História O Melhor Amigo Do Meu Irmão - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Ata, Markson, Mingmin, Muito Fogo No Cú, Namjin, Para Que Tá Feio Querida, Sunkook, Taera, Yoonseok
Visualizações 65
Palavras 2.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiieee meus pandinhas lindos de bonitos, estão bem? Espero que sim :3

Obrigada pelos favoritos, já somos mais de 160! Eu agradeço muito a vocês, sério. Amo cada um de vcs, meus bebês.

Quero dar um avisinho, Eu adicionei o Got7 na fic, rs. Eu achei legal colocar mais personagens e Got7 são meus bebês, eu precisava deles nessa fanfic, é sério. Vai ter quedinha de ciúmes? Vai, vai ter ciúme pra caralho, porém todo mundo aqui vai ser amiguinho porque sim.

Espero que gostem.
Boa leitura e desculpem os erros.
Até as notas finais. Bye~~

Capítulo 26 - Maldita dor e alunos novos...


Acordei ouvindo o despertador, eu quase cai da cama, porém ao me mexer a única coisa que eu pude sentir foi: dor. Dor pra caralho, eu não estava sentindo muito bem as minhas pernas. Encarei ao redor e vi que o idiota do Jungkook já tinha levantado. Esse imbecil...vou dar um soco no rostinho de anjo que ele tem. 

Fui tentar me levantar mas resultou em eu caindo no chão, maldito seja aquele pau do Jungkook, me deixou paraplégica, como eu vou ir pra escola agora? 

Respirei fundo e me levantei me apoiando na cômoda, eu estava sentindo bastante dor porém eu nunca desisto. Caminhei lentamente até o guarda-roupa, pegando uma blusa azul escura, um moletom do Ricky and Morty, uma calça jeans preta com alguns rasgos no joelho e minha sapatilha preta. Fui para o banheiro para tomar um banho e fazer as coisas que todo ser humano faz quando acorda porém com mais dificuldade do que o normal. 

Assim que sai do box, eu me encarei no espelho, meu corpo estava repleto de vários chupões arroxeados e minhas coxas estavam bastante vermelhas assim como minha bunda. Respirei fundo e me vesti rapidamente, depois fiz minhas necessidades e sai dali com fogo nos olhos. Desci as escadas quase morrendo de dor porém firme, assim que cheguei na cozinha eu apenas lancei um olhar mortal para Jungkook que me encarou confuso.

- Credo menina, tá parecendo uma morta-viva. - Taehyung falou me encarando com uma leve careta.

- Sem comentários sobre meu estado por favor, Isso tudo é culpa daquele energúmeno. - Apontei para Jungkook e fui preparar meu achocolatado mancando. É sério, quando vocês tiverem a primeira vez de vocês, se preparem tanto fisicamente quanto psicológicamente, porque é bem provável vocês ficarem que nem eu, mancando e com uma dor que só de andar já faz você querer morrer, Mas sem querer assustar, longe de mim isso.

- Espera... como assim? - Jimin encarou Jungkook que engoliu em seco desviando o olhar para qualquer lugar da cozinha.

Dei de ombros e terminei de fazer meu achocolatado, me escorando no balcão enquanto encarava eles. Admito que não me arrependo de ontem, nem um pouquinho, porém eu estou começando a achar que a ideia não foi muito boa. Jeon Jungkook me arrebentou.

- Desculpa, minha neném. - Escutei a voz do Jeon e respirei fundo.

- Só cala a boca, vai ajudar muito. - Deixei o copo sobre a pia e fui pegar minha mochila que estava sobre o sofá. - Jimin, Pode me levar para a escola? Não sei se consigo andar até lá...tô com dor.

- Claro que te levo, Mas Jungkook, depois vamos ter uma conversa séria sobre isso. - Jimin encarou Jungkook que apenas assentiu meio nervoso, Minnie veio até mim me ajudando a ir para fora da casa e irmos até o carro do mesmo. 

Isso é tão constrangedor, principalmente porque minha casa é sempre cheia de macho, estar nessa situação me deixa muito envergonhada, vou bater no menino Jungkook, ele vai sofrer também, ah mas vai mesmo.

Doeu pra sentar? Doeu bastante! Tô Confortável? Não, nem um pouco. Vou me foder porque na aula eu vou ter que ficar 4 horas sentada com dor nas regiões íntimas? Sim, pra caralho. Me fodi mais ainda porque hoje tem aula de educação física? Sim, muito. Vou espancar Jeon Jungkook? Sim, eu vou.

Apenas encostei minha cabeça no vidro do carro, encarando a movimentação das pessoas apressadas para irem a seus trabalhos. Fiquei rezando á todos os deuses existentes para que eu não sentisse muita dor durante as aulas, principalmente na de educação física.

.

.

.

Finalmente chegamos na escola, Jimin desceu do carro e foi abrir a porta pra mim. 

- Eu tô só com dor, Jimin, não precisa disso tudo. - Falei um pouco constrangida e descendo do carro ajeitando minha mochila sobre meus ombros.

