História O melhor amigo do noivo ll Kth e Pjm(Vmin) - Capítulo 43


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Rosé
Tags Bts, Romance, Vmin, Yaoi
Visualizações 149
Palavras 880
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Fluffy, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VolTae, como prometi, att, mas, será curta.

Espero que gostem, comentem, é isso, boa leitura, não reparem os erros.


♡✩

Capítulo 43 - Forty-three


Fanfic / Fanfiction O melhor amigo do noivo ll Kth e Pjm(Vmin) - Capítulo 43 - Forty-three


Park Jimin 


Estava me sentindo tão bem, as sensações prazerosas que Taeh me causavam, era algo inexplicável, como ele era bom nisso? Me fazia ficar a mercê de si em questão de segundos. 

Sentir sua língua lentamente a se mover contra meu mamilo, me fez arrepiar por completo, seus toques, suas mãos eram como mágica, em apenas um segundo, me fazia delirar, ir ao céu e voltar, me sentir leve e relaxado. O queria tanto, eu o necessitava, meu corpo implorava por ele, queria tê-lo aqui, agora. 

— T-taeh...- não pude conter um gemido junto ao seu nome ao pronunciar. Estava tão fora de mim. — Ah...aí, toque de novo. 

Pedi com a voz falha, após ele mordiscar meu outro mamilo, ele repetiu o ato, o que me fez levar minha mão até meus lábios. 

Ele olhou para mim com aquele olhar penetrante, intimidador, eu apenas me derretia ao olhar para ele. O maior foi descendo seus lábios pequenos lentamente pelo meu abdômen, parando no côs da calça moletom que eu vestia. Eu me apoiei Embu meus braços, era realmente ainda melhor vê-lo me tocar, parecia aumentar o desejo ainda mais. Ele olhou para mim, esperando dizer algo, mas logo retirou a peça, me deixando apenas com a boxer. 

Sua mão tocou meu membro por cima do tecido, começando a acaricia-lo de forma lenta, já estava rijo e ele apenas ajudou a ficar ainda mais. Seus lábios se aproximaram, deixando um selar sobre minha intimidade, me fazendo arfar. Ele estava sendo completamente amável, cuidadoso. 

Suas mãos foram até o elástico do pano que me prendia, deixando meu membro exposto, ele puxou a boxer lentamente, me fazendo erguer minhas pernas, para que pudesse retirá-la por completo e assim que o fez, voltou a se aproximar da região, enquanto me olhava. Seu olhar carregava desejo, malícia, mas meio a tudo isso, sentimentos, eu pude enxergar isso. 

Sua mão tocou meu membro, o segurando delicadamente, enquanto a outra veio até meu abdômen, ele a movimentou sobre a parte intimidade de forma lenta, mantendo seu olhar sob minha face, eu tinha certeza que estava tão rubro, como as rosas do Jardim. Ao passar seu polegar pela minha glande, fazendo movimentos lentos circulares, ele me arrancou um gemido,  me fazendo cair deitado sobre a cama, recolhi minhas pernas, que estavam uma de cada lado, ainda as deixando abertas. 

Seus lábios pequenos tocaram minha glande,enquanto ele segurava meu membro, onde ele deixou um beijinho, sua língua levemente se passou pela fenda, subindo e descendo, era impossível me controlar, resistir à isso, ele a movimentou de formas circulares, me fazendo gemer com vontade, sem me preocupar se seus vizinhos iriam ouvir. 

Sem mais demoras, ele introduziu meu pênis em sua boca, começando a movimenta-lá de forma lenta, pegando um certo ritmo no qual me fez delirar, não conseguia conter meus gemidos.

— TaeHyungie...

Gemi baixinho seu nome, sua mão  em meu abdômen, acariciou o local, dando em seguida leves arranhões, minhas mãos foram até seus cabelos, os segurando de forma carinhosa. Como era insano, algo realmente maravilhoso, de outro mundo, sua boca quente e pequena, sua língua que me deixava extremamente no delírio. 

Ele retirou meu membro de sua boca, voltando a movimentar sua mão sobre ele, desta vez um tanto rápido. Mais uma vez ele o colocou em sua cavidade bucal, me fazendo deixar escapar um gemido alto, TaeHyung me sugava com vontade, me fazendo arquear meu quadril em busca de mais contato. Eu poderia vir à qualquer momento, mas, decidi mudar isso. 

Quando ele pausou suas sucções, me sentei de forma rápida, ficando a sua frente, eu estava totalmente louco para tê-lo o mais rápido possível. O loiro ainda estava com suas roupas, ele se sentou, me olhando, e retirou sua camisa, enquanto minhas mãos ligeiras foram até o botão da calça, abri o mesmo e retirei a peça de maneira rápida, eu sentia seu olhar sobre mim. Ele se arrumou na cama, ficando sentado na beira, enquanto eu me levantei, joguei a peça no chão, confesso que me senti tímido, estar nu em sua frente, ainda de pé. Sua mão tocou minha barriga, ele me olhava apaixonado, admirado.

Apenas me aproximei dos seus lábios, me abaixando, deixando um selar, fui descendo os beijos pelo seu pescoço, enquanto sua mão adentrava meus fios claros, passei a descer ainda mais, chegando em sua boxer, seu membro estava tão rijo, passei a mão sob o grande volume, ele arfou em resposta. 

Meus lábios tocaram a região ainda coberta pelo pano fino preto, minha língua começou a se movimentar sobre, enquanto minha mão ajudava, logo retirei a peça, seu membro saltou para fora, me fazendo olhar para cima, olhando em seus olhos, voltei a atenção, o segurando, começando os movimentos, seus dedos apertaram meus cabelos, me fazendo arfar junto a ele. Sem me conter, coloquei seu pênis em minha boca, iniciando sucções lentas, arrancando um gemido do loiro. 

Retirei-o da boca, passando a língua levemente pela glande inchada, arrancando outro gemido do maior, desci para suas "bolas", onde as chupei uma por uma, voltando à glande, minha língua rolou pelo local, e novamente eu abocanhei seu membro, o sugando com vontade e desejo. 

— Ah...Jiminnie.

Meu nome meio ao seu gemido, me fez aumentar ainda mais o ritmo, estava tão seguro. 





...


Notas Finais


Continua


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...