1. Spirit Fanfics >
  2. O mais fraco do mundo(Reescrita) >
  3. Novos caminhos

História O mais fraco do mundo(Reescrita) - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei galera ! Essa história ficou um tempão parada pq eu tive um bloqueio com ela...mas não apenas isso, ela é uma história secundária minha que escrevo quando estou com mais tempo livre da minha história principal, então é por isso, mas ela deve voltar a ser postada, inclusive ela foi reescrita tá, então se quiserem reler pra se atualizarem fiquem a vontade, e não se surpreendam caso capítulos dessa história demorem um pouco pra sair...pq é como eu falei, só escrevo essa aqui quando tenho tempo ! Valeu ✌🏽

Capítulo 8 - Novos caminhos


Fanfic / Fanfiction O mais fraco do mundo(Reescrita) - Capítulo 8 - Novos caminhos

_"Está uma delícia Suzune, você é com certeza é uma cozinheira de mão cheia." Elogiou Saiko comendo o espaguete com almôndegas de Suzune.

_"Obrigada Saiko, não é nada demais, se eu imaginasse que tudo aquilo ia acontecer e você ia acabar comendo comigo eu teria feito algumas compras e preparado algo mais elaborado pra você comer." Disse Suzune com um belo sorriso e sua costumeira voz gentil.

_"Hahaha....mais elaborado ? Eu moro sozinho desde que mudei pra cá sete anos atrás, desde então essa é a refeição mais gostosa e elaborada que comi, em geral minha dieta consiste em macarrão instantâneo e pizza." Disse Saiko enquanto ele e Suzune caiam na gargalhada.

_"E como vai seu trabalho de caçador Saiko ? me lembro de você chegando machucado todos os dias, em alguns dias pior do que outros....as paredes do apartamento são finas e eu me lembro de escutar você tremendo de frio do outro lado por causa dos ferimentos, ultimamente você tá tão diferente e....bem, você não chega em casa machucado mais pelo menos, isso já me deixa menos preocupada." Disse Suzune novamente sorrindo pra Saiko.

_"É verdade, quantas vezes ouvi reclamações da dona do prédio por deixar rastros de sangue que iam da portaria até o meu quarto, más esses dias acabaram, Suzune.... amanhã eu vou trabalhar....sabe...eu...queria...se você quiser......eu vou, almoçar...se você estiver por lá....eu....posso comprar sabe....sua comida." Disse Saiko totalmente enrolado.

_"Hahahaha....oque ?" Perguntou Suzune rindo.

_"Posso comprar sua comida ? Que merda foi essa Saiko...droga eu só estrago tudo." Dizia Saiko com um nervosismo absurdo enquanto seu coração batia acelerado.

_"Por acaso você está me chamando pra sair Saiko ?" Perguntou Suzune colocando o cotovelo na mesa e segurando o rosto enquanto sorria pra Saiko.

_"Sair ?....é...claro....que não pff...você sair comigo, que idéia né ? Hahahaha" Respondeu Saiko disfarçando uma risada.

_"Isso é uma pena, achei que tivesse sido um convite pra sair, bom, eu vou lavar as louças." Disse Suzune se levantando e pegando os pratos.

_"Bom, eu acho que está na hora de ir pra casa também, Suzune muito obrigado pela comida, estava muito boa, e obrigado por ter me ajudado mais cedo também me arrastando até aqui." Disse Saiko desanimado indo até a porta.

_"Tudo bem Saiko, não se preocupe, amigos são pra isso." Disse Suzune lavando a louça.

_"Amigos" é isso que somos desde que ela se mudou pra cá um ano depois de mim, más eu quero ser mais do que isso pra ela a muito tempo, más nunca tive coragem de falar, más hoje, esse momento, aqui sozinho com ela, pode ser a última chance que vou ter." Pensava Saiko segurando a maçaneta da casa de Suzune.

_"Algum problema Saiko, você está bem ?" Perguntou a garota vendo Saiko parado e pensativo.

