História O Irmão da Minha Amiga - Byun Baekhyun - Capítulo 37


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun)
Tags Baekhyun, Byunbaekhyun, Chanyeol, Exo, Kpop, Kyungsoo, Sehun, Sunhee
Visualizações 24
Palavras 3.401
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo um pouco maior.... :)

Capítulo 37 - 37


Fanfic / Fanfiction O Irmão da Minha Amiga - Byun Baekhyun - Capítulo 37 - 37


Sun Hee ON

- Eu acho que você deveria usar esse! - Sohyun fala segurando um dos meus vestidos.

Estamos em minha casa, no meu quarto mais especificamente, tentando escolher uma roupa para nosso encontro.

Ia ser um encontro meu e do Baek, Sohyun e Chanyeol. Eu estava desde cedo tentando achar uma combinação de roupas, mais não havia conseguido decidir.

Por isso chamei Sohyun, achando que ela iria conseguir me ajudar, mais não é totalmente assim.

- Não acho que seja uma boa idéia! - falo olhando para o vestido.

- Por que não? - ela indaga analisando o vestido novamente.

Olho para o vestido novamente.

- Acho ele muito ousado..... - falo depois de olhar o vestido por alguns segundos, em busca de uma resposta.

Sohyun segurava um vestido preto, que ia mais ou menos um pouco para cima dos joelhos, as alças eram caídas sobre os braços.

Tinha algumas partes com brilho, Sohyun deixa o vestido sobre a cama e volta a andar pelo quarto. Ela para em frente aos sapatos e os olha, analisando um de cada vez.

- Esse aqui! - ela aponta para um dos sapatos.

Era um salto preto, discreto e delicado, sem nada muito chamativo. Eu a olho, e ela levanta uma das sobrancelhas.

- Você vai usar! - ela diz apontando para o vestido e o sapato.

- Mas....... - tento argumentar mais ela me interrompe.

- Mais nada, já pro banho! Vou preparar sua maquiagem e terminar de me arrumar! - ela fala indo direto na minha gaveta, pegando as maquiagens - Vamos, o que está esperando?

Eu pigarreio e dou meia volta, meio perdida. Entro no banheiro, vendo Sohyun organizando as maquiagens pela mesinha. Tomo um banho um pouco demorado, ao me secar, passo um hidratante de morango.

Visto minha lingerie preta que havia separado, e logo em seguida pego o vestido em mãos.

- Tomara que caia bem em mim! - falo o olhando.

Abro o zíper do vestido e começo o vestir, depois de o colocar, saio do banheiro. Sohyun estava se maquiando quando eu saio, ela se vira e arregala os olhos.

- Meu deus..... - ela diz sem se mover - Você está linda!

Meu rosto esquenta, caminho rapidamente e me olho no espelho. Eh, dá pro gasto!

- Está uma gata! Meu irmão tem muita sorte de ter uma namorada linda! - ela diz sorrindo ao meu lado.

Eu rio fraco e vou até a mesinha, me sentando na cadeira. Pego a base e começo a espalhar pelo meu rosto.

- Deixa que eu te ajudo! - Sohyun pega a base da minha mão.

Ela começa a me maquiar, ela vira a cadeira, me deixando de costas para o espelho. Não que eu não confie nela, mais, quem não teria medo?

Depois de um tempo me maquiado, ela se afasta e me olha. O sorriso que ela tinha no rosto, se alarga mais ainda, eu achava que isso não era possível, mais sim, era.

Ela vira a cadeira, aos poucos me dando a visão do meu reflexo no espelho. Ela fez um ótimo trabalho, eu estou tão....diferente.

Meus olhos tinham uma sombra escura, com um pouco de glitter prateado. Minha boca tinha um batom matte na cor vinho, minhas bochechas estavam levemente rosadas.

- Filha, os..... - minha mãe entra no quarto falando, mais para assim que me vê - minha filha, você está linda!

Ela abre um sorriso, Sohyun abre um sorriso, orgulhosa de si mesma.

- O que ia dizer mãe? - pergunto e ela balança a cabeça, como se lembrasse de algo.

- Ah sim, os meninos já chegaram. Estão lá embaixo! - ela diz apontando para porta.

