1. Spirit Fanfics >
  2. O Melhor Amigo Do Meu Irmão - HunHan Abo >
  3. 17 - Capítulo 17.7

História O Melhor Amigo Do Meu Irmão - HunHan Abo - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Obrigada pelos 200 Favoritos!! Vocês são demais.


Boa Leitura. ♡

Capítulo 17 - 17 - Capítulo 17.7


Fanfic / Fanfiction O Melhor Amigo Do Meu Irmão - HunHan Abo - Capítulo 17 - 17 - Capítulo 17.7

Pov LuHan



Cruzei os braços e olhei o Alfa a minha frente. 

Senhor, dai-me paciência. 

— Hannie, eu já disse ela são só minhas primas. 

Suspirei frustado. 

Concordei. 

Eu não estou com ciúmes da tal Sana. 

Eu não tenho ciúmes, longe de mim isso. 

Eu não estou com ciúmes. Eu acho. 

Tá gente, mas precisava ela se jogar daquela forma pra cima do Oh? 

Eu ainda mato este Alfa. 

Olhei para onde os garotos e as duas Japonesas estavam sentados. Baekhyun conversava sorridente com a Tal Sana. Taozi mexia no celular e Minseok conversava com a Mina. E Kyung.. Espera cadê o D.O? 

Olhei para SeHun e fui até a mesa. 

Escutei um rosnado baixo vindo do Alfa. 

Porém não me importei. 

Sentei ao lado de Minseok e olhei para a tal Sana. 

A garota sorriu. 

Sorri de volta. 

Oque gente? Só porque ela se jogou em cima do Alfa que eu gosto, não é preciso eu trata-la mal. 

Afinal, Omma me deu respeito. 

Que as vezes eu mando pra puta que pariu. 

Cutuquei Minseok esse que logo me olhou. 

— Cadê o D.O e o Jongin? — Perguntei. 

Ele sorriu e apontou para a praça. 

Onde os dois se encontravam. 

Kyung tinha um sorrisinho no rosto enquanto conversava com o Alfa. 

Sorri. 

Meus amigos estão apaixonados. 

Eu observo tudo. 

A aproximação de Baekhyun e do meu irmão. 

As olhadas de Yixing e Jun. 

Ou até mesmo os sorrisos que Minseok dá para Jongdae. 

Eu observo tudo. 

Eu só espero que eles não se machuquem. 

Eu espero que esses Alfas não o machuquem, pois irão se ver comigo. 

E cara, mexa comigo. 

Mas não com quem eu gosto. 

Evite que eu quebre ou mande o indivíduo para o Hospital. 

Suspirei. 

Eu espero que eu não saia machucado. 

Eu espero que SeHun seja diferente de Noah. 

Noah era alguém incrível, me tratava bem, dizia que me amava. Tudo era muito lindo, desde a amizade até o pedido de namoro. Era tudo muito lindo e fantástico para mim. 

No início era tudo muito lindo, os sorrisos bobos, os toques, os beijos. Éramos felizes, ou ao menos eu pensava. 

Noah e eu namoramos por cerca de dois longos anos, mas tudo mudou. Eu não percebi quando tudo havia mudado. Mas mudou. O perfume, os toques, o cheiro nele. Tudo estáva diferente. Noah passava me evitar quando me vía só acenava com a cabeça. 

Um dia MingHao — Meu amigo lá da China — Me contou que havia visto Noah com uma Ômega, trocavam beijos e tudo mais. De imediato eu não acreditei, certo dia eu achei o celular do Alfa na cama o aparelho estáva desbloqueado. As provas estavam tudo lá, mensagens, fotos, até mesmo as datas em que eu marcava de saímos e ele dava a merda de uma desculpa esfarrapada. 

Estáva lá, até mesmo as mensagens em que ele dizia para a Ômega o quão tolo e ridículo eu era em pensar que ele ainda me amava. 

Naquele dia a raiva se misturou com as minhas lágrimas, quando o mais velho chegou eu gritei com o mesmo. Esbofetei o mesmo e o mandei ir embora. 

Eu amava Noah, eu o amava em uma intensidade absurda. E ele me destruiu na mesma intensidade. 

Foram dois anos em meio de mentiras? Talvez.

Mais por parte dele. 

