retirar a camiseta do maior.

Sentir suas mãos naquela pele bronzeada que rodeia os músculos grandes e rígidos era tudo o que ele queria. Momoa sente a ereção do rapaz por debaixo de suas roupas, mas tem muito tempo para explorar aquela parte e decide deixar que Cavill comece a brincadeira, sentindo seus lábios explorando seu peitoral.

- Me arrependo ter feito isso antes. - Momoa diz, sentindo os rastros molhados sendo deixados em seu corpo.

- Não importa mais, estamos aqui, agora. - Henry diz, passando a mão pelo abdome do homem, descendo lentamente para o local que deseja chegar.

 

- UMA SEMANA ANTES -

 

A noite com Evans fora, em vários aspectos, surpreendente. Não só o loiro estava extremamente necessitado de um bom tratamento que, por sorte dele, Cavill soube resolver com excelência, mas também deixou o britânico louco com as histórias que contou de sua carreira.

Mas algo ali deixou Henry um tanto intrigado, a menção do nome de Jason Momoa. Henry havia atuado com ele e em algum momento jogou indiretas, esperando ser correspondido por aquele homem que tanto admirava e se sentia atraído.

- Tem certeza? - Cavill perguntou, ainda tendo o loiro em seus braços. Seus corpos ainda tinhas resquícios de suor e esperma, mas eles não quiseram sair daquela cama, estavam confortáveis nos braços um do outro.

- Foi o que ouvi nos bastidores. Sei que ele não curte ser passivo porque ninguém pareceu digno. - Evans disse enquanto seu dedo passeava em volta do mamilo de Cavill. - Parece meio babaca da parte dele, mas se eu pudesse voltar a trás, escolheria muito bem quem iria tirar minha virgindade.

- Aguentaria esperar todo esse tempo por mim? - Henry perguntou, sorrindo para o rapaz.

- Iria valer a pena.

E com aquela deixa voltaram a dar beijos tímidos, que evoluíram para uma batalha entre suas bocas e, inevitavelmente, em Evans cavalgando no pau de Cavill, pela terceira vez naquela noite. Ele era realmente insaciável.

 

Henry acordou poucas horas depois, o sol começava a entrar naquele apartamento alugado e ele olhou para Chris, de bruços, com sua bunda para cima. Um sorriso surgiu em seu rosto, mas sua mente trabalhava em outra coisa. Ele se lembra vividamente de várias vezes em que deu dicas de suas intenções para com Momoa.

Durante as gravações de Liga da Justiça, ele tinha visto Jason andar nu, esperando para colocar seu uniforme. Henry encarava descaradamente para o corpo do rapaz, que lhe respondia com um sorriso e sumia de sua visão. O membro flácido era tão longo quanto o de Cavill, ainda que mais bronzeado e com aparência de ser mais grosso. Fizeram provas de roupas no mesmo local, tendo que ficar despidos e Henry teve certeza que Jason havia perdido alguns minutos admirando seu corpo, e ele fez o mesmo.

No final das regravações, Henry tomou coragem de convidar Jason para ir ao seu trailer durante o tempo livre que tinham. Ele foi com certeza de que algo iria acontecer quando Jason aceitou seu convite e fez questão de atender a porta apenas de toalha.

Momoa riu alto, mas não com desdém, mas como se realmente tivesse visto algo muito engraçado. Henry deixou um sorriso confuso no rosto, sem entender o motivo de tanta graça.

- Não vai rolar, cara. - E Jason saiu dali. Ainda que tratou Henry com completa normalidade durante o resto do tempo que passaram juntos, e interagiram bem em conversas particulares e nas redes sociais, ele nunca explicou o motivo de ter deixado Cavill naquele trailer.

De volta ao quarto alugado, Henry se vê a muito tempo debaixo da água gelada do chuveiro, que mal repara na presença de Evans na porta,o fitando calorosamente. O loiro entra no largo box com o rapaz e o abraça por trás, sentindo a bunda firme e malhada do britânico encaixar em seu pau mole. Sem nenhum desejo em ser ativo, apenas abraçar o rapaz.

- Você foi um monstro na cama. - Evans disse, passando a mão em seu peito forte e descendo até seu pau grosso e longo.

Pela primeira vez em um bom tempo, receber uma pegada daquela em seu pau não excitou Cavill, e Chris percebeu a distância do homem. O soltou e olhou nos fundos dos seus olhos azuis.

- Vai atrás dele.

- De quem? - Perguntou Cavill, se fazendo de bobo.

