História O Inesperado - Capítulo 186


Escrita por:

Postado
Categorias Alexandre Nero, Giovanna Antonelli, Salve Jorge
Personagens Alexandre Nero, Giovanna Antonelli, Heloísa "Helô" Sampaio Alencar, Lívia Marini, Wanda Rodrigues
Visualizações 200
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha quem está de volta..haha! Desculpa queridos leitores pela demora. Ah?! Um aviso não me mandaram muitos números por isso não fiz o gp, mas é melhor assim, Fico com a opinião de vcs por aqui mesmo..

Capítulo 186 - Calmaria


Fanfic / Fanfiction O Inesperado - Capítulo 186 - Calmaria

Ao amanhecer Stênio acorda primeiro vai ao banheiro e desce indo direto a cozinha e pede Vânia pra arrumar uma bandeija pra eles tomarem o café na sacada do quarto. A pedido de Stênio, Vânia faz uma bandeija recheada de coisas saudáveis, assim que termina Stênio leva com todo cuidado pra não deixar cair e ao entrar no quarto evita fazer barulho indo direto pra sacada arrumando tudo lá. O sol tinha aparecido em meia a neblina, ainda estava aquele friozinho gostoso de Serra..

Stênio terminou e foi acordar helô que ainda dormia tranquila. Engatinhou na cama devagar e cheirou os cabelos dela que estava de bruços, tirou algumas mechas de cabelo que estava em seu rosto e a beijou ali com todo carinho, helô se remexeu passando a mão no rosto e Stênio sorriu sussurrando..

S: Acorda minha princesa..(cheiro aquela região e foi distribuído beijo do pescoço até as costas, ouviu ela resmugar..)

H: Stê.. deixa eu dormir mais um pouquinho..(Ele sorriu e disse..)

S: Já são 09:00 hrs amor.. Vamos aproveitar a casa um pouquinho até irmos embora. Além do mais tem um café quentinho esperando a gente, vem?! Levanta! (Helô se remexeu e virou ficando de frente pra ele, Stênio sorriu e deu selinho alisando os narizes manhosamente como gostavam..)

H: Bom dia! (Deu mais um selinho nele que sorriu.)

S: Bom dia amor! Dormiu bem?

H: Hum! (Helô bocejo e disse..) Dormi muito bem! Esse clima é tão bom ficar assim na cama, esse cheirinho de natureza é revigorante..

S: Prometo te trazer aqui mais vezes pra você se sentir assim. Agora vem se não vai comer tudo gelado..(Ele se levantou e a ajudou a levantar, ele foi pra sacada e helô foi  no banheiro..)

Assim que retornou viu o tanto de coisa que ele trouxe e o mimo da flor ao centro e sorriu o olhando..

S: Vem amor?! Senta aqui?

H: Amor?! quanto coisa! Adorei a flor..rs! Vou te atrapalhar a comer ai..(Stênio a puxou e disse..)

S: Não vai não! Vem?! (Stênio a acomodou entre as pernas, a cadeira era bem confortável e espaçosa ..)

H: Imprecionante como o sol daqui não esquenta..(helô dizia colocando o café na xícara deles..)

S: Você não viu nada amor! Tem dia que você não aguenta nem vir aqui na sacada pela manhã, hoje até que tá bom..

H: Nossa! Stênio?! Você quer o que? O pãozinho de queijo ou a torrada com geléia?

S: O pãozinho de queijo de né amor..rs! Não dispenso por nada.. (helô o serviu e comeu a torrada...)

H: Aqui é tão lindo! (Helô estava entre as penas dele e se recostou em Stênio enquanto comia e observa o local..)

S: É sim! Quero poder trazer drika aqui, sua irmã pra aproveitar por aqui também sempre que poder. ..

H: Aquelas duas vão adorar isso aqui. Rs! Essa cada tem cara de um local ideal pra fazer uma festa junina..

S: A gente pode organizar né amor?! Tá chegando junho aí!

H: Rs! Stênio?! não joguei verde não..Kk! (Stênio colocou a xícara na mesinha, limpou a boca e a abraçou, beijando o pescoço dela..)