Desde então, eu sinto medo de não ser suficiente para tal coisa. 

E espero que não aconteça o mesmo novamente e muito menos que aconteça aos meus amigos. 

Suspirei. 

— Lu. Lu? — A voz de Baekhyun me chamará. 

Olhei para o mesmo. 

— Oque tanto pensas? — Perguntou em um tom preocupado. 

Dei um sorriso termo. 

— Em nada. 

Olhei para SeHun esse que me olhava. 

Desviei o olhar olhando para qualquer canto qual não fosse o Alfa de madeixas negras. 

Ouvimos Tao soltar gritinhos. 

Olhamos o mesmo. 

— Ah! Meu Deus. — Exclamou ele Animado. 

— Oque foi? — Perguntei. 

— Yifan me chamou pra sair. — Tao disse todo animado. 

Que fofo. 

— Quem chamou quem pra sair? — Perguntou o D.O assim que chegou na mesa. 

— Kris chamou ele pra sair. — Minseok respondeu. 

— Kris? Yifan? — Mina  perguntou, SeHun assentiu — Sana já gostou dele. 

Disse e voltou a bebricar seu suco. 

Olhei para meu amigo. 

— Legal. — Mumurrou. 

Ri baixinho. 

Olhei para Kai que estáva sorrindo até para o vento. 

Meu Deus. 

Depois o Kyung vai me contar isso direitinho. 

O resto da tarde foi legal.

Ninguém me irritou. 

Os meninos falaram que Yifan iria dá mais uma de suas festas e convidara todos. 

Porém hoje, eu estou um pouco áreo. 

Em duas semanas meu cio já vem. 

Séra uma semana e tanto. 

Senti braços ao redor da minha cintura e sorri. 

Pois conheço muito bem esse cheiro. 

SeHun deixou um beijo em meus cabelos. 

Suspirei. 


✧・゚: *✧・゚:*


  › Três dias depois.. 


Definitivamente se eu encontrar Park Chanyeol eu mato esse garoto. O infeliz esqueceu veio para escola e me deixou. 

Nesse momento eu não estou me importando com absolutamente nada, apenas em chegar na minha sala. 

As pessoas da faculdade acha que eu sou louco. 

Um Ômega correndo em disparada pelos corredores da faculdade. 

Senti meus pulmões queimararem, a falta de ar se fazendo mais que necessária. O suor escorrendo da minha testa Devido a correria. 

Primeiro: Passei a noite em claro ontem a noite, vários pensamentos em minha cabeça. 

Segundo: Meu carro está no concerto, fui conseguir dormir por volta das cincos da manhã. 

Terceiro: O Infeliz do Chanyeol já havia saído a algum tempo. 

Parei um pouco em busca de ar. 

Eu perdi a primeira aula. 

Não cheguei a tempo. 

Agora estou morrendo, sem ar. 

E a ponto de desmaiar. 

Primeiro que eu nem comi nada. 

Estou com olheiras enormes abaixo dos olhos, meu cabelo está parecendo um ninho de rato. 

O sinal logo soou dando iniciativa a segunda aula. 

Fui caminhando um pouco apressado para a outra sala. 

Porque se o professor chegar eu não entro mais. 

Tudo está tão estressante ultimamente. 

Provas, cio, trabalhos, meu pai com coisas de empresa, minha mãe perguntando coisas que eu sei lá sobre oque. 

Meu Deus é tanta coisa em cima de uma pessoa só.

Suspirei. 

Logo entrei na sala ignorando todos os olhares que foram direcionados a mim. 

Suspirei e abaixei a cabeça esperando a hora da outra aula vir. 


As horas havia se passado. 

E agora estávamos agora na aula de educação física. 

E eu tive que participar dessa vez e não tive desculpas para dizer ao professor. 

Merda. 

A sala de Chanyeol se juntara com a nossa. 

Aquele tumulto de pessoas, suado estáva me deixando aguniado. 

Olhei para meu irmão esse que conversava com sabe-se lá quem. 

Eu realmente não estou me sentindo bem. 

Minha cabeça está doendo. 

Meu estômago dando voltas. 

E eu estou tonto. 

Olhei para Suho e Minseok esses que me olhavam preocupados. 

— Jun.. — Chamei-o 

— Hannie oque você tem? 

— Jun eu não estou bem. 