- Desde que mencionei o nome do Jason, senti uma queda do seu desempenho. - Chris desligou o chuveiro e os dois homens nus ficaram frente a frente. - Nada que comprometesse o sexo, foi tudo maravilhoso. Mas tinha associado ao cansaso, foi a terceira metida na mesma noite. Mas agora, acho que tem mais nessa história entre vocês dois.

Ao ouvir aquelas palavras, Henry enclinou para um beijo molhado e passional, sentindo seu pau endurecer. Se permitiu receber mais um boquete de Evans e sentir seu cu insaciável antes de sair decidido. Etava mais do que disposto a ir para o Havaí.

 

***

 

Jason Momoa é um naturista, e por conta disso sempre que possível veste o mínimo de roupas possível. Nesse exato momento está jogado em um sofá completamente nu, sozinho em sua casa, ouvindo as ondas do mar se acalmando na areia.O cheiro salgado e o sol da manhã eram relaxantes e deixavam que um sorriso surgisse no rosto do homem, ainda que um pouco escondido por sua grande barba.

A janela aberta deixa uma brisa quente percorrer seu corpo musculoso e bronzeado. Os raios de sol refletiam em sua pele suada e ele se sentia bem naquele clima, seu pau amolecido caia para o sfoá, com sua glande encostando no tecido. A televisão ligada passa um programa de esporte qualquer e ele finge assistir, dando leves cochiladas.

 

Enquanto isso, Henry Cavill está mais uma vez em um avião, pensando que, ultimamente, tem estado mais em aviões por conta de sexo do que a trabalho. E isso o deixa excitado. Há um certo esforço de sua parte, arranajar um espaço na agenda para suas viagens de última hora, mas até agora todas valeram a pena.

De súbito, um medo de ser rejeitado por Momoa o invade.Ele estava disposto a não receber um não. Depois das histórias que ouviu, seria humilhante levar um segundo não de seu amigo.

Checou o celular mais uma vez quando o avião começou a descer, tinha o endereço de Jason Momoa. “Caso queiram conhecer o Havaí, eu sou o melhor guia e anfitrião.” Ele havia dito no último dia de gravação, passando para o elenco o endereço de sua casa.

Dentro do táxi, um nervoso correu pelo corpo de Henry. Pensava se realmente devia fazer aquilo, mas agora era um tanto tarde. Sentia o calor praiano em seu rosto, fazendo com que ele suasse. A visão da praia era hipnotizadora, bela e paradisíaca. Mal percebeu quando o táxi parou em frente a uma casa grande, ainda que simplória.

Mais decidido do que nunca, bateu três vezes na porta, sentindo uma certa tensão, mas se manteve parado. Sentia-se meio rídiculo, usando jeans e camisa escura em uma praia.

A porta se abriu e um Jason Momoa completamente nu a atendeu, com um sorriso no rosto ainda maior quando viu quem era.

- Aloh… - Mas ele não teve tempo de terminar. Henry estava disposto a fazer aquilo, sentia em suas calças a ereção gritante, somente com a expectativa de ver o homem. Seus lábios se encontraram e seus braços fortes abraçaram o rapaz, o empurrando para dentro e sentindo a porta se fechar com força atrás deles.

Jason se senta no sofá, tendo um Henry, completamente vestido mas com uma excitação aparente, sentado em seu colo. Seus corpos exploram um ao outro, suas línguas brigam por entre suas bocas.

- Era disso que eu tava falando. - Jason disse, sentindo as mãos do rapaz descendo por suas costas até onde conseguia. - Atitude, Cavill.

A pegada forte e rústica de Jason Momoa é um misto de sensações novas para Henry Cavill. Costumado a ser o machão da história, ele sente pela primeira vez ter encontrado alguém a sua altura. O simples fato de sentir a barba do homem enquanto eles se beijam o deixa com mais desejo de seguir em frente com aquela foda, que ele já saber sem sombra de dúvidas que será a melhor de sua vida.

No maior estilo homem das cavernas, Jason ergue Henry, mesmo com todo o peso de seus músculos, caminha até o quarto e o joga na cama, que se quebra com o impacto mas eles não se importam. Seus lábios voltam a se encontrar, em um beijo um tanto brusco enquanto as mãos de Henry exploram cada centímetro do corpo do homem.

Sentir suas mãos naquela pele bronzeada que rodeia os músculos grandes e rígidos era tudo o que ele queria. Momoa sente a ereção do rapaz por debaixo de suas roupas, mas tem muito tempo para explorar aquela parte e decide deixar que Cavill comece a brincadeira, sentindo seus lábios explorando seu peitoral.

- Me arrependo ter feito isso antes. - Momoa diz, sentindo os rastros molhados sendo deixados em seu corpo.

