História O Jinchuuriki da Kyuubi - Naruto Uzumaki Namikaze - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Asuma Sarutobi, Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Haku, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Inari, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shino Aburame, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Zabuza Momochi
Tags Comedia, Drama, Luta, Naruto, Romance
Visualizações 852
Palavras 3.114
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Deu um trabalhão escrever esse capítulo. Minha cabeça ainda dói.

Mas tá ai, finalmente.

Espero que gostem!

Capítulo 10 - É aqui que começa!


Fanfic / Fanfiction O Jinchuuriki da Kyuubi - Naruto Uzumaki Namikaze - Capítulo 10 - É aqui que começa!





   

       
      Todos se mantinham boquiabertos com o que a pequena garotinha, Sora, havia acabado de dizer. Uma mistura de confusão e raiva se mantinha entre quase todos ali presentes. Isso porque, de todas as pessoas possíveis, logo Naruto estarias recebendo atenção e afeto de uma menina que segundo muitos era incrivelmente “Kawaii”.

   Todos olhando para Naruto que continuava sentado no chão. Naruto ainda se mantinha confuso e alegra ao mesmo tempo, alegre por ver que Sora estava bem, bem e saudável. Sora ainda se mantinha sentada no seu colo, com suas perninhas envoltas da cintura do loiro e com as mãos em seus ombros. E com um sorriso que emanava muita felicidade.

Naruto: S-Sora, o que esta fazendo aqui? – Ainda um pouco envergonhado, afinal não era todo dia que algo assim acontecia, principalmente com ele.

Sora: Doutor Hange me examinou e me deixou sair do hospital, ele disse que eu estava muito melhor. – Ainda sorrindo. - Mamãe me trouxe aqui.

Naruto: Sua mãe?

Akatsuki: Sim, eu a trouxe aqui. – diz se aproximando. – Mas quando Sora te viu ela saiu correndo em sua direção.

Naruto: Entendi. – Diz mais calmo. – E-espera, e porque ela esta me chamando d-de P-papai? – Volta a ficar envergonhado com a ideia de pai.

Akasuki: Eu não sei. De uma hora pra outra ela começou a te chamar assim. – Da uma leve risada. – Ela não parava de perguntar por você, então eu a trouxe aqui.

Sora: Você não gostou de eu te chamar assim? – Já começa a ficar triste, seus olhos começam a brilhar de tristeza.

Naruto: É claro que gostei Sora, é só que isso me deixou meio surpreso. – diz passando a mão no cabelo de Sora para conforta-la. 

Sora: Verdade? – Naruto assente com a cabeça. – Mamãe disse que hoje papai se tornou um ninja. – Naruto assente novamente. – Então esse é o seu presente.  – Sora da um beijo na bochecha de Naruto fazendo-o ficar super vermelho.

Todos: Ehhhh? – ao mesmo tempo.

Naruto: S-sora! – sem jeito. – V-você não pode fazer isso! – Akatsuki se mantinha dando risada.

Sora: Por quê? – Pergunta mas Naruto continua sem reação. – Você não gostou do meu presente papai?

Mika: Papai?... 

  Naruto não havia percebido, que enquanto aquilo tudo acontecia, MinatoKushina e Mika Estavam a poucos metros de distancia, não só eles, mas todos os formandos da academia junto de seus parentes. Todos olhavam para ele sem entender nada do que estava acontecendo.

Naruto: ... – Um pouco de medo havia se instalado no pequeno rapaz, que olhava para seus pais e sua irmã. Boca levemente aberta e um olhar tremulo.  – Eitá porra, Ferro, ferro, ferro!!!

Mika: O-o que esta acontecendo aqui? – Aquela que havia se mantido calada ate agora finalmente tomou coragem para perguntar algo. Mesmo que não tenha tido tempo para pensar direito.

Sora: Papai, quem são esses? – pergunta com uma voz muito inocente, não sabia que eram parentes de seu “pai”.

Minato: Mas que cena e essa que esta se passando aqui? Explique-se Naruto. – Por alguma razão estava inquieto.

Kushina: Quem sam essas pessoas? – Um pouco de seu cabelo balançava de forma anormal.

Naruto: Tenho que me acalmar, pode dar problema para as duas. – Naruto se acalma e volta ao seu estado normal. Levanta-se com Sora em seus braços, mas em seguida a coloca no chão. – Minato-samaKushina-samaMika-sama, Sinto muito por ter interrompido o momento de felicidade de vocês! Realmente sinto muito! Prometo que isso não ira se repetir. Por favor, me perdoem! – Pede de cabeça baixa e com o corpo curvado em reverencia. Os três ficam surpresos com a reação de Naruto. Mas nada dizem. – Mais uma vez, peço desculpas. – De cabeça baixa. – Sei que vocês tem muito que comemorar, então se nos derem licença vamos sair daqui e deixar vocês a sós. 

