História O Ignorante e o Gentil - 2Jae - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Super Junior
Personagens BamBam, Heechul, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Kim Heechul, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae
Visualizações 373
Palavras 1.232
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aquele momento que você faz o máximo pro capítulo não sair pequeno mas no final sai pequeno de qualquer forma '-'

Desculpa qualquer coisa e boa leitura

Capítulo 23 - Jungkook foi embora


Fanfic / Fanfiction O Ignorante e o Gentil - 2Jae - Capítulo 23 - Jungkook foi embora

P.O.V Jin

Lá estava eu, o homem mais lindo do mundo inteiro, andando pela rua. Eu sentia pena das garotas que ficavam babando pra mim, a minha vontade era de chegar nelas e falar "eu sei que sou bonito mas eu gosto de pênis, então para de ficar me olhando desse jeito".

Parei na hora ao ver o Yoongi, o Jaebum e o Jimin  numa lanchonete. Ao perceber que eles falavam de algum segredo eu peguei meu celular e comecei a filmar eles.

— aish!!! Eu odeio o Jeon Jungkook!!!

— tá revoltado Jimin? — Yoongi falou com a cabeça deitada na mesa, ele parecia com sono.

— ele vem pra mim e fala "mas eu te amo Jimin-ah.", Dá vontade de encher ele de porrada e falar "vai pro inferno garoto chato do caralho."

— falando assim você parece até pior que o Yoongi.

— vai se fuder Jaebum. — o Jaebum começou a rir. — mas falando sério... Eu quero muito ver a cara do Jungkook quando ele perceber que o Jimin só tava com ele pra depois jogar o mesmo fora.

— você não tá pensando em contar o nosso plano pra ele né Yoongi? — Jaebum falou se ajeitando na cadeira.

— é óbvio que não. Mas seria legal ver a cara dele de triste.

— pra mim tanto faz, só quero ele fora da cidade.

— e eu quero que ele pare de me mandar mensagem. Quer saber eu vou ali ligar pra ele e falar pra ele ir pra puta que pariu, daqui a pouco volto. — o Jimin levantou e foi pra um canto.

Eu parei de filmar eles e sai de lá indo direto pra casa do Youngjae que era o lugar aonde o Jungkook estava morando.

P.O.V Jaebum

Após voltar pra casa eu fui pro meu quarto e deitei em minha cama. Fechei os olhos e dormi.

πxπ

Acordei com o Youngjae pulando em cima de mim.

— aí capeta sai de cima. — falei com sono.

— oi pra você também JaeBum-hyung.

— sai de cima Youngjae. — falei empurrando ele.

— aish, tá bom! Já saí. — ele falou saindo de cima de mim.

— por que veio aqui? — falei ficando sentado na cama e coçando o olho ao mesmo tempo.

— Jungkook pediu pra eu te dar essa carta aqui.

Eu peguei a carta, abri e li ela... Estava escrito assim "hey mano, tudo bem? Espero que sim. Bem o motivo de eu ter pedido pro Youngjae te dar essa carta é porque eu estou bravo demais e se eu te ver provavelmente vou te dar um soco bem forte e eu não estou afim de machucar essa cara de neném que você tem. Eu estou indo pra Busan e espero que fique feliz com isso já que você tinha um plano com o Yoongi pra fazer eu ir embora. Mas não esquenta, eu não contei pra ninguém sobre esse seu plano ridículo de tentar me afetar, só saiba que apatir de agora eu não sou mais seu irmão e caso a gente se veja mais uma vez... Você vai estar fudido na minha mão. Bjos, de Jeon Jungkook."

— o que diz a carta? O Jungkook falou pra eu não ler. — Youngjae falou curioso.

— nada, ele só tá explicando o porquê dele ter voltado pra Busan.

— ele disse pra mim que tinha umas coisas pra resolver lá e que talvez algum dia iria voltar.

— é exatamente isso que ele colocou nesse carta. — falei rasgando a carta em mil pedaços e jogando no lixo que tinha perto de minha cama.

— por que jogou fora?

