1. Spirit Fanfics >
  2. O Livro das sombras >
  3. Livro das sombras

História O Livro das sombras - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Livro das sombras



[I] 🄰🅅🄸🅂🄾: ᴄᴏɴᴛᴇ́ᴍ ᴄᴇɴᴀs ᴘᴇsᴀᴅᴀs ᴇ ɢʀᴏᴛᴇsᴄᴀs, ɪɴsɪɴᴜᴀᴄ̧ᴀ̃ᴏ ᴀ ᴄᴏɪsᴀs 18


Na pequena cidade de Lisvóra no ano 2016, onde o clima era sempre ameno, as flores e árvores sempre apresentava uma coloração amarelada e um pouco alaranjada com os galhos finos e secos, o céu vivia sempre nublado, porém era raro os momentos de chuva, a população era mediana, as casas simples e rústicas se destacavam no local onde estava passando um pequeno grupo de jovens na manhã de segunda, a aula já havia acabado e eles tinham acabado de sair da escola, o ânimo havia aumentado e a ansiedade em chegar mais cedo o possível em suas casas para descansar e distraírem a mente, porém 


     Se não fosse por isso... quando eles estavam passando por uma casa bem antiga, porém conservada, foi então que um dos garotos viu a porta se abrir previamente, rangendo baixinho como pequenos sussurros de uma mente perturbada, após isso apareceu uma mão gigantesca com apenas três dedos, mostrando um pouco de seu olho arregalado e vazio, pelo menos era o que o jovem conseguia ver e talvez descrever no momento, então de repente essa coisa fecha bruscamente a porta, o garoto estava sem reação de tão assustado, percebendo isso uma das garotas lhe chama a atenção, sendo ela a mais baixinha e com os cabelos bagunçados e cacheados, ela se chamava Eleanor:


— Liam! Você está bem? Está parecendo mais pálido do que de costume.


O garoto ajeita os seus óculos, desviando o olhar tentando não fazer contato visual, ele expira de forma irritado dizendo:

— Eu não quero falar sobre isso... pelo menos não agora.


De repente Ben, aquele que animava o rolê junto com Sophia que viviam sempre fazendo piadas sem graças ou trocadilhos ruins, coloca um dos seus braços em volta do pescoço de Liam, com um sorriso destacado em seu rosto falou com um tom questionavelmente exagerado:

— vamos lá Liam, será que foi o Gasparzinho que te assustou? Haha

Todos olham para Ben com um sorriso bobo, com isso Liam ficou ainda mais irritado e o empurra com força o fazendo cair de bunda no chão, com isso despertou a fúria de Emma que a fez gritar essas palavras:


— Poha Liam! Foi só uma brincadeira ó idiota! Não precisava ter feito isso! 


Após isso Emma o empurra com certa força porém só o faz dar uns 4 passos para trás e depois disso o mesmo cai, ele olha com raiva na direção dela, com os olhos lagrimejando:


— É tão difícil assim de entender? Eu... só quero ficar em paz! Já tenho problemas demais... idiota...


Com o xingamento de Liam, Emma enlouqueceu de fúria, ela sabia muito bem como ele era, mas não iria admitir que ele a chamasse dessa palavra, foi então que ela disse:


— Olha aqui seu merdinha, eu vou te matar!


Emma ia partir para cima de Liam, porém Eleanor a segura tentando acalma-la com essas palavras: 


— Emma Ridley pelo amor de jesus cristo se controla mulher! 

Enquanto isso Sophia falava do seu jeito amigável e sutil, tentando tranquilizar a situação: 


— Gente para com isso! Por favor né! Vamos fazer as pazes e tudo irá ficar bem ok? Esperai cadê o Liam?


— Deve ter fugido... acho que devermos dar um tempo a ele, até por que uma certa pessoa resolveu forçar a barra não é Senhoria Emma?


Respondeu Ben se sentindo de certa forma culpado pela trágica briga, Eleanor respira fundo e solta Emma, logo em seguida diz:


— Bom... eu vou indo gente, isso foi... bastante cansativo, talvez eu me esbarre com o Liam e converse com ele para resolver isso de uma vez por todas! Enfim até mais tarde no lago Hillijyn? 


Todos haviam concordado menos Emma, ela apenas ignorou e foi embora, nada de surpreendente pois ela é bem cabeça dura nessas situações, então eles se despediram e cada um foram para as suas casas.


