História O Legado de um Anti-Herói - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Batman, Capitão América, Deadpool, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Alfred Pennyworth, Anthony "Tony" Stark, Barbara Gordon (Batgirl), Bruce Wayne (Batman), Comissário James "Jim" Gordon, Dick Grayson, Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), May Parker, Natasha Romanoff, Personagens Originais, Peter Parker (Homem-Aranha), Steve Rogers, Visão, Wade Willson (Deadpool)
Visualizações 71
Palavras 1.680
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura 💜

Capítulo 24 - O ex peguete


Fanfic / Fanfiction O Legado de um Anti-Herói - Capítulo 24 - O ex peguete

POV PETER 

Tem algo de errado com a Nicole, não sei dizer ao certo, mas parece que está escondendo algo de mim, e acho que é importante. 

Mas ela me pediu tempo, e eu tinha que respeitar, tinha que confiar nela. 

Algo naquele tal de Dick não me descia, o jeito como ele me olhou, como se pudesse ver todos os meus segredos. 

Liguei meu notebook, e vi que tinha um e-mail da universidade em Gotham na qual me inscrevi. 

EU FUI ACEITO!!!

Que notícia boa. 

Fiquei vendo minhas redes sociais, conversei com Ned, e também falei com tia May.  

Me assustei ao ver que já eram 20:15. 

Fui rapidamente ao banheiro, tomei um banho rápido, e já vesti minha roupa de sair. 

Coloquei uma blusa azul escura, uma calça jeans preta, um all star também preto, e mandei uma mensagem para Nicole. 

P: Já estou pronto, posso ir aí ? 

N: Pode, te espero. 

Coloquei o celular no bolso, e sai do quarto.

Logo eu já estava batendo na porta dela. 

Ela a abriu, e UAL. 

Nicole estava linda. 

Usava um top que deixava boa parte de sua barriga a mostra, uma calça jeans, e uma jaqueta também jeans. 

Não exagerou na maquiagem, o que a deixava ainda mais bonita. 

- O que foi, ficou ruim ? - Perguntou, se analisando. 

Prontamente me aproximei dela, e lhe dei um beijo. 

- Você está perfeita. - Sussurrei, com nossos lábios próximos. 

- Você também não está nada mal. - Ela disse, esboçando aquele sorriso. 

Entrelaçamos os dedos, e fomos para a rua. 

Caminhamos por alguns minutos, e paramos em frente a uma boate, a qual tinha fila para entrar. 

Não tardou para Jessica e Simon nos encontrarem. Ela usava um vestido preto curto colado ao corpo, e Simon usava uma jaqueta brilhosa. 

- Cadê o Dick ? - Perguntou Jessica. 

- Teve um problema, e não pôde vir. - Respondeu Nicole, mas notei que ela sabia mais sobre o assunto. 

- Temos que curtir por ele, VAMOS NESSA! - Disse Simon, levantando os braços.
Caminhamos até o início da fila, e paramos em frente ao segurança. 

Um cara muito alto, tipo alto mesmo. 

- Não estão vendo o final da fila ? - Perguntou, nos fuzilando com o olhar.  

- Qual é, Mason ? Até parece que não conhece a gente. - Disse Nicole, colocando os braços na cintura. 

O homem abaixou os óculos escuros, e nos encarou. 

- Não conheço esse aí. - Ele disse, apontando para mim com a cabeça. 

- Nosso convidado. - Disse Jessica. 

- O Brady não vai gostar de saber que barrou a gente. - Disse Simon, e vi Nicole lhe dar uma cutucada com o pé. 

O homem abriu um sorriso de canto de boca, deu uma piscadela, e abriu a grande porta.  

A música estava muito alta, mas era boa. 

Fomos direto para o bar. 

- Por favor, quatro doses de tequila. - Pediu Simon ao barman. 

- É pra já. - Ele disse. 

Nos quatro seguramos nossas doses, e as viramos de uma só vez. 

- Agora sim a noite começou. - Disse Simon, enquanto ele e Jessica iam para pista de dança. 

Eu e Nicole nos sentamos em um sofá que tinha no canto. 

- Posso te perguntar uma coisa ? 

- Manda. - Ela disse. 

- Quem é Brady ? - Perguntei, vendo-a ficar meio pálida. 

- O pai dele é dona dessa rede de boates. É estranho dizer isso, mas ele é meio que obcecado por mim. - Ela disse, colocando uma mecha do cabelo atrás da orelha. 

- Como assim ? - Perguntei, já não gostando desse Brady. 

- A gente se beijou uma ou duas vezes, e ele vive insistindo com a Jessica pra pegar meu número. É um pé no saco.  - Ela disse, revirando os olhos. 

- Será que ele está aqui hoje ? - Perguntei, fechando o punho. 

- Ele não gosta muito dessa filial. - Respondeu. 

- Fico feliz. - Eu disse. 

Nicole sorriu para mim, e colocou as mãos em meu rosto. 

- Você fica uma gracinha com ciúmes. - Disse, e logo depois me deu um maravilhoso beijo. - Vai começar a minha música, tenho que ir. - Ela disse, me dando um último selinho, e indo para pista de dança.

Nicole se juntou com Simon e Jessica, e os três começaram uma coreografia. 

Eles dançavam sincronizadamente, mas meus olhos estavam focados nela, e os de Nicole em mim. 

Mas notei que a maioria dos rapazes na pista também a observavam. 

Ela tirou a jaqueta, e a amarrou na cintura, o que só aumentou os olhares. 

Nicole rebolava, e movimentava o corpo, coisa que já estava me deixando "feliz". 

