História O intercâmbio -- Jeon Jungkook - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bighit, Brincadeiras, Bts, Coréia, Hobi, Hoseok, Intercâmbio, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Romance, Seokjin, Seoul, Suga, Taehyung, Yoongi, Zoação
Visualizações 197
Palavras 2.294
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa tarde meus nenê. Seguinte, esse capítulo tem hot. Eu li muuuuuita fic hot pra escrever ele porque eu nunca tinha escrito um hot antes.
Outra coisa, eu sei que é uma fanfic Jeon Jungkook, mas eu sou piranha e a Alice também. Então, vai ter muita putaria mesmo, quero nem saber.
Amo vocês, espero que gostem. (espero mesmo, pq é meu primeiro hot)
E querida amiga Flavia, ATUALIZA LOGO SUA FANFIC, EU VOU TE MATAR.

Capítulo 8 - A língua de rapper é a melhor.


Fanfic / Fanfiction O intercâmbio -- Jeon Jungkook - Capítulo 8 - A língua de rapper é a melhor.


Puxei o ar com força, me sentando na cama. Ainda era de madrugada quando eu acordei do meu pesadelo. Mal me lembro sobre o que era, mas me lembro de estar caindo quando acordei. Olhei pelo quarto e percebi que estava tudo apagado... Eu estava no escuro.
Escuro não, por favor.
Comecei a sentir a ansiedade me atacando. Eu odiava o escuro, ainda mais estar sozinha nele. Me levantei com dificuldade da cama, sem enxergar nada e comecei a andar pelo quarto. Abri a porta e fui direto para o quarto ao lado do de Jungkook. Bati na porta, sentindo o desespero me atacar e começando a ver coisas que não estavam lá.
Ninguém veio.
Bati mais precisamente.
-Jungkook, Tae! - eu chamei, já sentindo lágrimas nos olhos. Comecei a ver vultos - Alguém por favor!
A porta abriu e eu nem vi quem era, só abracei sua barriga e afundei o rosto em seu peito, chorando.
-Sasaeng? O que foi? - disse Jungkook, passando a mão nos meus cabelos. Resolvi não dizer nada, ainda estava muito mal.
-Eu acordei de um pesadelo... E tava tudo escuro... Eu tenho medo de escuro... E nenhum de vocês dois apareceu... Eu entrei em pânico, desculpa. - eu disse, já me soltando dele e fungando.
-Bem, você podia ter me avisado, teria pego a luz que o Tae usava e colocado no meu quarto. - ele disse, dando um risinho.
-Jungkook... Ainda ta escuro. - eu disse, ainda transtornada.
-Oi? AH SIM. Desculpa, vem comigo.
Ele pegou minha mão e entramos no quarto. Ele acendeu a luz e foi até seu computador. Sentei na cama, olhando para o chão. Não devia ter chorado. Me sentia muito idiota por isso. Comecei a chorar de novo.
Será que eu to de TPM? Eu sempre choro por nada nessa época.
-Ei, não chora. Para de chorar Alice. - disse Jungkook, se abaixando e ficando na altura dos meus olhos. - Ta chorando por que?
-Eu não sei - eu disse, enquanto lágrimas caíam dos meus olhos e eu ria.
Junkook deu risada e limpou as lágrimas da minha bochecha.
-Se não tem motivo, então para de chorar.
-Ta bom.
-Engraçado... Quando a Jade chora, geralmente eu preciso fazer muito pra ela parar de chorar. E ela nunca quer chocolate, por incrível que pareça.
Ele ta realmente falando dessa garota agora? Bem, não vou reclamar... Eu trouxe isso pra mim quando me  'friendzonei'.
-Bem, eu não sou tão difícil e eu aceito chocolate. - eu disse, dando um sorrisinho. 
-Claro que aceita... Já volto.
Ele então saiu do quarto e eu fiquei lá esperando. Voltou com um pacote de uns chocolates com biscoito que eu amava, em formato de cogumelos.
