1. Spirit Fanfics >
  2. O Maior dos clichês >
  3. Sol da meia Noite

História O Maior dos clichês - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Então né meus amores, tá aí para vocês uma historinha nova, é bem clichê.
Então se você e do tipo de pessoa que não gosta de clichê, Não leia!

Alguns alguns avisos antes de vocês iniciarem leitura.
A fanfic é +18
Vai conter homossexualismo
Drogas, bebidas
Violência
Prática sadomasoquista e submissão
Palavrões e palavras de baixo calão

Então se você não gosta desse tipo de fic. Eu recomendo não ler... Mas agora para quem gosta da p****** aqui mesmo kkkkk tô brincando KKK

Boa leitura!!!

Capítulo 1 - Sol da meia Noite


Fanfic / Fanfiction O Maior dos clichês - Capítulo 1 - Sol da meia Noite

Angel PV'S

Nós últimos dias eu estou me sentindo tão cansada fisicamente e emocionalmente,quando cheguei na Coreia do Sul, especificamente em Seul a capital,tive até mesmo a oportunidade de sonhar com uma realidade totalmente diferente da que eu tive que viver nesses 21 anos de vida gastos no meu país de origem o Brasil.

Apesar de nunca ter tido a melhor infância que uma criança pode ter,estou tentando dar o melhor em qualquer situação que venha a aparece. Meu pai desde do começo foi contra a idéia de eu terminar o último ano da faculdade de direito fora do Brasil,e ainda por cima longe dos seus cuidados de pai. 

Mas ele nem sempre foi esse homem protetor,por que? Quando era pequena minha mãe foi embora simplesmente foi e nunca mais voltou,deixando meu pai com duas crianças para cuidar e sustentar ao mesmo tempo. Segundo ele minha mãe era uma mulher interesseira e sem caráter... Eo pior que é assim que eu me lembro dela.

Meses depois que ela foi embora sem ao menos sentir uma gota de pena ou amor,meu pai se entregou ao mundo do alcoolismo e das drogas. As vezes ele batia em mim e na minha irmã por motivos tão fúteis que causavam medo e até mesmo pânico. Mesmo tendo mudado com os anos ele ainda sofre com as consequências dos seus vicios,recentemente todos nós fomos pegos com notícia de que ele está com câncer. Minha irmã Isabella é a mais preocupada pois ela ainda e de menor e sente o peso sozinha no Brasil.

Mesmo estando bem cansada não poderia para de trabalhar pois tenho que enviar dinheiro todos os meses para eles. Ainda com todas essas dificuldade,ainda a motivos para meu sorriso diário. Melinda e taehyung meus dois melhores amigos,a Melinda não é apenas minha amiga e minha irmã nós conhecemos no avião desde de então não nós separamos mais, alugamos um apê e trabalharmos juntas numa boate no centro. Eu trabalho como dançarina... Já a Melinda meio que vende o corpo no trabalho, por mim ela nunca trabalharia assim porém segundo ela é o que ela gosta de fazer, então eu simplesmente a apóio.

Já com o taehyung ou tae como ele gosta de ser chamado,nós conhecemos num acidente de bicicleta na qual eu quase que atropelei ele. Então nesse dia em diante nós tornamos amigos, os três. 

Talvez eu ainda tenha muitos motivos para sorrir,e não para chorar como tantas vezes que eu fiz embaixo do chuveiro.

Melinda --- Angel! Você não vai acreditar aquela vadia,vaca, falsiane do inferno da Sony está querendo tomar os meus clientes. Isso por que você não viu ela sentando aquela bunda magrela no meu amorzinho... Vadia! --- Ela diz entrando no vestiário furiosa e quase quebrando tudo.

--- Não entendo o que você tá fazendo aqui que não tá lá fora quebrando a cara dela?! --- Digo ajeitando meu cabelo.

Melinda --- Tem razão amor... Eu vou agora mesmo! --- Seguro seu pulso.

--- Estou brincando, você sabe que o Yoongi não gosta de barraco na boate. --- Ela revira os olhos.

Melinda --- Verdade! --- Ela diz sentando na frente do espelho,vou até a maior e começo a arrumar seu cabelo. --- E você quando entra? --- Ela diz se referindo ao meu horário para dançar.

--- Só as dez! Mas por que? --- Ela toma a escova da minha mão e me entrega um pente.

Melinda --- Por que se a senhorita não lembra o taehyung falou que vinha nos buscar. --- Ela diz num ton de sarcasmo

--- Ahh... O tae! --- Esses últimos dias estou meio que ignorando o taehyung pois estamos meio que numa amizade colorida,mas nunca passamos dos beijos e carinhos pois eu ainda sou virgem eo tae sabe disso por isso me respeita muito.

