História O marinheiro e a sereia ( Marichat ) - Capítulo 98


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Hawk Moth, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Marichat, Oceano, Plakki
Visualizações 99
Palavras 1.273
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá,meus amores, muito obrigada pelos comentários,eles me incetivam muito a escrever sempre mais.
Espero que gostem do capítulo de hoje

Capítulo 98 - A conversa com o senhor Marinho


Marie : ( __ Eu estou vendo que as minhas previsões , estão dando muito certo, espero que todos fiquem bem, porque eu estou prevendo que um grande mau virá ! ) - vendo o casal passando de mãos dadas pelo porto, pensando que as suas previsões estavam certas , sentindo que um grande mau virá em breve.

 

 

 

Marie : ( ___ Eu preciso conferir na minha tenda, depois que eu almoçar aqui ! ) - vendo que poderia estar errada , pretendendo tirar a sua previsão em breve, dizendo que ia fazer aquilo depois do almoço , voltando a comer a sua refeição.

 

 

 

[ … ]

 

 

 

Enquanto tudo parecia normal no mundo dos humanos , aonde todos estavam tendo as suas vidas normais de sempre , Chantelle estava voltando para o bar do Peixe Marinho para continuar com o seu trabalho, chegando no bar , abrindo a porta , encontrado o seu chefe a sua espera .

 

 

 

[ … ]

 

 

 

Senhor Marinho : ___ Preciso falar sério com você , por favor, me acompanhe ! - olhando sério para a empregada, querendo ter uma conversa séria com a sua empregada, pedindo para que a acompanhe.

 

 

 

 

Chantellle : ___ Sim, senhor, mas aonde vamos nos encontrar ? - aceitando o pedido do seu chefe , assentindo com a sua cabeça , querendo soube o local de encontro da conversa deles.

 

 

 

Senhor Marinho : ___ Pode ser no balcão mesmo, senhorita Noir ! - respondendo com calma , começando a ir na frente dela , indo para a direção do balcão.

 

 

 

Chantelle : ___ Sim, senhor, eu estou indo ! - vendo o senhor indo na sua frente , aceitando o pedido dele , avisando que estava acompanhado por ele , seguindo os passos deles.

 

 

 

[ … ]

 

 

 

Então, a garçonete começou a seguir os passos do seu chefe na direção do balcão, sabendo que o assunto da conversa , seria a surra que deu em Lila na hora do almoço , acreditando que a colega de trabalho tinha contado tudo ao chefe, mentindo para ele.

 

 

 

Ao chegarem no balcão, o senhor Marinho respirou fundo , começando a se virar para conversar com a garçonete que tinha chegado depois, parando de caminhar atrás dele , olhando com calma para os olhos de sua empregada.

 

 

 

[ … ]

 

 

 

Senhor Marinho : ___ Lila me contou que você bateu nela sem algum motivo, é verdade isso ? - olhando para a sua empregada , contando que sabia da surra que a Chantelle aplicou em Lila , querendo saber se a outra empregada estava mentindo.

 

 

 

Chantellle : ___ Sim, senhor, mas tudo o que a Lila te disse sobre a surra que eu dei nela , é mais pura mentira , eu vou contar toda a verdade para o senhor ! - respondeu a pergunta sem medo , olhando sincera para o chefe , dizendo que a morena havia contado sobre o ocorrido era mentira da parte de Lila, oferecendo-se para contar a verdade.

 

 

 

 

Senhor Marinho : ___ Bem, eu estou ouvindo, pode me dizer a verdade ! - aceitando a oferta da empregada , dizendo que estava ouvido, assentindo com a sua cabeça.

 

 

 

Chantelle : ___ Bem, senhor, o senhor mesmo sabe que a Lila tem uma queda doentia pelo meu irmão gêmeo , Chat Noir, ela acredita que o amor do meu irmão deveria ser somente dela, mas eu não aprovo o namoro deles de maneira alguma , por sorte, o meu irmão não gosta dela ! - sentindo-se confiante para contar a sua história , começando a contar sobre o amor doentio que a colega tem pelo irmão.