-Obrigada. - eu disse, pegando o pacote e abrindo.
Me deitei na cama e ele se sentou em frente ao computador, abrindo seu jogo de sempre. Ficamos lá em silêncio, sem muito que dizer. Comi o pacote inteiro sozinha e o coloquei no criado mudo ao meu lado. Virei de lado e comecei a fechar os olhos.
-Ali... - disse Jungkook.
-Sim? - eu disse, ainda com os olhos fechados.
-Posso te fazer uma pergunta? É sobre a Jade.
-Ahm... Pode ué.
Abri os olhos e me sentei na cama. Ele se virou para mim e me fitou.
-É que... Cara, eu gosto tanto dela. Mas a gente quase nunca tem tempo pra se ver e isso me magoa. Sinto que não me entrego o suficiente pra ela.
Então não fica com ela, fica comigo.
-Jungkook, sinceramente... A gente acabou de passar uma semana inteira juntos meu. Agora a pouco estávamos em uma festa. Se você gosta dela, devia pegar esse tempo que você e eu passamos juntos e dar um pouco pra ela. Leva ela nos ensaios ou quando saímos pra almoçar com os meninos, sai com ela. Traz ela aqui quando eu sair com eles. 
-É... Acho que você tem razão.
-E eu tenho mesmo. Faz o seguinte, hoje a tarde... Sai com ela, leva ela pro cinema ou traz ela aqui... Eu arranco os meninos de casa rapidinho.
-Você faria isso por mim?
-Eu faria qualquer coisa por você Kook. Você é meu idol e meu amigo. Eu faço tudo pelos meus amigos.
Aquilo era verdade, eu sempre sacrifiquei meu bem estar pelo dos outros, mesmo que eu não quisesse. Mesmo que me magoasse.
-Aish... Obrigado - ele disse, se levantando e vindo me abraçar. O abracei de volta.
-De nada. Agora vai dormir se quer trazer ela aqui amanhã, tem que dormir bem. - eu disse o soltando. Ele se levantou e fez cara de bravo.
-Já disse que você ta muito abusada? Ta me expulsando do meu quarto.
-Vai logo Jeon.
Ele saiu do quarto e fechou a porta. Fiquei lá, sentada na cama, sem dormir até que amanhecesse. Imaginei que nenhum dos meninos estaria acordado nesse horário, mas mesmo assim fui checar. Apaguei a luz do quarto e fui explorar o apartamento pela primeira vez. Entrei em um corredor e fui abrindo porta por porta, encontrando várias luzes apagadas. Ouvi uma música vindo de um quarto no fundo do corredor. Bati na porta.
Ela foi aberta e vi a imagem de um Jung Hoseok, com os cabelos bagunçados, mostrando sua testa, usando uma camiseta branca e uma bermuda.
-Você dormiu? - eu perguntei, notando sua cara de sono.
-Sim... Acordei agora pouco. Só troquei de roupa e escovei os dentes. - ele disse, me fitando. - Entra aí.
-Com licença.
Eu entrei em seu estúdio/escritório e ele fechou a porta.
-Ta acordada há muito tempo? - ele perguntou, se sentando em sua cadeira e eu me joguei no puff que estava no canto do quarto.
-Aham. Acordei porque tive um pesadelo. Fiquei conversando com o Jungkook e depois ele foi dormir. - eu respondi, olhando em seus olhos.
-Entendi. Pode ficar aí, eu só to terminando isso aqui.
Assenti com a cabeça e me afundei mais no puff. Fiquei pensando na minha conversa com o Jungkook e sobre a Jade.
-Hope... - eu o chamei e o mesmo se virou para mim. Me levantei - Você conhece a Jade?
-Conheço. - ele disse, se virando de volta para o computador. Coloquei o braço apoiando no escosto da cadeira e sentando com metade da minha bunda no braço da mesma.
-Ela é bonita? Quero dizer, ela é legal? Entendeu?
