História O Maldito Taegi! - Vkook, Taekook, Texting - Capítulo 55


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Taegi, Taehyung, Taekook, Vkook, Yoongi
Visualizações 1.897
Palavras 1.240
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 55 - 55


Fui no banheiro que ficava acoplado no meu quarto, fechei a porta e pus meu celular sobre a pia. Meus lábios pareciam ganhar vida  ao sorrir, um sorriso ora largo ora simples, mas era de vergonha. 

Muita, mas muita vergoinha.

- o que pensa que está fazendo?? - perguntei para o meu reflexo no espelho. Em minha mente pura e infantil que não entendem certas piadas de duplo sentido, não me parecia algo tão normal assim fazer algo virtualmente. 

Pra ser sincero, não me parece certo em todos os casos! Eu sou um menino puro, há dias atrás nem sabia como dar um beijo ou selinho, não sabia o significado de "nudes", quem dirá estar prestes a fazer  certas coisas pela  Internet?

Afinal, o que seriam  "certas coisas"? Não sei, tô com medo de saber, confesso, mas também não tenho tempo pra especular algo; Taehyung me esperava responder.

Então, o fiz.

Kookkx ♥ 

 certo!

Tô aqui, no banheiro 

TaeTae está gravando um áudio...

Bom garoto! Quero que você se sente em algum lugar, é melhor estar amparado quando começarmos.

A voz de Taehyung parecia um mais dezoito muito proibido para mim, sempre teve esse tom de rouquidão, o que me fazia delirar e sorrir sem controle, mas - exatamente hoje - ele brincava com sua voz, a deixando extremamente sexy. 

Céus, no que estou me tornando..

Kookkx

Ok.

Me sentei na privada, esta que estava com a tampa branca fechada. Também não tinha de outra cor, só estou nervoso e queria citar o detalhe branquinho ali.

Comecei a digitar mais uma vez, muito ansioso por nossa "brincadeira" desconhecida por mim.

TaeTae 

Quero que você coloque a mão sobre seu membro, dando uma leve apertada. Pode fazer isso pro seu TaeTae?

Kookkx

Eu não sei fazer isso..

TaeTae

Vamos, Kook. Vamos brincar 

Prefere que eu fale palavras mais obscenas?

Kookkx

Ah, não não 

Sua voz já tá me deixando louco! 

TaeTae 

Duro, você diz.

Kookkx

aishi, vc ama me ver corado, não é? 

TaeTae

rsrs 

Chega de chat

Eu quero e vou ouvir sua voz

TaeTae está te ligando

Aceitar?

Hesitei em atender, sabendo o quanto irei gaguejar caso estivesse em uma chamada. Mordi meu lábio inferir e comecei a mexer minhas pernas em inquietação e ansiedade, vendo que Taehyung ainda esperava minha chamada.

Sou muito inocente sim, não me julguem, e eu também pouco me importo com isso. Não estou apto pra esse tipo de gosto, a adrenalina de chegar atrasado na escola já é o suficiente para me causar ataques cardíacos. 

TaeTae 

Atenda.

Li a mensagem de ordem, me fazendo suspirar pela décima vez. Levei meu dedo para a tela do aparelho, aceitando a chamada  - e me arrependendo no mesmo instante. 

- Nossa, você já está ofegante! - diz aquela voz tão querida por mim. - imagine quando começarmos? 

- ai, Tae hyung, e-eu não sei fazer nada! - confesso. - não  é melhor jogar lol enquanto comemos batata?

- precere jogar do que se masturbar? 

- TAE!! - mesmo que ele não esteja me vendo, tampei meu rosto com a mão que estava vaga. Sentia-me um  verdadeiro pimentão fritando. 

Se é que existe.

- não reclama! Tô usando o melhor do meu vocabulário.

Chega de conversa, Kook. Agora você vai fazer tudo que eu disser.

E eu realmente comecei a fazer tudo o que ele dizia, inclusive abaixar minha calça, a tocando meus pés. Olhei confuso minha boxer branca com uma elevação desconhecida por mim, apertei meus joelhos em sinal de nervosismo. 

Tae me instruiu a continuar massageando o local, enquanto ele mesmo dizia coisas desconexas. 

Desconexas para uns, gemidos para outros; sei lá, concluem sozinhos.

- ahn, isso, Kook-ah, me beije..

- a-ai meu deus.. - não foi um gemido meu, foi a vergonha atacando.