- Porém, eu sou um ótimo irmão e muito protetor. - Ele deu uma risadinha e me puxou com delicadeza para um abraço. - Boa aula, os meninos vão ir mais tarde pra escola já que a professora de biologia deles tá de atestado hoje, não se preocupe. - Jimin falava como se os garotos fossem os meus filhos.

- Tá bom, tá bom, Oppa. Agora vá, estou entrando. - Fiquei na ponta do pé e dei um beijinho em sua bochecha.

- Tchau, pequena. Nós vemos depois - Jimin falou sorrindo, eu sorri fraco e entrei na escola acenando para ele.

Assim que entrei, Eu fui em busca das meninas que provavelmente iriam estar no quinto dos inferno pois o universo não vai colaborar com a minha dor. Andei, andei e andei. Para lá e para cá, para descobrir que aquelas demonias estavam na maldita árvore que ficava praticamente do lado do portão da escola. Eu fiquei 100% putassa, meu sangue ferveu e eu quis dar soco em todo mundo, mas como uma pessoa civilizada como eu sou, Eu apenas respirei fundo e fui até elas.

- Oii minhas pombinhas lindas. - Sorri fraco para elas vendo elas me encararem com aquela cara de bunda que todo mundo tem em uma segunda-feira de manhã, quem não fica com cara de bunda a essas horas é só quem tem sérios problemas mentais.

- Oi nenê, estamos bem e você? - Minghee falou me encarando.

- Na medida do possível. - Suspirei colocando as mãos dentro do bolso do moletom. - Então, tenho algumas coisas para contar a vocês.

- Ah, não me diga que você transou com Jeon Jungkook. - Kira falou ironicamente me olhando.

- Bom, também mas... - Eu iria continuar falando se elas não tivessem me interrompido com olhos arregalados.

- Espera...como assim "também"? Tu transou com ele mesmo???? - Minghee falou alto o que me fez tampar a boca dela imediatamente, olhando em volta e percebendo que ninguém tinha ouvido graças a Deus, aleluia.

- Sim, mas eu... - E novamente eu sendo interrompida, agora por Kira.

- Puta que pariu de quatro numa banheira num hotel cinco estrelas em Dubai. - Ela deu pulinhos de alegria.

- Ô caralho, dá pra me escutar agora? - Falei irritada as encarando, que logo assentiram em sim. - Bom, Jeon Jungkook me fez uma surpresa e me pediu em namoro... - Assim que vi que elas iriam gritar eu as encarei com uma expressão mortal, fazendo elas nem ousarem gritar para me interromper. - Assim que ele me pediu em namoro, depois de algumas horas conversando e pensando em como seria dali para frente, namorando e tal, ele pediu para irmos fazer coisinhas indecentes... - Não conseguiria falar o nome daquilo para elas

- Sexo. - Kira e Minghee falaram em uníssono.

- É, isso. Enfim, eu como uma garota inocente que sou... - elas me encararam com uma expressão de "ata" - Aceitei e agora eu tô aqui com dor pra caralho, eu quero dar um murro na cara do Jungkook por ter me deixado dolorida desse jeito, aquele maldito coelho imbecil que me fez quase ficar paraplégica. - Suspirei.

- Minha nossa, então Jungkook tem pegada firme, além de ter te deixado manca, ele deixou você com hematomas no pescoço, olha esses chupões Minghee. - Falou Kira passando a mão em meu pescoço.

- Tô com medo do Jungkook agora, minha nossa senhora da bicicletinha cor de rosa. - Minghee falou olhando meu pescoço também.

- Beleza, Beleza, já chega né? Sei que para os olhos de vocês ele fez uma obra de arte, mas eu não aguento mais ficar de pe sentindo dor. Vamos pra sala de aula. - Afastei elas do meu pescoço e as puxei para o corredor para enfim chegar na sala de aula.

Já era constrangedor ter que mancar e andar com dificuldade pela escola, se elas continuassem a falar daquele jeito do meu pescoço eu iria ficar ainda mais envergonhada, coisa que eu não gostaria de jeito nenhum.

Assim que chegamos na sala de aula e nos sentamos cada uma em seu lugar. Cruzei meus braços sobre a mesa e fiquei com o queixo apoiado ali, eu me sentia cansada e com dores nada agradáveis. Foi aí que eu levei um susto com o maldito sinal quase estourando meus tímpanos e me fazendo fechar os olhos com força. Além de eu estar com dores nas regiões íntimas, Eu ainda estava morrendo de dor de cabeça e aquele sino só piorou as coisas.

Muitas pessoas começaram a entrar na sala fazendo a maior algazarra, mas o que eu prestei realmente atenção foi que falavam sobre alunos novos na escola, pra ser mais exata 7 alunos novos. Eu fiquei bastante curiosa, gosto de novatos aqui, mais amigos é sempre bom e eu gosto de novas amizades, espero que eles sejam legais.

Assim que todos já estavam sentados, O professor entrou na sala acompanhado dos novatos.

