História O Jogo - Capítulo 1


Escrita por:

Visualizações 116
Palavras 728
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E mais Uma fanfic long e dessa vez, para surpresa do povo e felicidade geral da nação, é do Ben Drowned.

Capítulo 1 - Solicitação


Mika acordou sonolenta e desligou o despertador, conseguindo apenas na terceira vez, e se jogou de volta na cama com o celular em mãos.

Mika: Pensando seriamente em faltar. Tá afim?

Michelle: Se eu faltar mais minha mãe me mata. O Dunkan vai ter jogo hoje e também não vai para aula. Vai comigo, vai… :(

Mika: Só pq é você quem tá pedindo.

A loira bloqueou a tela do celular e finalmente se levantou. Tomou um banho e escovou os dentes, colocando uma calça jeans e uma blusa branca. Se despediu de seu pai, que não deu atenção, pois estava em uma discussão no celular. Seu pai era um policial e seu trabalho era muito estressante, por isso Mika era compreensiva com relação a isso. Ela pegou um ônibus até a escola, onde encontrou sua amiga ruiva, com uma vestimenta que valorizava suas curvas, enrolando as mechas nos dedos olhando interessada para Troy, amigo de Dunkan.

Mika se virou para ir até a sala, não querendo interromper o que quer que estivesse acontecendo entre os dois.

— Oi, Mika, senta com a gente! — Michelle acenou para a amiga, que foi até eles.

— E ai. — A loira deu um sorriso fraco com um aceno tímido.

— E aí, gata. Ficou sabendo do Noan? — Troy tragou um cigarro.

— Noan…? — Tentou se lembrar.

— Aquele esquisito da oitava série. — A ruiva deu de ombros.

— Ah, sei quem é.

Noan era um garoto tímido, que estudava na oitava série da sua escola. Pela timidez, não fazia amigos com facilidade, e andava sozinho pelos corredores, somente na companhia de um livro. Mika não gostava quando seus amigos zombavam do garoto assim, senria pena, mesmo porquê se identificava um pouco com ele. Ela mesma nunca fazia piadas do tipo, mas nunca as contesta, o que a faz se sentir culpada. Mas o que poderia fazer? Alguns não dão sorte. Mika só conversava com mais pessoas porque tem a Michelle como amiga desde os cinco anos.

— Nunca imaginei que aventuras radicais e adrenalina eram a dele. — Troy riu.

— Adrenalina?

— Você está sempre nesse celular e nunca está sabendo de nada, tem certeza que está com Internet? — A ruiva sorriu pegando o celular e dando para a amiga. — Aí está.

No vídeo, Noan aparecia nervoso. As pessoas envolta bebiam e incentivavam. O garoto bebe uma garrafa de água, como se para enrolar. Ele se vira de costas, e começa a escalar o prédio mais alto da cidade, se agarrando a canos e a janelas. Quando chegou na metade, a platéia gritando enfurecida, Noan começa a descer, recebendo uma vaia. Ele estava tremendo, com medo tanto de descer quanto de seguir em frente. " Eu desisto!" Ele grita do prédio. "Tenho, tenho certeza!". Respondendo uma pergunta que não havia sido feita. E depois disso, ele parece se jogar do prédio e cair no chão, e o vídeo é interrompido.

— Meu Deus, ele está bem? — Mika arregalou os olhos.

— Esse idiota fraturou a coluna e perdeu o movimento das pernas. — Michelle pegou o celular de volta.

— Só queria saber que porra ele estava fazendo lá. Onde é que estava com a cabeça quando resolveu escalar a porra de um prédio? — Troy jogou a bituca do cigarro no chão.

O sinal da escola tocou antes que pudessem continuar com a conversa. Troy seguiu seu caminho, já que ele não era da mesma turma.

— Dunkan não ia gostar disso. — Mika repreendeu a amiga.

— Primeiro que eu estava só flertando, não é nada demais. E o que os olhos não vêem, o coração não sente. — Deu de ombros com um sorriso no rosto.

Essa atitude da amiga enfurecia a loira. Mika estava gostando de Dunkan, mas jamais poderia tê-lo. E ver que mesmo que ele se dedicasse tanto a ela, Michelle o traia frequentemente, com diferentes homens. Mika sempre tenta impedir, a repreende, mas não adianta. E a vergonha sentia quando o via…

Na aula, a garota sentia as pálpebras pesarem, com o tédio a dominando. Escondendo com um estojo, pegou o celular.

Quando desbloqueou a tela, recebeu um convite de jogo de Noan. Geralmente, ignorava todas as solicitações do tipo, mas por dó acabou clicando no link.

" Deseja participar do jogo?"

      Mika aceitou jogar.


Notas Finais


Obrigada por ler!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...