  Naruto, Akatsuki e Sora caminham para longe de todos. Todo mundo ficou sem reação ao ver o gesto de Naruto para com MinatoKushina e Mika, Principalmente por ser família. Mas sem duvidas os que ficaram mais surpresos foram os três ali presente, ainda se mantinham parados olhando Naruto caminhar ao lado de Sora e Akatsuki,  ele estavam com um sorriso no rosto.

Sora: Porque eles estavam nos olhando errado? – olha para Naruto. 

Naruto: Haha, Errado? Acho que você quis dizer “Estranho”. – Sora infla as bochechas. – Não sei porque eles estavam olhando estranho Sora. – Naruto não queria chatea-la com nenhuma historia.

Akatsuki: Bom, já que você se formou hoje, e minha pequena finalmente pode sair do Hospital, que tal fazermos uma pequena comemoração? – Pergunta para os dois, mas Sora é a que fica mais alegra. Infelizmente ela passou muito tempo dentro daquele hospital, tempo de mais.

Sora:Ah(alegre), eu quero, vamos papai, por favor.

Naruto: Sim, vamos. – Diz alegre. – Akatsuki-san, eu queria treinar um pouco, depois, pode me ajudar?

Akatsuki: Posso sim, depois nos vamos ao campo de treinamento. – Sora havia pegado na mão de akatsuki e de naruto, agora os três caminhavam de mãos dadas. – Mas primeiro vamos comemorar um pouco.

Sora: Sim!

  Os três caminham para longe de toda aquela multidão.

Kushina: Quem eram aquelas duas? – Seu cabelo estranhamente estava flutuando .

Minato: A Akatsuki eu conheço, ela faz parte da ANBU, é muito conhecida dentre os membros, Não sei o que poderia estar fazendo com Naruto. – diz olhando os três desaparecem de vista. – Já a menina e a filha da Akatsuki, ela era para estar no Hospital de Konoha, será que se curou da doença?

Mika: Doença? – Olha para seu pai.

Minato: Sim, ela tinha uma doença rara, ninguém do hospital conseguiu ajuda-la, diziam que apenas a sannin lendária, Tsunade, seria capaz de cura-la.

Mika: Apenas a Tsunade-sama?

Kushina: Sim Mika, Tsunade é a melhor ninja medica que existe no mundo ninja, Bom... Ate onde sabemos. – Da um sorrisinho. – Mas não temos tempo para se importar com eles, hoje nossa filha se tornou uma kunoichi. – Diz alegre. – devemos comemorar esse dia.

Mika: Sim, vamos!

        .........

   No Ichiraku RamenTeuchi e sua filha Ayame se movimentavam rapidamente para atender os vários clientes que estavam no pequeno estabelecimento. Mais três pessoas entram no estabelecimento, quem será que eram, HEIN?

Teuchi: Oh, Naruto, Akatsuki-san, entrem, o que vão querer nesse dia agitado? – Nem se quer ola para os dois, muitos para atender.

Naruto: Ola teuchi, vou querer um prato de Ramen apimentado hoje. – Senta-se em um assento perto do balcão.

Akatsuki: Já eu vou querer Ramen com carne assada.

Teuchi: É pra já. – Presta atenção na pequena garotinha ao lado de Naruto. – E quem é essa pequena dama ao seu lado?

  Sora se mantém calada, não havia falado com muitas pessoas por isso estava envergonhada.

Akatsuki: Essa e minha filha, Sora. – Teuchi deixa escapar uma reação de surpresa, quase como se dissesse “impossível!”.

  Sora se acalma um pouco e da um sorriso amável para Teuchi.

Teuchi: E a senhorita, o que vai querer? – Pergunta para Sora enquanto traz o Ramen de Naruto. 

Sora: Vou comer o mesmo que meu pai! – Senta-se no colo de Naruto.

   Nesse momento Teuchi e Ayame quase derrubam os pratos que estavam segurando.

 (O susto foi tanto que teuchi quase abra seus olhos e revela que um deles é o Rinnesharingan e o outro é o Sharingan supremo! KKK)

Teuchi: P-papai???

Naruto: Hehehe, Ela passou a me chama assim.

Teuchi: Nem vou perguntar o por que. – Se aproxima de Naruto. – Quero os detalhes depois.

  
   Sem mais nenhum contratempo Naruto, Akatsuki e sua “filha” terminam de comer e se despedem de Teuchi e Ayame(que estava com uma aura estranha).

