1. Spirit Fanfics >
  2. O Melhor Amigo Do Meu Irmão - HunHan Abo >
  3. 06 - Talvez eu tenha um Crush no irmão dele, morri caralho

História O Melhor Amigo Do Meu Irmão - HunHan Abo - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Eaeeee consagrados, tudo dboa na lagoa?

Capítulo 6 - 06 - Talvez eu tenha um Crush no irmão dele, morri caralho


Fanfic / Fanfiction O Melhor Amigo Do Meu Irmão - HunHan Abo - Capítulo 6 - 06 - Talvez eu tenha um Crush no irmão dele, morri caralho

Pov SeHun


Filho da puta — Desculpa mãe — Desgraçado, lazarento, filho do capeta, vagabundo seja Kim Jongin. 

Em plena 7 horas fucking 7 Horas da manhã em pleno sábado esse filho do escambau acha de me atormentar. 

Deus oque eu fizeste 'pra ti? 

Eu só queria dormir em paz, só queria 'tá no meio dos meus lençóis quentinho. 

Porque Jongin tem que ser tão desgraçado meu pai amado? 

— Cala a boca porra e me deixa em paz! — Gritei para o Kim. 

Esse que riu. 

Filho da peste. 

Espero que minha mãe não ver eu xingando esses nomes ou ela me mata. 

— Vamos SeHun-ah. — Pediu. 

Essa praga 'tá me chamando pra ir passear com o vivi em pleno sábado. 

Pera... 

Vi.. 

Vi.. 

Meu cachorro.. 

Peludin.. 

Branquinho.. 

VIVI CARALHO! 

Saltei para fora da cama — Com isso fez Jongin cair — Ri e corri para o banheiro. 

Que tipo de pai sou eu? 

Eu esqueci de passear com meu filho. 

Eita porra. 

— Demônio! — Jongin me xingou do quarto. 

Ri. 

Tomei um banho rápido. 

Não tem coisa de relaxar agora não. 

Vivi é mais importante. 

Saí do banheiro e fui direto para o closet. 

Peguei um conjunto de moletom vermelho, calcei meus sapatos, baguncei meus cabelos e desci. 

Dei um beijo em minha mãe essa que sorriu. 

Me sentei para tomar café. 

Meu irmão logo desceu arrumado. 

Lindo como sempre. 

Kim Jongin poderia ser um elogio, porque meu Deus esse Alfa é um pecado. 

Deu um beijo na testa da nossa progenitora e sentou. 

— Meus meninos vão aonde todos arrumados? — Perguntou a mais velha. 

— Vou levar Vivi 'pra passear. — Falei enquanto comia um pedaço de bolo. 

— Vou com ele. — Disse Jongin. 

Ela sorriu. 

Cara minha mãe é tão linda — Por isso os filhos também são —. 

Eu amo essa mulher. 

Terminámos de tomar o café e logo fui pegar vivi. 

Pus a coleira nele e o peguei no colo. 

Mesmo grande sempre será meu bebê. 

Saí pela porta e logo Jongin veio atrás. 

— SeHunie.. — Chamou-me. 

— Hm. 

Vivi é tão meu bolinho e sempre foi e sempre será. 

Omma me deu quando eu tinha mais ou menos 10 anos, e agora 'tô com quase 18 anos nas costas e Vivi ainda 'ta aqui graças a Deus. 

— Você.. 

— Eu..? — Incentivei-o a continuar. 

— Gosta do irmão do Chanyeol? — Perguntou. 

E por pouco eu não morro engasgado e por pouco Vivi não cai. 

Esse viado 'tá doido? 

Que pergunta é essa do nada. 

Mais bem.. 

Eu tenho um Crush no Ômega briguento. 

Ele é bonito. 

É um amor — Pode se ver como ele abraça e olha seus amigos — E isso o deixa fofo. 

Ele é fofo. 

É charmoso também, é dono de um corpo que por Deus — Não que já tenha olhado para seu corpo, ok. — Dono de um cheiro maravilhoso. 

Se eu estiver gostando dele eu 'tô fodido — Literalmente — Primeiro que Chanyeol me comeria vivo, segundo o Ômega parece não se do tipo que gosta de namorar. 

Se eu perguntar para algum amigo dele?

Não. 

Seria óbvio demais. 

Olhei meu irmão esse que estáva esperando a resposta. 

Ajeitei Vivi em meus braços. 

— Talvez eu tenha um Crush no irmão dele. — Disse. 

Vi Jongin sorrir. 

Que medo. 

— Eu sabia! — Disse ele animado. 

— Kyungsoo. — Falei. 

Ele me olhou confuso. 

— Oque tem ele? — Perguntou. 

Ri. 

Ele acha que eu sou cego? 

As vezes mais ainda sim não sou. 

Quer dizer sou. 

Por isso as vezes uso óculos. 

Mais foda-se, vamos voltar ao que interessa. 

Ele acha que eu sou idiota e não percebi os olhares dele para mim do Ômega. 

Ah, se vi. 

— Tem um crush nele? — Perguntei enquanto me sentava no banco da praça. 

Ele suspirou. 

— Talvez, mais parece que ele não gosta de mim. — Disse. 

Eu teria rido. 

Mais não ri. 

— Relaxa, é só o jeito dele. 

Ele sorriu. 

Que fofo meu irmão apaixonado. 

— Ele é fofo, aqueles olhinhos grandões. — Disse ele. 

Que fofo. 

— LuHan também. — Falei. 

— Oque tem eu? 

Senhor do céu oque eu fiz pra merecer isso. 

