História O inesperado sempre acontece - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Alice Cullen, Bella Swan, Carlisle Cullen, Demetri Volturi, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Jasper Hale, Leah Clearwater, Rosalie Hale
Tags Barraco, Bella, Carlisle, Demetri, Drama, Edward, Jacob, Loucuras, Trio
Visualizações 62
Palavras 1.788
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa é um ilustração de Alice Cullen

Capítulo 30 - Ohh não


Fanfic / Fanfiction O inesperado sempre acontece - Capítulo 30 - Ohh não

P.V.N. Bella

Faz um semana que sai do hospital e de lá para cá as coisas não tem se tornado melhores, praticamente o tempo inteiro tenho que me dar com Carlisle deprimido, sinto me culpada por isso de certa forma, era para que eu estivesse sofrendo um rompimento com ele e não o mesmo com Demetri, se eu tivesse sido mais forte e aguentando ele se esfregando se agarrando em algum lugar desse Palácio com aquele ser repugnante, eu não me sentiria tão doente como agora.

Meu corpo retrata meu estado de espírito, algumas vezes chego a ficar tonta de tanta dor em meu coração, minha cabeça parece que irá explodir, meu corpo fica quente revelando uma febre e isso faz Carlisle passar o dia inteiro ao meu lado tentando abaixar minha febre, não irá demorar muito mais de acordo com Marcus está quase completo o afastamento de sentimentos amorosos de Carlisle e Demetri.

Falando no demonio, ele vem sempre me importunar me pedir para deixar Carlisle, me pede para ficar com Edward e abandonar Carlisle, inclusive chorou certa vez em minha frente, fique tão abalada que quase o deixei, porém Edward entrou pela porta gritando com ele pedindo para o mesmo parar de importunar com suas mentiras e lágrimas falsas.

De la para ca muita coisa andou acontecendo Edward tem mantido algum segredo de mim Carlisle sabe o que se trara e o ajuda, mas eu sei sua aflição ao sair de vez em quando algum soldado Volturi diz que Leah lhe aguardar.

Leah tem se tornado uma curva em meu relacionamento com meus companheiros sempre exigindo a presença de Edward em seu quarto pelo menos uma vez por semana e isso me deixa extremamente enraivecida com isso e pior é não sei como, mas algo faz com que Edward parta me deixando sozinha e com os pensamentos a mil sobre esse mesmo em específico, ele sempre distorce a conversa finge que não é com ele simplesmente sai voltando horas depois calado e quieto. E assim se resume minha maravilhosa semana pôs operatória.

Sabe aquela sensação que se sente quando todos estão lhe escondendo algo e você sabe que sim e os demais estão mentindo por mais que saibam engamar como Edward por ser um bom telepara e Carlisle por sua longa experincia na vida.

A sensação crescente de solidão está em mim sempre esta, apesar de ser constantemente vigiada com olhares de vampiros e humanos, Carlisle sempre está conferindo minha temperatura e fazendo inúmeros exames.

Hoje será diferente, Edward não irá sair sem me dar pelo menos uma explicação plausível para essa situação e não irei permitir que Carlisle tente nem mesmo incobrir essa situação que está se prolongando por um tempo na qual eu ja não estou aguentando, são tantas coisas em volta do meu pensamento tantas coisas que estão me deixando malucas. Talvez Edward seja mesmo parceiro de Leah e estes mentindo para mim...Que surpresa seria não é mesmo? Tal pai tal filho.

__ Senhor Edward Cullen a senhorita Leah Cullen deseja lhe ver! __ Um dos soldados Volturi apareceu em minha porta olhando para dentro como se soubesse que por minha presença deveria falar formalmente.

Edward como sempre se levantou do seu banco passando a mão sobre sua roupa e me olhando eu neguei com a cabeça.

__ Me diga o que está acontecendo? __ Eu falei segurando seu braço a tensão subiu no quarto e uma tristeza possui meu corpo vindo de Carlisle e aflição vindo de Edward.

Eu fico ainda mais confusa quando isso acontece o que eles me escondem por que não posso saber? Esta acontecendo alguma ameaça? Por isso tanta vigilância? Estou morrendo? Estou doente mesmo por isso tanta proteção e tanto exames?

__ Bella eu prometo conversa quando voltar __ Ele falou tentando sair do meu aperto eu firme o pé com força o segurando eu sei que se fosse do seu desejo ele sairia com uma facilidade enorme de meu agarre, ele me olhou dentro dos olhos.

__ Você já vem contando essa historinha de Depois a mais de três dias, estou avisando sai dessa porta se me contar que merda esta acontecendo e farei pior do que já fiz com Carlisle, eu sumo e voce nem em um milhão de anos me encontra __ Falei tão firme que até mesmo me surpreende ao falar, Carlisle em olhou segurando meu braço e olhou para Edward.

__ Vá Edward __ Carlisle falou tirando minha mão do braço de Edward eu o vi sair pela porta mesmo eu gritando que não estou brincado.

Me soltei de Carlisle com força indo em direção ao meu closet, peguei minha mala e enchi de roupa de qualquer jeito.

__ Você sabe que nem pela portaria passará não sabe? __ Carlisle perguntou sentada em posição conhecida como de índio sobre minha cama eu me voltei para ele debochada.

__ Você não sabe o que um belo par de coxas faz Carlisle é bem provável que eu consiga uma passagem de graça somente flertando __ Falei puxando minha mala saindo em direção a porta Carlisle dechoca de minha determinação, quando tentei abrir a porta a mesma está trancada, eu olhei aora Carlisle.