 

 

 

 

Senhor Marinho : __ Sim, Chantelle, eu mesmo vi, milhares de vezes, pode continuar com o seu relato ! - concordando com o argumento da empregada, lembrando que tinha visto as demostrações afetivas de Lila com um dos seus clientes , dizendo que ela poderia continuar com o seu relato.

 

 

 

Chantelle : ___ Continuando , eu estava andando pela rua, para passar o tempo , depois que eu comi o meu almoço, quando eu estava no meio do caminho para cá, eu ouvi a Lila gritando com alguém , deu para escutar o grito de longe , então, eu decidi investigar ! - olhando para o seu chefe, continuando a contar sobre o acontecimento , ficando mais confiante a medida que contava sobre o ocorrido.

 

 

 

Senhor Marinho : ___ Pode continuar , senhorita Noir ! - olhando calmamente para a empregada , permitindo que ela continue, ouvindo tudo com atenção.

 

 

 

Chantellle : ___ Ah sim, eu cheguei ao local, vi o meu irmão sem camisa com uma linda garota de cabelos azulados ao lado dele , vi também a Lila muito brava com a novata , brigando com ela , ameaçando a pobrezinha , também a novata respondia a tudo que a Lila jogava contra ela com dignidade ! - concordando com o seu chefe , contando sobre o restante , olhando para o seu chefe.

 

 

 

 

Senhor Marinho : ___ Mas, por que o seu irmão estava sem camisa no meio do porto ? - ouvindo a terceira parte da história, querendo saber sobre aquilo , olhando curioso para a Chantelle.

 

 

 

 

Chantelle : ___ Eu te conto depois que terminar , eu posso continuar com o resto do meu relato ? - prometendo que ia contar sobre os motivos do irmão, pedindo para que ela continue com a história.

 

 

 

 

Senhor Marinho : ___ Sim, Chantelle, pode continuar do ponto que parou ! - aceitando o pedido da garçonete , dizendo que ela poderia continuar da parte que tinha parado.

 

 

 

Chantelle : ___ Ah sim, bem, ela começou a fazer um drama para o meu irmão, começando a fazer chantagem emocional, brigando com a azulada , então, eu cheguei perto dela , então, ela começou a se aproveitar de mim, agarrou a minha perna , chorando falsamente para mim , que eu não aguentei isso, comecei a bater nela ! - lembrando aonde tinha parado , contando todo o resto da história, respondendo os seus motivos para a surra.

 

 

 

Senhor Marinho : ___ Bem, agora vendo o seu ponto de vista , senhorita Noir , eu estou vendo que a Lila mentiu sobre isso , bem, ela está limpando algumas coisas para mim, ela se fez de rebelde novamente, mas eu havia dito , quando a gente encontrar as três garçonetes , assim a Lila pode pedir a demissão dela, nos deixando em paz ! - aceitando a verdade da Chantelle, contando aonde a morena estava , torcendo para encontrar as três garçonetes restantes para que a Lila peça demissão.

 

 

 

 

Chantelle : ___ Com relação a isso, eu encontrei as três garçonetes para nos ajudar , elas são as recém – chegadas aqui , então, eu quero indicar elas para as vagas restantes ! - atendendo os pedidos do seu chefe , contando que tinha encontrado as garçonetes , indicado as novatas para as vagas.

 

 

 

 

Senhor Marinho : ___ Ótimo, assim nos livramos de Lila, assim os meus clientes voltaram a serem bem tratados , obrigada , Chantelle ! - ficando feliz com a notícia , respirando aliviado sobre que finalmente a Lila poderia pedir demissão.

 

 

 

Chantellle : ___ Sobre a sua pergunta a respeito do meu irmão, é que ele estava com calor , ele decidiu tirar a camisa para aliviar do calor ! - lembrando da promessa que tinha feito, contando uma pequena mentira sobre a resposta, olhando ansiosa para o seu chefe.

 

 

 

Senhor Marinho : __ Ah sim, tudo bem, é uma boa resposta ! - olhando sincero para a empregada, aceitando a resposta dela.


Notas Finais


me desculpe por algum erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...