História O Idiota Do Meu Primo - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Tags Romance, Tretas
Visualizações 99
Palavras 2.003
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Ficção Adolescente
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Apostas


Fanfic / Fanfiction O Idiota Do Meu Primo - Capítulo 7 - Apostas

Troco de roupa e coloco um short e uma blusa preta e desço as escadas,encontrando Amélia e Tia Lia.

- Bom dia -diz Tia Lia,com malas.

- Bom dia -digo.

- Fala pro Gustavo que eu vou,agora tem um táxi me esperando e se comporte crianças -diz Tia Lia,indo embora.
Gustavo desce as escadas.

- Oi Guh,tudo bem? -Pergunta.

- O que você está fazendo aqui Amélia? -pergunta.

- Vou ficar uns tempos aqui -diz Ela.

- O problema e seu,só não fica no nosso pé e nem nos segue -diz Gustavo.

- Nossa -diz Amélia subindo as escadas.
Gustavo se aproxima e me beija.

- Quer café? -Pergunta.

- Quero -digo.
Ele me solta,vamos pra cozinha e ele faz café.
Amélia desce com um vestido super curto,nem ligo por que eu sei que Gustavo não vai olhar.
Gustavo ignora,pega uma caneca e coloca café e um pouco de açúcar,ele toma um pouco e me dar.

- Isso e meu -digo.

- Foi pra provar,vai que estava envenenado -diz Gustavo.

- E aí Guh,topa um cineminha comigo? Pergunta.

- Não.prefiro um cinema com a minha namorada -diz Gustavo.

- Cadê não estou vendo ela -diz Amélia.

- Sou eu -digo.

- Você?ATA -diz Ela.
Puxo Gustavo e tasco um beijão nele.

- Satisfeita? -pergunto.

- Eu quero ver quando contar pra nossa família -diz ela.

- Ninguém vai nos separar -diz Gustavo,segurando na minha cintura.

- Isso a gente vai ver quando a mãe da Gaby descobrir -diz Amélia.
Então lembrei que minha mãe não concorda com isso,DROGA!

- Não se preocupe amor -diz Gustavo.

- Vai lá -digo.
Ela sai da cozinha.
A campahia toca.
Vou lá abrir,era o bonde todo.
Comprimento todos e fomos pra cozinha.

- Vocês são tão fofos juntos -digo,olhando Emelli e Christian,que estão abraçados.

- Guh como você aguenta essa aí -diz Christian.

- Essa aí não,minha namorada -diz Gustavo,Me abraçando.

- Já chega,vocês estão muitos melosos hoje -diz Júlio me puxando.

- Eii -digo.

- Vamos fazer uma aposta -diz Emelli.

- Lá vem -diz Duda.

- Sou eu quem faz as apostas aqui -digo.

- Eu aposto 100 que Guh e Gaby não vão conseguir ficar 3 dias sem se pegar - diz Emelli.

- Eu também -diz Christian.
Duda e Júlio também concorda.

- Vou ter que descorda com vocês,vou conseguir ficar uma semana sem beijar o Gustavo e vocês vão me dar 200 cada um -digo e Gustavo me olha desesperado.

- Amor uma semana e muita coisa -diz Gustavo.

- Calma a gente consegue -digo.

- Velho o Gustavo não vai conseguir,quando ele não estava namorando você ele ficava em apenas um dia com umas 4 garotas,vocês vão nos dar 200 cada um -diz Júlio.

- Beleza preparem a grana -digo.

- Vocês que vão -diz Emelli.
Então me passou uma idéia.

- Tive uma idéia e se em vez de só eu e Gustavo ficarmos separados,vocês também podem.tipo meninos contra meninas -digo.

- Ahh não -diz Júlio.

- Eu topo -diz Duda.

- Eu também -diz Emelli.

- Não -diz Christian.

- Vai funcionar assim se os meninos tentar roubar um beijo já erra,vocês vão dar 200 pra cada casal -digo.

- Eu topo,vocês podem ficar aqui na casa de Gustavo e eu e as meninas na minha casa até completar uma semana -diz Emelli.

- Não assim não tem graça,vamos ficar todos juntos e aqui mesmo e olha nada de ficarem se beijando escondido -digo.

- Eu quero comprar umas roupas mesmo -diz Gustavo.
Olho pra ele.

- Eu que vou comprar -digo.

-  E se um dos casais se beijarem e tal -diz Christian.

- Vão ser desclassificados e vão pagar em dobro,tipo se você e a Emelli se beijarem vão ser desclassificados e pagar a dupla que ganhar e em dobro -digo.

- Agora ficou interrasante -diz Júlio.

- Agora -diz Emelli- Que comecem os jogos!
Todos se separaram e ficaram se olhando.
Amélia aparece.

- Quero participar também -diz ela.

- Cadê o seu namorado? -pergunto.

- Ele  e meu amigo,pode vim aqui -diz Ela.
Era o Rory.

Mano

Mano

Mano

Que droga!

- Não podem participar - digo.

- Vamos vai ser divertido -diz Emelli.

- Ok -digo.