Falei e logo senti meu corpo se chocando contra o chão, a última coisa que ouvi antes de apagar foi gritos e Suho vindo na minha direção. 

Depois disso eu não vi mais nada. 


××××


Eu não sei ao certo que horas eu acordei só sei que abri os olhos e eu já não estava mais no ginásio. 

Estáva na... Enfermaria? 

Como eu vim parar aqui? 

Só lembro ter visto Suho vindo na minha direção e depois não lembro de mais nada. 

Olhei para um lado e vi uma enfermeira com um soro vazio em mãos. 

— Oh, você acordou — Ela sorriu — Você está se alimentando bem? 

Assenti. 

Eu estava? Eu não sei. 

— Comeu alguma coisa de manhã? — Perguntou e eu neguei. — Você passou mal por isso, deve se alimentar direito. 

Ela sorriu e saiu. 

Me sentei na maca e olhei ao meu redor. 

Meus amigos, os meninos.. SeHun. 

— Nunca mais nos der um susto desse! — Baekhyun esbravejou mais logo me abraçou. 

Ri. 

— Lu, precisa se alimentar. — Meu irmão disse. 

Fiz bico. 

— Oque aconteceu? — Perguntei. 

— Você me chamou e disse que não estava bem e depois desmaiou e SeHun correu e te pegou nos braços e te trouxe pra cá. — Suho explicou. 

Senti minhas bochechas ficarem quentes. 

Olhei para o Alfa esse que me olhava e sorria.

— Vou pegar algo pra você comer. — Meu irmão disse e então saiu . 

Os meninos saíram atrás  e me deixaram sozinho com ele. 

Suspirei. 

— Porque não comeu nada? — O Alfa perguntou. 

— Acordei atraso e não estava com fome. 

Ele me deitou-se ao meu lado e me puxou para seus braços. 

Aquele cheiro. 

Ele apoiou minha cabeça em seu peitoral. 

Sorri e deixei um beijo ali. 

Ele começou a fazer carinho em meus cabelos. 

Esse Alfa ainda vai me matar de amores. 

— Você me preocupou sabia. — Ele disse. 

Fiz bico. 

— Desculpa Hunnie. 

Ele levantou meu rosto e me encarou. 

Como eu amo aqueles olhos escuros. 

Ele então juntou nossos lábios. 

Em um simples selar. 

Doce e carinhoso. 

As mãos do mesmo foram parar em minha cintura e as minhas em seu rosto e outra na nuca. 

Suspirei. 

Nossas bocas dançavam em uma perfeita sincronia. 

SeHun me trás paz. 

Sorri ele o beijo e ele também. 

Nos separamos e ele beijou a minha testa. 

Sorri. 

Eu amo quando ele me trata assim. 

Beijei todo o seu rosto. 

— Você é lindo, sabia? 

Ri. 

Ele sempre fala isso. 

— Você sempre fala isso e muita das vezes me deixa constrangido. 

Ele riu. 

Ele me ajeitou em seus braços e beijou o todo do meu cabelo. 

— Eu amo seu cheiro. — Ele disse. 

Eu sorri.

Muitas pessoas já disseram que meu cheiro é bom. 

E parece que há algo a mais nele. 

E eu nunca entendi o porque. 

Eles dizem que são cheiros de flores. Mas há algo a mais. 

— Eu trouxe a um lanc--- 

A porta foi aberta revelado meu irmão com uma sacola em mãos. 

Ele parou assim que viu nós. 

— Deixa de estragar o momento fofo orelhudo. — Baekhyun bufou entrando no quarto e puxando o Alfa consigo. 

Mas antes deixaram a sacola. 

Ri baixo. 

Eu tinha as melhores pessoas comigo.

Suspirei e olhei o Alfa. 

Ele é tão lindo. 

Eu o amo. 

O amo mais do que deveria. 

E ainda sim tenho medo. 

Eu o amo tanto que chega a doer. 

Pensar na possibilidade de perde-lo faz meu coração se apertar. 









Notas Finais


Eu só digo.
No próximo capítulo vai dá merda.

Sofro com nosso HunHan.
Chanyeol estragando os momentos fofos, af.

Ah! Esqueci de agradecer no capítulo anterior. Obrigada pelos 200 favoritos ♡

Até a próxima. ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...