1. Spirit Fanfics >
  2. O irmão do meu noivo - Imagine Kim Namjoon. >
  3. "Só me deixe te ajudar, tá legal?"

História O irmão do meu noivo - Imagine Kim Namjoon. - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - "Só me deixe te ajudar, tá legal?"


Fanfic / Fanfiction O irmão do meu noivo - Imagine Kim Namjoon. - Capítulo 9 - "Só me deixe te ajudar, tá legal?"

Abri os meus olhos, vendo que estava sozinha. Me sentei na cama, sentindo uma grande dor em minha intimidade, logo lembrei do acontecido de ontem. Lágrimas começaram a escorrer em meu rosto ao lembrar pelo o que passei. No momento estou com nojo do meu corpo, nojo de mim mesma e medo, muito medo do que ele pode continuar a fazer.

Me levantei com certa dificuldade e fui andando até o banheiro. Me sentei na privada, vendo que a minha calcinha estava com sangue, mas não estou "naqueles dias"...Tomei um banho e botei uma roupa confortável e fui para a sala. Hoje não tenho forças para nada, ficar de pé, arrumar a casa, andar...Nada mesmo, tudo o que um tento fazer, a minha intimidade dói e eu acabo caindo por fraqueza ou sentindo uma enorme dor. A minha única preocupação no momento, é o Namjoon...Será que ele também é da mesma forma que o Min-seok? Será que ele vai tentar me tocar sempre que nos vermos? E se ele tentar fazer comigo o que o Seok fez? Se ele tentar encostar em mim, eu estou suja, o meu corpo não é o mesmo, estou poluída por aquele cara...


...


Continuava sentada no sofá, até ver a porta se abrindo. Me sentei rapidamente, vendo Namjoon aparecer. Meus olhos se encheram de lágrimas e eu me encolhi no sofá, com medo.

- Sn? O que aconteceu? - ele se sentou ao meu lado, pondo a mão em meu ombro -. O..O que o Min-seok fez com você? - as lágrimas começaram a rolar -. Aish!! - ele se levantou e saiu de perto de mim -.

Segundos depois, ele volta com um copo de água com açúcar para tentar me acalmar.

- Beba, por favor - levantei a cabeça e peguei o copo, bebendo devagar-. Respira fundo, está bem? Se acalme, eu estou aqui com você. Quando você estiver relaxada, me conta o que houve.

Respirei fundo, tomando coragem para falar.

- Ele..Ele abusou de mim - soluço vieram -. Namjoon, eu estou suja...Estou com nojo de mim...- voltei a chorar -.

- Ei, fique calma, eu vou te ajudar - passou a mão no meu cabelo -.

- Me ajudar?! Me ajudar como?! Você não vai estar aqui todas as noites quando ele tirar a minha roupa e começar a buscar de mim! Não vai estar aqui quando ele me bater! Não vai estar aqui, pois eu não quero que você esteja, não quero que você assuma as minhas responsabilidades, não quero, não quero que você esteja presente em minha vida, me vendo sofrer! Por favor, vá embora! - seu olhar estava triste -.

- Sn, pare e respire - olhei para ele com raiva -. Olha, eu prometo que irei cuidar de você.

- Me promete? - ri -. Falar é fácil. É impossível você me proteger Namjoon, e eu não quero que você me proteja, não quero ser dependente de ninguém! - gritei -.

- Sn?! - se levantou irritado -. Eu estou aqui tentando te ajudar, te fazendo uma promessa que irei cumprir e você me trata assim? Olha, eu sei o quão ruim foi você passar por isso. Eu te avisei, avisei que o meu irmão é assim, falei para você me contar as coisas pois eu iria te ajudar! E eu estou aqui, está bem?! - passou a mão em seus cabelos -. Só..só me deixa tentar te ajudar, tá legal? - se acalmou -.

- Eu só quero te pedir para não deixar ele fazer isso comigo...

- Eu prometo, ele não vai - se ajoelhou na minha frente -. Pode se levantar? 

- não...Não consigo ficar de pé...- abaixei a cabeça -.

- Venha, vamos ao medico - ele segurou a minha mão-.

- Ao medico? Pra que? - ele se levantou-.

- Você precisa ir à um ginecologista - me envergonhei -. Não precisa ficar assim. Você deve ir a um ginecologista.

- eu vou outro dia...- estava com vergonha -.

- Vou pegar a sua bolsa e documentos e iremos ir à um médico agora - ele subiu as escadas me deixando sozinha -.

Minutos depois ele volta.

- Vamos. Não precisa se preocupar, o meu amigo cuida dessas coisas - ele posicionou a minha bolsa em seu ombro -. Vamos devagar, está bem? - fui andando como pude, dando passos lentos -.

Depois de minutos dando pequeninos passos, chegamos ao carro dele. Adentramos e ele deu a partida, indo a um hospital que ele conhecia.

Chegando no hospital, Namjoon falou com o amigo dele, que era bem bonito.

- Sn, por aqui - acompanhávamos o amigo do Namjoon-.

Entramos na sala. Me sentei na cadeira e Namjoon ao meu lado.

- Olá senhorita Sn. Me chamo Park Jimin - estendeu a mão e eu apertei -. Pode me dizer o que houve para mim te examinar? - começou apenas digitar algo no computador -.

- Bom, foi o seguinte - Namjoon tomou a minha frente e começou a explicar o ocorrido, como uma mãe faz quando leva o seu filho ao medico -.

- Entendi - Jimin se levanta -. Vou te dar uma roupa e sairemos da sala, tire a roupa e ponha essa - ele me entregou um tipo de roupão. Logo eles dois saíram da sala -.

Fiquei bem constrangida. Um homem iria me examinar? Ainda mais um amigo do Namjoon?...Que vergonha...

Troquei de roupa e avisei a ele, que logo entrou na sala, me pedindo para deitar na cama.

- Pode abrir as pernas? - ele ficava bem na minha frente -. Me desculpe, eu sei que é muito desconfortável isso, ainda mais pelo o que você passou e eu sou um homem...Mas fique tranquila, eu estudei para isso, não irei te fazer mal...- fiz o que ele me pediu, e começou a me examinar -.


...


Saímos do hospital e voltamos para casa. O doutor Jimin disse que não aconteceu nada muito grave comigo, como eu era virgem, acabou doendo e me machucando mais pela forma que ele fez aquilo. Ele passou uns remédios para minha dor, e disse que o sangue que saiu mais cedo de mim, foi por conta de uma "pele" que se rompeu dentro de mim, o que acabou me machucando.

Chegando em casa, já estava bem tarde, por volta das 19h. Namjoon me levou até o meu apartamento. Digitei a senha da porta, abrindo e vendo que estava com as luzes todas apagadas. Namjoon nteou comigo, acendendo algumas luzes e logo me sentei no sofá. 

- Tome esse remédio para dor - pegava um comprimido. Tomei com água-. 

- Obrigada.

- Onde estavam? - se viramos escutando a voz de Min-seok -. ONDE VOCÊS ESTAVAM?!


...




Notas Finais


O capítulo está pequeno, me desculpem...

Desculpe qualquer erro de digitação...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...