1. Spirit Fanfics >
  2. O Inesquecível - Jin >
  3. Cap - 6 - O banco do parque

História O Inesquecível - Jin - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, mais uma cap para vocês e como disse no anterior, estou com o pulso ruim então uma amiga está me ajudando a escrever, espero que gostem ☺

Boa leitura!

Capítulo 6 - Cap - 6 - O banco do parque


Fanfic / Fanfiction O Inesquecível - Jin - Capítulo 6 - Cap - 6 - O banco do parque

                     • 1 ANO DEPOIS • 


                         - Jin - ON - 


1 ano se passou desde que conheci a s/n, a mulher que não sai da minha cabeça, a mulher que eu desejo todos os dias reencontrar nem que seja nos meus sonhos, todos os meninos já sabem sobre ela, sobre o que aconteceu entre a gente e até deram-me forças para ligar para ela, mas eu não iria me passar por idiota novamente, ela disse em alto e bom som que eu fui apenas um momento bom, ahh como aquelas palavras permanecem vivídas em mim, pareço um adolescente orgulhoso, eu sei, mas se ela não quisesse ter dito aquelas palavras, ela ligaria e isso não aconteceu... Por ela também ser famosa, sempre procuro por ela na internet e ela está indo bem, parece estar muito feliz em suas fotos e vídeos, nunca mostra nada pessoal, apenas trabalho mas ela parece realmente feliz e é isso que importa!

O grupo está indo cada vez melhor e eu estou muito orgulhoso de nós, nosso contrato está para se encerrado e já estamos conversando sobre isso, achamos que esta chegando a hora de dar tchau e seguirmos com nossas vidas, nossos ARMY's são tão preciosos e nós os amamos e por ter certeza desse amor, estamos pensando em dar tchau aos palcos amando eternamente a cada um que nos apoiaram!


                        - S/n - ON -


1 ano... 1 ano que interrompi minha viagem ao mundo, a cada cidade que eu ia, eu não conseguia me encantar, não sentia mais paixão por aquilo e isso se dava por que eu só conseguia pensar em como eu estaria feliz se o Jin estivesse comigo, eu só conseguiria me sentir encantada com os lugares se ele estivesse comigo, mas ele não está... tudo perdeu a graça e minha vida pessoal é uma bagunça desde então, há 1 ano que eu tento me desviar de tudo relacionado à ele, mas é em vão, eu amo o grupo, vibro a cada conquista deles e fico mais feliz ainda pelo meu amado, embora eu ache que ele ja me esqueceu... eu o amarei eternamente mesmo sofrendo tanto por não te-lo por perto, mas do que eu tanto reclamo?! Eu sou a culpada por isso!

Por outro lado, minha vida profissional tem sido perfeita! A única alegria da minha vida é trabalhar, mergulhei de cabeça no meu projeto de ter minha própria marca de maquiagem! Quero levar meu nome ao mundo com produtos de qualidade e farei isso acontecer!

Uma linha completa! De cuidados com a pele a pós makeup. Estava empolgada e depositando todas as minhas energias nisso!


         • 2 ANOS DEPOIS - Coreia do Sul •


Olha quem voltou para a Coreia depois de três anos, estou aqui para promover minha marca de maquiagem, eu fiquei muito feliz que uma das marcas mais famosas da Coreia reconheceu o meu trabalho, meu nome e me chamou para promover minha marca aqui em um grande evento, estava tudo perfeito. Confesso também que estava insegura em voltar aqui, nunca mais entrei em contato com o Jin, a três meses o contrato deles tinha acabado e eles não renovaram o que fez o grupo dar disband, eu fiquei muito triste, óbvio, eu os amava, mas, fiquei feliz porque sabia que, se os meninos tomaram essa decisão, era porque estava na hora de dizer adeus.

O evento só ia começar as 14:40h da tarde, e ainda era 10:06h da manhã, então dava tempo de dar uma passeada por esse lugar e matar a saudade de alguns lugares que eu já havia visitado antes.

