História O internato que mudou nossas vidas. - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Personagens Originais
Tags Mambar Lumon
Visualizações 92
Palavras 544
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Spoilers, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - " Dizem que só sentimos falta quando perdemos"



Simon on

Acordei com uma muito dor de cabeça, também essa noite eu mau dormir, fiquei pensando o tempo inteiro na minha mãe, estou com saudades do sorriso dela, da voz dela, de todos os eu te amos ditos para mim mas nunca ouvidos de volta, ela sempre me disse que precisamos perde para da o valor e agora eu sei que e verdade, ela morreu a um ano e parecer que foi ontem, eu ainda me lembro de quando meu pai me deu a notícia, o desespero e minha descrença, eu não acreditava nele, ela não podia ter morrido, ela não podia ter me deixado, até hoje eu não acredito, e como um pesadelo sem eu poder acorda.

Levanto e vou direto para o banheiro depois de pegar uma roupa para mim vestir no caminho, o contato da água frio com o meu corpo me causou calafrios porém não liguei, terminei e me visti, saio do banheiro e dou de cara com Matteo e um garota loira, eu não quis presta a atenção no que estavam fazendo, pego meu violão e saiu do quarto, vou até o jardim e me sento na sombra de uma árvore qualquer, começo a dedilhar as cordas, não saia o som de uma música exata, até que uma música que escrivir a um tempo atrás veio na minha cabeça e logo começo a tocar ela.

Sé quien soy

 Yo estoy buscando algo

 ¿Donde voy?

 Siempre te encuentro, sigo soñando

 Sé de ti Me estas diciendo algo 

¿Donde vas? Siempre te encuentro Yo seguiré a tu lado Luces que se encienden, crece mi pasión Sueña que es posible Sube ya el telón Sube ya el telón Vives en mi, suelto mi voz Música es, sola no estoy Nacen y siento Melodías que lo cuentan todo Ven a cantar, seamos dos Música en ti, libre este amor Cambiando el mundo Siempre música seremos todos Sé quien soy Yo estoy buscando algo ¿Donde voy? Siempre te encuentro, sigo soñando Sé de ti Me estas diciendo algo ¿Donde vas? Siempre te encuentro Yo seguiré a tu lado Luces que se encienden, crece mi pasión Sueña que es posible Sube ya el telón Sube ya el telón Vives en mi, suelto mi voz Música es, sola no estoy Nacen y siento Melodías que lo cuentan todo Ven a cantar, seamos dos Música en ti, libre este amor Cambiando el mundo Siempre música seremos todos música seremos todos ohh,ohh,ohh,ohh! Siempre música seremos todos ohh,ohh,ohh,ohh! Siempre música seremos todos ohh,ohh,ohh,ohh! Siempre música..

Xxx: Música bonita, e sua?- Eu tomei o maior susto ao ver a menina na minha frente, ela e Linda.

Simon: Obrigada e sim a música e minha- Ela se sentou na minha frente- E nova aqui?

Xxx: Sou, cheguei na segunda e você?

Simon: Estou aqui a dois anos- Ela faz uma cara engraçada- Qual o seu nome?

Xxx: Luna,Luna Benson- Eu sorrio para ela, Luna nome bonito.

Simon:  Simon Álvares- Eu estendo a mão para ela que logo aperta, quando nossas mãos entram em contato eu sinto uma sensação jamais sentida por mim na vida, era como um choque percorrendo cada parte do meu corpo, acho que ela também sentiu afinal soltou minha mão imediatamente, ficamos conversando por um bom tempo até a ela receber uma ligação da irmã dela...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...