- Não importa mais, estamos aqui, agora. - Henry diz, passando a mão pelo abdome do homem, descendo lentamente para o local que deseja chegar.

O pau de Jason está completamente ereto, atingindo seus 22 centímetros de muita grossura. Henry explora a área com as mãos, admirando todo aquele tamanho antes de envolver o membro com sua boca, sugando e lambendo toda aquela extensão enquanto ouve os primeiros gemidos de Momoa.

- Aaah você sabe chupar um pau, Henry. - Ele disse, levando sua mão para a nuca de Cavill e forçando a boca do homem a ir mais fundo em sua rola.

Henry consegue colocar quase todo o pau com facilidade, lambendo cade centímetro e deixando o outro repleto de tesão. Seus movimentos ágeis e ruidosos se misturam com os gemidos de Jason, que sente seu pau cada vez mais sensível. A língua de Cavill trabalha na glande com velocidade e muito tesão, em seguida, passa a chupar a cabeça, abrindo bem a boca e fechando, bem apertado, enquanto suas mãos exploram as coxas grossas.

A lambida passa por toda a extensão do pau e sobe pelo abdome definido do ator, subindo lentamente até a boca onde mais um beijo quente e excitante se inicia. Seu corpos dançam enquanto se exploram, seus paus se tocando em meio aquela pressão que o corpo de Henry faz sobre o de Jason.

- Minha vez. - Jason diz, jogando o corpo do outro para o lado e deitando sobre o rapaz.

Sente seus lábios passando pelo corpo peludo de Cavill, descendo apressado para chegar aquela rola grossa de 23 centímetros. Com muita experiência, eleengoliu o pau e fez Henry gemer alto com a sensação. Sua barba roçava na pele do homem que adorou aquela sensação de ter um macho lhe chupando.

Com movimentos circulares, a mão direita de Momoa masturbava aquela deliciosa rola enquanto sua boca se fechava na glande, arrancando suspiros pesados e gemidos da parte do menor.

Sua língua desceu para as bolas de Henry, metendo as duas na boca e chupando com força, fazendo com que um grito de dor e prazer tome conta do ambiente. Continuando para a sua meta, ele abre bem as pernas de Cavill e encontra seu buraco que, ao contrário do resto do corpo, está bem depilado.

- Veio preparado pra mim? - Jason disse, passando um dedo pelo cu de Henry antes de cuspir na sua entrada.

- Estava decidido. - Henry disse, sentindo o dedo precionar seu cuzinho.

Momoa começou a chupar com um sorriso no rosto, sua língua lambia aquele botão rosado com mais vontade do que já chupou qualquer outro. No fundo, desejando que mais tarde o menor fizesse o mesmo com ele.

Cavill respirava rápido, fazendo ruídos de prazer a cada lambida e quando sentiu dois dedos grossos e longos invadindo seu cu, sorriu e mordeu os lábios, sentindo que em breve um terceiro ia entrar. E assim aconteceu, com três dedos em seu interior, os movimentos de entra e sai começaram. Deitado naquela cama enorme, ele agarrou os lençóis com força e mais do que nunca quis um pau em seu cu.

- Me fode! Jason, me fode! - Ele implorou, sentindo ele abrir os dedos sem eu interior.

- Quer meu pau? - Momoa perguntou, retirando os dedos e posicinando seu grosso pau na entrada do rapaz.

- Quero!

Ao ouvir isso ele penetrou, sem dó, fazendo com que Henry sentisse seu cu arder em dor e prazer. O grito de dor seguiu um gemido ainda mais alto e com os olhos bem fechados ele mordeu o lençol. Estava sendo fodido de bruço e pode sentir seu cu apertado sendo invadido de uma vez só pelos 22 centímetros de Jason.

Os movimentos rápidos fizeram com que o cu do rapaz se acostumasse, ainda que de maneira dolorida, com a penetração. Jason metia com mais força a cada segundo, apreciando a sensação de ter seu pau envolto por algo tão quente e apertado.

Henry sentia o corpo se chocando bruscamente com o seu, fazendo seu gemido sair trêmulo. A cada vez que era preenchido, sentia uma nova onda de prazer se espalhando e seu corpo clamava por mais. Em um movimento rápido, ainda tendo a rola dentro do seu cu, ele se colocou de quatro e sentiu as mãos fortes de Jason afastarem suas nádegas, dando mais espaço para que o seu pau entrasse bem fundo.

O ritmo de penetração continuou rápido e forte, ambos gemiam e suavam enquanto o sol entrava forte pela janela, deixando os corpos ainda mais molhados. As mãos de Jason seguravam com força o corpo do outro rapaz, que sentia a penetração ficar lenta aos poucos.