— VAI PRA LÁ SATANÁS! — Gritou Jongin caindo do Banco. 

Vivi até pulou do meu colo e por pouco eu quase cai. 

Esse diabo acha de aparecer logo agora. 

Pera.. 

Ele não ouviu né? 

Eu espero que não. 

Quanto tempo ele está ali? 

Óh Deus! 

E se ele tiver escutado? 

Olhei para trás e vi ele e Baekhyun, Kyungsoo e Minseok. 

— Cara, pelo amor de Deus não chega assim não. — Pedi colocando a mão no peito. 

Ele sempre tão lindo. 

— Caralho! SeHun cadê o Vivi? — Perguntou Jongin. 

E eu juro que conheci o céu e o inferno nessa hora. 

Se meu Vivi tiver sumido eu mato esses meninos. 

— Jongin cadê o Vivi? — Perguntei olhando meu irmão. 

Esse que riu nervoso. 

— Então né.. 

Riu. 

Eu mato esse projeto de Alfa! 

— Vivi é a coisa lindinha aqui? — Perguntou Minseok. 

Pera, quando ele pegou o Vivi? 

E desde quando Vivi estava no colo dele? 

Foda-se não importa. 

— Baek, vamos roubar ele ainda 'dá tempo de correr. — Sussurrou Minseok. 

Alguém fala 'pra essa criatura que ele não sabe sussurrar. 

E muito menos vai levar meu Vivi. 

— 'Dá tempo o escambau, nunca que eu vou deixar você levar o Vivi. — Disse. 

Vi LuHan sorrir. 

Que fofo. 

— Seok você já tem um cachorro e um gato para quê quer o do SeHunie? — Perguntou LuHan. 

Pera. 

SeHunie? 

Estranho. 

Porém eu gostei. 

Sorriu. 

— Mais eu quero mais. — Indagou o Ômega com um bico. 

Ri. 

— Quer, mais meu cachorro você não leva. 

Vi Jongin admirar Kyungsoo. 

— Perdeu alguma coisa na minha cara? — Perguntou o Ômega. 

Ri. 

— Só a vontade que eu 'tô de lascar um beijo nessa tua boca. — Disse ele. 

Caralho. 

Choquei aqui. 

Olha a ousadia desse menino. 

Kyungsoo ficou estático. 

Rimos. 

— Eu te quebro no tapa. — Ameaçou o Ômega com a mão erguida pronta para meter um tapa em Jongin. 

Rimos. 

Vi Minseok sair de fininho com Vivi. 

Puxei o mesmo pela camisa. 

— Você não leva ele não. — Disse enquanto pegava Vivi. 

O Ômega bufou. 

Apertei as bochechas do mesmo. 

LuHan logo pegou Vivi de mim e o encheu de beijos. 

É errado está com inveja de um animal? 

Se for.. 

Me beija também crush. 

— Porque todo mundo quer roubar meu filho de mim? — Perguntei emburrado. 

LuHan riu. 

— Seu filho? — Perguntou Baekhyun sorrindo. 

Assenti. 

— Eu também tenho um. — Disse ele. 

Sorri. 

— Pega seu sobrinho. — Disse LuHan enquanto entregava Vivi para Jongin. 

Esse que ainda olhava o baixinho olhudo. 

Espero que Kyungsoo não me escute. 

Porque eu serei um homem morto. 

Kyungsoo sorriu para  Vivi e olhou feio para meu irmão. 

Ri. 

— Oi. — LuHan disse. 

Sorriu. 

— Oi.. 

— A quer saber foda-se não sei conversar não. — Disse ele com um bico. 

Óh Deus como eu queria morder esse bico. 

Ri. 

Ele sorriu. 

— Bom, vamos meninos? — Perguntou ele para os outros Ômegas. 

Vai não Crush. 

Fica comigo 'pro resto da vida. 

Sei lá, você poderia me roubar um beijo agora sabe. 

Ou sei lá e 'pra minha casa. 

Ou talvez você queira algo a mais. 

Se é que pervertido entende outro Pervertido. 

Os Ômegas assentiram. 

Kyungsoo deu um tapa na cabeça de Jongin esse que ficou resmungando. 

Ri. 

LuHan veio e me abraçou. 

E puta que pariu. 

Que abraço gostoso. 

Que cheiro.. 

Cheiro de rosas vermelhas. 

Eu poderia ficar cheirando o pescoço desse garoto 'pra sempre, que cheiro delicioso. 

Ele se afastou e sorriu. 

Os outros Ômegas já iam na frente. 

Jongin foi comprar algo e levou Vivi. 

Ficou apenas eu e o Ômega. 

— Então.. Até a próxima? — Perguntei. 

— Até a próxima. — Disse ele sorrindo. 

Ele iria se virar para ir. 

Caralho é agora ou nunca! 

— LuHan. — Chamei-o. 

Ele virou. 

Eu não sei de onde tirei coragem. 

Mais. 

Nossos lábios estavam colados um ao outro. 

E que macios. 

Um simples selar. 

Um movimentar de lábios. 

Me afastei do mesmo. 

Ele também. 

Meu coração 'tá a mil. 

'Tá pior que escola de samba em fevereiro. 

— Agora sim, até a próxima. — Disse. 

Ele sorriu. 

E me deu um selinho e saiu. 

Caralho, já posso morrer em paz. 

Porém depois que eu der uns beijos de verdade desse pedaço de pecado. 









Notas Finais


Hmm, oque será que vem por aí?

Boa madrugada aaaaaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...