História "O melhor amigo do meu irmão"- Yoonkook - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 104
Palavras 1.376
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Leiam
as
notas
finais

~Boa leitura

Capítulo 7 - Capítulo seis


Fanfic / Fanfiction "O melhor amigo do meu irmão"- Yoonkook - Capítulo 7 - Capítulo seis

______________ Anteriormente _________________

-Ele te trocou por outro hyung. Mas agora não é hora  de conversar  sobre esse assunto,eu vou chamar um médico.

____________________________________________

Seul-03 de novembro,09:13 da manhã

Era muita coisa para o uma pessoas raciocinar de uma só vez. Eu não lembrava de ter terminado com o Jimin. A única coisa que eu queria no momento era sem sombra de dúvidas uma explicação para isso tudo,foi muito repentino.

Faz um tempo que o Jungkook saiu,e ate agora não voltou. Eu não gosto de hospitais -me passa uma sensação ruim- e também não gosto de ficar sozinho neles. Não vou aguentar ficar muito tempo aqui.

A porta se abre revelando um homem um pouco mais alto que eu,de feição jovial -vale ressaltar que e muito bonito-. Ele está vestindo um jaleco branco escrito  na parte superior o seu nome em preto. Minha vista está um pouco embaçada e eu não consegui enxergar seu nome.

-Bom dia! -sorri- Como você se sente?

-Bom dia -falo sem ânimo algum- Me sinto deprimido e dolorido e minha vista está um pouco embaçada.

-Eu vou te dar alguns remédios,eles vão melhorar as dores e avista embaçada é porque você ficou muito tempo com os olhos fechados,daqui a pouco passa. Agora,eu não tenho remédio para pessoas deprimidas,mas se quiser conversar estou a disposição.

-A única coisa que vai me fazer melhorar,e você falar quando eu posso sair daqui.

-Olha você vai ter que ficar essa semana de observação,vou ter que ver se não ficou alguma seqüela. Mas logo você estará em casa.

-Eu quero ver minha mãe e meu pai. Mas antes de sair,qual seu nome?

-Vou chamar eles ‘pra você. Eu me chamo  Shin Ho-Seok,mas pode me chamar de Wonho -ele sai do quarto,me deixando sozinho novamente-

Uns minutos se passaram e meus pais entram no quarto. Pude ver pelo rosto de minha mãe que ela não está dormindo bem,pois suas olheiras estão enormes e por elas ser quase albina as olheiras aparecem mais.

-Oh,meu querido como se sente? -começa a chorar- Você não sabe a falta que fez,a casa não era a mesma sem você.

-Agora eu estou bem mãe. Vem aqui e me da um abração -ela vem ate minha cama e me abraça-.

Meu pai observa tudo com lágrimas nos olhos. Eu sou muito apegado a eles,do mesmo jeito que sou apegado a Taehyung. Mesmo nos tendo algumas desavenças eu ainda o amo. Meu pai nunca vou de expressar o que senti -puxei isso dele- mas acho que hoje ele abriu uma exceção,porque ele tá chorando igual uma criança.

-Pai - o chamo - Não precisa chorar,eu estou bem.

-Eu seu pequeno,mas é que eu estava com tantas saudades de você que eu me emocionei.

-Vem me dar mais um abraço -eles vieram até mim e me abraçaram-.

-Eu amo vocês -falo, ainda abraçado a eles-.

-Nós também te amamos -fala minha mãe-.

-NOSSA VOCÊS NEM ME CHAMARAM,EU NÃO ACREDITO QUE MEU IRMÃOZINHO ACORDOU E VOCÊS NÃO ME AVISARAM -Taehyung entra do nada no quarto,e começa a gritar-.

-Taehyungie faça menos barulho -falo com a voz calma-.

-Desculpa. E que eu estava com saudades - ele vem até mim e me abraça e deixa um beijo na minha bochecha-. Como você está?

-Eu sei,todos sentiram minha falta. Já é a terceira vez que me perguntam isso hoje. Mas respondendo sua pergunta. Eu me sinto bem,só algumas dores no corpo.

-Pensei que a batida ia de deixar menos convencido,mas ‘to vendo que me enganei. E você não sabe o quão preocupados nós ficamos,o Jungkook faltou morrer de tanta preocupação,ele não sai do seu lado,passava noites e mais noites acordado,chorava a cada minuto.

-Sério? Mas a gente nem conversava direito. E ele se preocupou tanto assim.

-Hyung,posso te fazer uma pergunta? Além dessa.

-Pode sim

-Você é cego?

-Não. Porque?

-Como você não percebeu que no Jungkook e completamente apaixonado por você. E nem adianta falar que não sente nada por ele,que eu sei que você também gosta dele.

-Meu deus! Por essa eu não esperava. E não eu não gosto do Jungkook. Não sei se você lembra,mas eu namoro.

-Mesmo depois que eu falei que ele faltou morrer de preocupação por você ter ficado nesse estado. Você não percebeu. Mas e lerdo. E não hyung,você não namora mais o Jimin,porque ele terminou com você.

-Eu me recuso a acreditar.

-Espera um minuto que eu vou chamar uma pessoa ‘pra te contar o que aconteceu naquele dia -fala e sai do quarto para buscar a tal pessoa-.

Meus pais saíram do quarto quando o Tae entrou. E agora aqui estou eu sozinho novamente. Depois de uns minutos Taehyung voltou e agora acompanhado do Jungkook. O que ele tem a ver com isso?