- Oi Gaby -diz Rory,Me dando um abraço.Gustavo me olha.
Empurro ele.

- Oi -digo.

- Ouvi as regras e acho pra deixar mas interessante,vamos sortear casais opostos pra ficar juntos -diz Amélia.

- Ótima ideia,embuste -diz Emelli.
Escrevemos os nomes e Amélia fez questão de sortear.

- Christian e...Duda,Júlio..e Emelli,Gaby..e Rory -olho pra Rory,Gustavo me fuzilar com os olhos-  Eu com Gustavo.
Nos separamos e Rory ficou o tempo todo do meu lado,que saco!

P.O.V AMÉLIA

Estavam todos conversando e distraídos,tinha conversado com Rory a tínhamos um plano.
Peguei o com o meu nome é abri o último papel sabendo que estava o nome de Gustavo,abri o meu e disse:

- Eu com Gustavo!
Despois eu puxo Gustavo e todos se separam.
Puxei ele pra varanda e ficamos conversando.

- O que você quer?- Pergunta.

- Você -digo

- Eu não gosto de você,sabe disso né -diz Gustavo.

- Tá bom,Então podemos pelo menos ser amigos? -Pergunto.
Ele olha pra mim,respira fundo.

- Ok - diz Gustavo.

- Sabe lançou um filme de ação muito bom quer ir comigo? -Pergunto,Gustavo ama filmes de ação e eu sabia que Gaby odiava e amava filme de romance,Então seria o momento perfeito.

- Sério?mas acho melhor chama o pessoal -diz Gustavo.

- Gustavo todos nós temos que ficar separados -digo.

- Então vamos,deixa eu me arrumar -diz Gustavo.
Balanço a cabeça e ele entra em casa.

P.O.V GABRIELA

Vi quando Amélia puxou Gustavo pra varanda,Me segurei pra não seguir eles,Me sentei ao lado de Rory e ele não parava de falar dele e tal.

- Entendeu? - Pergunta.

- O que? -Pergunto.

- Você não está prestando atenção né-diz Rory.

- Desculpa e que sei lá,você e rico e pode ter tudo o que quiser e preferi ficar aqui com a gente -digo.

- Na verdade e o meu pai que é rico,gosto de ficar com você e não com eles -diz Rory.

- Mesmo assim,para de falar um pouco de você -digo.

- Adoro sua sinceridade -diz Rory,Gustavo passa por nós e sobe as escadas - Tive uma idéia que tal irmos  lá na minha casa,te mostro um pouco de mim?

- A não Rory,parece que eu estou falando grego,fala de qualquer coisa aleatória menos de você,desde que sentamos aqui no sofá você só fala de carros e coisas chatas de meninos -digo.

- Ok mas que coisas chatas? -Pergunta.

- Futebol -digo.

- Tá louca é?futebol e incrível -diz Rory.

- Não é não,prefiro ficar o dia todo em um salão do que essas coisas chatas -digo.
Ele se levanta e me puxa.

- O que é? -Pergunto.

- Vou te mostrar que futebol e incrível -diz Rory.

- Como? -Pergunto.

- Vamos em um campo -diz Rory- Vai lá em cima e coloca uma roupa confortável.
Subo as escadas e coloco essa roupa.(mídia 1)

Desço as escadas e Rory me olha.

- Que foi? -Pergunto.

- Nada -diz ele.

- Você pediu uma roupa confortável -digo,colocando o fone do MP3 no ouvido.
Rory puxa e joga no sofá.

- Eiii -digo.

- Você vai jogar futebol e não correr -diz Rory.

- Gaby -diz Gustavo.
Me viro e olho ele todo arrumado e Amélia logo atrás com um vestido preto.Vadia!

- Fala -digo.

- Onde você vai? -Pergunta.

- E você? -Pergunto.

- Perguntei primeiro -diz Gustavo.

- Jogar futebol ou pelo menos tenta -digo.

- Futebol?você odeia futebol -diz Gustavo.

- Nunca disse isso,Só acho coisas de meninos chatas -digo.

- E ele vai te ensinar? -Pergunta apontando pra Rory.

- Vou tenta,tem um campo dos sócios do meu pai.quer vim?- Pergunta Rory.

- Não a gente vai no cinema ver um filme de ação -diz Amélia.
Olho pra Gustavo.

- Bom filme -digo,abrindo a porta e saindo.

Rory vem atrás de mim,entro no carro dele e vamos pra casa dele.

P.O.V DUDA

- Ixi brigaram -diz Christian.

- Cala a boca -diz Emelli.

- Essa Vacamelia tá separando meu casalzão -diz Júlio.

- Nossa que gay -digo,rindo.

- Gay?Já te mostrei que não sou gay,se lembra de ontem a noite? -diz Júlio.
Eu sinto minhas bochechas queimarem.

- Que lindo e ela tá corada -diz Emelli.

- Cala boca -digo.

P.O.V GABRIELA

Na casa de Rory e incrível ou melhor dizendo mansão,ele tentou me ensinar e vou legal,me diverti bastante.chegamos em casa já era de noite,tomei um banho e capotei na cama.

