1. Spirit Fanfics >
  2. O IRMÃO DA MINHA MELHOR AMIGA >
  3. AONDE EU VIM PARAR?!

História O IRMÃO DA MINHA MELHOR AMIGA - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 2 - AONDE EU VIM PARAR?!


Fanfic / Fanfiction O IRMÃO DA MINHA MELHOR AMIGA - Capítulo 2 - AONDE EU VIM PARAR?!

Não to acreditando no que vejo, será que ela ta brincando comigo? 

Saio do carro e abraço ela

Luiza: Pensei que não chegaria! 

Eu: Você mora aqui?-apontei a favela atrás dela

Luiza: Sim neh! 

Junior: Quer ajuda com a mala? 

Luiza: Não moço, pode deixar elas aqui mesmo, eu ajudo ela. 

Eu: Você vai subir com minha mala? Apé? 

Luiza: tem razão, entra no carro eu direcionou vocês até lá em cima

Entramos no carro, e ela foi mostrando caminho para o Junior e por fim chegamos. 

Pegamos a mala e colocamos para dentro da casa dela.. E fomos para um corredor onde ela me disse que tinha quarto dela.. 

Entramos no quarto

Eu: Seu quarto é meio pequeno neh? 

Luiza: sei que você é rica, mas é meu cantinho aqui, não ache ruim.. Logo você conhece meu irmão e minha mãe 

Eu nem sabia se queria ficar ali, quanto mais conhecer! 

Luiza: Vamos dar uma volta? 

Eu: Tenho escolha? 

Luiza acenou negando com a cabeça e me puxou pra fora. 

Luiza: Muitas pessoas aqui vai gostar de conhecer você

Andando de cabeça baixa trombo com um moço alto e bonito

Moço: Qualé pivete? -voz grossa- ta me vendo não? 

Luiza: Ricardo, não é pra tanto, foi sem querer, ela não trombou por maldade. 

Ricardo: A questão é que você sabe que tem que olhar pra onde anda, acha que riquinha emocionada pode sair tombando quem ela quer? Ta me tirando caralho

Eu: Desculpa moço, não foi por mal

Ricardo: ABAIXA AI E ME CHUPA-puxou meu cabelo-

Luiza: Solta ela mano!! 

Ricardo: ABAIXA E ME CHUPA PRINCESA RICA- me empurrou para o chão e fez eu ralar meu joelho. 

Moço: SOLTA ELA CARALHO-voz grossa, rouca e que me causou arrepios- AQUI NÃO É TEU NÃO MEU PARCEIRO

Ricardo: Desculpa patrão! 

Moço: DESCULPA O CARALHO, VOCÊ CONHECE A LUIZA E SE ELA FALOU QUE A MINA NÃO FEZ POR MALDADE, A MINA NÃO FEZ POR MALDADE!! E OUTRA QUE SE A MADAME AI NÃO OLHA PRA ONDE ANDA, VOCÊ DEVERIA OLHAR!! VOCÊ ESTÁ AQUI A MAIS TEMPO, E SE FOSSE OS HOMEM? SAI DAQUI E ME ENCONTRA NA BIQUEIRA SEU MALDITO! 

Ricardo saiu sem nem olhar pra trás, mas sentia meus joelhos dolorido. 

Moço: Machucou? -e ainda a voz rouca e grossa- levanta ela Luiza 

Luiza me ajudou a levantar 

Luiza: Essa aqui é minha... 

Moço interrompeu: Agora não Luiza, vou resolver bagulho com Ricardo. -deu beijo na testa da Luiza e Saiu-

Luiza: Cuidado minha princesa, se machucou? 

Eu: acho que ralei só a perna, todos é igual? 

Luiza: Ricardo é um otário que paga de pá, e o moço que defendeu você é meu irmão o Cauê.. Mas todos têm apelido para os homens não sacar de fato.. 

Eu: Entendi, mas vi que tem uma lanchonete ali, vamos comer algo? 

Fomos comer algo e voltamos faz umas horas, agora deve ser uma 18:30 e hoje é quarta esqueci de falar. 

Estamos aqui deitadas no quarto da Luiza, meu joelho a gente passou remédio.. E não trombei com ninguém até então. 

Conheci a dona Maria que é mãe da Luiza, ela é muito legal e parece que gostou de mim. 

--toc toc--

Luiza: entra

Moço de hoje mais cedo entrou. 

Luiza o abraçou com vontade e eu me sentei na cama

Moço me olhou com olhar sério não abriu um sorriso, não fiz questão também desviei olhar. 

Luiza: Sophi?-olhei pra ela- esse é o Cauê, meu irmão. 

Eu sorri. 

Ele me olhou e ergueu a sombrancelha

Luiza: Ca, essa é a Sophie 

Cauê me olhou e disse:

-você sabe que ninguém pode saber meu nome..-sentou no sofá do lado- então pra você tal de Sophie, CG pra você! 

Voltei a deitar, vi que de interessante ele só tinha a cara.. 

Luiza abriu e fechou a porta deixando eu sozinha com o Cauê.. 

Me sentei depressa na cama

Cauê se aproximou de mim e disse:

-Não curto mina metida, isso só me deixa com mais raiva de você!! Começa a olhar pra onde tu anda, começa a me olhar e me desejar. 

Eu: Em?? 

Cauê: piranha na favela me deseja, é bom tu ser uma e me desejar! 

Eu: Não sou piranha, e muito menos sinto algo por você. 

Cauê segurou forte a minha bochecha que estava começando a ficar vermelha

Cauê: Viagenzinha de quinta 

Eu: Não sei o que mais deixa você com raiva é eu ser virgem, ou saber que você nunca vai comer a virgem. 

Senti minha cara arder, quando ele meteu a mão nela.. 

Cauê: Cuidado com o que você fala

Por qual motivos a Luiza me deixou sozinha com ele?? 

Cauê: Luiza foi tomar banho se você não viu, mas um motivo de você ficar esperta!!-saiu do quarto-

Que ódio que eu estava, que ódio!! Quem ele pensa que é? Ele tem problema não é possível. Preciso continuar estudando e me aprofundando nesses casos de Psicologia! 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...