História O Lado Obscuro De Park - Park Jimin (Short Fic) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Personagens Originais
Tags Bangtanboys, Bts, Fanfic, Parkjimin, Sugarlandz, Trafico
Visualizações 296
Palavras 1.614
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi mozamoreeees 😍
Como vão vocês?

Desculpe por sumir assim, estava um pouco desanimada com o spirit e também, esse tempo que fiquei longe, procurei aprender coisas novas. Que de fato foi muito bom pra mim, porque aprendi muita coisa depois que me afastei um pouco... kkk 😘💕 Mas tô de volta e vai ter atualizações nas fanfics, não se preocupem.

~ Bem Vindos aos meus novos seguidores 🌹~
Espero que gostem 😉

Obrigada pelo carinho de todos 💕

Boa Leitura 📖💜

Capítulo 2 - O Plano


Fanfic / Fanfiction O Lado Obscuro De Park - Park Jimin (Short Fic) - Capítulo 2 - O Plano

Pov's Valentina

Tomei um banho e tratei de me arrumar. Aquele homem lá que se diz meu pai, não sabia o que lhe aguardava. Eu estava planejando estragar a noite dele. Mas para isso, teria que ter pulso firme e coragem para tudo acontecer do jeito que queria.

 Depois de pronta, saí do meu quarto e chegando na sala, dei de cara com eles. O Kwon e a Hillary. A mulher, cujo é apaixonado e diz que é a mulher da vida dele.

- Pensei que iria querer passar por cima da minha ordem. Muito bem! – Ele se levanta do sofá e se aproximou de mim. – Está linda! – Sorriu. – O filho do presidente ficará caidinho por você!

- Tanto faz, vamos logo para a droga deste jantar. – Digo passando por ele.

Hillary me observa dos pés a cabeça com olhar de nojo.

- O que foi? – Digo ríspida e ela sorriu.

- Você está louca para receber uma surra de seu pai, não é? – Sorriu debochada.

- Se toca vadia, eu não sou mais uma criança tola que você explorava. – Revirei os olhos e sair da sala em direção a porta.

Meu pai com toda fúria me encarava, porém inflou o peito e fingiu não ter visto minha ignorância com a sua “amada esposa” vulgo vadia.

Finalmente saímos de casa e fomos ao tal encontro e reunião que ele tanto falou.

[.....]

- Presidente, essa é a minha esposa Hillary e a minha filha Valentina! – Papai diz com a maior falsidade do mundo.

- Muito prazer, Jason Scotch! – Sorriu o mais velho. – Esse é o Liam, meu filho! – sorriu mais ainda.

- Prazer! – Digo sem importância.

- É... Prazer Valentina! – Sorriu sem graça.

[......]

- Quer dizer que você é formada em Arquitetura? Interessante! – O tal Liam parecia mais entediado do que eu.

- Pois é, né. – Reviro os olhos sem paciência com a conversa mais chata da minha vida.

O rapaz ficava sem saber o que falar e eu percebia um pouco seu nervosismo.

- O que foi? Porque está mexendo tanto suas pernas? – Pergunto e ele ficou mais acanhado.

- É... Eu nunca tive um encontro com uma garota tão bonita assim! – Disse e revirei os olhos.

- Aahh meu Deus... – Sorrir. – Já falou isso para quantas? – O olhei óbvia.

- Para falar a verdade, você é a primeira para quem eu digo isso! – Sorriu.

- É sério? – Sorrir mais ainda. – Não acredito nisso...- Abaixei a cabeça incrédula.

- Eu estou falando a verdade. Eu vim para os Estados Unidos recentemente e pra falar a verdade, eu não sou muito galanteador com as menininhas.

- Menininhas? - Sorrir.

- Você é uma mulher linda! - Ficou envergonhado.

- Obrigada! - Sorrir.

Naquela hora, eu desistir fazer um escândalo com o filho do presidente. O Liam era muito fofo e educado, então não merecia ser constrangido por causa de uma vingança minha.

