História O Inesperado - Capítulo 46


Escrita por:

Postado
Categorias Alexandre Nero, Giovana Antonelli, Salve Jorge
Personagens Alexandre Nero, Giovana Antonelli, Heloísa "Helô" Sampaio Alencar, Lívia Marini, Wanda Rodrigues
Visualizações 260
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Obrigado por comentar gente... isso me da várias idéias na continuação. .

Capítulo 46 - Comemoração


Fanfic / Fanfiction O Inesperado - Capítulo 46 - Comemoração

Passaram aquela semana afastados por causa da correria de helô em seu trabalho se falaram pelo celular os dois sentiram falta um do outro, stênio se deu conta que estava envolvido e resolveu seguir mesmo que quebrasse a cara no final. Já helô sentia que a ligação com ele era algo forte que precisava estar bem pra ela se sentir bem.. As vezes discutiam por não sobrar nem um espacinho pra eles, mas logo helô contornava a situação.. Ele queria vê-la antes da sexta que era o dia da operação que ela iria participar, mas como não deu ele a desejou sorte e muito cuidado pela chamada de vídeo que eles estavam era o que restava pra eles naquela semana..

A sexta-feira chegou e foi com muito sucesso que tomaram a comunidade que estava sofrendo com os traficantes e facções que ali existiam.. Estabeleceram unidades em alguns locais da região, não tinha sido fácil! Passaram por vários perrengues mesmo com estudos minuciosos de como seria, mas na prática era sempre diferente.. 

Todos que se empenharam naquela jornada torcia pra que desse tudo certo todos estavam muito felizes com a sensação do dever cumprido.. Vários traficantes foram presos, armamentos, drogas e entre outras coisas.. Já era bem tarde quando chegou em casa e no sábado teria que voltar pra fechar de vez aquela operação.. Avisou stênio que estava bem e que tinha sido um sucesso .. ele a parabenizou e convidou ela pra comemorar no sábado.. ela disse que não podia e que estava fechando o caso eles entraram um discussão novamente e ele resolveu não insistir mais.. Ela passou metade do sábado na delegacia e outra metade com a sobrinha e amora pra descansar e estar perto da família, queria estar com stênio, mas como tinham discutido não quis dizer nada a ele..

No domingo helô recebeu um convite do delegado Rocha pra uma festinha de comemoração seria um churrasco na hora do almoço, ela por insistência de rocha que era um amigo pra ela aceitou e confirmou o convite..

Dona verônica insistia pra que stênio ligasse pra helô e confirmasse a ida dela na casa deles.. ele muito contrariado ligou ..

CHAMADA ON

S: Helô! Bom dia.. tudo bem? Minha mãe queria saber se você vem aqui hoje? (Seu tom de voz era neutro..)

H: Oie stênio! Eu estou bem sim! Você esta bem? O pessoal da DP marcou uma festinha, um churrasco na casa do Rocha o delegado e confirmei com eles..(ela sabia que ele ia se chatear, ñ o convidou por pensar no que os outros iam dizer e nas perguntas inconvenientes que não estava disposta a responder.. Diferente de stênio que esperou um convite e não veio e decidiu não prolongar a conversa com ela pra não expor o que estava entalado..)

S: Eu estou bem sim! Então! espera só um minutinho..(chamou a mãe que passava e entregou, mas antes de entregar disse..) É helô fala aqui com a dona do convite..(passou logo pra mãe que estava ao seu lado e saiu da sala..

H: Stêniooo..stêx..(não entendia ou se fazia que não entendia porque ele ficava assim quando dizia que não podiam se encontrar..)

V: Oie helô! Sou eu verônica!

H: Oie dona verônica tudo bem com a senhora?

V: Estou sim minha filha! Queria muito que você nos visitasse de novo, ai pedi para o stênio te ligar..

H: Então dona verônica falei com ele que o pessoal lá da policia vai comemorar o operação que realizamos ontem e pode ser que eu volte tarde e não dê pra eu ir..

