1. Spirit Fanfics >
  2. O Infiel ( Mpreg ) >
  3. Capítulo 28

História O Infiel ( Mpreg ) - Capítulo 28


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii meus amores aqui está mais um capítulo pra vocês espero que gostem.

Boa leitura.

Capítulo 28 - Capítulo 28


P.O.V. Scoups

Estou no meu quarto deitado na cama no meio dos meus dois namorados, eles estão mexendo no celular sem me dá atenção, isso me deixa com um pouco de raiva, poxa a gente devia ficar se pegando nessas horas que estamos os três no quarto, isso é o certo a se fazer.

Do nada Jeonghan me empurrou pra ponta da cama e foi no meu lugar, ele subiu em cima de Joshua começou a beija-lo, eles ficaram assim até tirarem suas roupas, eles tavam se pegando na minha frente sem me chamar, eu não tô acreditando nisso, tenho que fazer alguma coisa.

--Ei vocês vam se comer na minha frente sem mim? É isso mesmo é? - perguntei indignado.

Eles me olharam e começaram a rir e depois voltaram a se pegar, quando eu vim que Jeonghan tava pronto pra sentar no outro eu parei eles, peguei ele e puxei pra mim com força.

--Vocês não vam fazer isso sem mim! - falei sério.

--Nós só estavamos te provocando bobinho. - o que estava nos meus braços respondeu rindo.

--Eu tava doido pra saber o que você ia fazer. - o outro falou com um sorriso.

--Vocês tramaram contra mim né espertinhos. - falei.

--O que você vai fazer com a gente agora? - o mais novo perguntou.

--Eu vou castigar vocês. - respondi e sorri de lado.

--Como? - Jeonghan perguntou fazendo bico.

--Vou fuder vocês bem fundo e rápido. - falei com um sorriso safado.

Tirei toda minha roupa e fui pra cima de Joshua e comecei um beijo necessitado, fui descendo os beijos até seu mamilo e ele gemia baixo, voltei pra sua boca e me ajeitei no meio de suas pernas, olhei pro outro que tava se tocando e gemendo meu nome e suspirei animado.

Olhei pro que estava debaixo de mim dei um sorriso e penetrei fundo, ele gemeu rouco, então fui me movimentando um pouco rápido e ia gemendo meu nome bem alto, comecei a ir bem rápido e ele arranhava minha costas enquanto gemia, seus gemidos me deixa mais exitado.

Ficamos assim até ele gozar e melar nos dois, então olhei o outro e fui até ele.

--Fica de quatro pro seu namorado vai. - pedi sorrindo safado.

--Com todo prazer meu amor. - respondeu com um sorrisinho.

Ele ficou como eu pedi e fui me ajeitando na sua entrada, ele é bem sensível e gemeu baixo só com meu toque, então o penetrei derepente e ele gemeu muito alto, alguém deve ter escutado como da primeira vez de nós três juntos, ele ficou morrendo de vergonha.

Comecei a me movimentar e ele gemia muito alto, então Joshua começou a beijar ele pra abafar os gemidos, aumentei a velocidade das estocadas, e ficamos assim até que nós dois gozamos juntos, deitamos os três na cama por um tempo e depois fomos tomar banho e trocamos a colcha da cama.

Eu fiquei com fome de comida agora então decidir descer pra cozinha pra ver o que tem na geladeira, quando cheguei lá Dino sentado sozinho comendo uma maçã, ele parecia muito triste e tava quase chorando, fui até lá e sentei do seu lado pra fazer companhia e saber o que ouve.

--Ei, pq tá assim pequeno? - perguntei preocupado.

Ele me olhou e uma lágrima desceu, então suspirou e tentou sorrir.

--É besteira. - falou tristinho e com um sorriso mínimo.

--Me fala por favor, eu quero te ajudar. - pedi botando a mão no seu ombro.

--Eu sinto falta do carinho de Mingyu. - falou e mais uma lágrima saiu.

Como assim ele sente falta de Mingyu, ele já deu carinho pra ele, será que eles já tiveram algo ou foi só um carinho? tenho que saber.

--Ele te dava carinho antes? - perguntei bem curioso.

--A gente era um casal antes. - respondeu me olhando como se fosse óbvio.

Será que eles namoravam antes de Wonwoo? mas não tem como pois o namoro deles tem três anos, então Dino teriam antes e eram muito novos.

--Quando isso? - perguntei confuso.

Ele riu forçado e me olhou indignado.

--Ninguém acredita que ele traiu Wonwoo comigo? - perguntou indignação.

--Mingyu ama ele, não tem pq fazer isso. - falei sério.

Vi ele ficar com raiva e mais lágrimas sairam de seus olhinhos, ele bateu na mesa e se levantou muito irritado.

--Esse bebê é de Mingyu! - gritou chorando de raiva.

Wonwoo entrou na cozinha com uma cara não muito boa, ele cruzou os braços e olhou sério pro menino na minha frente.

--Ninguém quer escutar suas besteiras Dino. - falou bem sério.

--Vocês vam ver no teste de paternidade que eu tô falando a verdade. - falou debochado.

--Você é um trouxa moleque. - o mais alto falou com raiva.

--E você um corno. - respondeu e sorriu sacana.

Wonwoo não se aguentou e partiu pra cima do menino, o bom é que eu tava aqui e me levantei rápido pra segurar ele, quase que pegava, ele ficou com ódio e se soltou e saiu da cozinha.

Olhei pro menino e ele tava um pouco assustado com o que aconteceu.

--Pare de provocar ele ou você vai perder esse bebê. - avisei logo.

--Mas ele que é chato. - falou irritado.

--Se você ama seu bebê então proteja ele. - falei sério.

--Tá bom, eu vou comer mais alguma coisa e voltar pro quarto. - falou calmo.

Acho que ele finalmente entendeu que não pode mais provocar Wonwoo daquele jeito, ele já tá irritado com essa história e o outro ainda provoca, se fosse eu também perderia a cabeça.

Agora eu vou ver o que tem pra comer, abri e vi que tinha suco de laranja e peguei pra comer com pão.

Depois que comemos eu acompanhei Dino até o quarto dele pois podia ser que Wonwoo tivesse lá esperando, sei lá eu não confio em gente com raiva, pode fazer qualquer coisa.

Voltei pro meu quarto e deitei junto com meus namorados dinovo, isso é tam bom.


Notas Finais


Quase teve outra briga kkkkk

Beijos e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...