_"SUZUNE" Disse Saiko em voz alta.

_"Minha nossa, tá tudo bem ?" Perguntou novamente assustada pelo tom de Saiko.

_"VOCÊ QUER SAIR COMIGO ?" Perguntou Saiko com o coração palpitando a uma velocidade tão grande que ele pensou que Suzune até poderia ouvir.

_A bela garota de cabelos azuis se aproxima de Saiko e para bem na frente dele, com um sorriso doce ela dá um beijo na bochecha dele e diz: "Demorou seis anos pra tomar coragem, más finalmente conseguiu....é claro que eu quero sair com você Saiko."

_O coração do caçador batia ainda mais rápido, ele estava com uma vontade enorme de dar piruetas de alegria más ao invés disso perguntou: "Podemos almoçar juntos amanhã então ?"

_"Bom, eu tenho algumas coisas pra resolver pela manhã, mas tenho certeza que já terei acabado no horário do almoço, então sim, pode ser um almoço Saiko, em que lugar eu te encontro ?" Perguntou Suzune.

_"Não se preocupe, eu venho te buscar." Respondeu o caçador.

_"Você tem carro ? Nunca vi você dirigindo." Perguntou Suzune.

_"Hahaha....não se preocupe, eu deixo ele na casa de um amigo." Respondeu Saiko nervoso por estar mentindo sobre ter um carro.

_"Tudo bem então, vou esperar você amanhã." Disse Suzune.

_"Tudo bem então, até amanhã Suzune." Disse o caçador indo embora.

                 Manhã do dia seguinte

_"Bom, hoje será um dia incrível porque vou almoçar com a Horikita, más está bem cedo, então vou cumprir minha missão diária e depois vou ir pela primeira vez em uma Dungeon de ranque C, com minha indentificação de ranque E eu não poderia entrar numa Dungeon dessa, más graças a furtividade do meu manto sombrio e minha agilidade entrar sem ser visto não é problema, quero ver o nível das criaturas em um lugar desses para poder testar minha força atual." Disse Saiko saindo pra correr os 10 quilômetros que a missão pedia.

_Depois de algum tempo Saiko já tinhá cumprido suas tarefas diárias da missão e se esgueirava observando a entrada da dungeon que pretendia invadir, e lá estava ela, a mesma aparência de qualquer outra Dungeon, más seria o desafio mais perigoso que Saiko já se colocou de livre espontânea vontade.

_Assim que os guardas da DACC se destraíram Saiko passou por eles e entrou dentro da Dungeon, um grupo de ranques C e uma ranque B já estavam dentro da Dungeon, Saiko se juntou ao grupo que caminhava por entre os túneis, ao olhar para o grupo Saiko percebeu uma caçadora o observando, más não era qualquer uma, a caçadora ranque B mais conhecida de Kyoto, a caçadora mascarada conhecida apenas como Aço frio.

_"Aço frio, a caçadora que está no topo do ranque B de Kyoto, oque ela faz numa Dungeon abaixo do nível dela ? e porque ela está me encarando ?.....dizem que o corpo dela tem uma habilidade de produzir gelo incrível e por isso ela é tão famosa, além disso os rumores dizem que a esgrima dela não é nada mal, isso tudo rendeu a ela esse apelido de Aço frio, será que ela já percebeu que eu não devia estar aqui ?" Se perguntava Saiko sem olhar diretamente pra ela.

_Ela começou a se aproximar do caçador e parecia que ia dizer algo, más o esperado de uma Dungeon aconteceu, vários Woolver's começaram a sair de buracos pelas paredes, Saiko já tinha ouvido falar dessas criaturas, parecidos com lobisomens esses monstros eram sanguinários e terríveis, o caos se instaurou na dungeon e a luta pela sobrevivência começou, a caçadora mascarada ainda encarava Saiko em meio ao caos mas logo sacou uma rapier de esgrima e partiu para a luta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...