História O lápis - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 495
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Universo Alternativo

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Tinha tido a ideia de fazer esse one shot há um tempo, mas acabei desistindo, mas a real é que o que eu tenho a perder, não é msm?

Espero ajudar alguem ou apenas fazer alguem passar o tempo já me basta.

Espero que gostem

Capítulo 1 - .


Fanfic / Fanfiction O lápis - Capítulo 1 - .

Não  consigo entender a feição tristes de todos em minha volta, pra falar a verdade o que é  tristeza? Bom para mim ela é uma coisa bem  perigosa que o nosso corpo joga na nossa vida, sem se importar se vamos ter uma entrevista de emprego e temos  que parecer felizes ou se temos que ir na roda de amigos onde todos vão perguntar  sobre o termino do seu relacionamento e temos que parecer felizes. Ela é realmete uma coisa horrível, por isso a ignoro quase sempre. Sempre que eu consigo.

[..]

Estava na fila de um banco, era comum que as outras pessoas puxassem assunto, mas aquilo não  aconteceu  então  eu o fiz,  comecei a falar  com a mulher a minha frente, ela não pareceu muito contente, então  perguntei o que havia acontecido, então  ela desabou  e começou a falar sobre o namorado que tinha sido pego com a melhor amiga dela, e bom, eu sendo eu tive que fazer o que faço de melhor, que é  ver o lado bom das coisas, pensa comigo, se ele fez isso ele não é uma pessoa boa, e mesmo que ele não tivesse feito ainda sim ele não amaria ela de todo coração, então  foi melhor, "melhor uma coração  partido do que um iludido".

Um tempo depois naquele mesmo banco um homem sentou do meu lado,  novamente puxei assunto, pode me chamar de chata, inconveniente mas faço  isso pelo bem queira você  entender ou não. Ao homem disse apena "hoje o dia esta muito  bonito" e em resposta recebi "bonito? Já  olhou as nuvens? Estão fechando  todo o céu, provavelmente irá chover, não  vejo nada de bonito nisso" não  era bem isso que esperava mas continuei a conversa " bom, se não  houvesse dias assim a primavera não teria flores, com isso logo não  haveria outono, acho até  bom os dias assim, o ar fica mais úmido  e friozinho" e continuou ele "é, talvez  você  tenha razão" 

Com isso não quero dizer que ninguem tenha o direito de ficar triste,  com raiva ou outra coisa, pelo contrario as pessoas  devem ter esses sentimentos, porque as vezes  isso nos torna mais fortes, por exemplo: como um médico  ou médica decidiria se esforçar  tanto  para savar  a vida de alguem  se não soubesse o quão  triste seria pra familia se ela morresse,  ou uma pessoa que se irritasse com o celular que ela deixou cair e acabou  quebrando, com isso ela teria experiência e  teria cuidado para não fazer outra vez. Tentar  ver o lado bom das coisas as vezes também  pode ajudar, mas não  se engane com falsa felicidade, aquela que é só  na aparência e o coração  na escuridão, essa é a mais periogosa.

Gosto de pensar que aqui sentada em um banco na varanda, com o lápis  e o papel em mãos  o mundo é meu, posso mostrar minha visão sem medo algum, apenas eu e as palavras, o lápis são meus sentimentos e o papel a minha âncora.


-Anônima





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...