                         

                         - Jin - ON -


Há exato três meses eu e os meninos resolvemos não renovar nosso contrato e dar disband no grupo, foi uma decisão muito difícil de se tomar, mas ja estava na hora, nós precisávamos de mais tempo para nós e nossas famílias e os tempos livres não eram o suficiente, tirando que mesmo depois de anos nós continuávamos recebendo hates e pressão da mídia e da empresa, eram coisa comuns para nós e que sempre esteve ali, mas chegamos ao nosso limite e então decidimos que essa era a hora depois de anos pensando sobre, iremos amar e sermos gratos eternamente aos nossos ARMY'S por tudo.

Decidimos ir a um restaurante para conversar e matar a saudade, nós fomos ao nosso lugar preferido de tomar café da manhã que inclusive era o café em que conversei com a s/n pela primeira vez! Sim, eu não a esqueci e nunca esquecerei, ela é o amor da minha vida! 

Eu e os meninos conversamos bastante até que eu decido ir embora pois já estava cansado, me despeço de todos ali e vou caminhando em direção a um parque que tinha ali perto e resolvo sentar em um banco para pegar um vento no rosto, o clima estava ótimo nem muito frio e nem muito quente, bom o suficiente. 



                                      - S/n - ON -
  

Depois de caminhar um pouco resolvo sentar em um banco que tinha no parque perto do café em que conversei com o Jin pela primeira vez, não tive coragem de entrar então só me sentei por perto. Estava olhando tudo em volta e distraída não percebi que tinha alguém sentado ali também, mas quando ergui um pouco minha cabeça pude ver uma silhueta conhecida e ouvi sua respiração pesada, quando meus olhos foi de encontro ao seu rosto, pude ver quem eu menos (ou mais) esperava encontrar.

S/n - J-jin? - disse com a voz trêmula me levantando

Quando finalmente ele abre os olhos posso ver nitidamente sua cara pálida de surpresa em me ver.


                        - Jin - ON -


Estava bem relaxado recebendo aquele vento no rosto, até que sinto alguém se aproximar, porém não dou importância e continuo com os olhos fechado recebendo a fresca, estava com a respiração pesada pois breves flash se passavam em minha mente... Até que uma voz feminina, uma que não me era estranha, chama o meu nome o que fez com que um calafrio percorrece todo o meu corpo, e quando abri os olhos pude ver nitidamente quem era.... Era ela... A pessoa a qual fui apaixonado, a qual eu amei e amo, a pessoa que me magoou bastante, eu realmente não esperava ve-la aqui, pensei que não teria coragem de voltar para Coreia e ainda vir falar comigo, eu estava sem saber o que falar, mas resolvo abrir a boca...

             Jin - S/n?...



                          - S/n - ON - 


Meu coração disparou, um gelo percorreu minha espinha, minhas mãos começaram a suar, era o mesmo sentimento de quando o vi pessoalmente pela primeira vez e não contive um largo sorriso.


                           - Jin - ON -


Meu coração deu umas erradas nas batidas e senti minha garganta secar, juro que tudo em nossa volta parou por um breve momento, senti uma vontade enorme de agarrar ela ali mesmo mas logo me lembrei de tudo o que ela me fez passar e agora está aqui na minha frente com um sorriso, esse maldito sorriso que eu tanto senti falta, que eu tanto desejei ver todos os dias ao acordar, a leve brisa trazia seu aroma até minhas narinas. Me toquei que possivelmente estava olhando com cara de idiota para ela, a respondi. 

Jin - O-oi, s/n, quanto tempo  - forçei um sorriso.

 S/n - Realmente, como você está?

Mas o que está acontecendo? Porque ela está puxando assunto comigo como se nada tivesse acontecido? Será que ela se esqueceu de como me deixou? Resolvi ser direto!

Jin - Olha, s/n, eu não estou afim de conversar com você... - ela me olhava confusa - não to afim de fingir que tudo acabou bem e amigavel... - falei abaixando a cabeça, sentia que poderia me derramar em lágrimas a qualquer momento.

S/n - Jin... - colocou suas macias mãos que eu tanto senti saudades em meu rosto me fazendo a olhar - você ainda não me esqueceu?...