V: Eu fiquei sabendo pelo stênio minha filha.. aqui em casa estava todo mundo preocupado, mas vi no jornal que saiu tudo bem.. parabéns pra vocês que tentam fazer dessa cidade um lugar melhor... Mas faça um esforcinho, nós iremos te aguardar..

H: Fiquei até emocionada com as palavras da senhora.. Porque tem muita gente pra criticar e ser parabenizado e reconhecido nosso empenho é muito bom.. Olha eu não vou dar certeza a senhora que vou, mas com certeza irei fazer uma visita qualquer dia desses

V: Então ta bom minha filha! Vou aguardar essa visita..rs! um bom almoço pra você!

H: Obridado dona verônica! E pra vocês todos ai também..

CHAMADA OFF

Stênio já estava puto que não ia ver ela de novo e por ela nem se importar, resolveu ligar pra Otaviano e sair, não ia ficar esperando por ela..

CHAMADA ON

O: Fala viadoo!! Kk.. Já casou mano? Nem te vejo mais! Kkkk

S: Casou o cacete..kk! Tirei essa semana pra estudar aqueles casos que trousse.. hoje faz um mês que estou aqui, até ir embora quero estar bem entendido do caso que é de extrema importância...

O: Ah sim! Pensei que estava indo direto pra casa da helô..kk!

S: Antes fosse! Mas ela sempre tem algo que impede de estar junto, então eu que não vou ficar a disposição dela... quero sair hoje e ai topa? Um barzinho ou uma balada com a galera?

O: Eita..Porra! to vendo que meteu o pé na barraca...kk! Óoh! Vou levar uma mulher to viciado nela estou bobão que nem você..kkkk!

S: Bobão... o caralho..kk! mais diz ai ta pegando quem? eu conheço? Quem foi a maluca que te deu uma chave de pepeca? Kkk

O: ÓH! O respeito..kkk! essa é pra casar.. Você não a conhece trabalha no exercito..

S: kkk! Eita que to vendo que é serio! Isso sim é uma novidade..kkk! mas hoje você me apresenta vou dar os parabéns a ela..kk!

O: Vai dar parabéns nenhum!..kk! Capaz de queimar meu filme!(escutou stênio gargalhando do outro lado..) melhor levar ela hoje não ou você leva a helô ai levo ela..(stênio foi parando de rir e lembrando que helô tinha compromisso e não o chamou..)

S: Que chamar helô o que.. Ta com medo de levar a namoradinha?.kk!

O: Eu só homem de ter medo?! Mas acho melhor levar ela outro dia que estiver todo mundo junto assim conhece os dois..kk!

S: Ta certo então! Vou sair de casa 19:30, vamos naquele barzinho que tem música ao vivo..

O: Ta ok! Te encontro lá mano! Vou almoçar aqui.. bj na boca..kkkk!

S: Sai fora! Abraço..

CHAMADA OFF

Stênio foi almoçar Ana não pode estar na parte da tarde disse que viria a noite .. ele deitou no sofá e ficou mexendo em seu celular até que abriu algumas fotos que helô tinha sido marcada por um colega que provavelmente estava no churrasco, tinha uma foto que pegava ela conversando com o tal homem que ela tinha ido jantar e uma outra que pareciam la no fundo ele abraçando ela e com a mão na cintura.. Sentiu um ciúme que nunca tinha sentido antes chegou a sentir raiva de si mesmo, fez questão de curtir aquelas fotos e guardou o celular.. resolveu ir para quarto vê se dormia, era melhor a se fazer do que ficar pensando nela..

E assim foi até dar a hora de sair.. Avisou dona verônica que não gostou muito, mas foi assim mesmo.. Encontrou Ota e pessoal já o esperando, pediu algo pra beber e engataram em uma conversa o fazendo esquecer dos sentimentos que o perturbavam..


Notas Finais


Stênio chutando o pau da barraca .. hj ele pega todas..kkk!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...