História O inferno é rosa - GaaSaku - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Sakura Haruno
Tags Anjo, Demônio, Gaara, Gaasaku, Hinata, Inferno, Kibahina, Naruto, Pacto, Percado, Sakura, Sakura Haruno, Sasunaru
Visualizações 126
Palavras 1.200
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, FemmeSlash, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não é sábado ainda mas a gente finge, estava com ele pronto e queria postar.

Tenham uma boa leitura!

Capítulo 7 - Parte VII


Sakura


Subi a escada para o segundo andar enquanto via alunos correndo para não chegar atrasados para próxima aula, fui em direção a sala 2B que descobri que a algum tempo não era usada, assim que entrei não demorou muito para que ouvisse a porta sendo aberta novamente e fechada em seguida

— Que porra estão fazendo?! — Gritei nervosa encarando os dois

— Tenho permissão para usar forma humana para cumprir certas missões — Se explicou Hinata com o rosto corado devido ao meu grito — Deseja ver minha licença?

O que fiz para merecer isso? Oh sim, troquei minha vida celestial por uma merda de humano, parabéns pra mim.

— Fiz um pacto com o Naruto enquanto ele estava bêbado na festa — Disse Kiba — Mas sempre que falo disse ele fica rindo, acho que não acredita muito

— Isso é muito errado — Acusou Hinata o olhando assustada — O garoto não tem noção da gravidade do erro que cometeu.

— Olha, ele fez por livre e espontânea vontade, ele próprio havia dito na festa que me queria como demônio, você ainda estava perto na hora — Se defendeu Kiba — Quando fui atrás dele, ele logo se interessou pelo pacto, se ele fez tendo noção ou não, o problema não vai ser meu

— Espera! — Chamei a atenção de Kiba — Você beijou o Naruto?

— Apesar de uma parte de Naruto ter acreditado na gente, outra parte ainda morria de medo de beijar um homem — Ele se sentou em cima de uma mesa — Então eu mandei ele parar de fogo cu e dei um beijo nele pra ele ver que não era grande coisa. Eu apenas o ajudei

Todos ficamos em silêncio por alguns instantes enquanto Hinata balançava a cabeça negativamente, desaprovando a atitude de Kiba.

Pensava em como faria para me livrar de dela, mas aquilo só ficava mais difícil.

— Como assim você se apresentou como prima do Neji? — Perguntei tentando sanar minha dúvida.

— Ele é mé-medium — Hinata se mostrava nervosa ao se explicar — Conversei com ele, resolveu me ajudar.

— Seus olhos realmente se parecem com os dele — Kiba se aproximou muito da garota olhando seus olhos, isso fez com que a mesma desse alguns passos para trás se encolhendo com as bochechas coradas.

Não respondi, precisava pensar, Neji agora se tornava uma grande ameaça, como amigo de Gaara ele poderia talvez exercer muita influência sobre si.

— Quando poderei falar com Gaara? — A morena perguntou.

Penso que a mesma estava ansiosa para acabar de uma vez com aquilo e voltar para seu lar que chamava de paraíso.

— Em breve, ele só pediu mais um tempo — Menti e fiz uma pausa, meu tempo estava acabando — Mas não fique com muitas expectativas, ele não parece achar de todo mal a ideia de ir para o inferno.

Kiba me olhou no mesmo instante, tentava me ler, tinha noção de como eu estava jogando, e sabia que não aprovava isso em nada, me considerava sentimental demais para algo assim.

— Não posso esperar por muito mais tempo, ele precisa se decidir — Insistiu a anjo.

— Ele vai — Reafirmei — Agora pode ir, acho que como anjo não vai querer manchar sua imagem de humano com faltas e notas ruins

Como esperado aquilo foi o suficiente para que ela pedisse licença e se retirasse da sala.

— Você não pode deixar que ela se aproxime do Gaara está me ouvindo? — Disse segurando a gola do uniforme de Kiba.

— Ah claro, enquanto eu faço o trabalho sujo você apenas fica a toa com seu joguinho de paquera, ridículo.

Revirei os olhos com sua resposta

— Não irei fazer só isso, terei que ficar de olho no Neji, ele é uma pedra no meu caminho — Rebati. — Agora volte para aquela sala e não tire os olhos daquele anjo.