Depois de conversas e muitos brindes, graças a Deus a reunião tinha acabado e logo fomos pra casa.

- Está feliz? Posso sair daqui! - Digo me referindo a ir pro meu quarto.

- Pode! Até que você se comportou  bem. O que me impressionou. - Debochou.

- É, mas não fiz isso por você! - Dou as costas e subi pro meu quarto.

Pov's Jimin

Cheguei nos Estados Unidos e estava exausto. Eu odiava ficar parado por muito tempo. Estava pensando muito no que fazer quando chegasse a hora de pôr meu plano em prática. Kwon não perde por esperar, ele não devia mexer comigo. Não mesmo...

- Senhor Park, seu carro está pronto!

- Obrigado! - Agradeço ao motorista. - Por favor, me leve até a boate ****.

- O senhor não vai descansar um pouco? Está muito tarde e... - Diz fingindo preocupação. Apenas o olhei em repreensão e ele logo ligou o carro me obedecendo.

Eu iria falar com Seokjin sobre a mercadoria que tinha mandado pra ele. Ele é responsável pela distribuição e vendas de Drogas aqui e trabalha pra mim há anos.

- Park...quanto tempo, cara! - Seokjin diz vindo me receber. -

- Pois é...- Olho ao redor e o barulho estava me incomodando. - Vamos pro escritório Kim! - Digo sério.

- Ok! - Me deu passagem e fui em direção ao escritório.

[......]

- Tem certeza que vai fazer isso cara? Quer dizer, você vai chamar muita atenção e também isso pode estragar seus negócios. - Seokjin ficou aflito.

- Relaxa que eu sei muito bem como ser discreto! - Digo tragando um pouco do charuto cubano em minhas mãos.

- Isso tudo é pelo que ele te deve ou simplesmente porque você quer que ele aprenda a te respeitar? - Me olhou sorrateiro se encostando na poltrona.

Fiquei pensativo, porém sabia do porquê e lógico que iria continuar.

- Ele me ameaçou, Jin! - Digo e ele se levanta indignado.

- Como assim te ameaçou, Jimin? - Deixou a formalidade de lado e se preocupou.

- Esse filho da puta tem o mapa de todos os locais daqui! - Digo dando uma tragada no charuto e apago jogando no lixo.

- Não pode ser... que desgraçado! - Jin andava pra lá e pra cá. - E como...

- Foi o Kyungsoo! - Digo e ele arregalou os olhos.

- Kyungsoo? Mas esse cara não era de sua confiança? - Ficou incrédulo.

- Pra você ver o porquê de eu não confiar em ninguém! - Digo e ele ficou um pouco envergonhado.

- Agora, o que vai fazer com ele. - Ficou curioso.

- Eu... - Fui interrompido por uma ligação. Era o Taehyung e já sabia mais ou menos o que poderia ser.

*LIGAÇÃO ON*

- Sim Taehyung...

- Senhor Park, Kyungsoo já era! - Diz calmo e simplismente sorrir ladino.

- Bom trabalho! - Desligo o telefone e Jin me olhou curioso e intrigado.

*LIGAÇÃO OFF*

- Está aqui sua resposta! - Digo balançando o smartphone. - Kyungsoo fez uma viajem pro inferno sem volta.- Digo e ele colocou a mão na boca.

- Você é Diabólico, cara! - sorriu.

- Vocês pensam que me conhecem, mas ainda não viram nada! - Sorrir irônico me levantando.

- Se pretende mesmo fazer essa loucura, eu vou te ajudar! - Diz convicto.

- É bom saber disso! - Dei dois tapinhas em seu ombro. - Quero que consiga informações sobre o que ele fará amanhã. Me informe antecipadamente ok? - Peço e e ele assentiu.

- É bom ver você, Jimin! - Indagou.

- Park! - O repreendo. - É Park!

