1. Spirit Fanfics >
  2. O melhor amigo do meu irmão >
  3. Capítulo 27 lanchonete

História O melhor amigo do meu irmão - Capítulo 27


Escrita por:


Capítulo 27 - Capítulo 27 lanchonete


Se despediram e foi embora.

Mas tarde o Matheus veio.

Mb : oi amor.

Anna : oi.

Ela o beijou.

Mb : tá melhor?.

Anna : tô, amor vai no hortifrut e compra ameixa para mim?.

Mb : acabei de chegar.

Anna : tabom deixa.

Ela saiu e foi.

Ele foi atrás dela e a trouxe de carro.

Anna : tá bom.

Ela foi fazer lavou as ameixas pois leite condensado e creme de leite e comeu.

Mb : vamos para o quarto?.

Beijo o pescoço dela.

Anna : não você não disse que tá cansado?.

Mb : vai me deixar de castigo.

Anna : tá me deixa.

Ele foi para o chuveiro para não discutir.

No outro dia.

Matheus : Anna eu te amo.

Anna : tabom te amo.

Matheus : vou ir para o serviço.

Anna : vou também.

Matheus : não precisa.

Anna : combinamos de abrir uma lanchonete juntos para trabalhar juntos se não for assim , para que qui temos uma.

Matheus : deixa eu trabalhar um pouco , cuida de você , estar abatida e isso não faz bem.

Anna : quer ficar longe de mim que foi enjôou ?.

Mb : nunca, cuida de você, e não vou ficar lá muito tempo.

Anna : tabom, trás batata frita com cheddar para mim.

Mb : tá .

Ele a beijou.

Ela arrumou as coisas , fez comida.

Foi no salão fez a unha , veio para casa tomou banho.

E o esperou dormiu.

Ele chegou acordando ela.

Anna : aí Matheus.

Mb : vamos comer.

Ela sentou comeu resmungando.

Mb : a casa tá arrumadinha , a casa também.

Anna : amor você gosta de Mariana?.

Mb : nem sei quem é essa garota.

Anna : tô falando o nome?.

Mb : não é feio.

Anna : é a mistura dos nossos nomes.

Mb : ata , não achei feio mas Anna bruna é mas bonito.

Anna : né nada.

Mb : Marijuana é bonito também.

Anna : hum.

Anna : arram sei.

Mb : nosso de namoro tá vindo, oque quer ganhar?.

Anna : queria um gatinho, fêmea.

Mb : não , isso não.

Anna : então por que me perguntou oque quero.

Mb : você tá cavala em , se eu tider patada assim você chora.

Anna : só choro por que tô sensível.

Mb : por que você está mas sensível.

Anna : por nada!.

Mb : é assim.

Anna : era para voltarmos de viagem mas apaixonados e carinhosos um com o outro, mas você só quer saber de ficar longe de mim.

Mb : oooooo meu amor não é isso.

Anna : é sim enjôou de mim.

Ele a beijou.

Mb : nunca, oque quer de mim?.

Ela o beijou.

Anna : atenção, quero conversar.

Mb : fala por que eu tô aqui para te ouvir.

Ela falou várias coisas fofas  , falou das coisas que ela estava sentindo , depois mudou para a história de quando se conheceu.

E no final.

Ela dormiu.

Ele a cobriu tomou banho e deitou do lado dela.

Mb : fofa.

Ele beijou a barriga dela.

E fez carrinho.

Deitou com ela e dormiu.

Ela acordou de madrugada e comeu as batatas fritas com cheddar que ele trouxe para ela.

Anna : oi amor não queria ter acorda.

Mb : já acabou?.

Anna : já.

Mb : vamos então, não já disse que não é bom ficar de descalço no frio.

Anna : para de brigar comigo.

Mb : tabom.

Eles se beijaram.

Ele a abraçou e foram dormir.

No outro dia ela acordou passando muito mal.

Anna : vai chegar atrasado hoje.

Mb : vou ficar em casa e cuidar de você.

Ele fez carrinhos e ela dormiu.

E depois ele.

Ele sonho com a filha dele e ela branquinha e parecia muito com a Anna.

Ele acordou sorrindo e disse a ela.

Anna : era uma menina?.

Mb : ela era muito linda, igualzinha a você.

Eles se beijaram.

Anna : amor me sinto melhor.

Mb : não vou , sair até ter certeza que você está bem.

Anna : tabom.

Ele cuidou dela.

No outro dia ela se sentiu melhor.

Anna : tchau amor.

Mb : não vou demorar para voltar ,volto para o almoço.

Anna : tabom, trás soverte.

Mb : de que?.

Anna : vocês escolhe.

Mb : vou comprar de baunilha com bis.

Anna : você é muito romântico.

Mb : eu não só te amo, assim você vai me tirar do castigo.

Anna : vou pensar.

Ela o beijou.

Anna : cuidado na rua , eu te amo.

Mb : tabom vou voltar cedo e te amo.

Anna : tabom.

Ele abraçou , beijou  foi embora.

Ela arrumou as coisas , fez a comida com muito carinho , se arrumou se penteou para ele.

Ela ficou esperando e hoje ela tinha tomado coragem para falar que estava grávida .

Estava demorando a chegar ela ficou ensaiando para falar.

Anna : amor eu tô grávida.

Anna : amor , seu sonho de ter um filho se realizou, porque eu tô grávida.

Ficou tentando e tentando.

E a hora foi passando.

Ela foi ficando triste.

Anna : eu tô aqui igual uma palhaça esperando você e você tá ai nem para ligar .

Ela olhou a barriga.

Anna : meu amorzinho, vou ficar com tranquila por você, e eu não vou chorar.

Ela chorou.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...