     (........)

  Andando pelas ruas de KonohaMinatoKushina e sua filha mantinham um sorriso no rosto enquanto cada um comia um espetinho de carne assada, o local para onde iam era desconhecido, mas provavelmente seria algum restaurante.
  O sorriso em seus rostos duram ate o momento em que veem Naruto e as duas andando pela rua logo a frente.

Akatsuki: Você gosta mesmo de ramen  Naruto?

Naruto: Sim eu adoro, mas também só os como sempre porque não tenho muito dinheiro para comprar outra coisa.

Akatsuki: Você tem que comer outras coisas pra variar, ramem pode te fazer mal. – uma ideia vem a sua cabeça. – Hoje vou preparar um jantar mais saudável para você e Sora. Com muitos legumes.

Sora: Não quero comer isso.

Naruto: Eu também!

Akatsuki: Mas vão ter que comer!

Naruto/Sora: Ahhhh...

  Ali perto...

Mika: O que essas duas fazem com o Naruto a final? – (pensando) Parecia irritada.

Minato: Eles parecem bem próximos.

Kushina: Pergunto-me o porquê? – Cabelos balançavam de forma anormal.

  Com Naruto e as outras.

Akatsuki: Naruto, vamos dar uma passada rápida em um pequeno restaurante aqui perto, quero pelo menos comprar alguns sanduiches. 

Naruto: Por quê?

Akatsuki: Você disse que queria treinar um pouco, os sanduiches é para depois do treino.

Sora: Eu também vou poder comer? Ou vou ter que comer só legumes? – Infla as bochechas.

  Naruto e Akatsuki caem na risada.

Akatsuki: É claro que vai poder comer Sora.

Naruto: Sora, é melhor comer legumes!

Sora: Hummmm!!!!!!!!

  Mais algumas risadas, inclusive de Sora.

      (.......)


   Um certo tempo se passou, Naruto e as outras foram ate o pequeno restaurante e compraram o que precisaram. Vário sanduiche que vieram dentro de uma pequena cesta, também foi comprado uma garrafa de suco de laranja que segundo o dono “Esta uma delicia cara”.

  Agora os três estão no campo de treinamento. 

Sora: UauPapa(papai) é muito forte! – Diz a garotinha enquanto assiste ao treino intenso ao qual Akatsuki estava fazendo Naruto passar, ate mesmo Sora conseguia perceber a diferença de poder que havia entre os dois. – Mas Mama(Mamãe) é muito mais forte! – Da uma mordida em um sanduiche. – Papa se esforce!!!


  Mesmo com os incentivos de Sora e os esforços de Naruto, o resultado foi inevitável. Akatsuki pertence a ANBU, Naruto não é pareo para ela.

Akatsuki: Nossa Naruto você ta melhorando a cada dia! – da um sorriso. – Mas ainda tá muito longe de me vencer. 

Naruto: Eu sei, mas não precisa passar na cara! – se irrita um pouco. – Se ao menos os selos em meus braços estivessem prontos... Eu tenho certeza que ao menos um golpe eu acertava. Eu acho...(pensando).

Akatsuki: Bom, foi uma boa luta, mas você não usou tudo que tinha, porque?

Naruto: Amanha todos os que se formaram tem que ir para a academia, por isso acho melhor guardar um pouco de chakra.

Akatsuki: Tem razão. De qualquer forma e melhor irmos descansar um pouco e depois ir para casa.

Naruto: Sim.

  Todos os três fazem um pequeno piquenique, comem os sanduiches e bebem o suco, nada de mais. Por alguma razão os três acabaram por deitar em um grande pano o qual Akatsuki tinha trazido, como resultado os três dormirão ate entardecer.

Akatsuki: Mas que droga! Não acredito que dormimos ate essa hora. – Tira a baba do canto da boca. – Naruto, Sora, acordem.

  Naruto continuava dormindo junto com Sora que estava deitada em seu braço.

Akatsuki: Se vocês não acordarem... – Nada. – ACORDEM DE UMA VEZ!!!

Naruto/Sora: AHHHH!!!! – Os dois se abraçam enquanto tremem de medo. -  O-oque ouve? – ao mesmo tempo.

Akatsuki: Já esta ficando tarde, nos dormimos de mais aqui, é melhor irmos para casa.

Naruto: também acho.

Sora: Eu também.

   Um breve momento para guardar as coisas e todos já estavam andando rumo a casa da Akatsuki.

   Não demorou muito para que os três chegassem em casa. Agora, Akatsuki encontrava-se pegando os utensílios para fazer um jantar adequado para os três. Naruto e Sora estavam na sala sentados no sofá.