— por que eu iria guardar essa merda?

— pra se lembrar do Jungkook, ele falou que ia ficar um bom tempo fora.

— eu não quero me lembrar dele, já tava ficando louco com ele aqui em Seoul.

— aish. Como você é mal com com ele. — ele falou isso levantando e saindo do meu quarto.

Depois de um tempo ele voltou com um copo de Nescau. Enquanto ele bebia o Nescau eu observava sua boca. Ficava louco quando ele passava a língua em sua boca pra tirar o excesso de Nescau que ficava no canto da mesma. Ele então derrubou um pouco de Nescau na blusa dele.

— droga... — murmurou.

Ele tirou a camisa e jogou ela no chão. O que aconteceu com a minha inocência? Que inocência? Desde quando eu tenho inocência quando estou perto do Youngjae? Só sei de uma coisa, eu tive um treco vendo ele sem camisa. Respirei fundo pra não me jogar em cima dele.

— caralho... — falei tentando não olhar pro Youngjae. — acho que vou lá fora... Ficou muito quente aqui. — eu levantei e sai de lá.

Fiquei no jardim da casa olhando pro céu, estava ficando quase impossível estar do lado do Youngjae, ele estava acabando com a minha inocência, apesar que eu nunca fui inocente.... Simplificando, ele tava me deixando louco e eu sei que um dia eu não vou mais aguentar e vou acabar tirando a virgindade dele. Então o Youngjae apareceu usando uma de minhas camisas.

— peguei sua camisa emprestada okay?

— tá, mas depois devolve.

— não sou ladrão não.

πxπ

Estava de noite e o Youngjae já tinha ido embora. Fechei os olhos e vi o Youngjae lambendo sua boca, abri os olhos na hora e suspirei, precisava fazer algo pra tirar ele da cabeça.

Levantei e fui pra sala vendo o Yugyeom.

— o que aconteceu com Jungkook? Fiquei sabendo que ele voltou da Busan.

— ele descobriu do plano e se mandou.

— aé? Então eu já imagino que isso vai dar muita merda no futuro.

— cala boca! Você sabia e não falou nada pra ele, sabia que cúmplices também vão pra cadeia?

— mas quem disse que ele sabe que eu tava envolvido?

— quem disse que eu não vou contar pra ele?

— tem realmente coragem de fuder com a vida do seu primo?

— querido... Eu tive coragem pra fuder a vida do meu irmão, imagina a sua. — ele revirou os olhos.

— você é muito chato. Como o Yoongi-yah e o Youngjae-hyung te aguentam?

— você fala como se fosse muito divertido. Até aqueles jogos estranhos que você não entende porra nenhuma são mais legais que você.

— affs, por que eu ainda converso com você? Na verdade, por que eu ainda tento te agradar?

— porque é graças a mim que você não tá morando na rua.

— eu posso morar com o Bambam se eu quiser.

— boa sorte, só quero ver por quanto tempo o relacionamento de vocês vai durar depois disso.

— por que tá dizendo isso?

— quando você só vai de vez em quando na casa da pessoa e vê ela na escola ou em qualquer outro lugar... Sua visão dessa pessoa pode ser incrível... Mas morando com ela? Você pode se cansar, e quando brigarem? Vai fugir dele como?

— eu não fujo do Bambam quando brigo com ele.

— ah... É ele que foge de você né?

— claro que não! A gente nunca briga.

— sério mesmo? Ou você só tá falando isso pra deixar a impressão que o relacionamento de vocês é perfeito? — olhei desconfiado, mas já sabia da resposta.

— a-ahn... Para de encher!

— vocês não estão se falando né?

— como você sabe?

— você gaguejou. Significa que eu estou certo. Vocês brigaram não foi?

— sim... Foi hoje de manhã. Ele tava estranho.

— eu não quero saber do motivo. Independentemente do que seja, de um jeito. 

Subi pro meu quarto e deitei na cama, fechei os olhos e dormi depois de uns 21 minutos.

CONTINUA...


Notas Finais


Desculpa a demora pra postar, espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...