__ Eu lhe disse Bella __ Carlisle riu com a cabeça tombada para trás eles se acham espertos, mas eu sou mais muito mais esperta.

Eu caminhe para o closet com minha mala e fiquei ali sentada em um banco pensando em como fazer Carlisle abrir a merda da porta, não sou de ameaçar sem cumprir não sou do tipo que ameaça em vã, eu estou cansada de tudo de uma forma irreparável meus pensamentos sempre estão em volta de um descanso de uma folga para que meu corpo comece a achar que está melhor e tudo que eu fiz desde que descobri sobre as mentiras em volta e mim simplesmente me deixam desgastadas sem ânimo parece que pouco a pouco a vida está esvairando do meu corpo, sem ânimo para comer, beber, rir e me diverti tenho me sentido uma ocupação de espaço ultimamente.

Eu olho para a janela do meu quarto, é alta muito alta eu morreria se tentasse fugir por... morrer? Bingo Isabella.

Como nao pensei nisso antes, a única coisa que Carlisle e Edward temem é a morte, minha morte...

Um susto pode ser o suficiente para que percebam que precisam de mim, ou que eu estou desesperado por um consolo e respostas.

Eu me inclino sobre a janela, tem alguns membros do clã la em baixo eles jamais me deixariam morrer e se deixarem o que demais tem, minha vida esta um droga por que tudo que consegui na vida foram mentiras e mais mentiras, me sinto cercada po pessoas que tem o prazer em me torturar psicologicamente. Passe meus pés para fora do quarto quando ouço um voz.

__ Bella? __ Eu me viro olhando Alice na porta ela me olha com seriedade, porém tão serena como sempre, eu olhei para eles saindo da janela com seu olhar passivo sobre mim __ O suicídio Bella nunca é a melhor opção nunca é. Converse comigo Bella? Não faça loucuras por um sentimento que pode ser resolvido __ Alice fala com tanta aflição na voz ela esta tão ou até mais abalada do que eu.

Eu sou pega com carinho e colocada na minha cama, Carlisle nao mais está aqui nem mesmo seu cheiro de camomila com menta, Alice subsistirá tudo com seu cheiro de terra molhada e flores recém desabrochadas.

__ Por que é tão difícil Alice? __ Eu coloquei minhas mãos em meus joelhos me inclinado para frente para chorar, Alice passou as mãos em minhas costas e sussurrou uma música serena para mim, aos poucos me entrego a dor que sinto é uma forma de aliviar o que sinto em entregar de corpo e alma.

__ Você esta entrando em depressão Bella, você ainda é uma humana e lhe dar com tantos sentimentos não é fácil, como se não bastasse os seus tem que lhe dar com os de Carlisle e Edward que por si só estão uma bagunça __ A voz de Alice é tão calma, serena e linda eu balanço a cabeça desde que sai do hospital as coisas tem piorado em um nível grande demais.

Nessa semana passei por tudo, olhares de reprovação, chantagem emocional, balanços de sentimentos alheios e muita dor física e mental. Em uma semana vi todo meu sonho de menina se transformar em um pesadelo, dois homens lindos que são meus estão me deixando doente, Carlisle com sua luta para desfazer o laço e Edward com sua distância, não física ele sempre está presente mais Seus pensamentos estão londe em alguém, me sinto cada vez mais desesperada, cada vez mais triste é doente. Sozinha. Completamente sozinha.

__ Bella eu prometo que vou lhe ajudar __ Alice falou indo até a porta, Jasper entrou sorrindo, ele se deitou na cama ao meu lado e sorriu para mim enquanto envia ondas de calma para meu corpo.

Jasper é com um bálsamo para meus machucados e cicatrizante para minha alma.

Foi com alguns segundos em completa paz sinto meu corpo quase perder a consciência eu ouvi a voz de Alice dizer.

__ Edward está matando ela ao esconder isso __ Alice falou sinto Jasper sair de perto de mim então não ouço mais nada.

__ Edward acha que é o certo, ela tem passado por muitas coisas, não é justo __ Jasper rebateu sua namorada, eu olhei de canto de olho para eles, os dois estão de lado para mim e de frente um para o outro, Jasper mantém uma mão na cintura de Alice e a Alice tinha suas mãos na cabeça.

__ Ela quase se matou, se eu não tivesse tido minha visão agora estaríamos chorando a perda de Bella, Edward tem que contar __ Alice fala desviando das mãos de Jasper se virando para porta, eu vi Jasper a abraçar por trás e olhar para frente também.

__ Não é fácil para Edward, temos que apioar ele não o crucificar Alice __ Jasper falou com tanta raiva que isso se apoderou do meu corpo, eu me lentando com raiva da cama atraindo olhares.

Passei por ambos eles tentaram me parar sem me machucar mais isso se resume em palavras e não está funcionando, quando abri a porta do quarto de Leah encontro o que jamais poderia entender ou perdoar.

Minha respiração falha, minha mente fica completamente nublada de raiva e susto, meus pés falha de imediato e meu estômago se revira enquanto caio em um imenso abismo maluco, meu corpo implora pelo sustento enquanto escorregou para chão chocada com a cena na minha frente.

Mãos frias e protetoras envolvem meu corpo, olhei para cima dando de cara com Emmett, ele nada fala somente me ergue do chão me levando para fora, porém a voz de Edward soou antes que ele pudesse atravessar a porta.

__ Perdão Bella...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...