História O Indomável - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga)
Tags Bangtan Boys, Bts, Min Yoongui, Romance, Suga
Visualizações 17
Palavras 626
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem 🌹🌹

Apreciem ^^

Capítulo 1 - Destiny and Attraction


Fanfic / Fanfiction O Indomável - Capítulo 1 - Destiny and Attraction

Acabei de chegar na Coréia, deixei todos meus amigos, minha casa, enfim... Mas entendo que mudar sempre é bom, o problema é ter que arrumar toda essa mala, meu skate primeiro, claro. Tiro meu skate e posiciono no chão, coloco um pé nele e penso que seria uma boa idéia andar por aí, depois arrumo o resto. 

- Mãe, vou andar de skate, só um pouco e já volto - Falo com uma voz calma para tentar convencer 

- Hmm você acabou de chegar, quer se perder por aí menina?

- É só ao redor, por aqui mesmo, já andei por lugares piores, por favor

- Só por aqui, entendeu? Se demorar enfio o chinelo na sua guela, depois arruma as suas coisas

Assinto e logo me retiro, coloco o skate no chão e começo a andar, aqui é tão... Bonito, não sei como vou me acostumar, as pessoas, a escol...

Sinto um impacto, não acredito que bati em algo... Ou... Talvez... Em alguém?! Olho para frente para tentar ver se foi algum poste ou sei lá, mas tinha apenas um garoto sentado no chão junto comigo, claro que foi nele que eu bati, parabéns s/n, mal chegou e já matou alguém

Ele estava olhando pro chão, sentado com as pernas cruzadas, claramente machucado, meu amado skate foi parar bem longe

- Moço... Droga, me desculpe

Ele não me responde, está claramente decepcionado

- Olha... A culpa não é só minha, olha por onde anda, sério, quer se matar? Com todo respeito - digo

O garoto finalmente levantou o rosto, estranhamente todo mundo começou a nos olhar e fofocar, pessoas começarem a tirar foto, estava claro, eu atropelei o MIN YOONGUI?!

- Eu estou bem, só... Droga, podia ter evitado toda essa confusão - ele diz enquanto se levanta e limpa sua roupa

- Ah claro como se eu tivesse uma bola de cristal mágico e soubesse que acertaria sem querer um membro do BTS, acontece todo dia viu

Aproveito pra me levantar também, olhando ele de perto... Ele é até bem mais bonito pessoalmente, pele branca, cabelos azuis claros, mais alto que eu, mas nem tanto assim, parece um anjo na verdade... 

- Você... Você precisa de ajuda? Se machucou muito? Por favor me deixe te ajudar - Digo e me inclino como nos costumes coreanos, a fim de me desculpar

Ele olha em volta percebendo as pessoas fofocando e tirando fotos, já estava quase se formando uma multidão nesse lugar, mas como eram coreanos, todos se manterem educados

- Bem... Não se sente desconfortável aqui? Estão te cercando, não precisa se preocupar comigo, você precisa se retirar ou vão te machucar com essa multidão toda

É verdade que estava quase sendo sufocada, mas já era tarde quando ele disse isso, as pessoas estavam muito curiosas nos cercando

O membro do BTS percebe minha situação e me pega pelo braço, a fim de me guiar para um lugar não tão movimentado e para não me perder na multidão. Alguns minutos depois em um lugar mais tranquilo, eu me sento no chão tentando processar tudo isso

- Merda... Meu skate... Minha mãe! Estou ferrada - Murmuro colocando as duas mãos em meu rosto

- Está bem? Se estiver preocupada se eu irei cobr...

- Não, está bem, é só, outra coisa... - Suspiro

- Bem, precisa de ajuda pra voltar pra sua casa? não sei se está muito longe, mas você seria esmagada se continuasse lá

Ele ri

- Ah sim, na verdade eu consigo voltar, não sou mais uma criança, enquanto a você? Está machucado

- Eu sei, você me atropelou - ele ri - Eu estou bem, na próxima vez preste atenção, agora, eu realmente preciso ir - 

- Está bem... Obrigada - eu sorrio

Ele pisca pra mim e se retira 

Alguns minutos depois, entro em casa um pouco receosa, olho e em volta e... 

Meu Deus

...











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...