- Obrigada por avisar! - eu a agradeço.

- De nada! - ela dá meia volta e quando está fechando a porta, ela para. - você está linda! - ela fala e fecha a porta.

Eu olho para Sohyun, que me entrega os saltos. Os pego de sua mão e calço os mesmo. Me levanto e vou até o espelho, passo a mão pelos fios de cabelo, ajeitando os fios rebeldes.

- Vamos! E não se esqueça, você está linda! - ela diz me puxando para fora do quarto.

Ela me faz descer as escadas tão rápido, como se aquilo dependesse da vida dela. Ao chegarmos na sala, tive que passar a mão pelo vestido para o arrumar.

- Oh My God..... - Chanyeol diz ao nos ver.

- Estamos no céu ou é impressão minha? - Baek brinca e eu rio.

- Não sei, mas tem duas anjas na nossa frente! - Chanyeol completa e Baek concorda.

- Parem de graça meninos! - Sohyun diz rindo.

- É melhor nós irmos logo, se não iremos nos atrasar! - eu aviso e eles concordam.

Baek vem até mim e alcança minha mão com a sua, e a acaricia. Ele me olha sorrindo, ele estava feliz. Se Baek está feliz, eu também estou.

- Você está linda... - ele sussurra no meu ouvido, me causando arrepios.

- Obrigada.. - sussurro e ele assenti, sorrindo mais ainda.

De mãos dadas, Baek e eu, juntamente com Chanyeol e Sohyun, saímos da minha casa. Não sabíamos onde eles iriam nos levar, então estávamos ansiosas.

Baek estaciona o carro em frente a um restaurante, notavelmente chique. Desço do carro com a ajuda de Baek, que desçeu primeiro para abrir a porta pra mim.

Caminhamos, eu segurando em seu braço, exibindo um sorriso no rosto. Ao entrarmos no local, uma mulher bem vestida e alta vem nos atender.

- Reserva em nome de Byun Baekhyun! - Baek diz e a moça assenti.

- E o senhor....? - ela pergunta para Chanyeol, que estava atrás de nós.

- Reserva em nome de Park Chanyeol! - ele fala e olha sorrindo para Sohyun, que cora.

- Certo, me acompanhem! - ela sai de trás do balcão que estava, e nos guia pelo restaurante.

Ao passar pela porta, eu tive a certeza que sim, era um restaurante chique. É mais arrumado e mais bem decorado que o primeiro que Baek havia me levado.

Fico chocada com a beleza do lustre enorme de cristal, que tem no meio do salão.

- Aqui está Sr Byun! - ela aponta para uma mesa, bem arrumada e já servida com vinho e água - Sr Park, me acompanhe!

Sohyun me abraça e são andando com Chanyeol e a atendente. Baek puxa a cadeira pra mim e eu me senti, ele dá a volta na mesa e se senta no seu lugar.

- Não sabia que iria me trazer num lugar chique assim! - falo observando o local, admirando seria a palavra certa na verdade.

- Você merece o melhor! - ele diz pegando a sua taça de vinho.

Ele estica seu braço, aproximando sua taça de vinho. Pego a minha e brincamos, sorrindo.

- Um brinde a sua volta! - ele diz é tomamos um gole do vinho.

Olho çara trás e vejo Sohyun e Chanyeol rindo, tomando vinho. Eles formam um ótimo casal!

- No que está pensando? - Baek indaga e eu o olho, sorrindo.

- Sohyun e Chanyeol formam um belo casal! - ele concorda e pega a taça novamente.

- Nunca poderia imaginar Park com minha irmã! - ele diz e toma mais um gole do vinho - Mais sim, eles formam um belo casal..... Assim como nós!

Sei tom de voz carregava orgulho, ele está orgulhoso por estar comigo. Balanço a cabeça para cima e para baixo levemente e pego a outra taça, que havia água.

- Mais por que me trouxe aqui? - pergunto depois de tomar um pouco de água, vendo o garçom se aproximar da mesa.

