História O Irmão mais velho da minha namorada - Capítulo 53


Escrita por:

Postado
Categorias Bleach, Free!, Hybrid Child, Junjou Romantica, Kuroko no Basuke, Kuroshitsuji, Love Neco, Love Stage!!, Seito Kaichou ni Chuukoku, Sekaiichi Hatsukoi, Sex Pistols, Yuri!!! on Ice
Personagens Byakuya Kuchiki, Hinamori Momo, Hisana Kuchiki, Ichigo Kurosaki, Isshin Kurosaki, Jinta Hanakari, Karin Kurosaki, Masaki Kurosaki, Rukia Kuchiki, Toushirou Hitsugaya, Yuzu Kurosaki
Tags Bleach, Byakuyuzu, Griishi, Ichihisa, Ichiishi, Ichiruki, Ichitou, Karihina, Rukihime, Yaoi Ever, Yuri Ever
Visualizações 101
Palavras 524
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, Lírica, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 53 - Karin Agressiva


Karin On

fique em pé olhando-a fixamente, ao fechar a porta, virou-se em minha direção e começou a tirar cada peça de sua roupa, quando a vi já estava nua... Mas nua totalmente, sem roupa alguma. Achei que eu estava vendo demais

 

Se aproximando de mim, colou seu corpo no meu, começou a tirar minha blusa e beijando meu pescoço lentamente, colocou suas mãos em meus seios apertando-os de um jeito insaciável. Parecia que ela queria engolir meus seios de tão desejosa que estava lambendo-os

 

Me puxou e me fez sentar na maca novamente, puxou minha bermuda e em seguida tirou minha calcinha com a boca. Nossa, eu já nem sabia mais onde estava. Fiquei tão molhada que tive dois orgasmos em poucos minutos. Sua boca começou a beijar minhas pernas até quando senti ; sua língua começando a me fuder. Sua língua era deliciosamente quente e grande e entrava de um jeito que não me deixou com outras opções há não ser perder o equilíbrio e gozar em sua boca. Que delícia... Que gozada... Fiquei totalmente sem forças...

 

Olhei para seu rosto e vi o tamanho da satisfação dela. Acredito que sentiu o mesmo quando dá alta a seus pacientes em recuperação.  Levantei meu corpo e decidi não deixar só por aquilo, a puxei para o meio de minhas pernas, enlacei-a a prendendo, segurei seus cabelos pra trás e mordisquei seu pescoço todinho, senti-a ficando toda arrepiada, meti minha boca em seus seios redondos médios e tesudos, que sensação maravilhosa...Que peitinhos mais gostosos... Peguei a mão e coloquei em sua buceta, mexendo devagar, até sentir o quanto estava excitada, assim que coloquei já pude senti-la toda melada...

 

Presa no meio de minhas pernas, eu sentada na maca e ela em pé, comecei a penetrar dois dedos dentro dela, num entra e sai frenético, botava e tirava, botava e tirava...A fudendo de um jeito que ela estava perdendo o controle e quase soltou alguns gritos altos, se eu não a calasse com meus lábios.

 

eu suor era de sexo gostoso...

 

A pedi para gozar em meus dedos, queria sair dali recuperada 100%, quando a ouvir baixinho dizendo em meu ouvido... “Não se preocupe, é agora...”

 

Meti com suavidade naquela bucetinha encharcada de sexo, toda molhadinha, ao mesmo tempo passava a língua em seus seios, pescoço e a beijava para que não saísse seus gemidos, senti sua bucetinha apertando meus dedos dentro dela e vi que já estava prestes a gozar, quando enfiei mais fundo e de um jeito que ela nunca mais iria esquecer, poderia fazer sexo com quem fosse, mas uma fudida daquela nunca seria esquecida..

 

Meti...meti...Meti...Até que a vi tremendo em minhas mãos...E fechando sua buceta até escorrer aquele líquido entre minhas pernas...Que médica tesuda era essa. Que trepada deliciosa em plena madrugada e eu que só queria que passasse aquela dor de cabeça, acabou foi liberando todo meu stress...

 

Filha da puta gostosa... Agora eu sabia onde ir caso eu passasse mal novamente...

 

A vi deitar-se em meus braços, beijando levemente meu pescoço...

Karin - curtiu ? - perguntei

HInamori - amei - disse e eu a beijei

to be continue



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...