1. Spirit Fanfics >
  2. O Internato >
  3. 44

História O Internato - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem <3

Capítulo 3 - 44


Fanfic / Fanfiction O Internato - Capítulo 3 - 44

Dia seguinte após a descoberta

Mia veio até meu quarto logo cedo, bateu na porta mais eu estava tão cansada que só gritei para ela entrar:

— Entra Mia

— Ainda deitada Srta.Bastery?

—Eu só tenho aula as 15:00

— é eu sei temos aulas juntas... podemos conversar?

— claro, o que aconteceu?

— na verdade eu quero falar com você sobre o seu noivo...

— como você... Mia você não deveria ter procurado por nada. É uma grande confusão...

— então me explica. Eu acho que somos melhores amigas... você pode me contar tudo, por favor Louys a gente vai viver muito tempo juntas não devemos esconder nada uma da outra, nem nosso segredos mais obscuros...

— o que quer saber?

— tudo, pode começar me contando do noivado

 

Mia abriu um largo sorriso e eu retribui com um meio sorriso já que aquela história me fazia um pouco mal ainda, mais já se passara 3 meses, mais para mim era como se acontecesse todos os dias

 

— bom Mia, eu fiz meus 15 anos e umas 3 semanas depois Toddy um menino que namorava comigo a 2 anos resolveu me pedir em casamento... ele dizia que a gente não precisava se casar tão cedo mais fez o pedido pois queria manter nosso relacionamento em “base solida” ou seja lá como ele pesava, eu amava ele sabe!? Um belo dia a gente resolveu passar a noite juntos mais não fizemos nada até por que nos dois éramos virgens, no meio da madrugada ele disse pra mim que estava com muita sede e resolveu sair do quarto para beber agua, ele foi até a cozinha mais ele demorou a voltar... foi então que eu resolvi ir atrás, mais quando eu fui chegando lá só avistava chamas... eu gritava seu nome da porta mais não escutava ninguém responder... eu fiquei apavorada e entrei no meio das chamas foi ai que vi ele caído no chão eu puxei seu corpo para fora do incêndio até o cômodo do lado que não tinha fogo, mais ele já não respirava foi então que eu vi que ele já estava morto que eu sabia chorar, o bombeiro que entrou e nos tirou de lá, ai um dos paparazzi que estava por ali tirou essa foto, deve ter sido assim que a gente chegou na ambulância...

Meus olhos enchem de lagrimas e eu respiro fundo olhando para o teto, entrego para ela uma foto que estava na gaveta do criado mudo

— eu estou sem palavra Louys...

Ela para e me olha como se quisesse saber mais...

— mais o incêndio aconteceu na antiga escola que você estudava né... suponho que era um internato como esse daqui?

— sim Mia, e-esse... esse aqui não é o primeiro internato que eu frequento, mas é o mais assustador se isso te consola

— se eu não estivesse tão chocada isso me faria rir

Ela me abraça tão forte que eu me sinto segura em seus braços com certeza não existe melhor pessoa para eu ter me desabafado, isso me fez tão bem.

Eu e ela ficamos ali deitadas conversando sobre tudo do antigo internato, quando de repente deu o sinal para nossa aula, fizemos bico mais levantamos da cama, Mia me ajuda a pegar os materiais necessários para a aula do Sr.Sif, que por incrível que pareça é colocado em uma folha nas portas das salas de aula o assunto que os professores vão abortar aquela semana...

 

20 minutos depois

 

Nunca houve muito um código de vestimenta, então Louys não saberia o que vestir em um dia nublado quase que sem sol ela não estava acostumada com a escolha própria, já que no antigo colégio era obrigado a vestir seus uniformes com grandes nomes nas costas.

 

Mia me arrastou até o gramado em frente as salas de aula quando cheguei lá vi muitos alunos em pequenos grupo, olhei arredor e vi um grupo de garotas sentadas em um pano estendido no chão tomando sol, elas eram tatuadas, usavam pulseiras coloridas até seus cotovelos, bandanas pretas no cabelo com maquiagens bem caracterizadas.

Resolvi olhar mais para frente vi um casal: um cara e uma garota que estavam de mãos dadas, a cada poucos segundos, um dos dois puxava o outro pra um beijo rápido, na boca, na orelha e no pescoço. Ambos usavam pulseiras de rastreamento que estavam piscando uma luz verde florescente. Eles pareciam um pouco rudes, mas estava óbvio o quanto eles estavam apaixonados.

Mia logo me puxou para um grupo de meninas mas dê repente eu fiquei pensado que assim como eu, todos nessa escola tinham um passado provavelmente todo mundo possuía um segredo que não queriam compartilhar, mais isso é bom ou ruim?

— procurando o Jace?

— naao Mia, só pensando ...

— Nós todos fazemos o que podemos para sobreviver todos os dias, mas no caso de você não ter observado os abutres aproveitadores, esse lugar cheira muito bem a sexo...

 

Nós rimos e se sentamos debaixo de uma arvore enorme que fazia maior sombra do gramado, logo vi Jace de longe vindo em direção a nós e então corei na hora. Geralmente não me envolvia com roqueiros mais Jace era o tipo de roqueiro de tirar o folego de toda garota presente no local, com aquele cabelo perfeito olhos azuis e boca carnuda tirava muito mais que o folego presente nos pulmões... Ele se sentou do meu lado e me encarou colocou sua mão no seu bolso sem dizer nenhuma palavra se quer e de repente puxou uma palheta verde com o número 44 impresso.

Me assustei com o gesto e olhei pra ele sem entender, ele revirou os olhos e respondeu:

— Esse é o número do meu quarto, dá uma passada lá qualquer hora dessa...

— c-claro

Ele se levantou e foi em direção as salas de aula, Mia me encarou boquiaberta deu uma risada

— você está caidinha por ele

— não too nada cala boca, eu só não entendi o porquê ele me convidou para seu quarto

—transar ue, é isso que fazemos nas horas vagas

Ela riu e me puxou pra sala do professor Sif, chegamos lá e ele logo foi falando como se eu já fizesse parte da sala

—peguem o livro História do Mundo, abram na página 666.Quero um resumo do textoA Ruína da Humanidade” em dupla e é pra ontem pessoal.

Mia sentou em umas das cadeiras vagas no fundo da sala eu sentei do seu lado para acompanhar a aula

 

Continua...


Notas Finais


Beijinhos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...