- Para comemorar sua volta, para comemorar que está bem, sã e salva. E para mostrar mais um pouquinho o quanto que eu te amo! - ele fala e eu coro, ele ri - Apesar de achar, que não existem encontros suficientes para mostrar o quanto eu te amo! Acho que teríamos que ficar saindo pelo resto da nossa vida, mais ainda acho que não seria suficiente!

- Acho uma ótima idéia! - falo rindo e Baek logo se junta a mim.

- E você? - ele pergunta e eu o olho, confusa.

- O que tem eu? - ele dá de ombros.

- O que sente por mim? - ele coça a nuca e eu solto o ar pela boca, aliviada.

- Eu te amo! Bem, palavras não são capazes de descrever o que eu sinto por você, na verdade, nunca foi. Sinto que você é uma das melhores coisas que aconteceu na minha vida, você é meu porto seguro, minha paz. - faço uma pausa par analisar a expressão em seu rosto, que se mantia neutra - Não acho que seja capaz de ficar longe de você mais uma vez, ficar longe de você esses dias, foi os piores dias, horas, minutos e segundos da minha vida!

Ele sorri e eu continuo.

- Entao, eu te amo e nada vai mudar isso. Como você mesmo disse, acho que mesmo se sair para jantar todos os dias, falar que ama um ao outro todo dia. Acho que não vai ser suficiente, pois o que eu sinto por você é muito forte e muito grande, tão grande que nem cabe em meu peito mais! - ele gargalha e eu rio.

- Então você me ama..... - ele diz olhando para baixo, sorrindo.

- Claro que amo! Por que a dúvida? - pergunto o vendo sorrir de uma forma tímida.

- Achei que você nunca fosse capaz de me amar, de sentir a mesma coosa que eu sinto por você! - ele se encolhe em seu lugar, mostrando nervosismo.

- Eu sinto, e acho que até mais Baek! Depois que começamos a namorar, eu percebi que eu gostava de você, desde quando nos conhecemos. - ele arregala os olhos ao me olhar - Vi que não conseguia ficar sem suas brincadeiras, você me atormentando todos os dias. Eu confesso, eu odiava e amava ao mesmo tempo!

Acho que todo esse tempo, nunca havia dito algo tão bonito a Baekhyun assim. Ele sempre vivia dizendo que me amava, tentando demonstrar isso, mais eu nunca fiz nada.

Ele estava surpreso, mais feliz, ele sorris de uma forma tão sincera, que fazia meu coração acelerar de alegria. Ele faz meu coração bater mais rápido com um simples ato, será que isso é amar alguém?

- Essa é a sensação de amar alguém? - pergunto fazendo ele erguer a cabeça para me encarar.

- Como assim? - ele pergunta com a cabeça levemente inclinada, com uma expressão confusa por causa de minha pergunta.

- Se sentir bem, seu coração acelerar com coisas pequenas que uma pessoa diz e faz. É essa a sensação de estar apaixonada? - ele desvia o olhar e não diz nada.

- Acho que sim! - ele diz depois de um tempo, passando a mão pelos cabelos - Se for, acho que eu estou a muito tempo apaixonado!

Eu o olho, forçando os olhos, ele ri.

- Quem é? - pergunto brincando e ele ri.

Ele desvia o olhar e leva sua mão até seu bolso da sua calça jeans. Ele tira seu celular, e começa a mexer no mesmo.

O que ele está fazendo?

- Aqui, é ela! Conhece? - ele diz rindo.

A tela de seu celular mostrava uma foto minha, ele passa o dedo pela tela e vai revelando várias fotos minhas e dele. Ele hacia tirado uma miha no nosso encontro na praça, dormindo, no restaurante, na sala de aula e em um dos nossos passeios.

- Baek.... - tento falar algo mais minha voz falha - .....não sabia que tirava fotos minhas!

- Eu tiro bastante fotos suas! - ele diz e alguns pratos começam a chegar na nossa mesa.

- Mais nós nem pedimos.... - eu falo apontando discretamente para os pratos.

- Tomei a liberdade de escolher, achei que poderia gostar desses! - ele diz pegando seus hashis que estavam ao lado de seu prato.

- Ah sim... - eu falo olhando novamente para os pratos.

Baek havia pedido bastante coisas, acho que não darei conta de comer quase nada dessa mesa. Olho para Baek, que pega um pedaço de carne de porco e coloca em meu prato.

