História O ímpeto findável coligado ao convívio súbito - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Wanna One
Personagens Daehwi, Guanlin, Jihoon, Jinyoung, Personagens Originais, Woojin
Tags Alaska A Mais Dramática, Amizade, Ba(cilão)e Jinyoung, Essa Vai Pra Lice, Te Amo Bebê
Visualizações 54
Palavras 400
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EU NÃO ESQUECI DESSE NENÊ DE FANFIC, EU SÓ ESQUECI DE FAZER CAPÍTULOS PRA ELA

Capítulo 18 - You don't know what to do, right?


— Deixe-me ver se eu entendi — Woojin se pronunciou enquanto mastigava sua refeição, me vendo afogar as mágoas em pouco mais de cem gramas de puro carboidrato, sódio e gorduras variadas em um mísero copo de macarrão. — Ele meio que largou você para ficar com a namorada?

— Exatamente — confirmei em um balbuciar. Afinal, era complicado falar e comer ao mesmo tempo.

— Hyul-ah — direcionei meu olhar ao universitário, obtendo um breve riso, muito provavelmente por estar com a boca avermelhada graças ao molho. —, não acha que está sendo muito dramática?

— Não — expus minha certeza, por mais que minhas sobrancelhas franzidas tenham denunciado meus questionamentos internos. — Jihoon-oppa não trocou você pela namorada, assim como você não trocou ele pela sua namorada — acrescentei, revendo minhas palavras segundos depois. — Até porque nenhum de vocês namora.

Yah! — o maior protestou, obtendo meus risos perante sua ira. — Não precisa relembrar que não namoro.

— Tudo bem, oppa, eu também não namoro — tentei consolá-lo com minha própria solteirice, bebericando o caldo em meio a refeição. — Podemos ser solteiros juntos — propus ao remexer o restante do macarrão no recipiente.

— Ou podemos deixar de ser solteiros juntos — não contive meus nervos, o repreendendo com um peteleco na testa.

— Coma seu ramyeon — foi a única coisa que fui capaz de dizer, remexendo meu macarrão.

— Hyulie — o Park me chamou, obtendo minha atenção. —, você gosta do Jinyoung-ah?

— Ele era como um irmão para mim — lhe confessei meus sentimentos em relação ao garoto. — Eu sempre vou gostar dele, mas nunca nesse sentido.

— Certeza? —confirmei, completamente decidida em relação aos meus sentimentos  de por Bae Jinyoung. — Seu ódio pela namorada dele chega a parecer ciúmes.

— Ele deixou de falar comigo para ficar no encalço daquela pirralha — recapitulei os fatos, largando meus jotgarak dentro do copo já vazio. — O que você quer que eu sinta por ela? Compaixão?

— Não quero que você sinta nada pela garota, Hyul-ah — consta o mais velho, ainda de boca cheia. —, só quero que você se não dê ao trabalho de dar atenção àquilo que não merece.

— Eu sei que ela não merece minha atenção, mas cara... — bufei, sem palavras para me expressar. — Eu só queria esquecer tudo isso.

— É uma questão de tempo até que tudo se resolva — comentou Woojin, me lançando um sorriso de lábios pressionados. — Estou aqui se precisar.

— Você está sendo um ótimo oppa — opinei, rindo da minha própria fala. — Obrigada por ser meu amigo.


Notas Finais


Desculpa a demora, galerinha.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...