História O Melhor Amigo Do Meu Irmão - YoonMin - Capítulo 55


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, CL (Chaelin Lee), F(x), HyunA, Park Hae-jin
Personagens Amber Liu, Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Cho Seung Yeon, HyunA, Jackson, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Ji Yoon, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lee Chaelin "CL", Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Hae-Jin, Park Jimin (Jimin), Rosé
Tags Cj E&m, Cj Group, Comedia, Drama, Exército, Mensão Chanbeak, Mensão Hoseyeun, Mensão Lisoo, Mensão Markson, Mensão Namjin, Mensão Taekook, Romance, Yoonmin
Visualizações 417
Palavras 1.169
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


voltei, hello, estou meio atrasada? ss, mas a partir de agr prometo postar no minimo um capitulo por semana já q os 3 mais importantes projetos q estou fazendo estão praticamente prontos.
n sei mt oq falat ent, bora pro capítulo

PS: ta quase no final a fic ent, se acalmem, vou postar soh mais 3 ou 4 capitulos.

Créditos da capa do capítulo: Carol_Isa

Capítulo 55 - A falta de amor e suas consequências


Fanfic / Fanfiction O Melhor Amigo Do Meu Irmão - YoonMin - Capítulo 55 - A falta de amor e suas consequências

*Pov’s Narração*

Um arrepio correu pela espinha de Kyung, sua pele mudou de cor num piscar de olhos, teve até que se sentar para não cair ao ouvir a risada daquela que um dia fez parte da família Park.

- C-como? Foi você não foi? – Kyung dizia baixo e surpreso com lagrimas nos olhos. – Park Hyuna responda.

- Eu o que? Que mandei atirarem contra o Jimin ou que tenha talvez injetado veneno letal cujo o único antidoto está nas minhas mãos? – Ela riu novamente. – Papai, como pode achar que eu fiz isso com meu único e preferido irmão. Meu irmãozinho caçula que o senhor nunca fez questão de esconder que preferia ele a mim só porque era filho da sua esposinha querida. Me sinto ofendida.

- Pare de se fazer de sonsa Park Hyuna! – Disse o mais velho um pouco mais alto atraindo a atenção dos outros.

- Eu não me chamo mais Park Hyuna e muito tempo, meu nome é Kim Hyuna. Tirei seu sobrenome para eu não precisar lembrar que sou sua filha.

- Você era uma menina tão doce, tão especial. Você ajudou a sua madrasta quando ela estava gravida, você dizia que estava ansiosa para ter um irmão. O que aconteceu com você minha filha?

- Aconteceu que meu pai traiu a esposa com uma prostituta e eles não contaram que teriam uma filha, filha que qual foi abandonada pela mãe biológica e ficou aos cuidados do pai e da madrasta que realmente cuidava bem dela já que não poderia ter filhos. – Dizia a mulher do outro lado da linha fazendo o homem sentir seus nervos a flor da pele. – Mas olha só, ela engravidou, mas nem por isso parou de a chamar de filha, de princesa. Dizia que ela teria um cavalheiro para cuidar de mim, ou uma outra princesinha para ela poder vestir com lindos vestidos. Dizia que a amava e que não importasse de quem ela era filha, ela sempre seria a princesinha dela. Ela dava todo o amor que meu pai e minha mãe biológicos não deu a ela! – Uma lagrima escorreu pelo olho de Kyung ao ouvir a ultima frase. – Porem ela não se importava com os meus pais biológicos, ela tinha a madrasta para a amar, e ela a amava. E continuaria amando se não fosse esse filho que seu pai tanto queria ter! A madrasta não podia engravidar e o pai sabia, mas mesmo assim queria a porra de um filho e ela engravidou só para o fazer feliz. E adivinha, a única pessoa nessa terra que amou a garotinha morreu para poder fazer o marido feliz! Para dar o filho que você, Park Kyung, queria! – Era possível identificar a voz de choro da mulher, e tanto Hyuna quanto o pai choravam. – Você dizia que queria ter um filho, mas esquecia que já tinha, me ignorava, não me aceitava porque sabia que eu fui fruto de uma traição. Eu não pedi para nascer, mas nasci e nem você, nem minha mãe me aceitou, mas ela me aceitou e te perdoou. ELA ME AMOU! Mas não, você tinha que ter seu filho, um filho que você aceitasse, tinha que a fazer engravidar, mesmo sabendo que ela tinha uma porcaria de doença na qual se ela engravidasse, ela morreria. E o pior, você teve que me fazer conviver com um bebê que tinha o mesmo nome que ela, só para me fazer lembrar constantemente que ela morreu para te dar um filho. Mas mesmo assim, eu amava meu irmão, porque ela pediu para eu amar e cuidar dele assim como ela faria. E era isso que eu queria fazer, mas só porque eu acabei deixando-o cair da cama enquanto ia fazer a mamadeira, você me tirou esse amor. Você não entendeu que eu não queria que ele caísse, você achou que foi de proposito, e ao em vez de me escutar, você me mandou para o um internato nos Estados Unidos, me mandou, mas nunca me buscou.