- Obrigada... - falo e ele sorri, pegando mais um pedaço de carne e coloca em seu prato.

Enquanto comíamos mal falavamos um com o outro, apenas nos deliciamos com a comida. E quando terminamos de comer o que havia sido posto na mesa, uma quantidade considerada, um pouco exagerada da minha parte, foi colocada na mesa.

- Baek, não vamos comer isso tudo né...? - pergunto vendo ele pegar seus hashis e pegar um bolinho de arroz.

- Se não aguentarmos, é só pedir para eles pararem de trazer! - ele diz simplesmente e volta a comer.

Eu concordo e volto a comer. Olho para trás e vejo Sohyun e Chanyeol conversando animadamente, enquanto comiam.

Depois de um tempo, parecia explodir de tanto comer. Olho para Baek que ainda comia, lentamente, mais comia.

- Chega Baek, não aguento mais! - eu falo fazendo um sinal de mão com as mãos, ao ver ele tentsr colocar mais um pedaço de carne em meu prato.

- Tá bom então! - ele diz e sorri.

Ele chama o garçom e o avisa que era para parar de trazer comida, pois já estávamos cheios.

- Isso vai custar uma fortuna! - falo olhando para os pratos de comida.

- Valeu a pena, isso é o que importa! - ele fala e eu dou de ombros.

Baek come mais um pouco e depois para, falando que está cheio. Ficamos mais um pouco conversando, deixando a comida e os pratos serem levados pelos garçons.

- O que acha de ir embora, mais antes de ir, passar na praça um pouco? - ele sugere.

- A nossa praça preferida? - pergunto e ele assenti. - Então vamos!

- Vou só avisar o Park e minha irmã e já vamos! - ele se levanta e vai até eles.

Pego minha bolsa e coloco meu celular dentro da mesma. Baek volta e com um braço na minha cintura, me guia para fora do restaurante depois de pagar a conta, sem me deixar ver o valor final.

O caminho até a praça não foi demorado, foi até mais rápido que eu esperava. Vamos nos sentar no mesmo banco em que Baek havia me pedido em namoro.

- Nem acredito que estamos aqui de novo.... - falo sentindo a brisa fresca contra meu rosto.

- Onde tudo começou.. - Baekhyun completa e eu sorrio.

- Nem acredito que já faz quase 4 meses! - eu falo e ele concorda, passando um de seus braços pelo meu ombro, me puxando para si.

- Parece que foi esses dias mesmo que eu implicava com você! - ele gargalha e eu lhe dou um tapa em seu braço.

- Você ainda implica comigo! - ele concorda e eu olho para frente.

Olho para árvore, que agora estava quase sem folhas por cusa da chegada do outono.

- Me lembro de tudo perfeitamente, de cada detalhe.... - falo e ele me olha com um dos seus sorrisos que eu tanto amo.

- Eu também, eu amo lembrar desse dia! - ele fala olhando para a árvore. - Foi bem aqui, o dia da minha declaração meio clichê! - ele ri.

- Sim, foi clichê! - eu confesso - Mais eu amei! - eu me aconchego em seus braços.

- Se você gostou, pra mim basta! - ele diz me apertando contra si.

- Será que poderia ter sido diferente? Se fosse, como será que seria? - pergunto virando o rosto para o olhar.

- Como assim? - ele me olha, ele estava com a ponta do nariz vermelho por causa da brisa gelada.

- E se você tivesse percebido que a Hyuna gosta de você, vocês poderiam estar namorando agora! - falo e ele nega na hora.

- Não estaria não! Eu sempre considerei ela apenas uma amiga, nada mais. Não sinto e nem sentiria nada por ela, não mudaria nada! - ele diz e leva uma de suas mãos ao meu rosto - E se fosse, acho que o destino nos daria um ajudinha!

Eu rio de seu comentário e ele apenas me observa, seus olhos brilhavam por causa da iluminação da praça, ou talvez não era por causada iluminação.

- Eu não mereço você! - ele diz e eu paraliso.

- C-como assim? - eu gaguejo e ele pigarreia.