- Eu vou gozar! - Anunciou, se retirando de dentro do rapaz.

- De jeito nenhum. - Henry foi rápido, ficando de pé, mesmo sentindo dor em seu cu. Agarrou as mãos de Momoa, impedindo que ele se tocasse, e o forçou a deitar de costas na cama. - Não vai gozar antes de eu te foder.

- Isso. Agora sim você se tornou o macho digno de comer meu cu. - Jason respondeu, concordando com a posição e levantando suas pernas. Sentiu a cuspida de Henry em seu buraco e a pressão de sua grande rola contra o corpo.

A glande entrou com dificuldade, arrancando um urro de dor de Jason, mas ele se manteu na posição. De olhos fechados e dentes cerrados, ele tentou deixar seu cu o mais solto possível, permitindo que a entrada dos 23 centímetros de Henry fosse um pouco mais fácil.

Cavill empurrava seu pau para dentro do homem, sentindo a virgindade sumir conforme as paredes se alargavam para admitir sua rola. Via o rosto de Jason, fazendo careta por conta da dor, mas aquilo era ainda mais excitante.

Quando opau estava inteiramente dentro, Henry agarrou a cintura de Jason, sentindo seus gominhos definidos e suado. O pau do rapaz latejava de prazer e um gemido rouco e alto seguiu dos movimentos rápidos da pélvis de Henry. O meno entrava e saia, sentindo o aperto em seu pau ficando cada vez alargado.

- Aaah mete fundo! - Jason gemia, sentindo cada vez mais prazer e menos dor.

O pau ia fundo e o impacto fazia o corpo de Momoa tremer, ele sentia um prazer novo. Sua cabeça inclinou para traz, boquiaberto, sentiu a metida mais impactante até então, Henry havia retirado todo o seu pau e metido de uma vez só.

Sentiu as mãos fortes se fecharem em seu pau, Cavill o masturbava enquanto metia fundo e não demorou muito para que Momoa gozasse fartamente. Os jatos de porra voaram para a cama e parte ficou nos dedos do menor, que os levou até a boca de Jason que, pela primeira vez, provou seu gosto amargo.

- Lambe tudo. - Henry ordenou, a língua passando velozmente por seus dedos.

Ele continuou a meter forte, até se sentir chegando no ápice.

- De joelhos. - Ordenou novamente, ficando em pé e mentendo sua rola na boca de Momoa. Ele sugou a glande com vontade até sentir a porra preenchendo suas bochechas. Henry era doce e ele engoliu com muito prazer.

Ele riu alto quando os dois deitaram na cama, suados e doloridos. Henry acompanhou o riso.

- Isso sim é uma foda. - Jason falou, olhando para cima.

- Gostou de dar o cu? - Henry perguntou, olhando para o homem.

Jason não respondeu, apenas riu.

- Por que não quis transar comigo, na primeira vez? - Henry perguntou, de virando para o homem nu e de pau meia bomba ao seu lado.

- Você era muito dado. Esperava que eu aceitasse te foder por ser bonitão. - As palavras verdadeiras foram como um choque para Henry. - Queria que você tomasse a atitude.

E foi o que ele fez, indo até o Havaí para atacar o homem.

- Fico feliz que tenha sido assim. - Henry diz, inclinando para um beijo.

- Eu também. - Jason o beijou, passando as mãos pelas costas do rapaz a indo até sua bunda, onde deu um tapa forte que ecoou pelo quarto.

O sol estava se pondo e deixando o dia com um resquício alaranjado no céu, o barulho do mar ficava mais forte enquanto eles se beijavam e sentiam seus paus ficando duro novamente.

- Você devia ficar um tempo aqui. - Jason disse, agarrando o pau que lhe tirou a virgindade.

- Se não me aparecer nada mais interessante, eu fico. - Cavill disse, rindo.

Seu celular vibrava no chão, mas o som fora abafado pelos gemidos que recomeçaram. Na tela, o nome de quem ligava brilhou por alguns segundos antes de desaparecer.

 

 

FIM?


Notas Finais


Bom, momentaneamente, esse é o fim da série do Henry Cavill transando com geral.
Teremos mais futuramente, mas vou descansar dessa escrita e focar em outras, deixando que as novas ideias surjam no tempo certo! Espero que entendam!!! No meio tempo, comentem que vocês desejam ver por aqui!!! Penso em The Rock e Ben Affleck para as sequências, o que acham???

Favoritem!!!! Comentem!!!! Beijooooooooooooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...