Melinda --- Eu vou indo,que hoje você está muito pensativa. E se arruma logo que o Yoongi também destesta atrasos. --- Ela vem até mim e me dá um selinho. Isso é normal e como uma forma de demostrar carinho,no começo eu achei estranho mas já estou bem acostumada.

Trato de retirar o roupão e começo a colocar minha roupa que era bem reveladora,e sexy. Enquanto colocava minha roupas escutava perfeitamente o Yoongi dando início aos trabalhos. Yoongi e tipo de chefe que não fala ele grita,já perdi as contas das vezes que eu me imaginei encima da mesa dele o sufocando,mesmo só tendo 25 seu comportamento parasse com a de um velho rabugento de 65.

Término de colocar a roupa apertada e vou para o espelho finalizar minha maquiagem, coloco também a minha marca registrada uma máscara de gata,por fim coloco o salto.

--- Tudo certinho! --- Digo saindo do vestiário e caminhando para o salão principal. Enquanto andava recebi a todo momento palavras e frases repletas de obscenidades dos clientes que estavam no local.

Vejo que a Sumi não estava no palco,vejo a menor caminhar apresada até a mesa na qual eu estava sentada.

Sumi --- Angel eu preciso da sua ajuda! --- Ela diz sentando. --- Preciso que dance no meu lugar agora!

--- Você sabe as regras?! 

Sumi --- Eu sei! Nada de pular os horários... Mas minha mãe passou muito mal eu apenas quero ver se ela está bem. --- Ela diz tristonha e cabisbaixa.

--- Tudo bem! Mas não demora. --- Ela sorri e me vem até mim me abraçando.

Sumi --- Obrigada! Juro que estarei de volta dentro de meia hora. --- Assinto. Ela sai correndo em meio as corredores.

Caminho lentamente até o palco assim que subo no mesmo,faço um gesto para DJ que imediatamente muda música para uma batida mais sensual.

Conforme a música passava sensualisava ainda mais,as vezes até ultizando o pole dance. Em questão de minutos haviam homens em toda as estremidades do palco, admirando meus movimentos.

--- Maravilhoso --- Um deles diz colocando dinheiro sobre o palco,vou até ele e começo a rebolar,desso um pouco e recolho o dinheiro colocando no meu sutiã.

--- Quanto você quer pra ficar comigo? --- O mais novo entre eles diz. --- Dou o que você quiser,só uma noite com esse corpo. --- Faço um gesto em negação.

--- Não é hoje meu rapaz que você dorme com ela! --- O mesmo homem coloca mais dinheiro sobre o palco, e vai embora rindo do mais novo. A música termina e desso do palco mas antes pego dinheiro.

--- Com lincença Nari,mas a Sumi já chegou? --- Digo simples quardando o dinheiro.

Nari --- Ainda não! Você vai ter que dançar mais uma vez... Mas não se preocupa vou manter o senhor Yoongi longe do salão.

--- Obrigada!  Me avise quando ela chegar. --- Ela assente e retorno ao palco,logo a música começa e volto a dançar dessa vez era uma das minhas músicas favoritas.

Alguns minutos ali vejo a Melinda correr apressada em direção a mim.

Melinda --- Angel temos que sair daqui! Por favor vamos embora. --- Ela diz chorando. Desso imediatamente do palco e seguro suas mãos.

--- O que houve? --- Ela passa a chorar mais,me desespero. --- Anda Melinda me conta? Fala alguma coisa Porra!

Melinda --- Vamos sa... Sair vem vamos para o vestiário! --- Ela diz me puxando.

Nari --- Angel! A música ainda não terminou... Não pode deixar o palco sozinho.

--- Fica no meu lugar por enquanto! Faz esse favor para mim? --- Ela assente.

Assim que chegamos no vestiário a ajudo a sentar e me ajoelho na sua frente.

--- Me conta? Por que você quer sair daqui? E não me esconda nada. --- Ela comprime os lábios e começa a chorar.

Melinda --- Tinha um homem ele queria ficar comigo,mas eu não queria eu juro que não queria... Mas ele me forçou! --- Ela diz desabando no meu colo. Começo a chorar também.

--- Não acredito! Esse filha da puta não vai ficar assim. --- Digo levantando.

Melinda --- Aonde você vai? 

--- Falar com o Yoongi! Eu não vou deixar isso barato.

Melinda --- Não! Deixa como está,só vamos embora eu não quero mais trabalhar aqui. --- Ela diz limpando as lágrimas.

--- Claro que não hoje foi você,quem sabe amanhã? Troca de roupa e me espera vamos sair daqui juntas. 