- Você é tão boa, inteligente e carinhosa. Eu não mereço uma pessoa tão boa assim! - ele do abaixando a cabeça.

- Você merece isso e muito mais! - eu levanto seu rosto com a ajuda de minhas mãos, que foram até seu queixo, o acariciando de leve. - Eu que não mereço uma pessoa tão linda e maravilhosa como você!

- Claro que merece! - ele diz.

- Eu nem chego perto de você, a maioria das pessoas acham que estou com você por interesse. Um menino lindo e rico como você, namorando uma menina feia e pobre... - eu abaixo a cabeça depois de minha confissão.

Por mais que eu ame Baek, e acredite nas suas confissões, eu nunca parei de pensar nisso. Eu não tenho nada além do meu amor para lhe oferecer, Baek é rico e tem tudo aos seus pés, na hora que quer.

E eu? Não tenho nada além dele, meus pais e amigos. O colégio? Só estudo lá por causa de uma bolsa que ganhei.

- Você é linda, e eu não me importo se você é rica ou pobre, o importante é que tenho você ao meu lado! - ele diz e me abraça.

E aconchego no seu abraço, Baek começa a cantar baixinho, para que eu ouça.

"Olá, você veio até mim
Entregando seu cheiro tímido

No meu sonho nebuloso
Você foi brilhante, deslumbrante

Com um coração que vibra, sem saber
Eu fui até você, passo a passo
E eu fiquei ao seu lado

Meu coração derrete pelo seu sorriso
Quando nossos olhos se encontram,
Meu coração bate

Lembre-se de meu sorriso em seu coração
Pense nisso várias
vezes ao dia

Oh, palavras que eu quero dizer a você
Você é linda

Obrigado por me encontrar
Eu vejo você, sempre a mesma

Seu cheiro forte, que esperou por mim
Me toca profundamente

Com esta forte e misteriosa atração
Eu quero abrir minha asas
Em sua direção

Meu coração se derrete pelo seu sorriso
Quando nossos olhos se encontram
Meu coração bate

Oh, eu cantarei para você em um dia de primavera
Pense nisso várias vezes ao dia
Oh, isso é o que eu penso de você
Você é linda

Quando você fica feliz em me ver,
Meu coração bate
É como mágica,
Estou dando mais um passo à você

A nossa estação voltou novamente
Você pode lembrar disso?
Oh yeah all right

Eu sou tão sortudo em te encontrar
Se nos encontrarmos novamente,
Eu gostaria de falar com você

Voar até você, ficar ao seu lado
Você é linda

Olá, você veio até mim
Entregando seu cheiro tímido


No meu sonho nebuloso
Você foi brilhante, deslumbrante


Com um coração que vibra, sem saber
Eu fui até você, passo a passo
E eu fiquei ao seu lado


Meu coração derrete pelo seu sorriso
Quando nossos olhos se encontram,
Meu coração bate


Lembre-se de meu sorriso em seu coração
Pense nisso várias
vezes ao dia


Oh, palavras que eu quero dizer a você
Você é linda


Obrigado por me encontrar
Eu vejo você, sempre a mesma


Seu cheiro forte, que esperou por mim
Me toca profundamente


Com esta forte e misteriosa atração
Eu quero abrir minha asas
Em sua direção


Meu coração se derrete pelo seu sorriso
Quando nossos olhos se encontram
Meu coração bate


Oh, eu cantarei para você em um dia de primavera
Pense nisso várias vezes ao dia
Oh, isso é o que eu penso de você
Você é linda


Quando você fica feliz em me ver,
Meu coração bate
É como mágica,
Estou dando mais um passo à você


A nossa estação voltou novamente
Você pode lembrar disso?
Oh yeah all right


Eu sou tão sortudo em te encontrar
Se nos encontrarmos novamente,
Eu gostaria de falar com você


Voar até você, ficar ao seu lado
Você é linda"




Notas Finais


Oiiieeeee!😁
Gente mais de três mil palavras! Cansei viu!
Mais vale a pena.
Espero que tenham gostado, beijos e até a próxima!!!


OBS: A música que o Baek cantou é "Baeutiful", que ele canta no mini dorama do EXO, "EXO Next Door" quem não assistiu, recomendo que assista!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...