História O mendigo ! (Jikook) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook Bts
Visualizações 66
Palavras 1.102
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Pobre rapaz!


 

Jeon Jungkook filho do homem mais rico de Seul dono das maiores empresas
Um jovem de 19 anos que mora em uma mansão sozinho e sustentado pelo Pai , Jeon nunca se deu ao luxo de procurar um emprego pois sempre que precisa de dinheiro encontra Milhões em sua conta do banco. Ele pode parecer uma pessoa ruim que pisa encima dos pobres mas Jungkook não é assim tem um coração bom e solidário
Jungkook esta fazendo faculdade de medicina porque foi obrigado pelo seu pai.

Sempre que kook sai da faculdade passa por uma rua humilde onde ha muitos mendigos e sempre que ele passa ajuda como pode porque dinheiro para ele não é problema, da último vez que ele passou por essa rua deu 500 para cada mendigo não é sempre apenas quando esta de bom humor...mas algo mexeu com Jungkook esta semana e isso fez com que ele ajudasse um rapaz que estava deitado encima de uma coberta e seu travesseiro era um pedaço de papelão aquilo mexeu com Jungkook! Um rapaz louro de olhos castanhos que tremia de frio e que não parava de tossir. Jungkook decidiu ajuda-lo
Alguma coisa que Jungkook aprendeu teria sido útil pois o rapaz estava queimando de febre e estava muito suado .

-Ei ei- Cutuquei o rapaz que abriu os olhos para me olhar ele tremia de frio e suava muito. Ouvi pouca coisa sair de sua boca mas nem precisou dizer mais nada então disse:
-Eu vou te ajudar preciso que me ajude primeiro
O rapaz balançou a cabeça e eu o ajudei levantar mas meu esforço não valeu de nada ele mal conseguia andar. Então passei o braço dele ao redor de mim e foi quando algo chamou minha atenção uma senhora me ajudou com ele. Sorri para ela que me ajudou
A levo até o carro o rapaz fedia muito com certeza não tomava banho a dias mas não liguei deixei ele se sentar no banco da frente então bati a porta e me virei para a senhora
-Obrigada pela ajuda deus abençoe a senhora- Sorri e lhe entreguei mil reais a senhora apenas pegou na minha mão e deu um selinho na minha mão e sorrio e se virou se afastando
Eu estava grata por aquela senhora ter me ajudado e ajudaria ela depois que cuidasse desse rapaz no qual nem sei o nome dele
Disparei para o outro lado e entrei dando partida para o hospital. O rapaz tremia muito e gemia de dor ele se virou para mim e tentou sussura algo
-M-Me ajude- sussurrou Baixinho mas foi o sulficiente para mim entender
Engoli um seco sentindo um aperto no peito ao ver ele desse jeito mesmo não o conhecendo
Parei o carro na frente do hospital e gritei
-Uma maca por favor tem um rapaz em estado grave- Antes que eu pudesse terminar de falar surgiu 2 médicos com uma maca e uma medica vindo na minha direção -o que aconteceu com ele?-perguntou me olhando enquanto pegava uma caneta em seu jaleco
-E-eu não sei eu encontrei ele neste estado- Falei nervoso
-OK obrigada- e saiu com os médicos
Bati a porta do carro e disparei correndo atrás deles eu estava nervoso minhas mãos estavam geladas e minha respiração ofegante
A médica barro minha entrada então me aproximei da porta e olhei para dentro , estavam tirando a coberta e a roupa dele e perceberam que havia manchas pela seu corpo
Inteiro e foi quando ele começou a se debater e chorar, ele percebeu que eu estava ali e esticou a mão para mim ele soluçava chorando enquanto lágrimas escória de seus olhos eu senti uma vontade imensa de chorar e estar do outro lado de uma porta sabendo que a uma pessoa te implorando por ajuda era de partir o coração
Vi ele pedir minha ajuda então não aguentei empurrei as portas e entrei no local antes que eu pudesse pegar na sua mão os dois médicos me seguraram
-O senhor não pode entrar aqui , preciso que se retire do local-
-E-Eu preciso ajuda-lo- Disse tentando me aproximar do rapaz
-O Senhor não pode, saia- Eles me seguraram pelos braços e me empurraram para fora e fecharam a porta
Nervoso eu bati a mão na porta e coloquei as mãos na cabeça indo me senta no banco. Quase chorei de raiva mas me segurei apenas respirei fundo e me joguei pra trás na cadeira o pobre rapaz não deveria passar por isso ninguém merece sofrer nesse mundo.
"Eu mal o conheço vi ele umas 5 vezes e estou assim preocupado com ele , algo nesse rapaz mexeu comigo algo inexplicável, e eu estava disposto a tudo por ele pois sinto que nunca mais devo me afastar dele"
-Doutor !- o chamei assim que vi ele saindo da sala-Como ele esta ?
-Eu ja ir vim falar com você- Ele sorriu- Bom agora ele esta bem mais precisara ficar em observação
Sorri e passei a mão no cabelo
-ufa ! Ele esta bem- relaxei- eu posso ver ele ?-perguntei
-claro, só não faça ele se esforçar muito- sorrio e me deu um tapinha no ombro e saiu
Se pensar duas vezes disparei até a sala eu queria ve-lo e quando abri as portas ele desvio os olhos para mim
-oi- Sussurei
-oi-ele deu um sorriso e eu retribui ao ver aquele lindo sorriso em seu rosto
-esta melhor?-perguntei me aproximando da cama
-sim, Hum graças a você -ele pegou na minha mao
-Não foi nada!-peguei em sua mão- qual seu nome?
-Park Jimin- Ele se sentou na cama
-ei não se esforce -pedi ajudando ele com o travesseiro
-esta tudo bem senhor
-Ei-ri- Não me chame assim me sinto um velho- Tentei fazer ele ri e consegui
Fitei aquele pobre garoto
-você tem familia?
-Não!eu fui abandonado-Ele abaixou a cabeça
-então more comigo- Falei por impulso
Vi ele levantar a cabeça com brilhos nos olhos e sorrir
-Sim eu moro com você-Ele se aproximou de mim e me beijou. surpreso coloquei minhas maos em seus braços e me afastei olhando para ele
-D-Desculpa- Vi suas bochechas ficarem vermelha e se afastar de mim
Ri dele e dessa vez me aproximei e beijei ele
Quem diria caro leitores um rapaz rico encontrar um garoto pobre e se apaixonar por ele
-Seja meu para sempre! -Disse Jungkook ofegante pelo beijo
-sim seu ! Seu para sempre...

Agora diante cuidarei desse rapaz e nunca mais ele botara o pé num lugar igual aquele receberá o bom e do melhor.Farei dele a pessoa mais feliz desse mundo!


Notas Finais


Bjinhos até a próxima fic :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...