Vejo o mesmo revirando os olhos e sorrir de seu deboche.

- Tá bom, Park Jimin! - Debochou.

- Melhorou! - Mais uma vez dei dois tapas em seu ombro e fui pra saída. - Amanhã nos veremos. - Pisquei e ele fez sinal pra eu sair. Sorrir e sai de seu escritório.

*OUTRO DIA*

                 ~ Narrado pela Autora ~

- Senhor, a papelada que o senhor mandou encaminhar para o departamento de construção já foi entegue. - William seu secretário diz, enquanto lhe entregava uma pasta.

- O que é isso? - Perguntou e o mais novo assentiu com um sorriso no rosto.

- Isso mesmo que o senhor está pensando! - Mandou prosseguir em abrir a pasta.

Ele se levantou da cadeira surpreso e abriu a pasta. Finalmente era o que ele estava esperando muito. Um contrato que o mais velho propôs ao seu inquilino que estava o evitando há dois anos e finalmente ele assinou. Depois de alguns subornos e ameaças da parte do presidente corrupto.

- É por isso que você é de minha total confiança William! - Sorriram.

- Só faço o meu serviço bem feito, senhor Kwon! - Exclamou e saiu do escritório.

- Ahhh... parece que a sorte anda do meu lado, agora. - O mais velho indagou, se sentando na cadeira e apoiando seus pés na mesa.

 

Kwon estava com o dia cheio e como sempre, muitos compromissos apareciam. Dentre esses compromissos, ele tinha marcado um com um homem, que até então, se passou por interessado em uma parceria de negócios. Porém, ele não sabia que esse tal homem com quem tinha se comprometido, se tratava de Park Jimin.

Sim...Park Jimin teve a brilhante ideia segundo ele, de marcar um jantar com o Kwon. Que agora, o tratava apenas de uma pessoa de quem iria se vingar esta noite. Jimin não tinha nada a perder, quer dizer, tinha mas de tanto ódio que tinha pego do velho, acabou nem ligando muito pras consequências. O que ao contrário dele, Jin estava super preocupado e tentava aconselhar um outro plano ao seu chefe. Porém foi em vão... Jimin já estava convicto do que iria fazer e nada nem ninguém, iria mudar a consciência dele.

- Está tudo pronto Park! - Jin avisa, entrando em seu escritório. Jimin estava falando no telefone e quando ouviu, logo tratou de se levantar da poltrona.

O mesmo finalizou sua ligação e colocou seu blazer. Jimin olhava pro Jin que estava um pouco nervoso. Porém claro, Jin não iria assumir á seu chefe.

- Você não está nervoso e nem pensando em desistir não é, Jin? - Mirou seu comparsa e Jin logo negou.

- Você acha que eu sou homem de andar pra trás, Park? Eu não quebro a minha promessa.

Jimin admirou-se e se aproximou dele.

- Bom saber disso, é bom ter caras como você do meu lado. Eu estou contando com você. Não me faça pensar o contrário! - Deu dois tapinhas no ombro do Jin e logo saiu.

- E eu espero, que você não nos mate! - Indagou irônico e saiu em seguida.

Continua...


Notas Finais


Gostaram Amorecas? 😏
Obrigada por lerem 😘

Acompanhem minhas Obras 👇💕

(Shots Terminadas)
https://www.spiritfanfiction.com/listas/shots-terminadas-2448573

(Imagines Terminadas)
https://www.spiritfanfiction.com/listas/imagines-terminadas-2448579

(Imagines em Andamento)
https://www.spiritfanfiction.com/listas/em-andamento-2456215

(Projeto Daddy Kink - One Shots)
https://www.spiritfanfiction.com/listas/projeto-7-one-shots-daddy-kink-2732767

Indiquem o Imagine para as amigas também, ajudem a Unnie panfletando. 😍💕
Sigam meu perfil pra não perderem novidades: @sugarlandz 💕

💗💗💗💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...