História O Jogador - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Lu Han (Luhan), Min Yoongi (Suga), Oh Se-hun (Sehun), Park Jimin (Jimin)
Tags Adaptação, Bangtan Boys (BTS), Gay, Jungkook!top, Kookv, Shipper, Taehyung!bottom, Taekook, Vkook, Yaoi
Visualizações 87
Palavras 459
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Luhan


— Você sabia que não ia ser fácil.

Puxei o último lenço de papel da caixa que a Dra. Jewel mantinha na mesa de centro de vidro entre nós.

— Desculpe.

— Eu tenho mais. Não se preocupe com isso. — ela me deu o mesmo sorriso encorajador do qual eu tinha me tornado dependente ao longo do último ano. — Respire. Se acalme. E então me fale sobre o dia. Comece com a sua avó. Ela te reconheceu?

Eu sequei meus olhos e enrolei o lenço na palma da mão.

— Reconheceu. Eu estava muito nervoso com medo de que ela não me reconhecesse. Minhas pernas estavam tremendo quando entrei.

— Compreensível. Já faz um bom tempo.

— Ela me conheceu. Ela sabia quem eu era. Mas não parecia saber quanto tempo tinha passado. Era como se ela apenas pegasse uma página da nossa história, e tudo continuasse a partir dali.

Dra. Jewel concordou.

— Estágio cinco, provavelmente. Declínio cognitivo moderado. Fico feliz que tenha progredido um pouco, nós falamos sobre como alguns casos podem evoluir duas vezes mais rápido do que outros.

— Eu sei. É egoísmo da minha parte, mas fiquei feliz por ela ainda me reconhecer.

— Não é egoísta. Pessoas egoístas tendem a ser boas apenas para si mesmas. Acho que podemos ambos concordar que esse não é o caso. É provável que o que você esteja sentindo seja arrependimento.

— Eu acho que sim.

— O que acontece com o arrependimento é que só é possível se arrepender do passado. Então, para você, isso é saudável. Lamente o passado. Use-o. Faça um novo futuro. Visite-a frequentemente. Quanto mais o pesar for mandado para o passado, mais fácil será.

— Eu vou fazer isso. Eu a visitei todos os dias desta semana.

— Isso é bom. E sobre o outro arrependimento com o qual você precisar lidar?

— Jungkook?

— Sim.

Nós tínhamos passado a maior parte do último ano falando sobre esse homem. A que outra coisa ela estaria se referindo?

— Eu o vi. As coisas não correram muito bem. — ela assentiu e esperou que eu continuasse. — Ele me odeia. Não posso culpá-lo. Ele achava que eu estava de volta porque precisava de alguma coisa.

— A história de vocês é mais complicada. Você vai ter que reconquistar sua confiança.

— Eu não tenho tanta certeza de que ele vá me dar essa chance.

— Só há uma maneira de descobrir. Talvez, quando ele vir que você está realmente limpo desta vez, que você tem um trabalho, e está pensando em ficar na vida de Dahyun, ele vá entender.

Eu respirei fundo e expirei audivelmente.

— Eu sei. Isso não vai acontecer da noite para o dia. Ele nem consegue acrediter que estou limpo, como posso esperar que acredite que eu dormi e acordei pensando nele todos os dias durante os últimos quatro anos?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...