História O mascarado II - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 19
Palavras 812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Parte 1


Acordei totalmente assustado. Meu coração parecia que iria sair a qualquer momento pela minha boca e eu suava frio. Não me lembrava do sonho que havia dito, somente que era horrível, e que a Sakura chorava muito.

- Tá tudo bem Sasuke? - Olhei para o lado e vi Sakura, com Sarada em seus braços, com um semblante de preocupada.

- Não, está tudo bem amor - ajeitei o meu cabelo - Você dormiu bem?

- Você mente muito mal sabia? - Arqueia as sobrancelhas - O que aconteceu?

- Esqueci por um segundo que me conhece a anos - Suspirei - Apenas tive um sonho ruim, mas não me recordo dele.

- Relaxa, foi apenas um pesadelo, eu estou aqui com você - Sorri.

- Obrigado amor - Dou um beijo em sua testa.

Olho para os seus braços e ali está a única prova de uma noite cheia de amor. Sarada estava mamando em sua mãe, com os olhinhos fechados.

- Ela é tão linda - Acaricio sua cabeça cheia de cabelo.

- E cabeluda também - Diz Sakura rindo - Pensava que ela iria nascer com pouco cabelo.

- Mais uma coisa que ela puxou do papai - Brinco.

- Só espero que ela não seja marrenta igual a você.

- Eu não sou marrento!

- É sim Sasuke, e irritante quando quer.

- A senhorita consegue ser irritante também, sabia?!

- Aprendi com o melhor - me dá um beijo, fazendo eu me calar.

E em meio a esse beijo, uma linda enfermeira, de cabelos loiros adentrou no quadro, retirando a minha atenção da Sakura e me deixando boquiaberto. 

Ela era linda, tinha um cabelo curto, olhos negros, e peitos medianos, além de um corpo escultural que era valorizado com o vestido branco colado que ela usava.

A tal enfermeira, colocou algum remédio no soro em que Sakura estava tomando, e com um sorriso indecente nós olhou e perguntou:

- Vocês precisam de mais alguma coisa?

- Eu preciso que você me de licença rápido para eu matar o meu marido - diz Sakura furiosa enquanto depositava um beslicão no meu braço.

- Aí amor!

- Caso precise de algo é só me chama - Se retira do quarto, levando os meus olhos junto com o seu molejo.

- Sasuke Uchiha! - Fui retirado do meu transe ao ouvir essas palavras em forma de grito.

Olhei para o lado e vi uma veia enorme pulsando no meio da testa de Sakura, parecia que ela iria explodir a qualquer momento, além do seu olhar furioso, que parecia que ela iria me matar a qualquer segundo.

- Amor tem uma veia enorme na sua...

- Cala a boca Sasuke! - Emburra a minha mão para longe dela - Eu não acredito que foi apenas aparecer um rabo de saia na sua frente que você esqueceu de mim e da nossa filha.

- Que exagero amor, eu não esqueci ninguém, eu só...

- Ficou babando na enfermeira - coloca Sarada já adormecida no berço.

- Eu não fiquei babando na...

- Ficou sim!

- Eu não fiquei amor.

- Ficou sim Uchiha! E eu acho melhor você não fazer de novo, porque se eu perceber o seu "amiguinho" animado, eu corto ele fora!

- Que isso amor, não precisa ficar brava, eu não fiz nada de mais, apenas achei a moça bonita.

- VOCÊ ACHOU O QUE SASUKE?!

- Bom dia casal - Comprimenta Hinata adentrando junto ao pequeno Boruto e o Naruto no quarto, me fazendo agradecer ao destino por ter trago ela.

- Queria mesmo que estivesse sendo bom - Resmunga a rosada de cara amarrada.

- O que o Sasuke fez desta vez? - Naruto me olhou arqueando a sombrancelha

- Nada! apenas ficou babando na enfermeira que teve aqui agora a pouco!

- A loira ? - Naruto deu um breve sorriso, que foi arrancado ao ver a cara que Hinata havia feito.

- Essa mesmo!

- Ah mais ela é realmente muito... - antes que o loiro pudesse terminar a frase, foi nocauteado com uma cotovelada na barriga.

- Você ia dizer algo querido - diz Hina com um sorriso nos lábios.

- Não amor, eu não ia dizer nada - respinde com o pouco ar que lhe resta.

- Esse drama todo só por que eu reparei que a moça é bonita?

- Sim!

- Amor ela até pode ser bonita, ter lindos seios e um corpo escultural...

- Você quer morrer não é?

- Mas ela não é você, e você é a única mulher no universo que eu quero pra mim, eu te amo, a Sarada tá aí de prova.

- Isso eu tenho que concordar - Hina da de ombros - Sasuke é completamente apaixonado por você.

- Eu também te amo amor - me dá um selinho - Mas se você fizer isso de novo, pode apostar que a Sarada não vai poder mais ter um irmão.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...