- Hyuna, filha. Eu sei que o que fiz foi errado, mas me perd-.

- NÃO! – Em meio ao choro ela gritou de raiva no telefone. – Você matou a mulher que eu mais amei na minha vida, você me tirou o meu irmão, agora eu vou tirar de você o que você mais ama. Seu filho. A única coisa que a Jimin deixou antes de morrer. – Hyuna tentou conter o choro e voltou a falar debochada como antes. – Você deu o nome dela para ele só para não a esquecer, certo? Só para tentar diminuir a saudades, ter algo dela perto de si. Admita, você mesmo se culpa pela morte dela, você que queria que ela engravidasse. Admita Park Kyung. – O silencio se fez presente na chamada até ele ser quebrado pela risada de Hyuna. – Não consegue, coitado. Deixa que eu falo para você. Você, Park Kyung, matou Shin Jimin.

A chamada foi desligada por Hyuna e Kyung ficou sem saber. Por causa que foi um péssimo pai para sua filha, perderia seu filho.

- Kyung, o que aconteceu? – Perguntou Taeyeon ao ex-marido.

- Hyuna, foi ela quem mandou atirarem no Jimin, e ela também injetou veneno nele. Ela quer mata-lo e por culpa minha – Todos ficaram confusos com a fala de Kyung que se permanecia estatuado.

- Explica isso direito. Quem quer matar meu irmão? – Taehyung perguntou e logo o celular de Kyung vibrou.

“Vocês têm dois dias para se despedirem do Jimin antes que ele morra envenenado.”

Kyung contou tudo a todos que estavam ali, até sobre sua filha e tudo o que aconteceu entre os dois. Sobre a sua falecida esposa não poder ter filhos e ela morreu para poder dar à luz a Jimin, que ele tinha traído sua ex-esposa, tudo.

- Então, quer dizer que porque você foi um péssimo pai, meu namorado está morrendo? – Taehyung segurou Yoongi assim que viu que o outro iria partir para cima de Kyung. – Eu sei muito bem o que é a dor de não ter amor dos pais, mas não imagino o quão seja ruim a dor de ter seu pai e ele não te amar.

- Eu sei que o que fiz não foi nada certo. Ignorar uma filha só por causa que ela foi fruto de um erro meu. – Kyung dizia limpando as lagrimas que derramou enquanto explicou tudo. – Mas eu me arrependo muito por isso, a muito tempo eu me arrependo e fui atrás da Hyuna, mas ela já tinha sumido, eu não consegui a encontrar. Agora ela está com raiva, muita raiva de mim e quer se vingar, mesmo que para isso ela tenha que matar o próprio irmão.

- Kyung, não é culpa sua, ok? Você foi sim um péssimo pai, abandonou sua filha quando não devia, mas isso não justifica ela querer matar o próprio irmão. – Taeyeon tentou reconfortar o ex-marido. – Vamos dar um jeito nisso. Você disse que ela tem o antidoto, então vamos atrás dela e desse antidoto. Vai dar tudo certo.


Notas Finais


Oq acharam? espero q tenham gostado, n reparem nos erros ok?

Bom Dia Pra Quem É Dia! Boa Tarde Pra Quem É Tarde! Boa Noite Pra Quem É Noite!
Que A Força Esteja Com Vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...