História O Máfioso ( Jikook ) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Hentai, Jikook, Namjin, Vhope, Yaoi
Visualizações 800
Palavras 947
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - CAP 3


Fanfic / Fanfiction O Máfioso ( Jikook ) - Capítulo 3 - CAP 3

Três dias depois 

Tirando a primeira noite em que eu avia dormido feito um bebê ,as outras não foram tão boas assim .

 Essa noite não avia conseguido dormir,já passavam das três  da manhã e não tinha pregado os olhos.

Já tinha andado pelo quarto lido um livrou que tinha na estante do meu quarto feito algumas flexões e nada .

Resolvo então me levantar, calço meus tênis,pego um casaco de frio e desso as escadas, vendo tudo apagado me lembro que tinha apenas eu na casa. 

 Saiu de casa para fazer uma caminhada, vou por uma trilha que costumava andar quando criança,  a lua ainda estava alta e com uma luz forte ,não precisei usar a lanterna do celular. 

Conforme vou andando, ouso o som dos meus pés,quebrando pequenos galhos, passando por cima do cascalho no chão ,  a sons de grilos, sapos , corujas ,a mata estava bem úmida,sinto o cheiro de verde ,de barro molhado de folhas, que entrava em minhas narinas e dava uma sensação boa.

 Depois de alguns minutos andando  Decido correr um pouco, o vento úmido passava pelo meu rosto secando o suor que formava em meu pescoço e cabelo .

 Corro por cerca de meia hora e paro pra admirar a vista , tinha chegado em um ponto bem alto da colina ,olho pro outro lado do vale e a luz de uma  casa que vejo da minha janela, essa casa deve ter o mesmo tempo da minha pois desde sempre me lembro dessa luz no meio da montanha. 

Corro subindo a montanha um pouco mais, e o ar gelado faz com que eu feche meus olhos e apenas sinta .

Estava tão concentrado na quela sensação que não percebi algo sair do  meio da mata, e acabo colidindo com muita força visto que estava correndo. 

Caio no chão quase deitado , me pergunto com que tipo  animal eu trombei  que tenha  esse tamanho. 

Acabo ficando um pouco confuso por ter caído com foca no chão e por estar muito escuro .

Recobrando meus sentidos  olho para o lado e vejo que não era um animal e sim uma pessoa ,engatinho até ela e vejo que é um garoto, que continuou desacordado, eu bati tão forte assim? me ajoelho ao seu lado , pego meu celular e ligo a lanterna , passo pelo seu rosto e vejo que está todo sujo ,mas não só sujo, tinha cortes que talvez tenham sido feitos pelos galhos das árvores, tinha a pele meio aroxeada, lábios azuis, tinha o rosto cansado,seu cabelo todo desgrenhado, com folhas, acho que aquilo era lama também. 

Desso a luz pro seu corpo , estava magro , braço finos , também com cortes e sujos ,estava vestido só com uma grande camisa cinza desbotada com vários furos, olho seus joelhos , com machucados que parecia ter sido feitos agora , olho seus pés descalços, com calos,mais machucados, completamente sujos .

Parecia que tinha corrido a noite inteira dentro da mata.

- de onde você veio? - pergunto pra mim mesmo, vendo o estado do garoto que aparentava ter no máximo seus 16 anos.

Aproximo minha mão e toco seu rosto que estremece na hora , ele estava gelado , tiro meu casaco e o cubro, pego no colo e resolvo levalo pra minha casa. Se eu o deixar aqui provavelmente irá morrer de hipotermia.

Ando de volta os 15 km que tinha percorrido , ele era leve , consigo sentir suas costelas em meus dedos.  


Chegando na casa , abro a porta com um pouco de dificuldade, mas consigo , acendo as luzes. 

O levo direto para meu quarto o deitona minha cama, vou e encho a banheira com água quente. 

Volto ao meu quarto e o pego novamente no colo .

No banheiro o ponho no chão e tiro sua camisa, vejo que não estava com mais  nada por baixo,  jogo  a camisa no lixo, e o ponho na banheira, com cuidado pego uma esponja com sabão e passo por seu pescoço, braços, barriga , pernas, lavo seu cabelo, agora que posso ver melhor,descubro ter uma tonalidade lilás meio loiro e pele muito branca.

Com o corpo limpo , o tiro da banheira, deixando a água marrom de lama. 

Coloquei algumas toalha no minha cama pra poder secalo, passo a toalha com cuidado em seu rosto, pés e em seu membro que tinha alguns machucados. 

Pelo que esse menino passou, para estar nessas condições, provavelmente não come a um bom tempo , pelas cicatrizes, deve ter apanhado bastante.

E mesmo ja tendo vistos pessias em situações piores, esse garoto fez com que eu ficasse triste .

  O vesti com um moleton que ficou gigante nele, não coloquei uma cueca pois pensei que o machucaria mais, uma calça de malha e meias , o posicionei melhor na cama e o cobri, fiz tudo isso e ele se quer mexeu um músculo, pensei que estava morto mas sua respiração  embora fraca estava normal.

**

Já avia amanhecido e eu estava deitado no sofá de frente a grade parede de vidro que dava visão pro grande gramado verde. 

Em quanto admirava a vista , me espanto ao ver o garoto atravessar o gramado correndo , olho para o lado e a porta estava aberta .

Como ele passou aqui e eu não vi?

Me levanto do sofá e corro até ele,que estava quase já dentro da mata, o agarro por trás e ele começa a gritar e espernear, tentando se soltar.

- onde você vai!?- Pergunto tentando segura-lo.

- O QUÊ VOCÊ QUER? NÃO ME MACHUCA POR FAVOR, POR QUE EU ESTOU AQUI ? QUE LUGAR É ESSE....?

E desmaia nos meus braços, deve estar muito fraco . 

O jeito no colo e o levo de volta ao quarto.  


Notas Finais


Desculpem qualquer erros♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...