Melinda --- Tenho medo de que ele faça alguma coisa com você,só vamos embora. --- Nego de imediato.

--- Entre o mundo e você? --- Quando nós conhecemos criamos um frase na qual a outra sempre completaria como uma forma de dizer eu amo você.

Melinda --- Eu escolho você! --- Tocamos uma no nariz da outra.

Olho uma última vez antes de sair do vestiário, caminho até a sala dos jogos de azar. Se tem uma coisa que eu aprendi com essa merda de vida e cuidar de quem se ama,e eu não vou deixar um crime impone. Esse miserável vai pagar e com sangue.

Sinto meu caminho ser interrompido por outro corpo.

Jeon Jungkook PV'S

Os últimos dias tem cido pesados,pois agora tenho que me preocupar com as ideias malucas do meu pai de me casar com a minha namorada Hyuna. Não há amo,nunca a há amei apenas estou com ela para manter as aparências pois uma modelo tão famosa como ela pode abrir grandes portas para minha empresa.

Desde de que minha mãe morreu meu pai mudou completamente comigo,nem ao menos se importa com o que eu quero,só com o que é melhor. Tenho certeza de que são ideias da nova mulher dele,nunca fui com cara dessa mulher e outra vadia interesseira como a Hyuna.

Me levantando saindo daquela sala. Passo pela recepção sendo chamado pela secretária apenas a ignoro completamente. A alguns dias uma boate nova abriu no centro,o que isso quer dizer? Variedade!

Vou até o estacionamento vejo que já se passavam das 21:00,digamos que eu mereço uma folga e uma diversão essa noite. Dou partida na minha BMW preta em direção a boate.

QUEBRA DE TEMPO

Assim que cheguei fui recebido por duas lindas vadias,que trataram de me tirar o máximo de dinheiro possível. Os ares aqui são agraveis assim como as mulheres,mas por enquanto nenhuma me enterresou.

Logo a música calma do lugar da vez agora a uma batida mais sexy. Vejo que alguns homens que estavam no balcão foram para o palco principal.

--- Está rolando uma briga alí? --- Digo apontando para o palco.

--- Não é isso... E que a Angel está dançando. --- A ruiva diz e sinto um Ton de inveja na sua fala.

--- É normal isso acontecer! Ela é a favorita dos homens aqui,por que ela é estrangeira. --- Era vez da morena dizer.

--- Uma ocidental então! --- Digo deixando as duas e levantando e me aproximando do palco. Vejo uma mulher bonita pouco dizer,uma Deusa da perdição... Ela sensulizava bastante naquele palco tanto que ela era aclamada pelos homens. Mesmo contra meus impulsos de não olhar não consegui para de olhar,suas curvas seu sorriso e os seus olhos brilhantes através daquela máscara de gata.

Logo depois outra vadia chega e as duas conversam e depois vão embora, minutos depois outra dançarina aparece.

--- O que houve com a gatinha? --- Digo voltando ao balcão.

Já estava ficando enjoativo olhar as mulheres e não me divertir,mas eu não quero elas quero a gatinha. Mas por algum motivo ela não voltou mais... Talvez ela tenha indo embora.

Assim que estava prestes a ir embora vejo a menor atravessar o salão as correndo, e pelas suas feições corporais dava para ver que a mesma estava muito irritada. Ela toma a minha direção, me levanto e me coloco à sua frente permaneço à espera de impacto. E como havia dito ela acaba esbarrando em mim há seguro pela cintura para que não caia.

--- Desculpa! Estava desatenta. --- Ela diz me olhando fixamente.

--- Desculpa? Preste mais atenção por onde anda, talvez desser desse salto ajude não atropelar as pessoas.

--- Eu não discutir com você tenho muito mais o que fazer do que ficar aqui falando com um idiota como você. --- Ela diz me dando de ombros e indo embora. A seguro de imediato apertando seu antebraço.

--- Nunca mais de as costa para Jeon Jungkook! --- Digo sério,ela solta um gargalhada chamando atenção de todos ali.

--- Desculpa mas eu não sei quem você é? e eu não me importo quem é Jeon Jungkook. Esbarrei em você já pedi desculpas... Quer saber foda-se quer discutir com alguém escolhe e gasta sua paciência com elas. --- Ela se solta e some em meios aos corredores.

"Ela é extremamente perfeita"

"A gatinha você mexeu com o homem errado" 

Vai ser minha! Só minha!






Notas Finais


Isso apenas o protocolo meus amores mas eu prometo bem, bem mais interessante no próximo cap.
Mas então a pergunta que não quer calar para ou continua? Deixa aí nos comentários...
💖💖💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...