-Então hyung,ninguém melhor que o Jungkook ‘pra te contar o que aconteceu naquele dia -sorri ‘pra mim-.

-Mas porque ele? E o Hoseok?

-No dia do término o Hope estava viajando-ele se despede de nós e vai embora.

-Pode começar Jungkook.

-Eu vou contar como se fosse você,do mesmo jeito que me contou.

-Tudo bem.


“Eu tinha recebido uma mensagem do Jimin dizendo que queria me encontrar,e que era ‘pra mim ir o mais depressa possível. Então eu apenas vesti uma roupa qualquer pega no guarda-roupa e sai apressado de casa e entrando no meu carro e seguindo para o local.

Quando cheguei no local marcado,eu o avistei de longe e ele estava lindo como sempre. Eu desci do carro e fui até ele. Fiquei de frente para o mesmo e fui abraça-lo mas o mesmo recuou.

-Aconteceu algo Chimie?

-E… Eu…Quero -fez uma pausa- Eu quero terminar.

-Porque? -foi a única palavra que saiu da minha boca. Meu coração começou a acelerar,minha boca secou,minhas mãos começaram a suar e minha perna falhou.Mas mesmo assim eu me mantive firme perante a ele.

-Eu não te amo mais,eu gosto de outro.

Eu abri a boca ‘pra falar mas minha voz tinha sumido,eu não consegui pronunciar nem se quer um palavra. Então fiquei olhando para ele,tentando achar algum resquício de brincadeira,mas seu olhar estava sério. Ele não estava mentindo.

-Você cheg…-fui interrompido por um homem mais alto que eu,ele abraçou o Jimin por trás e beijou seu pescoço.

-Chim-Chim -ele usou o apelido que eu tinha lhe dado- Quem é ele? -apontou ‘pra mim-.

-Um amigo -sorri para o rapaz mais alto-.

Amigo? Ate minutos atrás eu era seu namorado -penso--

Ah,e um prazer me chamo Taemin -ele estende a mão para mim,mas o mesmo depois de perceber que eu não iria apertar sua mão encolhe ela - Meu amor - se direciona a Jimin- Vamos? Daqui uma hora nosso vôo sai,e temos que arrumar algumas malas ainda.

-Vamos sim. Pode ir na frente -o tal Taemin olha ‘pra mim mais um vez e sai- Então e isso Yoonie,foi bom enquanto durou,e quero que saiba que eu te amei -ele sai atrás do Taemin,me deixando lá sem saber o que tinha acabado de acontecer-.

Eu fiquei mais uns minutos parado naquele lugar olhando para o nada,tentando raciocinar alguma coisa. Depois de um tempo eu resolvi ir embora,segui a passos calmos ate o carro e entrei no mesmo o liguei e sai em disparada para minha casa. Quando cheguei eu estacione o carro de qualquer jeito,sai do mesmo e entrei em casa. Eu estava sozinho minha mãe estava no trabalho e meu pai estava viajando o Taehyung tinha saído o Hobi tinha viajado ontem. Eu não tinha ninguém.

Fui para meu quarto e me joguei na cama. E fique o olhando para o tempo pensando o que tinha acontecido.”

-E foi isso. Eu tinha indo na sua casa nesse dia,e te encontrei jogado na cama chorando,ai você me contou tudo que tinha acontecido. E pela primeira vez na vida eu quis matar alguém.

-Eu ainda não acredito,como ele foi capaz.

-Eu também não,hyung -baixa o olhar-.

-E… Jungkook? -o chamo e ele olha ‘pra mim- Obrigado

-Pelo que? -pergunta confuso-.

-Por estar comigo naquele momento. E por ter ficado comigo enquanto eu estava em coma. Me falaram que você não saiu do meu lado. E verdade?

-S-sim -abaixa o olhar envergonhado-.

-Sabe eu nunca pensei que seria você a ficar tudo esse tempo comigo. Porque fez isso?

-Porque eu me importo com você hyung -sorri- Você não sabe o quanto eu sofri vendo você deitado nessa cama sem poder se mecher,você não sabe o quanto eu chorei..

-Me desculpe por te fazer passar por isso tudo Jungkookie… -puxei ele pra um abraço - Me desculpe - Senti a roupa de hospital que eu ‘tava usando molhar,e deduzi que ele estava chorando - Não chore pequeno,eu estou aqui agora…

-Obrigado,hyung...



Notas Finais


=Olá amores,como estão?

=Olha quem esta de volta depois de um mês. E olha também a hora que a pessoa vai postar capitulo.

=Tenho quatro coisas a falar.

=Primeira : Eu deixo vocês me baterem -eu mereço- eu fiquei um mês sem dar notícias.

=Segunda: Obrigado por todos favoritos e comentários. Amo vocês<3

=Terceira: Não me abandonem ok?

=E por último a minha desculpa e explicações: Quando eu postei o quinto capítulo eu comecei a escrever o novo,só que eu não achava que vocês iriam entender do jeito que eu tinha escrito,então escrevi novamente e dessa vez eu não achei o capitulo bom. Ai eu resolvi dar um tempo pra pensar no que escrever,só que eu simplesmente perdi a criatividade e não consegui. E hoje me esforçando muito eu consegui esse capitulo -que não ta la aquelas maravilhas-.

=Comentem,amo ler os seus comentários

=Era só isso mesmo

~Tia Açúcar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...