1. Spirit Fanfics >
  2. O lado sombrio do coração(editando). >
  3. Zsasz.

História O lado sombrio do coração(editando). - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Oi, boa leitura.

Capítulo 8 - Zsasz.


Fanfic / Fanfiction O lado sombrio do coração(editando). - Capítulo 8 - Zsasz.

Após o roubo e a conversa que tiveram Selina não parava de pensar que Zsasz escondia algo. E isso a assustava. 

Ele por sua vez estava completamente normal. Assim Gata se cansa e vai falar com Victor, em seu "apartamento".

- Oi.- cumprimenta ele, achando ela estar ali as 2 horas da madrugada.

- Oi.- responde Selina.

- Você..sabe que horas são?

- Sim, e desculpa pelo horário, mas temos que conversar.

- Não pode ser amanhã?

- Não.

- Tá bom, então entra aí.- fala ele saindo da frente para ela passar. Ela vai para dentro um pouco encabulada e ansiosa.- Pode falar, o que aconteceu?- questiona Victor, fechando a porta e parando na frente dela.

- Eu acho melhor acabarmos com nossa parceria.- diz Selina.

- O quê? Por que? Você mesmo falou que estava rendendo mais do que antes.- estranha Zsasz.

- Sim, mas é que uma parceria precisa de confiança.- expõe insegura.

- E você não confia em mim.- conclui ele.

- Não é pessoal.

- Tudo bem, não é a primeira pessoa que me diz isso.

- Foi mal.

- Tá.- fala ele, se levantando e indo para perto da mesa.

- Olha, se talvez você se abrisse mais com as pessoas, seria melhor e mais fácil de confiar em você, e não só te ver como uma máquina de morte.- diz ela, se aproximando.

- Certo. Foi algo que eu disse?

- Como?

- Você..está meio estranha desde o dia que perguntou do por que eu não ser um assassino de aluguel.- alega ele, fazendo ela desistir e perguntar de uma vez.

- É..bem..que..você concordou quando perguntei se era questão de honra, mas parecia que você estava escondendo algo. E sabe como eu vou saber se não vai me matar.

- Por que eu iria te matar?- pergunta ele.- Não precisa disso, eu não vou te machucar. E sim eu estava escondendo algo, mas é que não é só por honra, é também por medo.

- Tudo bem, você pode contar para mim. Não vou te julgar, mas se um idiota está te ameçando posso te ajudar a se livrar desse qualquer, mesmo da polícia.

- Não tenho medo de um qualquer ou um polícial, é de quem eu possa me tornar. Sabe eu tenho todas as mesmas aflições de qualquer um. Do presente, futuro, consequências, amor, rejeição, aprovação.

- Por que não falou antes? Quando te perguntei naquele dia.

- É mais fácil de mentir e omitir, do que encarar a verdade e dizer isso as pessoas.- explica ele se sentando em uma cadeira.

- Não precisa se preocupar com as pessoas. Eu também tenho medo, muito medo de muitas coisas, e para  esconder isso eu finjo ser outra pessoa, mas eu não  gosto de ser essa pessoa fria e..idiota. Eu só queria ser..eu, apenas eu, só isso, porém é bem difícil.- diz Selina, se sentando ao lado dele.

- Você pode ser apenas você e se não achar que esta preparada, eu tenho certeza que você, você é a pessoa mais preparada para qualquer coisa.- fala Zsasz sorrindo para ela, que sorri de volta.- E se alguém não gostar de você mesma, nós matamos esse ser desprezível.- diz ele, fazendo ela rir.

- Somos uma dupla de amigos, não?- pergunta ela, apertando a mão dele, que estava sobre a mesa.

- Eu acho que sim.- concorda Victor.

Após a conversa Selina começou a entender mais Zsasz, e o ver de uma maneira mais leve e divertida. Com toda as brincadeiras que ele fazia.

- Mas por que você se corta?- pergunta ela, olhando para uma cicatriz.

- Isso é para me lembrar que sou igual a todos eles, que sangro e sinto dor.- esclarece ele.

- Quantas você tem?- questiona ela, preocupada.

- Muitas.- responde Victor, em tom de bobeira, logo percebendo a preocupação dela.- Mas não são nada grave, são apenas marcas. E muito obrigado pela conversa.- termina ele, se levantando e a abraçando.

Seus corações tão rápidos e pertos um do outro. Era como se quisessem, os corações, se abraçarem.

Ambos estavam felizes agora, sem nenhuma desconfiança e com medo, mas agora sabiam que não precisavam esconder.


Notas Finais


Tchau, obrigada por ler.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...