Como assim "ainda não me esqueceu?" Qual a parte do "eu gosto de você, te quero comigo" ela não entendeu naquela época? Porque ela fala com tanta tranquilidade parecendo que eu sou a pior pessoa do mundo por não esquecer o amor da minha vida?! 


                        - S/n - ON -


Quando Jin disse que não queria conversar comigo, que não agiria como se nada tivesse acontencido, senti meu coração sendo esmagado, ele não havia me esquecido e muito menos o que aconteceu. Para mim, era como se tudo tivesse acontecido ontem o que me faz viver torturada! Mas pensei que ele havia esquecido... Eu queria que ele tivesse esquecido... Quando abaixou sua cabeça senti que não estava bem e levei minhas mãos até seus rosto para que ele me olhasse... que saudade senti de sua pele... meu Deus, como eu o amo...

Quando perguntei se ele não havia esquecido, seus olhos ganharam uma sombra, suas sobrancelhas se juntaram e ele fazia um bico, confesso que eu amava essa expressão dele, mas naquele momento não estava amando... era uma expressao de raiva e era de mim.

Jin - S/n não me toque, sai - disse friamente tirando minhas mãos de seu rosto com força.

S/n - Jin, por favor não faça isso, eu me importo com você, vamos conversar.

Jin - Se importa mesmo? Se importasse não teria feito o que fez!


                        - Jin - ON -


Parecia que tinhamos voltado à 3 anos atrás e eu queria muito ter aquela conversa que éramos para ter tido naquela epoca!

S/n - Eu fiz o que eu fiz pensando no melhor para você, eu não queria te prejudicar...

Jin - Você não entende né?!

S/n - Não entendo o que?

Jin - Naquela época o melhor pra mim era ficar com você, independente das consequências, eu não estava me importando com a merda do contrato e nem com o que os outros iriam pensar, eu só queria você ao meu lado sendo minha... - meus olhos se encheram de lágrima em pensar novamente nesse assunto.

S/n - Eu sinto muito... - Ela abaixa a cabeça e senta no banco ao meu lado.

Jin - Você disse que fez isso pensando no que era bom pra mim, você fez isso ACHANDO o que era bom pra mim, você nem se quer perguntou o que eu queria, deixou seu achismo resolver tudo.

S/n - Mas eu disse pra você esperar para conversarmos melhor.

Jin - Sim, mas eu estava com raiva, você pelo menos poderia ter entrado em contato comigo depois mas nem isso fez, o que para mim, era apenas confirmação de que eu realmente não passei de uma noite de sexo.

S/n - Você foi embora pedindo para me afastar, apenas respeitei seu espaço, por favor não tente me fazer o monstro da história!

Ela estava certa, eu não dei a chance da gente conversar novamente, fui embora e mandei ela se afastar, ela não tem toda a culpa assim.

Jin - Tá, você tá certa!

S/n - Viu... Então podemos sair e conversar?

Olhei no fundo de seus olhos e como sempre ela estava sendo transparente, eu podia senti o quanto ela estava nervosa e ansiando por aquela conversa mas não será tão fácil!

Jin - Não...

Seu celular começou a tocar e ela ignora mas logo toca novamente, ela olha e resmunga *droga, logo agora* 

S/n - Espera, preciso atender, é urgente!

Quando ela se virou se levantando para atender, soltei o ar que prendia pelo nervosismo, anos se passaram e a presença dela ainda causa um efeito tão grande em mim, não pude evitar de olha-la, ela está ainda mais linda, ainda mais mulher, não tinha mais sua franjinha e seus cabelos estão mais curtos e com algumas mechas claras, como ela conseguiu ficar ainda mais perfeita? 

Fui tirado do meu transe quando percebi que ela estava desligando o telefone e parecia irritada com algo relacionado a algum evento.


                         - S/n - ON - 


Meu celular começou a tocar justo na hora em que estavamos tentando conversar, tentei ignorar mas era Kendra, minha sócia e braço direito no trabalho e na vida, tinha ocorrido um problema na organização do evento e eu tinha que ir resolver pessoalmente.

S/n - Jin, eu preciso ir... - eu estava irritada e triste.