Akatsuki: Naruto, preciso que me faça um favor. – Naruto olha para ela. – Quero que vá ate o mercado comprar algumas coisa que eu preciso.

Sora: Posso ir junto?

Akatsuki: Você vai ficar e me ajudar a preparar algumas coisas, você consegue? – Sora acena positivamente. – E então Naruto, Pode fazer isso?

Naruto: Claro que posso.

  Naruto pega um lista com as coisa que era para serem compradas, também lhe é entregue o dinheiro para comprar tais coisas. Naruto caminha tranquilamente em direção ao mercado.

Naruto: Uh? O que esta acontecendo? – Vários Ninjas experientes passam por Naruto, uns por cima das casas e outros pelas ruas. – Isso é muito estranho.

  Mais algum tempo se passa ate Naruto comprar tudo o que lhe foi mandado. Durante a volta, Naruto avista mais alguns Ninjas indo na mesma direção que os outros, em direção ao prédio do fogo.

Naruto: Mas o que esta havendo?

  Um Ninja que acabara de sair de um estabelecimento e parado por um dos que estava indo para o prédio do fogo(Onde fica o Hokage).

Ninja: O que houve, porque estão indo para o prédio do fogo?

Ninja 2: Parece que Mizuki, um dos professores da academia roubou o pergaminho de aprisionamento e fugiu. – Naruto que esta por perto escutando a conversa, levanta levemente a sobrancelha. – Temos que falar com o Hokage-sama e tomar medidas para pegá-lo.

Ninja: Também irei junto. – Os dois pulam por cima das casas e vão ate o prédio.

Naruto: Mizuki-sensei roubou o pergaminho é?

   (.........)

  No prédio do fogo...

Ninja: Hokage-sama, o pergaminho de aprisionamento e muito perigoso! Não podemos permitir que o Mizuki fuja com ele!

Minato: Já estou ciente disso. Quero que o encontrem e o capturem. Se isso não for possível, matem!

Todos: SIM!!!

Minato: O Problema não é necessariamente o Mizuki fugir com o pergaminho, o problema é se alguém muito perigos o matar e ficar com o pergaminho, Orochimaro... Acho melhor procura-lo também. – Desaparece em um flash alaranjado.

   Em uma floresta bem longe dali...

Mizuki: Droga! Esses desgraçados estão todos atrás de mim. Falta pouco para eu poder sair dessa maldita vila. – Continua saltando por entre as arvores. – Ah? Mas o que é isso?

  Uma Kunai vindo de baixo quase acerta Mizuki se o mesmo não tivesse desviado. Rapidamente ele para em cima de uma arvore e olha para baixo.

Mizuki: Você? O que um pirralho como você esta fazendo aqui?

Naruto: Eae Mizuki-senseifiquei sabendo que roubou o pergaminho de aprisionamento.

Mizuki: Por que você quer saber? Não me atrapalhe, tenho que sair daqui.

Naruto: Sinto muito Mizuki-sensei, mas não posso deixar que leve o pergaminho. – Larga as sacolas de compras no chão.

Mizuki: Ate agora você quer me atrapalhar?Merda, meu plano era roubar o pergaminho e botar a culpa em você, mas aquela vadia daquela mulher apareceu junto com a pirralha de merda e te levaram sei lá onde. Se não fosse aquelas desgraçadas eu teria colocado a culpa em você e depois te matado! – Aquelas palavras fizeram as sobrancelhas de Naruto se arquearem e seus punhos se fecharem. – SE PARA FUGIR EU PRECISSO TE MATAR, EU FAREI ISSO COM TODO PRASER. – Arremessa uma churiken enorme em direção a Naruto e ao mesmo tempo parte para cima do mesmo com uma Kunai.

  Pulando por sobre as arvores...

Minato: Se Mizuki fugir com o pergaminho... – Escuta o som de vários pássaros se debandando em varias direções, os sons vinham de um local especifico. – O que esta acontecendo ali? – Muda sua rota e vai em direção ao som.

  Voltando...

Naruto:  Dezessete... Dezoito... Dezenove... – Sente alguém se aproximando. – Ah, eu queria chegar pelo menos ate Quarenta, mas alguém veio me atrapalhar. VINTE...

   Naruto crava pela ultima vez a sua Kunai na perna de Mizuki que estava deitado no chão, desacordado enquanto lagrimas ainda desciam pelo seu rosto e sangue ainda escorria do buraco em sua perna direita. Naruto estava sentado no peito de Mizuki enquanto bebia o suco de laranja de uma caixinha.