Enquanto isso Liam estava caminhando com os fones no ouvido escutando killing me softling, ele estava zangado e ao mesmo tempo triste por causa daquela confusão, ele se sentia culpado e isso apertava cada vez mais o seu coração, porém de repente ele começa a escutar vozes na música, vozes finas e agudas elas falavam coisas estranhas, mesmo que ele não entendesse não tiraria o fato que ele estava assustado com isso, as coisas só pioraram quando ele começou a escutar além das vozes, pegadas pesadas e forte atrás dele, foi então que pensou: “Que estranho, será que os meus fones estão com defeito ? Sabia que não era para eu comprar na promoção. Vamos lá, tentar novamente. ”


Ele tirou os fones de seu ouvido e tentou ajeita-los, porém foi em vão, as vozes ficavam cada vez mais altas e os passos pareciam que estavam se aproximando mais rapidamente, até que Liam olha para trás e fala:

— Sophia é sério, para de fazer isso Que saco!... So-Sophia ?


Ele havia se virado para trás, porém ele não via ninguém, seus olhos arregalaram, pois, pensava que estava ficando maluco, quando de repete escuta.


— Buh! Te peguei não foi? Rsrsrs desculpa não tive como evitar


Liam fica mais irritado com a atitude de Eleanor, mas ainda estava assustado com aquilo que aliás de repente se foram, ele gritou: 


— Mas que droga Eleanor! Só não faz mais isso por favor.


Eleanor segura na mão dele, olhando para ele com um sorriso curto e simples:


— Vamos, temos muita coisa para conversar até chegarmos em casa, principalmente sobre o que aconteceu antes e agora com você.


Então ela o puxa, após isso eles começaram a conversar e assim aos poucos ele se sentia mais tranquilo e começava a descrever os acontecimentos estranhos que aconteceram nesse dia, cada vez mais que Eleanor escutasse aquilo, ela ficava assustada e admirada, foi então que ela começou a dizer que ele deveria contar para os outros sobre isso, porém o mesmo fala que não quer fazer isso, pois ele tinha receio que os outros não acreditassem nele, mesmo assim dizia Eleanor que era melhor ser assim, pois pelo menos ele não teria que levar todo esse medo sozinho, com isso Liam se irritou e ficou calado, “bem típico dele” ela pensou.


Eles estavam finalmente se aproximando em suas casas, enquanto estavam passando por um terreno abandonado, viram um livro jogado no chão, então ela o pega e diz:


— Olha isso Liam, um livro velho...será que é um livro de histórias macabras? Ou será que é um documento histórico?


Liam não saberia descrever a sensação ruim que ele estava tendo diante daquele livro, algo dizia para ele deixar esse livro no lugar em que estava, com isso ele disse:


— sinceramente não quero saber, aliás é melhor você deixar aí, talvez o dono tenha esquecido ou sei lá.


Eleanor responde rapidamente:

— Qual dono esqueceria um livro jogado no chão nesse estado? Bom vou ter que ir agora, vou descansar e me arrumar para encontrar os outros no lago, te vejo lá até mais!


— até.


Cada um foi para as suas casas, após entrarem um ser que se escondia nas sombras os observavam de longe, a única coisa que dava para ver eram seus olhos pequenos, mas brilhantes de repente esse ser se transformou em uma espécie nevoa negra e desapareceu.


Certo tempo depois os jovens estavam no lago, rindo e conversando esperando Eleanor e Liam, de repente eles chegam, porém, bastante feridos, os jovens desesperadamente se aproximando dos dois para ajuda-los, os colocando para sentar em cima de um tronco de madeira que estava deitado no chão, Sophia assustada com o estado deles pergunta:


— Por favor me contém o que aconteceu com vocês dois.


É uma pena que mal tinha dado tempo para se explicarem, a criatura formada por nevoa negra estava se aproximando, os jovens se ajudam e começam a correr pelas suas vidas, enquanto isso Eleanor conta que eles estavam andando normalmente, quando eles resolveram folhear o livro que haviam encontrado no dia anterior, porém de repente essa criatura os jogou para longe, assustados eles começaram a correr e chegarem próximos a eles.


Mesmo eles correndo o mais rápido possível, o ser de nevoa chegam até eles e desaparecem com eles, fazendo o livro cair no chão, depois de um certo tempo o livro começava a se mexer bruscamente, após isso ele começa a flutuar para cima bem devagar, logo em seguia faz um giro 360 tão rápido que o livro simplesmente desapareceu como se estivesse atingido a velocidade da luz.


Fim?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...