História O Jogo dos reis - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Ficção, Guerra, Militar, Original, Psicológico, Violencia
Visualizações 2
Palavras 989
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Científica, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 11 - Tempo esgotado-PARTE 1


"Tome,essa boina militar era do meu avô...pode ficar com ela...eu não vou voltar da luta mesmo—"

*Sons de metralhadoras disparando*

Erik,que estava dormindo acorda assustado e soando,ele rapidamente se levanta de sua cama.Erik veste um casaco,calça seus sapatos e desce a escada de sua casa.Ao olhar para a esquerda,na entrada da cozinha,Kelda prepara a mesa e Erik vai em direção á Kelda."Bom dia!" diz Kelda com um sorriso no rosto,enquanto Erik se senta numa das cadeiras.Erik responde "Bom dia!" enquanto Kelda coloca um prato de ovos na mesa.

Na sala dos oficiais do exército,Erik está sentado em uma das cadeiras quando um policial se aproxima dele."Erik Von Schwarz,o general,é você não? É um prazer conhecê-lo" diz o policial enquanto estende sua mão á Erik.

"Sim,esse sou eu" diz Erik enquanto cumprimenta o policial.
—Eu sou Maphoto,é um prazer conhecê-lo.

Erik arregala os olhos quando ouve o nome "Maphoto"."O Que foi?" pergunta Maphoto a Erik quando o vê arregalar os olhos.
—Eu apenas lembrei de uma pessoa que tinha o mesmo nome.
—É mesmo? Na minha família todos têm sido oficiais por muitas gerações,então acho que não é muito estranho você conhecer esse nome.

Erik olha para a televisão no meio da sala dos oficiais,ele começa a prestar sua atenção ao noticiário."Você viu como esse caso é estranho?" Maphoto pergunta á Erik.
—O da garota e o sujeito,você diz?
—Sim.A garota é encontrada esfaqueda pelo seu pai e então o pai é morto por um tiro na cabeça.Poderia ser suicídio se houvesse armas no local,então a polícia cogitou a ação de terceiros,mas não houveram evidências de pessoas no cômodo junto dos dois.
—De fato,muito estranho.
—Ainda tem a parte sobre o cara ser ex-militar e ter adotado a garota de um orfanato onde ela era constantemente abusada.A polícia diz que o sujeito enlouqueceu e matou a garota,mas não faria muito sentido.De qualquer maneira,esse caso está sendo um mistério muito dificil de se desvendar.

"Erik Von Schwarz!" uma voz chama Erik até a sala onde está Giovanni Rossi.Erik vai em direção á porta e abre lentamente."Desculpe pela demora,amigo;vamos,entre" diz Giovanni para erik.Enquanto Erik abre a porta,pelo canto de seu olho ele vê um homem sentado no canto da sala dos oficiais.O Homem chama a atenção de Erik,que ignora e entra na sala de Giovanni.

"Desculpe pela demora,o sujeito não queria parar de falar" diz Giovanni.Erik se senta numa cadeira e cruza suas pernas."Por que me chamou?" pergunta Erik para Giovanni.
—Eu gostaria de te parabenizar por sua bravura.
—O que quer dizer com isso?
—Eu quero te convidar para uma premiação.Os oficiais envolvidos na operação Vernichten vão ganar medalhas de honra,e eu não poderia deixar meu valho amigo de lado.
—O Coronel me contou.E...Velho amigo? não me lembro de sermos tão próximos.
—Ah,ele te contou então...De qualquer maineira,você vai aparecer?
—Não vejo motivos para não ir
—Então está decidido,acontecerá no dia 6 de julho,começará ás 6horas da tarde e terminará meia-noite,pelo menos é o que está planejado.
—Era só isso?
—Sim,era só isso.

Erik se retira da sala de Giovanni,ao olhar para o canto da sala dos oficiais,o homem que estava lá já não estava mais.Erik coloca a mão no bolso interior de seu casaco e tira de lá uma boina militar francesa,ao virá-la,na parte interior da boina há uma etiqueta escrita "Maphoto".

Erik está em um prédio muito alto,alto o suficiente para conseguir observar o distrito da UMT de longe.

Enquanto isso,em um lugar distante,no distrito da UMT.Há dois homens armados no centro de uma sala pequena,há várias pessoas ao redor agachadas no chão com as mãos na cabeça.É um assalto,os homens revistam todos os reféns para tirarem seus bens de valor.No canto dessa sala há um homem vestido com um terno preto,ele não parece assustado,e não parece sequer demonstrar alguma emoção,os assaltantes se aproximam dele.

Erik observa o distrito da UMT do topo do prédio,ao olhar para trás vê o Coronel Gerard se aproximando dele."Que coincidência você estar aqui,General" diz o Coronel com um sorriso no rosto."Coincidência é você estar em todo lugar que eu vou,Coronel".
—Você soube dos efeitos colaterais da operação Vernichten?
—Não faço a mínima ideia
—A UMT agora tem um motivo para estar furiosa com a UMM.E...alguns oficiais da UMT ameaçaram atacar a UMM,mais precisamente,o exército da UMM.
—O Que você quer dizer com isso?

"Isso é uma ameaça...de guerra".Diz o Coronel Gerard com usas mão tremendo,enquanto observa o distrito da UMT ao lado de Erik.
—Isso...isso não pode estar acontecendo.
—A UMT ficou enfraquecida depois do que aconteceu na terra,os militares que deveriam guardar a cidade estão na terra e por isso a atividade criminal dobrou.

Erik olha para o seu relógio e em seguida observa atentamente o distrito da UMT do topo do prédio.

Durante o assalto,os assaltantes se aproximam de um homem.O Homem nã demonstra medo ou nem sequer emoções."Reviste ele!" grita um dos assaltantes.Enquanto um dos assaltantes revista o homem,do bolso do terno do mesmo o assaltante retira um pequeno cubo de por volta de 5cm de altura com um btão vermelho em uma das faces."Ei,o que é isso?" o assaltante grita para seu comparça.O Assaltante aperta o botão.

Do topo do prédio,Erik está observando atentamente o distrito da UMT

*Explosão*

Uma explosão imensa acontece no distrito da UMT,o impacto foi tão grande que a cúpula que envolve o distrito se rompeu."O que foi isso?" grita o Coronel Gerard que sai correndo em direção a saída do prédio.

Erik sai atrás do Coronel Gerard,eles pegam um carro e vão em direção ao quartel da UMM.Ao chegar lá Erik e o Coronel notam vários carros saindo da garagem e indo em direção ao distrito UMT.Eles entram no prédio e vão em direção á sala dos oficiais para falar com Giovanni,ao entrar lá,Giovanni está olhando pela janela observando os carros.

"O Que aconteceu?" grita o Coronel Gerard."Aconteceu algo no distrito da UMT" responde Giovanni enquanto observa pela janela.

Continua no próximo capítulo...

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...