1. Spirit Fanfics >
  2. O Idiota Que Eu Odeio-Beauany >
  3. Capítulo 35

História O Idiota Que Eu Odeio-Beauany - Capítulo 35


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii
Bom dia!!!
Boa leitura!!!

Capítulo 35 - Capítulo 35


P.O.V Any

Estava um pouco escuro quando cheguei no ginásio. Ele era enorme e estava claro que ali aconteceria o tal baile de que Sabina estava falando.  

Fui vacilante até a porta do ginásio que estava entreaberta. Respirei fundo e entrei. Estava muito escuro e eu não conseguia ver ninguém.  

Talvez Josh  estivesse tentando me irritar como sempre.  

Eu: Josh! - chamo baixo.  

Começo a entrar devagar para dentro, espremendo meus olhos para tentar enxergá-lo.  

Eu: Josh! - chamo de novo só que dessa vez um pouco mais alto. - Isso não tem muita graça. Aparece logo!  

E quando eu estava a uma distância longa da porta, ela bate forte. Volto correndo para tentar abri-la, mas eu não estava conseguindo.  

Eu: Garoto se eu pôr as mãos em você eu vou...  

As luzes do ginásio se acendem revelando quem estava lá. Não era Josh  como estava na mensagem. Era Taylor.  

Eu: O que... Como você...  

Ela estava com uma expressão pesada. Parecia mais furiosa que hoje de manhã. Estava com suas duas amigas atrás dela.  

Ela sorri. Um sorriso macabro.  

Taylor: A culpa disso é toda sua.  

Eu: Disso o quê? - pergunto.  

Taylor: Não se faça de idiota. Você roubou o Josh  de mim.  

Eu: Mas eu não...  

Taylor: Ninguém nunca teve a ousadia de terminar comigo antes.  

Eu: Me desculpe querida, mas se você não consegue suportar um pé na bunda a culpa não é minha.  

Taylor: A questão é que isso só aconteceu porque você tá aqui.  

Eu me permito sorrir.  

Eu: Acredite, eu não queria tá aqui. Não escolhi vir para Los Angeles .  

Taylor: Mas aconteceu não é mesmo. E agora você vai pagar por Josh ter terminado comigo.  

Eu: O que vai fazer comigo?  

As amigas de  Taylor se entreolham e dão risadinhas. Eu já começava a ficar assustada.  

Então eu corro novamente para a porta tentando abri-la mas sinto as mãos de Taylor, Alana e Lara sobre mim.  

Eu: ME LARGA DESGRAÇADAS!!! - grito. - SOCORRO!  

Taylor: Cala a boca vadia! Você vai ter o que merece.  

Eram três contra uma. E eu não sabia o que elas iriam fazer. Elas começam a me arrastar para fora do ginásio.  

Eu vejo um cara se aproximando e meu coração se acelera.  

Eu: O que vão fazer comigo? Socorro...  

Pelo visto não havia ninguém em nenhuma parte.  

Taylor: Pode colocar Tyler.  

O cara musuculoso se aproxima de mim e põe um saco preto na minha cabeça.  

<••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••>

Quando alguém retira o saco preto da minha cabeça eu já não sabia onde estava. Sei que elas me arrastaram até um carro e começamos a locomover.

Eu: Onde estamos? O que vocês vão fazer comigo?  

Taylor: Estamos muito longe de sua casa. - ela ri macabra.  

Engulo seco.  

Eu: Diz logo o que você quer comigo? Tenho que ir embora sua louca!!!  

Eu já estava sentindo frio. Minha blusa era fina e não estava adiantando nada, ainda mais porque estávamos na beira de um lago.  

Taylor: Tira suas roupas.  

Eu: O QUÊ?!  

Taylor: Quer ir embora ou não?  

Eu: Tá fazendo frio demais e eu...  

Taylor: Tira suas roupas logo garota.  

Sinto meu rosto começar a arder. Todos estavam me olhando e eu começo a tirar minha roupa. Fico só de calcinha e sutiã.  

Taylor: Tyler me dá a querosene.  

Arregalo meus olhos.  

Eu: Pra quê? O-o que... que... você vai fazer?  

O cara pega uma lata de querosene e entrega para  Taylor. Ela pega a lata e se aproxima de mim.  

As amigas de  Taylor que me seguravam me forçaram a ficar de joelhos.  

Eu: VOCÊ É LOUCA!!!  

Taylor: Claro que sou. Isso é pra você aprender a não mexer comigo.  

Ela começa a jogar a querosene em minha cabeça. O líquido gelado encharca meu corpo e eu sinto meus olhos pinicarem de lágrimas. Aquela garota iria me matar.  

Depois disso eu permaneço de joelhos.  

Taylor: Agora é muito simples. Você terá duas opções... - ela segura um isqueiro na mão. - Ou você continua no meu caminho e eu acendo esse isqueiro... ou você pula no lago.  

Eu: Eu vou congelar lá dentro... - digo baixo pelo frio.  

Taylor: Isso não é problema meu. Escolhe!  

Ela começava a levantar e abaixar a boca do isqueiro ameaçando acendê-lo. Então eu me levanto tremendo apenas com minhas peças íntimas e vou andando em direção ao lago.  

Taylor: Garota esperta. - sorri e joga o isqueiro na mão de Tyler. - Isso é pra você aprender a não mexer com o que é meu.  

Eu começo a entrar no lago e sinto a água gelada adormecer meus pés.  

Taylor: Mais uma coisa fofa... Agradeça ao Noah por essa ideia tão magnífica.  

Elas começam a partir rindo. Quando me viro minhas roupas não estavam mais lá.  

Começo a sair da água, tremendo. Descruzo meus braços do peito e deixo á mostra meu celular que eu colocava no decote do sutiã.  

Com os dedos trêmulos eu digito o número da única pessoa que poderia me ajudar.       


Notas Finais


Oh my Gloss!
Coitada da Any:(
Acham que a Taylor pegou pesado?
Gente alguém sabe o nome dos pais da Sabina?
Preciso para fazer um capítulo,o próximo já está pronto só vou esperar um pouco para postar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...