História O Idol - Kim Taehyung - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V)
Tags Bangtan Boys (BTS), Kim Taehyung, Romance
Visualizações 73
Palavras 1.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura 💜

Capítulo 26 - O que há de errado em amar?


*TAE* :

Depois de eu e a s/n praticamente "assumirmos" o nosso relacionamento as pessoas publicavam várias coisas, elas ainda tinham dúvidas se era real ou se ela era apenas uma pessoa conhecida minha...

Nós dois não tínhamos a intenção de publicar nada pra confirmar o nosso relacionamento, mas o meu empresário falou que seria bom pelo menos explicar a situação pros fãs. Então eu e a s/n achamos melhor esperar chegarmos na França.


*S/N* :

Algumas horas se passaram e enfim chegamos na França;

-Faz muito tempo que eu não venho aqui (falei pro Tae que estava ao meu lado enquanto desciamos do avião).

-Eu também (fala admirando a vista). Se tivermos tempo outra hora podemos passear, o que você acha? (já havíamos descido toda a escada do avião chegando assim no solo).

-Eu iria amar (falo animada me aproximando mais do Tae).

Já estávamos chegando dentro do aeroporto e de novo tinham muitas pessoas na espera deles, os gritos davam pra ouvir do lado de fora do aeroporto. Quando já estávamos na porta eu e o Tae nos olhamos, os meninos passaram na nossa frente nos deixando pra trás novamente. 

O Tae segurou a minha mão e a beijou;

-Fica calma ok, eu estou e sempre estarei aqui.

-Uhum, eu te amo.

-Eu também te amo. Vamos?

-Vamos!

Andamos e de repente os gritos pararam, deu pra escutar algumas pessoas gritando negativamente pra nós dois. Continuamos andando normalmente tentando alcançar os outros meninos, ouvimos algumas pessoas gritando mas dessa vez não era só vaiando.

As pessoas estavam me chingando, falavam coisas desagradáveis. Aquelas palavras  me deixaram triste e insegura, nós  não estava fazendo nada de mais apenas estávamos amando um ao outro, será que amar é crime? Qual é o problema em amar alguém?, eu me perguntava isso. 

Eu e o Tae nos olhamos e eu abaixei a cabeça mas logo percebi que o olhar dele estava muito diferente ele estava triste com tudo isso, ele tinha um fone de ouvido entre o pescoço. Ele pegou o fone e pôs em meus ouvidos mas antes ele me falou algo;

-Eu te amo e te amarei independente do que as pessoas falam.

Eu o olhei sem reação e logo depois ele pôs o fone e me puxou pela minha mão que estava entrelaçada com a dele, ele andava mais rápido querendo sair dali o mais rápido possível. Logo depois alcançamos os meninos e andamos por mais alguns minutos até sairmos dali.

Chegamos no carro e eu e o Tae  fomos os primeiros a entrar eu devolvi o fone dele e  ficamos nos dois assentos de trás, assim que nos acomodados eu logo apoiei a minha cabeça em seu ombro esquerdo e ele começou a fazer cafuné na minha cabeca, naquele momento eu só queria ficar ali por muito tempo. Depois de alguns minutos chegamos no hotel que iríamos ficar..


~*~


Eu e o Tae já estávamos no nosso quarto e então decidimos conversar sobre o que havia acontecido;

-S/n eu sinto muito sobre mais cedo (falo abaixando a cabeça).

-Amor você não pode se culpar por algo que você não fez (falo segurando em seu queixo e erguendo a sua cabeça). Nada disso é sua culpa (dou um beijo nele).


*TAE* :

Retribuir o beijo da s/n, o beijo foi se intensificando mais, ela estava por cima de mim, ela estava rebolando em meu membro que logo acordou. Eu inverti as posições e comecei a tirar as roupas que ela estava vestida, cada peça de roupa tirada era um beijo distribuído.

Tirei toda a roupa que ela estava vestida, quando ela estava completamente sem roupa percebi o quão bonita ela é, eu estava feliz em tê-la só pra mim.

Voltei novamente a beijá-la e comecei a fazer uma trilha de beijo pelo seu corpo, eu comecei pela sua boca depois desci pro seu pescoço e logo depois pros seus seios, comecei a chupar o seu seio direito e depois passei pro esquerdo, ela curvou a cabeça e com a sua voz já rouca gemeu pelo meu nome.

Depois continuei a trilha beijando a sua barriga e logo depois cheguei onde eu queria, comecei a dar celinhos em sua vagina que já estava bem molhada, enfiei o dedo indicador, ela gemeu novamente só que um pouco mais alto, depois enfiei outro dedo, depois tirei o meu dedo e comecei beijar a sua intimidade novamente ela queria que eu a chupasse mas eu queria provocá-la.

-T..Tae cuida faz lo..logo (falei com a voz ainda rouca)

-Fazer? O que eu tenho que fazer? (Eu já sabia o que ela queria mais queria ouvi-la falando)..

-Vai amor, me chupa logo! (Falei com a minha voz meio falhada).

-Com prazer meu amor (fiz uma cara malicioso e logo abocanhei a sua vagina a fazendo gemer alto, fazia movimento de vai e volta com a língua, ela se derretia por completo).

-Haa.. haaaaa Tae, continua vai (falava já quase gritando).

-(continuei o meu trabalho, logo percebi que ela estava prestes a gozar em minha boca, e claro eu continuei até ela gozar, logo em seguida a beijei fazendo ela provar o seu próprio sabor).


*S/N* :

Depois do Tae me fazer gozar ele me beijou e eu logo inverti as posições, fiquei por cima dele e comecei a tirar as suas roupas, tirei toda a sua roupa apenas o deixando de coeca, ele estava tão sexy.  Voltei a beijá-lo passando a minha mão pelo seu maravilhoso abdômen, fiquei meus excitada ainda.

Desci a minha boca até o seu pescoço deixando um chupão bem ali, fazendo ele arfar. Logo desci chegando em seu membro, ele curvou a cabeça logo quando eu peguei em minha mão direita o seu membro, comecei a fazer movimentos de vai e volta.

Comecei a beijar e chupar apenas a cabecinha deixando ele com mais tesão, ele gemeu e segurou a minha cabeça me forçando a chupá-lo e claro que eu não resistir, comecei a chupar o seu membro como nunca havia chupa do antes. Depois de alguns minutos ele gostou na minha boca e eu engoli tudo.

Logo depois ele me jogou na cama e me penetram sem aviso, fazendo eu gritar, ele me penetrava forte fazendo eu gemer algo em cada estocada. Eu estava delirando, ele é tão gostoso e sabe fazer sexo como ninguém, o seu corpo, a sua boca, ele é viciante.

Depois de algumas horas nós gozamos juntos, então ele se deitou ao meu lado, as minhas pernas estavam doloridas. Tae ficou acariciando a minha cabeça e depois me deu um celinho.

-Amor cê quer banhar? (Falo ainda ofegante)

-Pode ser.. (falo me levantando e acabo caído no chão, por conta das minhas pernas que estavam doloridas, Tae se levanta rápido, me ajuda levantar e me leva pelos braços até o banheiro.


Tomamos nosso banho e logo depois o Tae me levou pelos braços novamente até o quarto, ele me sentou na cama, me ajudou a me vestir. Depois nós nos deitamos na cama e ele pôs o seu braço em minha volta e eu me deitei em seu peito.

-Te amo Tae.

-Eu te amo mais minha pequena.



Notas Finais


Obrigado por Lerem❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...