— Você esta me devendo uma Sakura, não se esqueça — Ele disse me encarando sério, em seguida saiu.


✘✘✘


Gaara


A aula de Kakashi foi interrompida, fazendo com que minha atenção e a de todos fosse em direção a porta.

— Me-me desculpe — Hinata fez uma breve reverência — Posso entrar?

— Está meio atrasada, mas deixarei passar — Kakashi sorriu por trás da máscara — Mas da próxima se certifique de chegar no horário correto.

Observei Hinata caminhar até o funda sala se sentando na segunda fileira, desviei o olhar quando ela me olhou de volta.

— Bem, tenho 3 pontos que preciso dar a vocês, deixarei que tomem a decisão, querem trabalho ou que eu acrescente na prova? — Perguntou Kakashi — Vamos fazer uma votação, quem quer trabalho levanta a mão.

Kakashi era nosso professor de física, e assim como Sakura era meu demônio, para muitos ali o demônio pessoal era Kakashi, mas ele não era problema pra mim, sempre fui muito bom em física, por isso não me manifestei para votar.

Como esperado poucas pessoas votaram em trabalho, os quesitos que Kakashi estipulava era alto, todos preferiam fazer a prova e tentar acertar chutando as questões, era mais seguro.

— Claramente o trabalho perdeu — Kakashi disse com as mãos no bolso — Mas como gosto de apoiar as minorias vou passar trabalho.

E assim as lamentações se instalaram, 34 alunos se lamentando sobre sua futura e já certa nota 0 que tirariam.

Novamente alguém bateu na porta, mas dessa vez ninguém deu atenção, estavam ocupados demais reclamando por algo que não teria como mudar.

— Está muito atrasado, mas entra que estou passando trabalho.

Kakashi disse para o outro novato — que provavelmente era um demônio — que pedia para entrar.

O garoto com as tatuagens tribais no rosto olhou para toda sala, parecia procurar algo, ao acompanhar seu olhar vi que se tratava de Hinata, os dois pareciam bem próximos, isso me fazia ficar mais curioso pela garota.

Ainda me perguntava que tipo de criatura Hinata deveria ser.

— Vocês vão falar pra mim sobre as fontes de energia renovável e não renovável — Começou a explicar fazendo com que todos se calassem — O trabalho vai ser em dupla, tem que me entregar na próxima semana.

O burburinho começou novamente, resolvi esperar alguém vir fazer dupla comigo, no fim alguém tinha que sobrar.

— O-oi Gaara, posso fazer dupla com você? — Me virei para ver de quem se tratava e era Hinata, a garota parecia me perseguir.

— Claro — Concordei dando um sorriso.

Seria muita indelicadeza da minha parte perguntar se ela era um demonio logo de cara?

— Você vai fazer dupla comigo certo? — Kiba chegou perguntando a Hinata — Na minha casa ou sua?

— N-na verdade Kiba farei com Gaara — Explicou

Kiba me olhou de cima a baixo e suspirou, me senti meio mal, não queria ser motivo de discórdia entre os dois, seja lá que tipo de relacionamento eles tenham.

— Eu é que farei trabalho com Gaara — Neji chegou falando em seu tom sério de sempre — Irei na sua casa amanhã a tarde para começarmos.

Concordei com a cabeça, achei melhor assim, mal conhecia Hinata, provavelmente ficaríamos em uma situação desconfortável, tinha dificuldade em me socializar, e ao julgar pela maneira em que gaguejava e corava constantemente, ela também deveria ter

O sinal bateu em seguida, me levantei saindo da sala, precisava me apressar, havia combinado de ir no cinema com Sakura.


Notas Finais


Quero informar aqui que o Kakashi é totalmente inspirado no meu professor de física, essa votação do trabalho é totalmente fatos reais, aconteceu exatamente assim e ele disse a mesma coisa, é isto.

Espero que tenha ficado claro aqui a explicação de algumas coisas do ultimo capitulo, se tiverem alguma duvida deixem nos comentários, não hesitem em perguntar

Comentários me deixam felizes, me façam felizes

Até o próximo capitulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...