História Morando no interior - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias João Guilherme Ávila, Larissa Manoela
Personagens João Guilherme Ávila, Larissa Manoela, Personagens Originais
Tags Briga, Giovana Chaves, Gustavo, Joao Gui, João Guilherme Ávila, Jolari, Larissa Manoela, Nicolas Torres, Opostos, Thomaz Costa, Treta
Visualizações 33
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, obrigada pelas visualizações, espero que gostem desse novo cap, a lari faz uma barbaridade com o João,kk.

Capítulo 2 - Larissa reencontra Jão Guilherme



*Larissa* 


Estava dormindo de boa na minha nova cama, quando sou acordada por algo quente a minha cara, gritei, um bicho estava urinando na minha cara, minha madrinha foi rapidamente ao meu encontro. 

Madrinha: O que aconteceu???

Eu: Esse baixo fez xixi em mim!!! * Apontei pra algo que parecia, um bode?* 

Madrinha: Ah, isso, é o antoin bré. Não é nada demais. Bom, vai se arrumar, seu primo Thomaz irá com você. * AFF, QUE ÓTIMO! O primo Thomaz era um nerd idiota, a gente brincava juntos quando éramos crianças, mas agora, Por Deus, neh? * Vai se arrumar.

Eu: Ok. * Tomei um bom banho, pra tirar aquela cheiro horrível de bode, vesti meu uniforme, pus uma maquiagem básica e um glos rosa. Quando ia tomar café, Nicolas me esbarrou, me dando um leve susto.*
Nicolas: Olha, cuidado, muito cuidado com tudo, ok?
* QUE? Do que ele estava falando?*
Eu: Do que você está falando, Nicolas?
Nicolas: Nada importante, apenas tenha cuidado. * Afirmei com a cabeça e fui tomar café, logo depois, sai de minha casa e fui esperar, meu primo, Thomaz, em uma praça por perto, fiquei impaciente, estava demorando demais, já não aguentando mais, me levantei e ia para a minha nova residência novamente, mas sou impedida por uma voz.
Thomaz: Ei, aonde vai? * Virei-me para a pessoa, era Thomaz até que enfim!! *
Ele: Desculpe-me pelo atraso.
Eu: Tudo bem. * Ele estava o mesmo nerd de antes, muito arrumado, gel no cabelo e óculos fundo de garrafa. Fomos pegar o ônibus e chegamos a tão famosa escola.

Eu: Bom, Larissa, essa é sua nova escola. * Disse, Thomaz, muito satisfeito. Era uma escola grande, até bonitinha.*
Ela: Ah... tô vendo. Vou tentar me adaptar. * Disse seca.  Dois garotos, vinheram, do mesmo estilo de Thomaz, um gordo e um magro e pararam em frente ao mesmo.

    * Thomaz*
Gustavo: Oi Thomaz, quem é... *olhou de cima a baixo pra minha prima, ficou sem reação. *Quem é essa? * Sorriu.*
Larissa: Larissa.
Luan: Você tem uma prima gata?
Larissa: Gente, eu tô aqui ainda, ok?.
Luan: Ah, desculpe. Você vai estudar aqui?
Larissa: Sim, eu vou . * Seca.*
Thomaz: Bom, o papo tá bom, mas já tá na hora, neh. * Puxei o braço  de Lari e sem querer com força fazendo ela  sentir um pouco de dor.*
Eu: Cuidado ae! * Pedi desculpas e a soltei, os garotos  ficaram olhando espantados para minha prima, ela era muito gata mesmo e acho que devem tá estranhando uma menina tão linda como aquela perto de mim .
Na hora do intervalo...

* Larissa*


Não havia me adaptado bem naquela escola, todas zombavam de mim por ser rica e os garotos são uns nojentos, já era a hora do intervalo, fui em direção a cantina,  falando com uma amiga no telefone quando sou esbarrada por três garotas de roupa curta, mo bregas.

Eu: Depois fal com você. * Desliguei.*

Xx: Iai, princesa, passa o dinheiro do lanche! - falou uma delas, ruiva. 
Eu: * Risada sarcástica* ow, coitadinha, não tem dinheiro pro lanche??? * Falsa lástima na voz. Joguei o dinheiro no chão.* Pode pegar, tenho muito mais da onde esse veio. * Sai esbarrando nelas.  Eu fiquei em um canto da escola, com muita raiva, fui assaltada por umas vadias, tô sem dinheiro e morrendo de fome! Sentei-me em um dos bancos, colocando as mãos na minha cabeça e bufando, que saco. De longe, havistei, meu primo e os dois amigos deles com um sorriso criança nas mãos, minha reputação tá completamente arrasada se souberem que tô andando com esse tipo de gente.
Thomaz: Olá, prima, como está indo na sua nova escola?
Eu: Um saco, cara.
Gustavo: Nós estavamos indo comer um lanche, se quiser ir com a gente... * Gustavo era bonito, mas era nerd e concerteza não tem chances comigo, mas dá pra aproveitar...
Eu: Se tiver dinheiro pra pagar, fui assaltada por três garotas idiotas.
Luan: Essas garotas idiotas, são por acaso as garotas mais populares e linda do colégio?
Eu:  Que seja... * Dei de ombros.* Pra mim são umas vacas, horrorosas... * Disse, com raiva.* Bom, Vamos comer, né, gente, tô com fome. Vamos?
Todos: Vamos.

Chegando na pizzaria, era uma pizzaria mediucre e pequena, esbocei uma cara de nojo, com a baixa classe do local. Vários alunos comiam no local. Todos nós se sentamos, cada um pegou o cardápio, o garçom veio, os garotos fizeram o pedido, enquanto eu estava concentrada escolhendo o que iria pedir.
Garçom: O que quer pedir, senhorita? * Essa voz irritante era familiar, tirei o cardápio de meu rosto e mirei o garçom, fiquei perplexa, era João, o garoto insuportável que conheci na noite de ontem, bolei uma idéia...

Eu: Hum... Bom, eu quero uma pizza de frango e uma água. * Ele anotava.
Ele: Ok. * Quando ele ia embora, o impedi.
Eu: Espera. * Ele parou.* Não quero pizza de frango, quero de calabresa e um suco de laranja. * Ele fez menção de sair, porém o impedi novamente.
Ele: Sim?
Eu: Eu não quero pizza de calabresa, eu Quero os dois uma pizza de calabresa e frango um refrigerante.
Ele: Bom, posso ir agora? * indagou, engolindo a raiva.
Eu: Claro que pode, querido... * Sorri. Quando ele ia embora denovo, o impedi *
Eu: Espera!
Ele: Escolhe logo essa porra caramba!!!! * Ele perdeu a paciência, fingi um falso espanto, todos da pizzaria o olharam espantados. Um homem muito bem vestido apareceu, creio que o gerente da pizzaria, espantado e perguntou:
Ele: Que gritaria é essa?
Eu: Ele, senhor, o seu garçom gritou comigo. * Fingi estar magoada.*
Ele: Desculpe-me , senhorita, isso não irá acontecer novamente. Está despidido!!! * Gritou, arrancando o chapéu de João da marca da pizzaria. *
João: Que droga!!! * Colocou as mãos na cabeça, quais como em desespero. Nossa...* Você vai me pagar... * Falou, com a mais pura raiva transbordada em seus olhos. Sorri maliciosamente.*
Eu: Ops


Notas Finais


Olá, galera, espero que tenham gostado, estou me esforçando :3
Tadinho do João, cara, kkk, ui,


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...