S: Rs! Boba.. Eu achei muito bom seu verde..Kkk! Tem um tempo em que não usamos essa casa. Trazer nossos amigos e familiares pra cá em uma festa junina seria ótimo não acha?! (A olhou de lado sorrindo, helô observava o entusiasmo dele comendo uma fruta..)

H: Dependendo dos amigos seria ótimo sim! (Stênio deu uma gargalhada afundando a cabeça no pescoço dela..)

S: Não entendi essa sua agora..Kk!

H: Não se faça de bobo, porque você não é! Suas amiguinhas salientes pode tirando da lista..(Stênio não parava de rir..)

S: Não faço ideia que amiguinhas são essas que você esta falando..

H: Vou fazer uma listinha pra você então..(helô começou a contar no dedo e ele a olhando com um sorriso..) clarinha.. marininha..luizinha.. Júlii.....(Stênio não deixou ela concluir segurando o queixo dela sorrindo e disse com a boca colada na nela..)

S: Ciumenta..Rs! Depois a gente vê isso..(beijou ela mais uma vez e helô se soltou dizendo..)

H: Esta avisado! Agora vamos descer? Não foi você que me acordou pra aproveitarmos a casa? ( Ele sorriu e levantou as duas mãos fazendo ela da um sorrisinho..)

S: Vamos minha marrentinha!

Foram para o quarto tomaram um banho e se arrumaram. Stênio pegou a bandeija dexou na cozinha agradeceram Vânia e a avisou que iriam da um caminhada pela propriedade já que era quase um sítio o lugar..

Depois de rodarem por aquele lugar conhecendo agora a luz do dia e com mais calma, pois ontem Stênio até tentou mostrá-la, mas a noite e a vontade de ficar juntos após a reconciliação não deixou que ela visse a beleza daquele lugar.

H: Amor?! Esse lugar é enorme e lindo..(Stênio caminhava agarrado a trás dela feliz por corpatilhar com ela aquele momento.. )

S: Que bom que gostou amor! Essa é só a primeira de muitas vezes que pretendo te trazer aqui e desfrutar desse lugar com mais calma..( Stênio parou com ela em frente à varanda que dava a vista pra piscina virando-a de frente pra ele e sorriu ao ter uma ideia..)

H: Que foi?..Rs! Que sorriso é esse? (Stênio sorriu mais ainda e encostou o rosto no dela a cheirando e se aproximou do ouvido dela sussurrando.. )

S: Tô imaginando nós dois qualquer dia desses naquela piscina tomando um banhinho peladinhos na piscina a luz do luar o que você acha hum?! (Stênio mordeu o lóbulo da orelha dela sorrindo e ouvindo ela gargalhar e a encarou..)

H: Você e seus pensamentos pervertidos..Kk! (Helo deu uma gargalhada agarrada nele que ria em seu pescoço, desfrutando daquele som que tanto amava..) Stênio?! se acha mesmo que eu vou ficar nua aqui com o caseiro aqui e porteiro você só pode está fora da casinha e ah?! Fora a sua empregada..

S: Rs! É pensando por esse lado nem eu seria louco de deixar você mostrando esse corpo maravilhoso por aí, masss....(helô sorria e colocou a mão na boca dele..)

H: Masss.. nada! Bora comer, que daqui a pouco temos que ir! (Stênio deu mordidinha na mão dela e helô reclamou..) Aí Stênio.. isso dói caramba! Virou cachorro agora?

S: Para de drama uma mordidinha de nada..rs! Deixa eu da beijinho me da aqui?! (Stênio tentava pegar a mão dela e ela não deixava..)

H: Não Stênio.. Olha só ficou a marca! (Falou cheia de manha e Stênio sorriu pegando a mão dela e enchendo de beijo..)

S: Minha gatinha manhosa..Rs! Já dei beijinho..(a abraçou e beijou com todo o carinho..) Vamos entrar, vamos meu amor?! (Stênio falou baixo com os lábios ainda colado com a boca nela e helô balançou a cabeça concordando deu um último selinho nele e o abraçou de lado caminhando pra dentro da casa..)

Entraram e encontraram Vânia arrumando a mesa para o almoço, lavaram as mãos e se assentaram..


Notas Finais


Eu gosto muito dessa fase amorzinho deles, não sei vocês.. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...