-Sim... Ela é bonita, aos olhos do Jungkook. E ela é legal, mas ela é muito... Muito...
-Muito Muito? - eu perguntei dando risada. Ele riu junto.
-É... Ela sempre quer mais e mais e mais. E quando o Jungkook não pode dar, ela fica puta e ele se sente mal. Mas ele gosta dela, então eu não digo nada.
-Hm... Entendi. - eu disse... Uma pergunta veio na minha cabeça e sem perceber, acabei fazendo. - E eu? Eu sou bonita?
Olhei para ele, não querendo mostrar minha surpresa por ter perguntado isso. Hobi me olhou nos olhos e sorriu.
-Te acho maravilhosa, em todos os sentidos. - ele disse. Meus olhos devem ter brilhado quando o ouvi dizer aquilo- E você é uma ótima dançarina.
-Vindo de você, isso é muito importante. Obrigada - eu disse, dando um beijo em sua bochecha. Antes que eu pudesse recuar, ele puxou meu queixo e me deu um selinho.
-E você me deixa louco... - Ele disse, olhando em meus olhos. Pensei por um momento se aquilo valeria a pena... Não queria que ele se apegasse a mim ou eu a ele... Eu sabia que nunca conseguiria me entregar por completo. - ... Sexualmente, você me deixa louco. Nada além disso Alice.
-Nada mesmo? - eu perguntei ainda relutante. Vi Hoseok fazer que não com  cabeça. Aquela foi minha deixa. Aproximei meu rosto do seu de novo e o beijei. 
Em todos os meus anos de ARMY, nunca pensei que um dia estaria sentada no colo de Jung Hoseok, o beijando. Ele tinha um beijo que me fazia não querer parar mais. Hobi segurava minha cintura com força e eu segurava em sua nuca. Se era pra fazer aquilo, íamos fazer direito.
Peguei suas mãos e as empurrei para minha bunda. Senti ele dar um aperto e gemi em aprovação. Passei minhas mãos pelas suas costas, por dentro da camiseta e as arranhei. Paramos de nos beijar por falta de ar. Seus olhos pararam nos meus e parece que toda minha experiência sexual tinha sumido. Tirei minha blusa e a joguei em cima do puff. Voltei a beijá-lo. Hoseok segurou minhas coxas e me carregou até uma parte vazia de sua mesa.
Parou de me beijar e  passou a dar mordidas e beijos no meu pescoço.
-Hoseok... - eu disse, em meio a sussurros.- Sem chupões... Não quero ter que explicar amanhã.
Senti ele dar risada. Colocou a boca em meu ouvido e sussurrou.
-A mesma regra vale pra você princesa. - e mordeu o lóbulo.
Coloquei minhas mãos na barra de sua camisa e puxei-a pra cima. Hobi me ajudou a tirá-la e fiquei parada olhando para seu abdomen.
-Hummm... Tem alguém que anda malhando não é mesmo? - eu disse e então mordi o lábio inferior.
-Safada. - ele disse, me beijando de novo.
Quando percebi, já estava sem o sutiã e sem meu shorts. E ele sem sua bermuda. Estávamos nos beijando quando ele pressionou sua intimidade com a minha, me fazendo arfar. Senti minha calcinha ainda mais molhada.
-Sabe o que eu queria?- eu disse, parando nosso beijo e dando pequenas mordidas em seu pescoço.
-O que? - ele perguntou, com falta de ar. Coloquei meus lábios perto de seu ouvido e disse.
-Queria que você me chupasse.
Aquilo foi como se fosse a  chave para despertar o tesão contido em Hoseok, porque quando vi, minha calcinha já estava do outro lado do cômodo e ele me beijava se não houvesse amanhã. Senti dois de seus dedos entrarem em mim e fazerem como se fosse um sinal de "vem" dentro de mim. Dei um gemido baixo.