Ele se levantou do banco sem dizer nada indo embora dando um breve tchau me deixando confusa, que saco! Não o julgo, eu o deixei destroçado com minhas atitudes e palavras.


                         - Jin - ON - 


Embora em meu peito uma grande dor pela incerteza se a verei novamente, tomasse conta de mim, eu não cederia tão fácil, poxa, eu tinha dado tudo de mim para ela e ela me jogou um balde de gelo, 3 anos que choro e sinto saudade dessa fdp linda, levantei dei um breve tchau e saí andando sem dizer nada...

 S/n - Eeii espera.... Jin.... Pera aí menino, tu anda muito rápido...  - disse ofegante puxando o meu braço.

Jin - O que foi agora?

S/n - A gente podia sair pra jantar, sei la, por favor, vamos conversar?! Em?! Jin... - disse com o olhos lacrimejando - me deixe tentar ao menos?!

Jin - Vou pensar no seu caso...

S/n - Tudo bem, mas como eu vou saber se você aceitou ou não? 

Jin - Meu número é o mesmo, se você não tiver excluído você que lute para me achar - me virei e continuei andando -

S/n - Mas que cara abusado - revirei os olhos.

Depois que ele foi embora, fui também para resolver o problema e me preparar para o evento, eu tinha que estar impecável! Não podia deixar de pensar em como seria incrível ter o Jin comigo nesse momento, na verdade, nesses 3 anos eu só desejava poder compartilhar minhas realizações com ele! Sim, eu lamento muito por uma situação que eu mesma criei, mas quando o vi novamente, o mesmo sentimento de quando o vi pela primeira vez, tomou conta de mim me trazendo a certeza de que irei lutar pelo meu amor, pelo nosso amor, irei lutar com tudo para fazer dar certo!

Antes de ir para o hotel, passei no lugar do evento e resolvi a situação, logo fui para o hotel e dei uma descansada ainda era cedo então ia dar tempo e o sorriso bobo de adolescente se fazia presente em meu rosto.


                       - Jin - ON -


Fui embora me esforçando para não voltar e agarrar ela, foi como quando a vi pela primeira vez, me fiz de dificil porque o jeito que ela me deixou não foi brincadeira, agradeço muito aos meninos que me ajudaram, inclusive preciso falar com eles sobre isso... preciso saber como fazer... eu a quero como nunca, preciso lutar por nós e vejo que ela também quer isso, vamos conversar, ainda tento entender o porque dela ter me deixado.

Ouvi ela falar de um evento no celular, será que ela está aqui a trabalho?! Pesquisei e descobri que ela está lançando sua marca, seu nome, que orgulho da minha pequena, tentarei ir ao evento, sempre quis ve-la trabalhando, quero estar lá mesmo que ela não saiba, eu quero viver isso com ela, sei o quanto ela sonhou com isso.


                        - S/n - ON -



《12:10hrs》

Comecei a me arrumar, tomei um banho não muito demorado, arrumei o meu cabelo num rabo de cavalo bem alto e fiz uma maquiagem não muito exagerada, apenas um esfumado, um delineado e botei meu batom vermelho de lei, ja falei que amo vermelho?! Minha linha é toda inspirada nas rosas vermelhas, está um encanto! Coloquei um macacão vermelho com uma leve abertura na cintura dando um ar sexy e deixando meu corpo mais alongado (o que eu preciso muito) de uma só manga bem "amados, cheguei", preciso estar maravilhosa, esse evento será para mais de 3 mil pessoas, investidores, empresários, influencers, grandes marcas estarão presente e eu quero fazer isso bem! O nervosismo toma conta de mim mas com os anos aprendi a controla-lo. 

Depois de me arrumar chamei um táxi e fui para o local, tinha que estar lá cedo então sai do hotel 13:30hrs.


                    [ Quebra de tempo ]

                            - Jin - ON -


O evento esta cheio, para minha sorte, como o foco é na s/n ninguem irá me reconhecer aqui, obviamente fui de máscara e óculos, todo cuidado é pouco.