- Creio que vocês já saibam da chegada de novos alunos. Podem se apresentar garotos. - O professor foi se sentar, enquanto os outros 7 se colocaram na frente da turma.

- Bom dia, meu nome é Lee Jaebeom, mas podem me chamar de JB. - Um garoto alto e de cabelos negros se pronunciou, com um leve sorriso nos lábios.

- Meu nome é Choi Youngjae, podem me chamar apenas de Youngjae, prazer em conhecê-los. - O garoto de cabelos acastanhados e expressão séria falou, fazendo algumas meninas suspirarem.

- Eu sou o Jackson, Jackson Wang. - Um garoto de cabelos platinados e maxilar marcado falou.

- Ah...eu sou Mark Tuan, espero sermos amigos. - O garoto cujo nome é Mark parecia bastante envergonhado porém com um sorriso fofo em seus lábios.

- Meu nome é...Kunpimuk Bhuwakul...mas para facilitar a vida de todos, podem me chamar apenas de BamBam ou a delícia em forma humana. - Ele falou de forma engraçada fazendo algumas pessoas rirem e outras suspirarem.

- Eu sou o Kim Yugyeom, me chamem apenas de Yugyeom, por favor. - Aquele menino era muito fofo, com a franja em seus olhos e um sorriso fraco.

- E eu sou Park Jinyoung, me chamem de Junior ou Jr. - O último garoto se pronunciou.

- Ótimo, podem sentar em alguma das carteiras. - O professor falou de forma calma ajeitando os óculos sobre o nariz.

Professor Kyong dá aula de geografia para nós, Acho que dentre os professores ele é o mais querido e mais legal. Ele tem entre 22 a 23 anos mas é um ótimo professor.

Os sete garotos se sentaram nas carteiras que sobravam na sala, 3 deles ficaram perto da minha carteira, acho que eram Yugyeom, BamBam e Jackson, se não me engano. Minhas amigas começaram a conversar sobre os garotos e dizendo como eles eram lindos e todo aquele blá blá blá que elas fazem quando algum menino bonito entra na nossa sala.

Fiquei a aula toda quase dormindo e sofrendo, agradeço aos céus pela aula de educação física ser as duas últimas aulas, depois do recreio. Aqueles garotos novatos já estavam fazendo amigos na sala de aula, umas garotas já até deram em cima deles mas acabaram se fodendo pelo fato de alguns deles já serem comprometidos. 

.

.

.

O precioso recreio finalmente chegou, peguei minhas amigas pelas mãos e sai as puxando pelos corredores da escola, Mesmo estando com uma baita dor do caralho eu saí correndo, vocês não tem noção de como eu fico quando eu fico com fome. Eu viro uma louca.

Chegando no refeitório, Eu já pude muito bem reconhecer certos seres do outro lado do refeitório, soltei as meninas e andei até lá, parando em frente Jungkook que me encarou um pouco surpreso.

- Oi meu amo-.. - Ele foi interrompido por mim.

- Amor é o caralho, eu tô toda ferrada e ainda vou ter aula de educação física depois do lanche, me explique como eu vou poder fazer exercícios toda arrebentada. - Falei fazendo um biquinho enquanto o encarava furiosa.

- Hm... - Jungkook parou alguns minutos para pensar. - Nosso professor de educação física faltou também, ou seja, provavelmente nossas turmas se juntem e assim eu posso cuidar de você na aula. - E aquele maldito sorriso de coelhinho que me derrete toda se formou nos lábios vermelhinhos de Jeon Jungkook. Aish, por que tão lindo?

- Espero mesmo, porque seria difícil para mim fazer as aulas com dor, Kookie. - Me sentei em seu colo colocando minha cabeça em seu peitoral.

- Ow, não sei se vocês sabem mas estamos em um refeitório cheio de gente, aquetem o fogo no cú. - Jimin falou revirando os olhos.

- Por que você não para de cuidar da vida dos dois nenês e da logo umas beijocas na Minghee? Ficar de vela você fica porque quer. - Hoseok se pronunciou chacoalhando uma caixinha de suco de maçã enquanto encarava Jimin.

- A cala boca. - Jimin corou e voltou a comer o pedaço de bolo de chocolate. Jungkook e eu apenas rimos, Kira e Minghee chegaram na mesa se sentando também.

- Abandona as amigas mesmo, nem machuca nosso coração viu? - Minghee falou fazendo um drama.

- Desculpa meninas, eu já ia lá chamar vocês para virem aqui. - Ri fraco.

- Agradeça que nós somos as melhores amigas que alguém pode ter e não ficamos chateadas. - Kira disse me encarando enquanto comia um daqueles sanduíches naturais que vendem aqui na escola.

Realmente, as melhores.


Notas Finais


Coitada da Sunnie pessoal, espero que o Jungkook cuide dela pq a situação tá bem ruim... skjakska
Grande Hoseok sempre apontando verdades na cara de todo mundo, Eu amo esse menino :')

E aí? Gostaram? Espero que sim!
Tendo o Got7 na fanfic vai ser tudo de bom, prometo ^-^

Bom, foi isso, até o próximo. Bye~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...