              ☆☆☆☆☆☆☆☆☆

Acordei com a luz da manhã no meu rosto,me levantei com muito esforço e fechei a janela.foi ao banheiro e tomei um banho,escovei os dentes e coloquei essa roupa.(mídia 2)

Desço as escadas,morta de fome.encontro Emelli,Christian,Duda e Júlio.

Eles estavam estranhos.

- Bom dia -digo.
Ninguém responde.

- O que houve? -Pergunto.

- Nada não -diz Christian.
Dou de ombros e vou a cozinha,faço uma vitamina e um pão,como e volto a sala.subo as escadas pra acorda Gustavo e ele não está na cama dele,desço as escadas,Me sento na poltrona e olho pra eles.

- Cadê o Gustavo?- Pergunto.

- Não sabemos -diz Christian.

- Sabemos sim -diz Emelli.

- Sabemos nada -diz Christian.

- Uma hora ela vai descobri e vai ser pior -diz Duda.

- E melhor ela descobrir por si só -diz Christian.

- Cala a boca,conta a ela -diz Júlio.

- Me conta -digo.

- Gaby estamos do seu lado e respira fundo -diz Duda.

- Eu estou ficando nervosa,Me conta logo -digo.

- Já viu o seu celular? -Pergunta Emelli.

- Não.eu deixei em casa -digo.

- Ok,olha o Gustavo foi ontem com a Amélia pro cinema,depois foram a um bar e eu tenho certeza que a Amélia embebedou ele é foram pra um motel e transaram -diz Emelli.
Sinto lágrimas no meu rosto,Me levanto e enxugo.

- Isso e uma pegadinha,né?gente o Gustavo nunca me trairia e essa Vaca está no nossa pé a muito tempo -digo.

- Infelizmente não,o Gustavo mudou bastante mas nem faz um mês que vocês estão namorando e ele deve ter cansado de brincar de casinha -diz Júlio.

- Júlio vou te jogar pela janela -diz Emelli.

- Brincar de casinha?Não ele não faria isso -digo.

- Tem um vídeo que foi ele que postou no facelive -diz Júlio,Me dando o celular.

- Tem certeza que você quer ver? - Pergunta Christian.

- Sim -digo,dando o play no vídeo que já tem quase mil visualizações.
Eles estavam na cama e ouvi gemidos e Amélia não parava de falar " Vai Guh,eu te amo te amo muito ",dou pause por que isso é muita tortura pra mim.
Jogo o celular pela janela,que estilhaça e subo as escadas,vou ao banheiro lavo o meu rosto respiro fundo,faço uma mala.
Desço as escadas.

- Cara esse celular e caro -diz Júlio.

- Problema e seu,Júlio -diz Duda.
A campahia toca era Rory.
Ele me abraça,Me solto dele.

- Não precisa da pena de ninguém -digo.

- Eu sei -diz Rory.
Volto pra sala.

- Emelli será que posso ficar na sua casa? -Pergunto.

- Claro,a minha mãe não para em casa -diz Emelli.

- Gaby eu vou relevar que você acabou de jogar meu celular pela janela -diz Júlio.

- Vai se ferrar -diz Emelli.

- Vai você -diz Júlio.

- Já chega,Júlio.pede o seu pai outro -diz Duda.

- Vou mesmo - diz Júlio.
Pego o meu celular que está na mesa e dou a ele.

- Toma pode ficar,aproveita e joga fora o chip -digo.

- Não Gaby,e seu -diz Júlio.

- Fica logo -digo.
Ele pega.

- Vamos Gaby -diz Emelli.
Gustavo entra em casa,todos olham ele.

- Nos deixem a sós -digo,todos SAIEM.
Emelli pega a mala e sussurra " te espero lá fora " balanço a cabeça e ela vai.

- Posso te explicar -diz Gustavo,ele estava bem apavorado.
Me sento no sofá.

- Pode começa -digo.
Então ele começa a explicar e quando ele termina,Me levanto e ele segura a minha mão.

- Me solta -digo.

- Não Gaby,foi a Amélia que planejou tudo isso -diz Gustavo.

- Se você estava cansado de brincar de casinha,era só ter falado ou terminado comigo isso doeria menos,agora me trair -digo.

- Por favor -diz Gustavo.

- Não -digo,puxando o meu braço indo embora.
Entrei no carro e Emelli me levou pra casa dela,pegamos o elevador em silêncio,ela as vezes tentava me alegra mais sem sucesso,eu ia dormi ao no quarto dela,Me cedeu um lado do armário dela,coloquei a minhas roupas e me deitei na cama.
Fitei o teto.

Sabe eu me odeio tanto por acredita em Gustavo,e a Amélia eu odeio essa garota.sabe de uma coisa foi bom mesmo e melhor quebrar a cara agora do que depois.
Sinto alguém me balança.

- Tá com fome? -Pergunta Emelli.

- Não -digo.

- Ok...sua mãe falou que semana que vem começa as aulas? -Pergunta.

- Não -digo.


Notas Finais


O que acharam desse capitulo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...