Não é que aquilo estava dando  certo? Senti vibrações em meu corpo adolescente, sentindo necessitado pelo toque que eu mesmo fazia. Taehyung deixava minha mente aguçada ao dizer meu nome de forma manhosa, o que me deixava pior; maluco maluquinho.

- tire, agora. 

Ordenou. Levei minhas mãos para a borda de minha boxer, deixei meu celular sobre a pia  para que o mesmo não me atrapalhasse na.. no.. no toque. Não reclamem, eu não consigo falar essas coisas.

Já com a peça íntima no chão, observei o quanto aquele local estava sensível e molhado.  Céus, que merda estou fazendo da minha vida?

- pegue-o. - disse, assim que ouvi uma movimentação através da chamada. Parecia barulho de cama. - pegue-o assim como estou fazendo agora.

- o-oh, está fazendo  o mesmo?

- claro, amor. Vamos gozar ao mesmo tempo.

- s-sim, vamos..

Levei minha destra ao local, me fazendo soltar um gemido com o contato. Sim, estou mais sensível que o final de Titanic. Assim como Tae fazia do outro lado da linha, minha mão movimentava o local. Deixei que meus gemidos escapassem e mesclassem com os do garoto, o que não me deixou vergonhoso não, eu estava amando.

Sua voz traçava  uma história fictícia na qual estamos nos movimentando um no outro. O som era alto e novo para mim, que sequer nunca pensei estar fazendo isso - o que é super normal para alguns adolescentes  -, e aqui jaz eu, me tocando!

 Caralho! Isso aqui é muito bom.

Senti-me pior, ou melhor, quando uma formigação me domou. Taehyung continuava gemendo meu nome, o que me deixava mais louco. O suor já descia minha testa, grudava minha franja na mesma e deixava a sensação melhor ainda; minha mente nunca esteve tão suja como agora. Juro que tem mais poeira do que sob o tapete da minha sala. 

Algo me fez aliviar, apesar de me deixar surpreso. Me desmanchei em minhas próprias mãos, deixando que um gemido arrastado saísse de minha boca. Não demorou muito e ouvi Taehyung fazer o mesmo, me fazendo sorrir ao pensar que ele o fez pensando em mim.

Mais uma vez: "que merda estou fazendo da minha  vida?" se pergunte, me pergunte, nos pergunte!

- puta merda, Jungkook! - diz animado. - isso foi..

- fantástico! - completo. -  essa será minha brincadeira favorita.. ahrg.. - respiro fundo, arrumando minha postura. - entendi o porquê de voce gostar de fazer isso.

 - foi minha primeira vez.

- q-quê? Ta falando sério??

- sim. - riu. - quer dizer, eu nunca fiz isso virtualmente. Ninguém nunca me excitou apenas com a voz, muito menos com imagines. Você foi o primeiro. 

- espero ser o único.. - sussurrrei.

- falou o que ai?

-ahn? Nada, nada! Hey, acho que preciso de um banho.

- nós precisamos! - corrige. Posso não estar o vendo, mas sabia que ele estava sorrindo. -Vamos banhar juntos enquanto cantamos Britney?

- mas que porr..

- Jungkook?

- PUTA MERDA! - gritei.

Quase caí de susto ao ouvir a voz da minha mãe. Ela não iria entrar, entretanto, mas já tenho um pequenino nervosismo só de pensar na possibilidade.

- menino, que boca é essa!? - me repreende.

- m-m-me desculpa, mãe! 

- okay, okay. Fiz um kimchi pra gente enquanto você estava no quarto. Vem comer? 

- c-claro, só vou terminar meu banho! - minto, começando a me despir por completo. 

- hmm.. está com alguém ai? Ouvi vozes.

- claro que não, eu to ouvindo música só! Enfim, me espere lá, to chegando!

Após ouvir os passos de minha mãe se afastando, Taehyung ria através da chamada. Filha da pura.

- aff. - digo irritado e com vergonha ao mesmo tempo. - não ria!

- impossível! - diz entre risadas. - aposto que você quase caiu! ai, meu pau amado,  não sou normal,  acabei de ficar excitado e agora tô rindo! 

- vai se cerrar!

- "cerrar?" Iti, meu bebê tá bravinho??

- tchau, Taehyung. 

- bye bye, amor

Chamada encerrada.

 


Notas Finais


IH ALA

FINAL DE SEMANA CHEGOU

e agr é só festa

porém, depende


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...