História O Lord Da Morte - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alice Longbottom, Alvo Dumbledore, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Cedrico Diggory, Cornélio Fudge, Dobby, Draco Malfoy, Fenrir Greyback, Fred Weasley, Gina Weasley, Godric Gryffindor, Harry Potter, Hermione Granger, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Neville Longbottom, Personagens Originais, Remo Lupin, Salazar Slytherin, Sirius Black
Tags Tomarry Harry Potter
Visualizações 199
Palavras 1.509
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu amoo o snape demais.

Capítulo 2 - Um filho


Severo chegou em sua casa destroçado a mulher que mas amou estava morta, seu lord estava morto, ele não sabia o que tinha dado errado no plano do lord e para terminar ele estava com o bebê harry potter nos braços, e o homem sabia que não demoraria muito para Dumbledore vim atrás deles como uma raposa velha. Severo estava com a cabeça a mil, Merlin nem mesmo sabia com cuida de uma criança tinha que pensar, olhou para o bebê no seu colo e viu que o mesmo estava um pouco machucado e tinha uma cicatriz em forma de raio na testa.

- vamos pequeno, tomar um banho e tratar esses ferimentos. Harry apenas olhou curiosamente para severo enquanto esse subia as escadas e lhe limpava com toda delicadeza possível, depois severo apenas chamou seu elfo.

- mestre prince. disse o elfo fazendo uma reverência.

- Dane, va até Nacisa Malfoy e fale pra ela manda para uma bolsa com o básico necessário para cuidar de um bebê, e uma comida apropriado. O elfo respondeu positivamente e sumiu indo realizar seu trabalho, severo olhou para harry e viu que o mesmo estava dormindo então vestiu uma cueca nele, colocou alguns travesseiros ao seu lado para não cair da cama, quando suas proteções estavam sendo forçadas tinha algumas pessoas tentando entrar e ele já sabia quem eram, então rapidamente fez alguns feitiços no quarto que o avisasse se Harry acordasse.

Severo saiu do quarto e desceu as escadas, quando abriu a porta se deparou com com Dumbledore e sua corja de de leões de cérebro atrofiados mas conhecida como ordem da fênix. Severo apenas levantou a sobrancelha para todo esse circo. Dumbledore tomou a frente

- severo meu filho, o que você está fazendo seqüestrando o jovem Harry desse jeito. Disse com pesar o diretor, e severo sentiu uma imersa vontade de rir, a teria muito prazer com isso.

- sim snape devolva harry agora. Disse outro idiota mas conhecido como Alastor Moody apontando a varinha para severo.

- bom, eu honestamente não sabia que a ordem da fênix se achava tão superior assim a ponto de ignorar as leis mágica. Indagou severo inexpressivo. Vendo o olhar de confusão de todos ali severo concluiu quero o meio gigante não contou que ele agora era o guardião mágico de Harry potter.- eu sou o guardião mágico de harry potter, ordenado por seus pais James e Lilian Potter. Disse se deliciando com as caras e bocas das pessoas a sua frente enquanto mostrava o documento.

- como saberemos que não e falso. Disse Moody se aproximando.

- tem o selo do ministério podem vê. Moody pegou o papel da mão de severo e viu que o mesmo e verdadeiro. Virando para os presentes brandou

- esta certo, não temos nada o que fazer aqui, o que ele diz e verdade, este documento está assinado por James e Lilian. Disse Alastor se afastando. Dumbledore olhou pela primeira deixou transparênce a pose de de bom velhinho.

- vamos severo, você que o menino precisa ficar seguro, ele precisa ficar com irmã de lili lá ele terá a proteção de sangue.

- Harry jamais saira daqui, muito menos para ir para aquele lugar, você sabe tão bem quanto eu Alvo que a irmã de lili detesta magia lá o menino ia ser tratado como uma aberração, e eu não vou deixar isso acontecer, e ser é por proteção, ele esta na antiga mansão princi as barreiras desta casa são tão antigas e poderosas como as da própria hogworts. Respondeu snape friamente. Severo viu um vislumbre de ódio no olhar do diretor, porém este foi rapidamente escondido.

- pois bem, severo que assim seja, cuide bem do menino. Disse o homem por fim, com um dos seus típicos sorrisos bondosos.

- cuidarei. Respondeu severo entrando para sua casa. O homem suspirou cansando quando percebeu que tinha alguém com Harry no quarto, mas não se alarmou pois seja quem for entrou por sua lareira e a mesma só é liberada para três pessoas. O homem subiu calmamente para o quarto e viu uma figura loira perto do bebê.

- então esse e Harry potter, o bebê mas famoso da comunidade bruxa. Disse Lucius suavemente. Também trouxe o que pediu para Narcisa. Entregou uma bolsa para severo.- você sabe que ele não vai desistir tão fácil neh, Merlin sabe o que a mente daquele velho maldito planeja.