Minato: O que foi que aconteceu aqui? – pergunta já em frente a Naruto, a poucos metros de distancia.

Naruto: Ah, Minato-sama, Boa noite... – Da mais um golo do suco. – Ele tentou fugir com o pergaminho, então eu o parei.

Minato: E por qual motivo? Você quer o pergaminho para si?

Naruto: Mas é claro que não! Naquela época eu não tinha como pedir desculpas ao senhor, mas agora eu tenho. Por isso peguei o pergaminho, para entrega-lo com um pedido de desculpas.

Minato: Desculpas? Mas Desculpas do que?

Naruto: O senhor não se lembra Minato-sama? Da vez em que o senhor levou esse pergaminho para casa e eu acabei lendo-o sem permissão?

   As palavras refrescaram a memória de Minato.

  Foi a uns três anos atrás, Minato estava com muitos deveres a serem cumpridos, inclusive terminar de escrever o pergaminho, por isso o levou para casa para assim poder termina-lo. Minato deixou o pergaminho na sala e foi comer algo na cozinha, quando voltou encontrou Naruto lendo o pergaminho.

Minato: ... – Não diz nada.


Naruto: Acho que eu mereci aquela surra... – lembrando-se. – Então Minato-samaaceite-o como um pedido de desculpas. – Entrega o pergaminho para Minato que o segura.

   Minato nada diz, apenas acente com a cabeça.

Mizuki: S-socorro.

Minato: Foi você que fez isso com a perna dele?

Naruto: Ele insultou a Akatsuki-san e a Sora-chan... Acho que me empolguei de mais.

Naruto: Se me der licença Minato-sama, Tenho que ir, elas estão me esperando. – Da um ultimo gole no suco. – Que delicia.

  Naruto caminha ate a escuridão das arvores e desaparece deixando Minato e Mizuki para trás.

  Na casa de Akatsuki...

Sora: Papa esta demorando!

Akatsuki: Será que aconteceu algo?

Naruto: Cheguei. – Entra e fecha a porta.

Sora: Demorou.

Naruto: Desculpem, e que eu me encontrei com meu sensei, por isso demorei. – Lea as compras para Akatsuki que estava na cozinha.


  A noite seguiu tranquilamente, o jantar estava excelente, mesmo com as negações e suplicações desesperadas de Naruto e Sora, Akatsuki os forçou a comer todos os legumes junto com o resto da comida. Para a felicidade de Naruto e Sora, Akatsuki Havia preparado sobremesa paratodos, o que os ajudou a esquecer do gosto horrível dos legumes.

  Agora Akatsuki esta terminando de lavar os pratos e o resto dos utensílios. Enquanto isso Naruto esta dormindo no sofá, com a cabeça apoiada em um dos braços do mesmo, enquanto Sora esta deitada sobre o peito de Naruto, com a cabeça colada com o rosto de Naruto, e suas pernas envoltas da cintura do mesmo. Akatsuki tinha terminado de lavar tudo.

Akatsuki: Naruto, ei Naruto. – Ele abre levemente os olhos. – Vou deitar a Sora na Cama. – Naruto assente e Akatsuki a pega em seus braços. – Naruto se levanta.

Naruto: Acho que eu vou para casa.

Akatsuki: Pode dormir aqui se quiser.

Naruto: Obrigado, mas tenho algumas coisas para fazer, e amanha tenho que ir a academia.

Akatsuki: Se é o que você quer. – Naruto confirma. – Tá bom então. Mas você vai ter que vir de novo, você sabe o quanto ela te adora. – Os dois dão um sorriso ao olharem para Sora.

   (.......)

  Naruto chega em casa, usando suas habilidade de Ninja ele consegue entrar pela janela do seu quarto.

Naruto: Agora eu tenho que configurar esses Selos.

  Naruto pega dois pergaminhos pequenos, da largura de um dedo, e começa a escrever nos mesmos. Quase uma hora se passa ate que finalmente Naruto terminou.

Naruto: Agora é só inseri-los.

  Naruto tira as faixas de seus braços, pega um dos pergaminhos e insere no selo em seu pulso esquerdo, e em seguida no direito, muita dor corre pelos braços de Naruto e se espalham pelo corpo todo. Com um pano na boca ele aguenta a dor. Enfaixa os braços novamente e deita-se na cama.

Naruto: Agora eu sou preciso dor- desmaia.

  Por alguma razão, todos os outros três moradores daquela casa ainda se mantinham acordados, pensativos com relação a algo.

   O que vira a seguir?



 




 




 


  





Notas Finais


Obrigado a todos vocês que leram, espero que continuem lendo os próximos.

Obrigado!!!





Dattebayo é o caralho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...