Ela virou o rosto na minha direção, e me chamou com o dedo indicador, da forma mais sensual que já vi. 

Prontamente me levantei, e logo já estava dançando ao seu lado. 

- Você já estava começando a babar. - Sussurrou em meu ouvido. 

- O que posso fazer se minha namorada é a garota mais bonita da pista ? - Sussurrei de volta, a fazendo rir. 

Nicole enlaçou meu pescoço com os braços, e eu fiz o mesmo em sua cintura. 

Começamos a nos mexer juntos, e eu queria que esse momento jamais terminasse. 

Nós nos encaramos, e nosso lábios se uniram como imãs.

Cada vez mais nossos beijos ficavam mais intensos, mais selvagens digamos assim. 

Acabei empurrando-a na direção da parede, pressionando seu corpo contra a mesma.

Nicole dava leves puxões em meu cabelo, e eu a apertava ainda mais contra mim, enquanto passava minhas mãos por toda a sua silhueta. 

O mundo a nossa volta se silenciou. 

Quando o ar se fez necessário, separamos nossas bocas, mas não nossos corpos. 

- O que você acha de irmos para outro lugar ? - Sussurrei lentamente em seu ouvido. 

- Acho uma ótima ideia. - Sussurrou de volta. - Só vamos tomar a saideira. - Concordei com a cabeça, e juntos fomos até o ar. 

Pedimos nossas bebidas, e quando fomos pagar, um homem se aproximou de nós, e disse:

- Não precisa, fica por conta da casa. - Notei seu olhar atrevido direcionado para os seios de Nicole. 

Rapidamente passei meus braços por seus ombros, o fazendo me encarar. 

- Faço questão de pagar. - Eu disse, dando o dinheiro ao moço do caixa. 

- Brady, esse é meu namorado, Peter. - Disse Nicole. Então esse babaca é o Brady. 

Ele torceu o maxilar, e me olhou de forma que amendrontaria qualquer homem.

- Não sabia que você tinha namorado. - Ele disse, com um sorriso presunsoso no rosto. 

- É uma longa história, e talvez outro dia eu te conte, agora nós precisamos ir. - Ela disse, já me puxando para saída.  

- A propósito Nicole, sinto sua falta. - Ele disse, piscando para ela. 

Logo que saímos da boate, o clima pesou. Caminhamos em silêncio, até que decidi parar. 

- Com quantos caras você ficou quando estávamos separados ? - Perguntei, tentando não soar de forma ofensiva.

- Fiquei com dois, mas nada de sexo, só beijo. - Ela respondeu, mordendo o lábio inferior.

- Eu nunca mais vou nessa bosta de boate. - Disse, notando a surpresa dela ao me ouvir falar desse jeito. 

- Muito menos eu. Tem muitas outras boates em Gotham. - Disse Nicole, se aproximando um pouco mais de mim. - Sabe que não significou nada, né ? 

- Sei, mas ainda me incomoda um pouco. - Respondi, cruzando os braços na frente do corpo. 

Nicole se aproximou um pouco mais de mim, e aproximou seus lábios de minha orelha. 

- Sabe qual boca eu gosto de beijar ? Sabe com quem eu divido a minha cama ? Com você, então não se sinta incomodado por aqueles que ficaram  comigo. Por que eles já não podem mais me tocar. - Disse, alternando de uma orelha para outra, me fazendo arrepiar. 

Cruzei meus braços em sua cintura, aproximando ainda mais nosso rostos. 

- Eu já disse que te amo hoje ? - Perguntei, vendo-a abrir um belo sorriso. 

- Ainda não. - Respondeu, unindo nosso lábios, iniciando um beijo "quente". 

Quando dei por mim já estávamos em seu quarto, e eu em cima dela. 

Desci meus beijos até sua barriga, e quando desci sua calça, franzi o cenho ao ver uma cicatriz desconhecida.

- O que houve aqui ? - Perguntei. Nicole fechou fortemente os olhos, como se procurasse as palavras certas. 

Nos sentamos na cama, um de frente para o outro. 

- Você não é o único que tem uma vida dupla agora. - Ela disse, mordendo o lábio inferior.

- Não entendo. - Disse. 

- Já vai entender. - Ela disse, se levantando, e indo até o armário. 

De lá ela tirou uma caixa, e a colocou em cima da cama. 

- Pode abrir. - Disse Nicole, cruzando os braços, e mordendo novamente, e de forma nervosa o lábio inferior. 

Lentamente abri a caixa, e arregalei os olhos ao ver seu interior. 

Era a roupa da DeadGirl, a mulher que vi em uma noite no beco. 

- V-Você é a DeadGirl! - Eu disse, a encarando. 

- Como você a conhece ? - Perguntou Nicole, esboçando uma feição confusa.

- O Homem-Aranha a viu em um beco uma vez. - Respondi, fechando a caixa, e a colocando no chão. 

- Até assim você me observa. - Ela disse, rindo. Nicole se agachou, pegou a caixa, e a guardou no armário, me proporcionando uma bela visão de sua parte traseira. - Tem tanta coisa pra explicar. - Disse, se sentando ao meu lado, e colocando o cabelo para trás. 

- Teremos muito tempo para falar, depois. - Eu disse, me lançando em cima dela, e ouvindo sua risada gostosa. 

Comecei a beijar seu pescoço, a fazendo rir ainda mais. 

- Você está muito tarado, Peter Parker. - Ela disse, em meio as risadas. 

- Quer que eu pare ? - Perguntei, a encarando. 

- Não estou reclamando de nada. - Respondeu Nicole, invertendo as posições. 





Notas Finais


Espero que estejam gostando
Um beijo
Até mais 💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...