- enviarei a coruja agradecendo Narcisa, e eu sei mais s eu não vou deixar ele por as mãos em Harry.

Disse severo acariciando o rosto do bebê.

Lucius sorriu e viu que o pequeno harry conseguiu em horas o que ninguém conseguiu em décadas o afeto de severo snape.

- nunca pensei está vivo o suficiente para vê severo o temível morcego das masmorras ser pai. Nem com Draco seu afilhado severo era tão vulnerável.

- nem eu, mas Harry despertou algo em min que eu pensei a muito está perdido. Sim severo se sentiu pai de Harry desde o momento que pegou o mesmo no braços. – o que aconteceu, o que deu errado no plano. Severo tinha suas suspeitas

- Rabicho aquele rato desgraçado, traiu o lord, e se aliou a Dumbledore, e deu tudo errado, Belatrix e Rodolfo , foram pegos estão em azkaban, por torturar até enlouquece Alice e Frank Longbotom, algo impossível bela odeia torturar alguém.

- isso que dizer que foi armado.

- sim, os Longbotoms estão em St. mungus, mas duvido que saiam de lá tão cedo, o tratamento piscomagico naquele lugar é horrível, o jovem Neville está sob os cuidados de sua avó. Os lobos foram perseguidos junto com outras criaturas atualmente estão escondidos na Albânia. Como. O lord foi derrotado eu realmente não sei, mas estão falando que foi pequeno ai que de alguma forma o derrotou.

- o que será que aconteceu naquela casa. Indagou severo pensativo

- eu realmente não sei, mas o caso mas surpreendente desta fatídica noite foi a prisão de Sirius black, um dos homens da luz preferidos de Dumbledore preso por traição pois aparentemente ele era o fiel do segredo dos potter e falou ao lord das trevas e por matar 12 munggles e rabicho fato ainda mas surpreendente deste só sobrou um dedo. Disse lucius sarcástico.

- black é uma besta cheia de pulgas, mas nós sabemos que ele nunca esteve do lado do lord, ele nunca ia trair seus amigos, mas não podemos fazer nada por enquanto.

- temos que descobrir o que aconteceu com o lord, antes de Dumbledore ganhar mas espaço, infelismente essa batalha nós perdemos. Mas vamos ganhar a guerra. Disse Lucius com sua tão aristocrática pose Malfoy.- e você está bem? Você a amava afinal?.

Severo se remexeu desconfortável, porém em sua mente repassou todos os momentos que passou com lili

- eu não posso perde o que nunca foi meu, nossas escolhas fazem quem somos, ela escolheu aquele trasgo do Potter, eu escolhi um caminho diferente, nós dois temos que arca com o peso das consequências de cada escolha que fazemos.

- o enterro deles vai ser amanhã de manhã, você vai. Perguntou lucius. Severo apenas assentiu negativamente.

- já me despedi de Lili a muito tempo.

- entendo, bom eu já vou indo, se precisar de ajudar com harry ou com qualquer outra coisa me avise.

- obrigado Lucius. Lucius assentiu e foi embora pela lareira.

Severo ouviu um remungo e viu o seu pequeno acordando balbuciando várias coisas.

- oi pequeno príncipe, você está com fome certo. Harry esticou seus bracinhos em direção a severo pedido colo, que foi prontamente atendo.- o sim, vamos vê o que tia Cissa mandou para você come. Severo abriu a bolsa e viu que a mesma era ampliada magicamente Narcisa tinha mandado roupas, brinquedos, e várias outras coisas, achou umas 20 mamadeiras em um compartimento enfeitiçado. Severo uma e deu para Harry que tomou tudo. – nossa você estava com bastante fome hein rapaizinho. Seu pequeno apenas riu.



Dumbledore andava de um lado para outro no seu escritório, seu magnífico plano quase deu certo, se não fosse por um único detalhe Harry Potter ainda viver, a mas se tudo seguisse seu planejamento Harry viria para hogworts e assim podera te lo ao seu alcance, severo também não séra um problema,pois o homem estaria ocupado dando aulas e mais aulas.

Sim tudo daria certo, e ainda ganhou um bônus Sirius black preso e Remo lupim perseguido

Se algo acontecer se a severo nem um dos dois podera exige a guarda de harry. Sim ai terá a sua arma perfeita moldada as suas vontades , ira fazer de harry um peão, para no final sacrifica la. A comunidade bruxa achavam que Voldemort morreu, porém Dumbledore sabia a verdade, Voldemort vai voltar, e quando ele voltar harry ira dete lo e morre no processo assim só restando um herói o grande lord da luz Dumbledore. Uma vez em séculos o sorriso doce deixou o rosto de Dumbledore e deu lugar a um sorriso maníaco.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...