História O Lobo e a Vampira e o grande amor - Capítulo 4


Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Alcateia, Ficção, Humanos, Lobisomens, Magia, Vampiras
Visualizações 26
Palavras 836
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Divirtam-se

Capítulo 4 - O dilema na praça pública


Fanfic / Fanfiction O Lobo e a Vampira e o grande amor - Capítulo 4 - O dilema na praça pública

Já era manhã e Rolf como sempre já tinha acordado.

Rolf:Senhora sono vamos acordar né?

*Ana se vira pro lado e continua a dormir*

Rolf:Amor vamos acorde logo!

*Nesse momento Ana acordou*

Ana:O que foi amor?(Espreguiça)

Rolf:Finalmente acordou né minha flor?

Ana:Claro você não me deixou dormir né.

Rolf:Vamos lá para a sala de jantar,a empregada já veio nos chamar,meu pai e Morgana estão lá nos esperando e uma menina está junto da Morgana.

Ana:A menina é a Carolina minha irmãzinha.

Rolf:Ela é muito fofa.

Ana:Ela iria adorar você falar isso pra ela rsrs.

Rolf:Creio que sim rsrs.

*Os 2 conversaram por mais um tempo e logo Ana foi tomar banho e escovar seus dentes e logo após isso os 2 foram a sala de jantar*

Pai de Rolf(Robert):Finalmente vocês chegaram.

Mãe de Ana(Morgana):Estávamos esperando os 2.

*Ana e Rolf se sentaram e começaram a comer*

Pai de Rolf(Robert):Filho como teve aquela idéia do julgamento?

Rolf:Eu apenas agi conforme todas as leis e naquele julgamento eu o fiz conforme as leis naturais.

Pai de Rolf(Robert):Muito bom.

Mãe de Ana(Morgana):Fiquei admirada com aquela sua ação.

Rolf:Obrigado.

*Uma empregada chega correndo de repente*

Empregada:Desculpe a insolência mas eu tenho algo urgente para falar.

Rolf:Diga agora.

Empregada:Tem 2 escravas que são acusadas de roubo e a pena delas dada pela população foi a de morte e elas estão na praça.

Pai de Rolf(Robert):Irei pensar no assunto.

Rolf:Pai se me permite eu queria julga-las em praça pública.

Pai de Rolf(Robert):Tudo bem vá.

Ana:Volte logo.

*Rolf dá um beijo em Ana e logo vai a praça pública*

Rolf:Eu príncipe do Reino de Lopira irei julgar essas 2 servas.

*Todos se calaram*

Rolf:Elas podem ter sido acusadas mas é sempre bom ver o lado 2 da história,falem seus lados.

Serva 1:O meu senhor me incriminou colocando a taça de ouro com pedras preciosas em minha bagagem.

Rolf:O Lobo que é senhor dessa Vampira se pronuncie.

Senhor 1:Eu nunca faria isso,ela saqueou várias vezes a minha casa.

Rolf:Tem algo a dizer contra serva?

Serva 1:Eu nunca fiz isso!

*Rolf tinha um dilema mas sabia como resolver*

Rolf:Como ela foi encontrada e o que estava fazendo soldado?

Soldado:Taça encontrada no fundo da bolsa e ela se negava a abrir e ela estava saindo de casa.

Rolf:Por que fez isso serva?

Serva 1:Eu apenas estava querendo não ser incriminada!

Rolf:E por que não devolveu a taça assim que a viu em sua bagagem?

Serva 1:Porque...porque...

Rolf:Está muito claro que essa vampira é uma bandida!

*Os Soldados a executaram*

Rolf:E você não vai nem tentar se defender?

*Rolf viu marcas pelo corpo dela*

Serva 2:Eu prefiro acabar igual aquela outra serva ela pelo menos não sofre mais...

Senhor 2:Você é uma bandida!

Rolf:Cale-se.

*Na mesma hora o Lobo tremeu*

Rolf:Aonde ela foi encontrada e onde estava o objeto roubado e quem a veio denunciar?

Soldado:Ela estava lavando a louça e o objeto estava dentro de sua bolsa e o seu próprio senhor veio denunciar.

*Rolf discretamente olhou para a serva que aparentemente estava triste*

Rolf:Me responda onde estava a bolsa dela?

Soldado:Em seu quarto.

Rolf:Não irei consultar o seu senhor é sim o seu corpo,soldado tire a roupa dessa Vampira a deixe apenas com sua roupa íntima.

*O soldado tirou sua roupa*

Rolf:Vire-se de costas pra mim serva.

*Quando a serva se virou todos viram seu corpo cheio de hematomas e principalmente em sua bunda que estava com marcas de tapas e violência*

Rolf:Olhe para mim nos meus olhos.

*A serva se virou e olhou Rolf nos olhos*

Rolf:Você negou o que ele queria não é?

*A serva começou a chorar e negar*

Serva 2:Não eu sempre dei o que ele queria.(Chorando)

Rolf:Você é serva e a lei é clara,não se pode usar servas normais para fins sexuais.

Senhor 2:Mas..(Interrompido)

Rolf:Cale-se!

Serva 2:Tudo bem eu confesso ele me estuprava todos os dias e hoje eu o agredi para me deixar em paz mas ele quis me incriminar.

*Rolf analisou seu corpo é viu que aquilo que ela falava era verdade*

Senhor 2:Sua vadia!

*O senhor tenta agredir a sua serva mas Rolf o impede*

Rolf:Executem esse senhor é a serva está livre.

*Quando Rolf ia indo embora sendo aplaudido pelo povo a serva agarrou sua calça chorando*

Serva 2:Por favor deixe-me ser sua serva ou empregada.

Rolf:Ok,soldado leve essa mulher ao castelo ela irá servir como empregada no castelo da família real.

Soldado:Sim senhor.

Serva 2:Muito obrigada!

*Rolf foi embora ao castelo*

*Rolf acaba chegando no castelo é não vê sua vampira*

Rolf:Cadê minha vampira?

Pai de Rolf(Robert):Como foi o julgamento?

Rolf:A 1 era culpada e a outra inocente inclusive a inocente é a nova empregada.

Pai de Rolf(Robert):Ok.

Rolf:Mas onde está minha vampira?

Pai de Rolf(Robert):Biblioteca.

Rolf:Ela ama ler.

*Enquanto isso na biblioteca*

Ana:Tão bom ler.

*Ana tava tão concentrada em ler que nem viu seu amado beijar seu pescoço*

Rolf:Não quando seu Lobo gostoso está aqui.

Ana:É.

*Eles se beijam,então ele passa a mão na coxa dela é beija seu pescoço*

Ana:Ahh Rolf.

Rolf:Isso geme para mim meu amor.

Ana:Assim não vale amor,você está apelando para meus pontos fracos.

Rolf:Adoro ver você assim.

*Rolf começa a apertar os seios de Ana*

Ana:Ahh para Rolf.

Rolf:E por que eu deveria parar?

Ana:Por favor Rolf.

Rolf:Tudo bem meu amor.

*Rolf beija Ana*

Ana:Amor vamos pro quarto?você me deixou excitada...

Rolf:Claro.

*Já tinham se passado algumas horas e já estava na hora do jantar e todos estavam na sala de jantar esperando*

Empregada:Bem está aqui família real,espero que gostem da refeição.

*Todos comeram e adoraram a refeição*

Rolf:Como sempre impecável.

Pai de Rolf(Robert):Sem dúvidas.

Mãe de Ana(Morgana):Excelente.

Ana:Eu também amei.

*Depois se passaram mais algumas horas e logo todos foram dormir*


Notas Finais


Iai o que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...