-A regra é: não pode gemer. Não queremos que nos escutem né? - ele disse, com um sorriso malicioso no rosto. Fez o mesmo movimento de novo e eu suspirei arqueando as costas. Ele tirou os dedos de mim e senti sua língua em meu clitóris, fazendo movimentos circulares. Após um tempo ali, desceu a língua para minha vagina, fazendo movimentos de sobe e desce e então penetrando a língua na mesma. Suspirei, segurando os gemidos, conforme ele repetia todos os movimentos, aumentando a velocidade e diminuindo. Em alguns segundos eu alcancei o orgasmo, puxando seu cabelo com força e trazendo seus lábios para os meus de novo.
Bem, acho que língua de rapper realmente é a melhor.
Desci da mesa, ainda o beijando e o empurrei para a parede. Enfiei minha mão dentro de sua cueca, sentindo seu membro já duro. Empurrei a cueca para baixo e Hoseok a chutou para longe. Olhei para baixo, vendo o tamanho. Era bem melhor do que eu tinha imaginado. Ajoelhei em sua frente e sem mais delongas coloquei a boca na cabecinha, o fazendo arfar e segurar meus cabelos. 
Eu fazia movimentos de vai e vem com a cabeça e Hoseok puxava meu cabelo, me ajudando. Às vezes parava e ficava lambendo e chupando a glande, vendo o aparente desespero de Hoseok para me foder. Quando o senti tremer, tirei a boca dali e subi o beijando.
Fui colocada na mesa de novo e enquanto nos beijávamos, ele abriu uma gaveta e pegou um preservativo.
-Nossa, com quantas pessoas você já transou aqui? - perguntei, o olhando colocar a camisinha.
-Você quer mesmo saber? - ele perguntou, terminando e me olhando.
-Não.
Nos beijamos de novo e eu senti ele colocando seu pau dentro de mim.
-Você não é...
-Virgem? Não.
E com um sorriso, ele penetrou seu membro por inteiro em mim, me fazendo arfar. Começou com movimentos lentos, como se quisesse me torturar.
-Hoseok, mais rápido...
E ele fe o que eu pedi. Com uma rapidez incomum, ele me penetrava, batendo seu quadril contra o meu. Arqueei as costas e olhei para o teto. Senti sua língua no meu mamilo direito e puxei seus cabelos, o fazendo arfar.
Ele começou a me penetrar mais forte e eu sentia outro orgasmo vindo.
-Hobi, eu acho que vou... - e eu não consegui terminar a frase, porque ele me beijou de novo.
-Eu também. - ele sussurrou. Aumentou a velocidade e eu mordi o lábio, para não gemer. Com uma última penetrada, ele gozou e eu também... Aquilo nunca tinha acontecido comigo.
Apoiei a testa em seu ombro, ofegante. Levantei meu olhar para seu rosto e o beijei. Terminando com uma mordida no seu lábio inferior.
Ele saiu de dentro de mim e enrolou a camisinha, a jogando no cesto de lixo ao lado do computador. Fiquei sentada na mesa, olhando para o chão, esperando minha respiração voltar ao normal.
Assim que voltou, desci e comecei a vestir minhas roupas, Hoseok fez o mesmo. Quando já estava vestida, me sentei no puff e ele veio e se jogou, deitando com a cabeça no meu peito.
-Hobi... A gente não pode mais fazer isso... É que eu...
-Gosta do Jungkook? - ele perguntou, me interrompendo.
Assenti com a cabeça.
-Tudo bem Ali... Nós somos amigos acima de tudo né?
-Sim, nós somos - eu disse, abraçando seus ombros e dando um beijo em sua testa. - Aish, eu preciso da sua ajuda... Eu prometi pro Jungkook que ia tirar todos vocês de casa hoje pra ele se encontrar com a Jade aqui... Sabe de algo que a gente pode fazer?
-Sei... - disse Hoseok e o senti sorrir. - Sei sim.


Notas Finais


Então, ta aí queridas. Para as bonitas que gostam do Hoseok, de nada. Pras que não gostam, paciência,
Beijos e bom domingo. Amanhã tem mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...