Quando vejo s/n subir no palco meus olhos brilharam, ela estava tão linda! Tão cheia de si, via seu auto orgulho de longe!! Aahh que felicidade ver minha menina mulher se realizando, sim, MINHA, não irei deixa-la escapar novamente! O evento foi um sucesso, a vi sumir na multidão e fui embora.


                         - S/n - ON - 


O evento foi perfeito! Todos adoraram a minha marca e me elogiaram bastante, conseguimos diversos contatos, tirei bastante fotos e até pensei em ter visto o Jin, como se fosse possível rs, estava alucinando de tanta vontade de te-lo por perto, ignorei e fui conversar com muitas outras empresárias. O evento estava no fim e resolvi me despedi do pessoal e ir para o hotel, cheguei exausta, era umas 20:40h por aí, pensei em ligar para o Jin já que eu ainda tinha o número dele, mas deixei pra lá porque se ele aceitasse o jantar agora eu não ia recusar, mas eu estou muito cansada pra isso, então tentarei amanhã.


                   [ No dia seguinte ]


Acordei umas 9:40h, tomei um banho e pedi um café da manhã no quarto. Depois de tomar o café e ficar atoa na cama eu pensei em ligar para o Jin, eu estava com o dia livre e por quê não chama-lo para um almoço? Mas a gente ia jantar não almoçar, quer dizer, a gente jantaria se ele aceitasse.

Joguei a ideia de chamar ele para almoçar de lado e resolvi almoçar sozinha e no hotel mesmo. O qus foi a melhor escolha já que Kendra me liga avisando que teriamos reunião por facetime com alguns investidores. Quando se passou um tempo depois da reunião resolvo ligar para ele para saber se ele aceitou o jantar pra eu começar a me arrumar cedo pra ficar bem gata, quer dizer, gata eu já sou, só ia da uma arrumada pra ver se ele se convence que a gente deveria tentar de novo.

Sobre isso, confesso que estou com um pouco de medo, medo que ele acabe não me perdoando e se passará mais anos que eu ficarei aqui me julgando e culpando por ter desistido de nós tão fácil como foi, ele estava certo eu pensei que sabia o que era bom pra ele, mas eu estava enganada eu só julguei o que EU ACHAVA que era bom pra ele, só de lembrar ele falando que só queria que eu estivesse ao lado dele, me faz me sentir tão culpada e com o coração em pedaços... Mas ele também tem culpa, eu tentei chamar ele pra conversar mas ele foi embora e pediu pra não ligar e manter distância, foi o que eu fiz, respeitei o seu pedido, seu espaço. Mas chega, nos reencontrarmos naquele lugar perto de onde nos vimos sozinhos pela primeira vez, é um sinal (sim, acredito em destino) para recomeçarmos, vou ligar pra ele e saber se ele aceita ou não são 17:08h da tempo de reservar uma mesa em um restaurante pra umas 20:30h. Chega de enrolação, respirei fundo e liguei...


                       ▪︎Ligação ON▪︎

Jin - Alô? 

S/n - O-oi é a S/n...

Jin - Ah você o que você quer? - se ela pensa que vou facilitar pra ela, ela esta enganada.

S/n - Saber se você aceita o meu pedido de jantar?.... Hoje?... Em? 

Jin - .......

S/n - Jin? ainda tá aí?

Jin - Estou

S/n - Por que não responde? 

Jin - Tô me fazendo de difícil 

Não contive uma baixa risada com isso, eu amo esse homem, meu Pai do céu, como eu amo esse jeito criança dele!

S/n - Ok, agora que já se "fez de difícil" pode me responder? 

Jin - ... Tá eu aceito.... Que horas e onde?

S/n - As 20:30hrs, eu vou te mandar a localização por mensagem

Jin - Ok

S/n - Ok, at....

                      ▪︎Ligação OF▪︎


S/n - Mas tinha que desligar na minha cara?


Notas Finais


Espero que tenham gostado e desculpem qualquer erro ortografico que tenha passado batido na revisão!

Link da maquiagem e cabelo: https://pin.it/7o6jQJZ

Link da roupa do evento: https://pin.it/2d3zLpG


Até a proxima, babys 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...